ESPIRITUALIDADE, DOZE PASSOS, REFLEXÕES DIÁRIAS, TEMAS SÔBRE DEPENDÊNCIA QUÍMICA

espiritualidade, dependência química, Alcoólicos Anônimos, Narcóticos Anônimos, Alateen, Alanon, saúde física e mental, lazer, curiosidades, doze passos, passagens da bíblia, notícias, clínicas de recuperação. Espero com essas matérias, estar colaborando com alguém, em algum lugar, em algum momento de sua vida.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

AA e Na (reflexões diárias completas)

MEDITAÇÕES DIÁRIAS DO LIVRO REFLEXÕES DIÁRIAS (Alcoólicos Anônimos) e do Livro SÓ POR HOJE (Narcóticos Anônimos) dia a dia do ano. 

01 Jan. 
Neste novo ano viverei um dia de cada vez. Farei de cada um deles uma preparação para coisas melhores no futuro. Não vou ficar pensando no passado nem no futuro, só no presente. Enterrarei todo o medo do futuro, todos os pensamentos de crueldade e amargura, todas as minha antipatias, meus ressentimentos, minha sensação de fracasso, meus desapontamentos com os outros e comigo mesmo, minha melancolia e desânimo. Deixarei enterradas todas essas coisas e seguirei em frente, neste novo ano, em direção a uma nova vida.
A Vida Em Seus Próprios Termos.
A dor e a miséria eram realidades em nossas vidas de ativa. Não queríamos aceitar nossa situação devida ou mudar aquilo que era inaceitável. Tentávamos escapar das dores da vida pelo uso de drogas, mas o uso somente aguardava nossos problemas. Nossa percepção alterada da vida tornou-se um pesadelo.
Através da vivência do programa de Narcóticos Anônimos, aprendemos que nossos sonhos podem substituir nossos pesadelos. Crescemos e mudamos. Adquirimos a liberdade de escolha. Somos capazes de dar e receber amor. Podemos compartilhar honestamente sobre nós mesmos, não mais aumentando ou minimizando a verdade. Aceitamos os desafios que a vida real nos oferece, encarando de uma maneira responsável e madura.
Mesmo que a recuperação não nos dê imunidade para as realidades da vida, Narcóticos Anônimos irmandade de Narcóticos Anônimos podemos encontrar apoio, atenção verdadeira e o interesse de que precisamos para enfrentar essas realidades. Não precisamos nunca mais nos esconder da realidade pelo uso de drogas, pois nossa unidade com outros adictos em recuperação nos dá força. Hoje, o apoio, a atenção e a empatia da recuperação nos dão uma janela limpa e clara através da qual enxergamos, vivenciamos e apreciamos a realidade como ela é.
Na nossa recuperação, não consideramos essencial aceitar a realidade. Quando conseguimos, não sentimos necessidade de usar drogas na tentativa de mudar a nossa recuperação.
As drogas costumavam servir para amortecer em nós a força da vida. Quando paramos de usar drogas e começamos a recuperação, nos confrontamos diretamente com a vida. Poderemos experimentar os sentimentos de decepção, frustração ou raiva. As coisas podem não acontecer da forma que gostaríamos que acontecessem. O egocentrismo que cultivávamos em nossa adicção distorceu nossa percepção de vida; é difícil abrir mão de nossas expectativas e aceitar a vida como ela é.
Aprendemos a aceitar nossas vidas trabalhando os 12 passos de Narcóticos Anônimos. Descobrimos uma forma de mudar nossas atitudes e abrir mão de nossos defeitos de caráter. Não precisamos mais distorcer a verdade ou fugir de situações. Quanto mais praticarmos os princípios espirituais contidos nos passos, mais fácil se torna aceitar a vida exatamente como se apresenta. É importante praticar a auto-aceitação trabalhando os 12 passos.

02 Jan. 
Você é feito de tal maneira, que só pode carregar o peso de vinte e quatro horas, nada mais. Se você se curva sob o peso dos anos passados e dos dias futuros, suas costas quebram. Deus prometeu ajudá-lo a carregar só o peso do dia. se você é bastante tolo para juntar outra vez a carga do passado e carregá-la, então você não pode, na verdade, esperar que Deus o ajude a suportá-la. Esqueça, então, o que ficou para trás e viva a felicidade de cada novo dia.
Completa derrota, que ideias! Isto deve significar rendição. Render-se – desistir completamente abandonar sem nenhuma restrição. Mãos ao alto e abandonar a luta. Talvez, levantar a mão em nossa primeira reunião e admitir que somos adicto.
Como saber que demos um primeiro passo que nos permitirá viver livre das drogas? Sabemos porque, uma vez dado esse passo gigantesco, não temos que usar nunca mais – só por hoje. É isso aí. Não é fácil mas é muito simples.
Nós trabalhamos o primeiro passo. Aceitamos, sim, que somos adictos. “uma é demais e mil não bastam.” Já provamos isso a nós mesmos o suficiente. Admitimos que não conseguimos lidar com drogas de nenhuma maneira. Admitimos isso; proclamamos em voz alta, se necessário.
Damos o primeiro passo ao começar nosso dia. Por um dia. esta admissão nos liberta, só por hoje, da necessidade de reviver nossa adicção ativa novamente. Nós nos rendemos a esta doença. Desistimos. Abandonamos. Renunciamos. Mas, renunciando, vencemos. E este é o paradoxo do primeiro passo: nós nos rendemos para vencer e, em nossa rendição, adquirimos um poder muito maior do que jamais poderíamos imaginar.

03 Jan. 
Eu me renovarei. Estarei transformado. Para isso, preciso da ajuda de Deus. Seu espírito fluirá através de mim e, ao fluir, varrerá para longe todo o amargo passado. Vou criar coragem. O caminho se abrirá para mim. Cada dia me revelará alguma coisa boa, sempre que eu estiver tentando viver da maneira que acredito que Deus quer que eu viva.
Aprendi que não tenho o poder e o controle que uma vez pensei que tinha. Sou impotente sobre o que as pessoas pensam sobre mim. Sou impotente até por ter perdido o ônibus. Sou impotente sobre como as outras pessoas agem ou deixam de agir. Mas, também aprendi que não sou impotente perante algumas coisas. Não sou impotente perante minhas atitudes. Não sou impotente perante a negatividade. Não sou impotente sobre assumir responsabilidade por minha própria sobriedade. Tenho o poder de exercer uma influência positiva sobre mim mesmo, as pessoas que amo e o mundo no qual vivo.


04 Jan. 
Acreditei que fundamentalmente, tudo está bem. Vão me acontecer coisas boas. Acredito que Deus cuidará de mim e me proverá. Não tentarei planejar o futuro. Sei que o caminho me será revelado, passo a passo. Entregarei a Deus a carga do amanhã, porque é Ele quem suporta o peso maior. Ele só espera que eu carregue meu quinhão do dia.
A princípio muitos de nós pensaram que o primeiro passo não requeria ação – bastava nos rendermos e ir para o segundo passo. Mas o passo um requer ação, sim!
A ação que tomamos no primeiro passo ficará evidente na maneira como vivemos, desde nosso primeiro dia limpo. Se acreditamos sinceramente que somos impotentes perante nossa adicção, não escolheremos ficar perto das drogas. Continuar a viver ou nos associarmos com adictos na ativa pode indicar uma restrição a nosso programa. Uma crença absoluta em que o primeiro passo diz respeito a nós irá assegurar que limpamos nossa casa de todas as drogas e objetos relacionados ao uso delas.
Com o passar do tempo, não somente continuaremos com as ações básicas, mas acrescentaremos novas ações a nosso repertório do primeiro passo. Aprenderemos a sentir nossos sentimentos em vez de tentar controlá-los. deixaremos de tentar ser nossos próprios e únicos guias em nossa jornada de recuperação; o apadrinhamento de si mesmo cessará. Começaremos a procurar mais e mais satisfação espiritual em um poder maior do que nós em vez de tentar preencher aquele vazio com outra coisa qualquer.
Rendição é apenas o começo. Uma vez rendidos, precisamos aprender a viver na paz que encontramos.

05 Jan. 
Acredito que a presença de Deus traz a paz e que a paz, como um rio que corre tranquilo, eliminará todas as preocupações. Nesses momentos tranquilos, Deus me ensinará a proporcionar descanso a meus nervos. Não terei medo. Vou aprender a relaxar. Uma vez relaxado, as força de Deus fluirá dentro de mim. Estarei em paz.
Em nossa primeira reunião podemos ter ficado surpresos quando os membros partilharam como a doença da adicção tinha afetado suas vidas. Pensamos: “doença? Eu só tenho um problema com drogas! O que afinal eles estão falando?”
Depois de algum tempo no programa, começamos a perceber que nossa adicção era mais profunda do que nosso obsessivo e compulsivo uso de drogas. Vimos que sofríamos de uma doença crônica que afetava várias áreas de nossas vidas. Não sabíamos como tínhamos “pego” esta doença, mas ao nos examinar percebemos que ela tem estado presente em nós por muitos anos.
Assim como a doença da adicção afeta todas as áreas de nossas vidas, o mesmo acontece com o programa de Narcóticos Anônimos. Assistimos à nossa primeira reunião com todos os sintomas presentes: o vazio espiritual, a agonia emocional, a impotência, o descontrole.
Tratar nossa doença envolve muito mais do que mera abstinência. Usamos os doze passos e, embora não “curem” nossa doença, eles começam a nos fortalecer. À medida que nos recuperamos, experimentamos a dádiva da vida.

06 Jan. 
Vou me disciplinar. Vou me disciplinar já. Acabarei com todos os pensamentos inúteis. Sei que a virtude é a base necessária para que minha vida seja útil. Esse treinamento será bem-vindo, pois sem ele Deus não pode me dar Sua força. Acredito que essa força seja poderosa, quando usada de maneira correta.
O primeiro passo como “admitimos”, é há uma razão para isso. Existe uma grande força em admitir nossa impotência verbalmente. E quando vamos a uma reunião e fazemos esta admissão, ganhamos mais do que apenas força pessoal. Tornamo-nos membros, parte de um “nós” coletivo que nos permite, juntos, nos recuperar de nossa adicção. Ao nos tornarmos membros de Narcóticos Anônimos, recebemos uma fonte de experiência: a experiência de outros adictos que encontraram um caminho para a recuperação de sua doença.
Não precisamos mais tentar resolver o enigma de nossa adicção sozinhos. Quando honestamente admitimos nossa impotência perante a adicção, não podemos iniciar a procura de uma maneira melhor de viver. Não estaremos buscando sozinhos – estamos em boa companhia.

07 Jan. 
O significado de Deus atinge silenciosamente o coração. Não posso saber o momento em que Ele aí entra. Posso apenas julgar pelos resultados. A palavra Deus é dirigida aos lugares secretos de meu coração e, num eventual momento de tentação, pela primeira vez descubro essa palavra e percebo seu valor. Quando eu dela precisar, ela aí estará. “Seu Pai, que vê as coisas secretas, o recompensará abertamente.”
Todo dia eu permaneço em pontos cruciais. Meus pensamentos e ações podem impelir-me para o crescimento ou levar-me de volta para os velhos hábitos. Algumas vezes os pontos cruciais são começos, como quando decido começar a louvar, ao invés de condenar alguém. Ou quando começo a pedir ajuda ao invés de fazer as coisas sozinho. Outras vezes pontos cruciais são pontos finais, como quando eu vejo claramente a necessidade de parar ressentimentos apodrecidos ou egoísmos aleijantes. Muitos defeitos me tentam diariamente; logo, todo dia também tenho oportunidade de tomar conhecimento deles. De uma forma ou de outra, meus defeitos aparecem diariamente: auto-condenação, raiva, fuga, orgulho, desejo de vingança ou representando grandiosidade.
Tentar meias medidas para eliminar estes defeitos apenas paralisa meus esforços para mudar. Somente quando peço que Deus me ajude, com abandono completo, é que me torno disposto – e capaz – para mudar.

08 Jan. 
Sei que minha nova vida não estará livre de dificuldades, mas mesmo assim terei paz. Sei que a serenidade é o resultado da aceitação fiel e confiante da vontade de Deus, mesmo em meio as dificuldades, São Paulo disse: “nossas pequenas aflições, mesmo quando parecem maiores, nos prepara a glória eterna.”
Será que para nós já chega? Esta é a pergunta crucial que precisamos fazer a nós mesmos ao nos preparar para trabalhar o primeiro passo em Narcóticos Anônimos. Não importa se quando chegamos a Narcóticos Anônimos as nossas famílias estavam intactas ou não, ou se profissionalmente nossas vidas estavam funcionando ou se todas as aparências externas fossem de plenitude. O que importa é que chegamos a um fundo de poço emocional e espiritual que nos impede de notarmos para a adicção ativa. Se chegarmos, estaremos prontos e percorrer qualquer distância para parar de usar.
Quando fazemos o inventário de nossa impotência, nos fazemos algumas perguntas simples. Posso controlar, de alguma maneira, o meu uso de drogas? Que incidentes aconteceram como resultado de meu uso de drogas e que eu não queria que acontecessem? De que forma minha vida está incontrolável? Acredito, de coração, que sou um adicto?
As repostas para estas perguntas nos trazem para as salas de Narcóticos Anônimos, e, então, estamos prontos a seguir para o próximo passo em direção a uma vida livre da adicção ativa. Se, para nós, realmente já chega, estaremos prontos para percorrer qualquer distância para encontrar a recuperação.

09 Jan. 
Terei fé, não importa o que possa me acontecer. Vou ser paciente, mesmo nomeio das dificuldades. Não terei medo das exigências da vida, pois acredito que Deus sabe o que posso suportar. Olharei para o futuro com confiança. Sei que Deus não me pedirá para tolerar nada que possa me vencer ou destruir.
Quando estávamos usando, fazíamos tudo que podíamos para que as coisas corressem de nosso modo. Utilizávamos todos os esquemas imagináveis para controlar nosso mundo.
Quando conseguíamos o que queríamos, nos sentíamos poderosos, invencíveis; quando não, nos sentíamos vulneráveis, derrotados. Mas isso não nos deteve – apenas levou a mais esforços para controlar e manipular nossas vidas, tonando-as administráveis.
Tramar era nossa maneira de negar nossa impotência. Enquanto pudéssemos nos distrair com nossos planos, podíamos adiar a aceitação de que estávamos fora de controle. Apenas gradualmente percebemos que nossas vidas tinham se tornado incontroláveis e que todas as tramoias e manipulações do não iriam colocá-las novamente em ordem.
Quando admitimos nossa impotência, paramos de tentar controlar e administrar nosso caminho para uma vida melhor – nós nos rendemos. Carentes de um poder próprio suficiente, buscamos um poder maior do que nós, precisando de apoio e orientação, pedimos a esse poder que cuide de nossa vontade e de nossas vidas. Pedimos a outros em recuperação que partilhem sua experiência de viver o programa de Narcóticos Anônimos, em vez de tentar programar nossas próprias vidas. O poder e a orientação que buscamos estão à nossa volta; precisamos apenas nos afastar do eu para encontrá-los.

10 Jan. 
Vou me voltar para Deus com fé, e Ele me dará um novo modo de vida. Esse modo novo de vida vai mudar toda minha existências, as palavras que falo, a influência que tenho. Elas brotarão de minha vida interior. Veja como é importante o trabalho de uma pessoa que tem esse novo modo de vida. As palavras e os exemplos dessa pessoa podem exercer uma grande influência para o bem da humanidade.
Antes de começar a usar, muitos de nós tinham um estereótipo, uma imagem mental de como os adictos deveriam parecer. Alguns de nós imaginavam um drogado roubando armazéns para comprar droga. Outros imaginavam um recluso paranoico tentando enxergar a vida por detrás de cortinas perpetuamente cerradas e portas trancadas. Como não cabíamos em nenhum desses estereótipos – pensávamos -, não poderíamos ser adictos.
Enquanto nosso uso progredia, descartávamos essas concepções errôneas sobre adicção, para somente virmos com outra: a ideia de adicção era sobre drogas. Podemos ter pensado que adicção significava um hábito físico, acreditamos que qualquer droga que não produzisse hábito físico não era “adictiva”. Ou pensávamos que as drogas que consumíamos estavam causando todos os nossos problemas. Pensávamos que apenas nossa libertação das drogas devolveria a sanidade à nossas vidas.
Uma das lições mais importantes que aprendemos em Narcóticos Anônimos é que adicção é muito mais do que as drogas que usávamos. A adicção é uma parte de nós, é uma doença que envolve cada área de nossas vidas, com ou sem drogas. Podemos ver seu efeito em nossos pensamentos, nossos sentimentos, nossa comportamento, mesmo depois de pararmos de usar. Por causa disso, precisamos de uma solução que funcione para reparar cada área de nossas vidas: os doze passos.

11 Jan.
 Pedirei a Deus somente força e que Sua vontade seja feita. Vou usar, para minhas necessidades, Sua reserva ilimitada de força. Vou procurar saber qual é a vontade de Deus, em relação a mim. Vou lutar para ter consciência da presença de Deus, pois Ele é a luz do mundo. Eu me tornei um viajante, que somente precisa de ordens de comando, força e orientação para este dia.
Quando viemos, pela primeira vez em Narcóticos Anônimos, muitos de nós tiveram grande dificuldade em aceitar os princípio espirituais que são a base deste programa – e por boas razões. Não importa quanto tentamos controlar nossa adicção, nos encontramos impotentes. Ficávamos com raiva e frustrados com qualquer um que sugerisse haver esperança para nós, porque sabíamos mais. Ideias espirituais podem ter feito sentido na vida de outras pessoas, mas não nas nossas.
Independente de nossa indiferença ou intolerância para com princípios espirituais, fomos atraídos para Narcóticos Anônimos. Lá, encontramos outros adictos. Eles estiveram onde estivemos, impotentes e sem esperança, e ainda assim encontraram não só uma maneira de parar de usar, mas de viver e desfrutar a vida limpos. Eles falaram dos princípios espirituais que indicaram o caminho desta nova vida de recuperação. Para eles, estes princípios não eram apenas teorias, mas uma parte de sua experiência prática.
Sim, tínhamos boas razões para ser céticos, mas estes princípios espirituais dos quais outros membros de Narcóticos Anônimos falavam pareciam mesmo funcionar.
Uma vez admitindo isto, não aceitamos necessariamente cada uma das ideias espirituais que ouvimos. Mas começamos a pensar que, se estes princípios funcionaram para outros, talvez funcionassem para nós também. Para começar, esta boa vontade foi o bastante.


12 Jan. 
Vou agradecer a Deus por tudo, mesmo pelas provações e preocupações aparente. Lutarei para ser agradecido e humilde. Toda minha atitude para com o Poder Superior será de gratidão. Ficarei alegre pelas coisas que recebi. Passarei aos outros o que Deus me revelar. Acredito que vão surgir mais verdades, à medida que prossigo no novo modo de viver.
Nosso primeiro problema é aceitar nossas circunstâncias atuais como elas são, a nós mesmos como somos e as pessoas em torno de nós como elas são. Isto é adotar uma humildade realista sem a qual não se pode nem mesmo começar um avanço genuíno. Novamente precisamos voltar a este desagradável ponto de partida. Isto é um exercício de aceitação que podemos praticar com vantagens todos os dias de nossas vidas.
Desde que evitemos, arduamente, tornar este levantamento realista dos fatos da vida em desculpas irreais para a apatia e o derrotismo, eles podem ser o alicerce seguro sobre o qual podem ser construídos uma saúde emocional aumentada e, portanto, o progresso espiritual.

13 Jan. 
Acredito quem vida esteja sendo “refinada”, como o ouro numa caldeira. O ouro só fica na caldeira até ser refinado. Não vou me desesperar, nem desanimar. Agora tenho amigos que esperam de mim a vitória. Se eu errar ou falhar, eles sofrerão e ficarão desapontados. Vou continuar tentando viver uma vida melhor.
Erros! Todos nós sabemos como nos sentimos ao cometê-los. Muitos de nós sentimos que nossas vidas inteiras têm sido um erro. Frequentemente consideramos nossos erros com vergonha ou culpa – no mínimo, com frustração e impaciência. Temos a tendência de ver os erros como uma prova de que ainda somos doentes, loucos, estúpidos ou danificados demais para nos recuperar.
Na verdade, os erros são uma parte bastante vital e importante do fato de sermos humanos. Para pessoas particularmente teimosas, (como os adictos), os erros são muitas vezes nossos melhores professores. Não há vergonha em cometer erros. De fato, cometer novos erros frequentemente mostra nossa vontade de nos arriscar e crescer.
Porém, aprender com nossos erros nos ajuda; repetir os mesmos pode ser um sinal de que estamos parados. E esperar resultados diferentes dos mesmos velhos erros, bem, isto é o que chamamos “insanidade”. Simplesmente não funciona.

14 Jan. 
Aprenderei a me dominar, porque cada golpe contra o egoísmo ajuda a formar meu verdadeiro eu, eterno e imperecível. À medida que me domino, adquiro a força que Deus coloca em minha alma. E também vou sair vitorioso. Não são só as dificuldades da vida que tenho que vencer. Mas principalmente meu próprio egoísmo.
Vir a acreditar é um processo que brota da experiência pessoal. Cada um de nós tem essa experiência. Todos os adictos que encontram a recuperação em Narcóticos Anônimos têm provas concretas de um poder benevolente agindo para o bem em suas vidas.
Aqueles de nós que estão em recuperação hoje, afinal, são os afortunados. Milhares de adictos morrem de nossa doença, sem nunca ter experimentado o que encontramos em Narcóticos Anônimos.
O processo de vir a acreditar envolve boa vontade para reconhecer os milagres. Partilhamos o milagre de estar aqui, limpos, e cada um de nós tem outros milagres que somente esperam nosso conhecimento. A quantos acidentes de carro, overdose ou outras quase catástrofes já sobrevivemos? Será que podemos olhar para trás e enxergar que não tivemos apenas “sorte”? Nossa experiência em recuperação também nos dá exemplo de um Poder Superior trabalhando para o nosso bem.
Quando podemos enxergar as evidências de um Poder Superior agindo a nosso favor, se torna possível acreditar que esse Poder Superior continuará a nos ajudar no futuro. E acreditar nos dá forças para ir adiante.

15 Jan. 
Vou relaxar e não ficar tenso. Não vou ter medo, porque no fim tudo vai ser resolvido. Aprenderei a ter firmeza e equilíbrio, num mundo vacilante e mutável. Vou pedir o poder de Deus e usá-lo, porque se não usar, ele será afastado. Nenhum trabalho e grande demais, desde que me volte para Deus e renove minha força depois de cada tarefa.
Vir a acreditar é um processo para toda vida, nossa compreensão de Deus irá mudar. A compreensão que temos do início da recuperação não será a mesma quando estivermos alguns meses limpos, assim como esta compreensão não será a mesma quando estivermos limpos há alguns anos.
Nossa compreensão inicial de um poder maior que nós mesmos sempre parecerá limitada. Podemos pensar que este Poder vai nos manter limpos e nada mais. podemos hesitarem orar porque pensamos nas condições do que vamos pedir que nosso Poder Superior faça por nós. Poderíamos dizer: “Puxa, isto está tão horrível que nem mesmo Deus poderia fazer algo.” Ou então: “Deus já tem gente demais para cuidar. Não há tempo para mim.”
Mas, à medida que crescemos em recuperação, cresce nossa compreensão. Começamos a ver que os únicos limites para o amor e a Graça de Deus são os que impomos quando nos recusamos a sair do caminho. O Deus amoroso no qual viemos a acreditar é infinito, e a força e o amor que achamos em nossa crença são partilhados por quase todos os adictos em recuperação ao redor do mundo.

16 Jan. 
Tentarei obedecer a vontade de Deus, dia após dia, seja na planície silvestre, seja no topo da montanha da experiência. E nas lutas diárias que a perseverança tem valor. Acredito que Deus é o Senhor das pequenas coisas, o divino controlador dos pequenos acontecimentos. Vou perseverar nesse novo modo de vida. Sei que nada, no dia, é pequeno demais para as coisas de Deus.
Ouvimos dizer, que a menos que estejamos amando, não podemos lembrar o sentido de estar apaixonado. O mesmo ocorro com a insanidade: uma vez que estamos livres dela, esquecemos como podem ser verdadeiramente estranhos nossos pensamentos insanos. Mas, para ser gratos pelo grau de sanidade que recuperamos em Narcóticos Anônimos, precisamos lembrar quanto estávamos mergulhados na insanidade.
Hoje, pode ser ridículo imaginar um pensamento do tipo: “por favor, me dê um ataque do coração ou um acidente fatal.” Ninguém em seu juízo perfeito pediria algo assim. Essa é uma questão. Em nossa adicção ativa, não estávamos em nosso juízo perfeito. A cada dia de nossa adicção ativa, nós cortejávamos doenças fatais, degradações, desonestidade, desfalques, destruições, morte violenta e até mesmo morte por completa estupidez. Nesse contexto, a ideia de pedir por um ataque do coração ou acidente fatal não soa tão estranha assim. Isso demonstra quanto estávamos insanos.
A programação, o companheirismo e nossa Poder Superior – juntos – operam milagres. O segundo passo não é uma esperança infrutífera – é realidade. Reconhecendo o grau de insanidade a que chegamos, podemos desfrutar cada vez mais deste Poder milagroso que nos resgata para a sanidade. Por isso, somos verdadeiramente gratos.

17 Jan. 
Com a ajuda de Deus, vou construir uma rede protetora em torno de mim para afastar os maus pensamentos. Isso será feito a partir de minha atitude, em relação a Deus e às outras pessoas. Quando um pensamento me preocupar ou me afligir, vou expulsá-lo imediatamente. Sei que o amor e a confiança diluem as preocupações e aflições da vida. Vou usá-los para formar uma rede protetora em torno de mim.
Agora que finalmente admitimos nossa insanidade e vimos seus exemplos em todas as manifestações, podemos ficar tentados a acreditar que ficamos condenados a repetir este comportamento para o resto de nossas vidas. Pensávamos que nossa adicção ativa era sem esperança e que mesmo ficando limpos, não haveria esperança para nosso tipo particular de insanidade.
Não é assim! Sabemos que devemos nossa liberdade da adicção ativa à Graça de Deus amoroso. Se nosso Poder Superior pode realizar tal milagre como nos livrar de nossa obsessão de usar drogas, certamente esse Poder também pode remover nossa insanidade em todas as suas formas.
Se duvidarmos disso, tudo o que temos de fazer é pensar sobre a sanidade que já foi restaurada em nossas vidas. Talvez tenhamos nos descontrolado com nossos cartões de crédito, mas a sanidade volta quando admitimos a derrota e os cortamos. Talvez estejamos nos sentindo sós e tenhamos vontade de visitar nossos velhos companheiros de ativa. Em vez disso, um ato de sanidade é visitar nosso padrinho.
A sanidade de nossa adicção vai ficando para trás à medida que começamos a experimentar momentos de sanidade em nossa recuperação. Nossa fé em um poder maior do que nós mesmos cresce quando começamos a compreender que até mesmo nosso tipo de sanidade não é nada diante deste Poder.

18 Jan. 
Rogarei todo dia para Ter fé, pois é a fé uma dádiva de Deus. A resposta a meus pedidos depende somente da fé. Ela me é dada por Deus em resposta às minhas preces, porque a fé é uma arma necessária para que eu possa vencer todas as condições adversas e para realizar todo o bem que existe em mim. Portanto, vou trabalhar para fortalecer minha fé.
Disseram-nos que podíamos acreditar em qualquer tipo de Poder Superior que quiséssemos, contanto que Ele fosse amoroso e, é claro, maior do que nós. Alguns de nós, no entanto, têm dificuldades com estes requisitos. Ou não acreditamos em nada exceto em nós mesmos, ou acreditamos que qualquer coisa que possa ser chamada de “Deus” só poderia ter o coração frio e injusto, trazendo-nos infortúnio por mero capricho.
Acreditar em um Poder amoroso é um grande salto para alguns de nós, por muitas razões. Pensar em entregar nossas vontades e nossas vidas aos cuidados de alguma coisa que pensamos poder nos machucar, certamente nos deixa relutantes. Se chegamos ao programa acreditando que Deus julga e não perdoa, precisamos superar estas crenças, para ficar realmente à vontade com o terceiro passo.
Nossas experiências positivas em recuperação podem nos ajudar a vir a acreditar em um Deus amoroso, de nossa própria compreensão. Recebemos a orientação e o apoio que precisamos para desenvolver uma nova maneira de viver. Começamos a experimentar uma plenitude de espírito, onde antes só havia vazio. Estes aspectos de nossa recuperação têm sua origem num Deus amoroso, e não num Deus severo e odioso. E quanto mais vivenciamos a recuperação, mais confiaremos neste Poder Superior amoroso.

19 Jan
Acredito que Deus já viu as necessidades de meu coração, antes de eu gritar por ele, antes mesmo de eu ter consciência dessas necessidades. Acredito que Deus já estava preparando a resposta. Não é preciso que eu rogue a Deus com suspiros, lágrimas e discursos, para que Ele conceda a desejada ajuda. Ele já antecipou tudo o que quero e preciso. Tentarei ver isso, à medida que seus planos crescem em minha vida.
A essência de minha espiritualidade, e minha sobriedade, se baseia na fé diária em um Poder Superior. Preciso lembrar e confiar no Deus do meu entendimento enquanto prossigo em todas as minhas atividades diárias. Como é confortante para mim o conceito de que Deus funciona dentro e através das pessoas. Quando faço uma pausa no meu dia, lembro-me de exemplos concretos e específicos da presença de Deus. estou assombrado e enaltecido pelo número de vezes que este poder é evidente. Estou dominado pela gratidão da presença de Deus na minha vida de recuperação. Sem esta força onipotente em cada uma das minhas atividades, jamais conseguiria continuar na trajetória de aperfeiçoamento que busco insistentemente.

20 Jan. 
Quero estar em comunhão com o espírito divino do universo. Vou colocar minhas mais profundas afeições nas coisas espirituais, não nas coisas materiais. Como um homem pensa, assim ele é. Por isso vou pensar e desejar aquilo que vai ajudar, não atrapalhar, meu crescimento espiritual. Tentarei estar em comunhão com Deus. Nenhuma aspiração humana pode superar essa.
Humildemente, peço ao meu Poder Superior pela Graça de encontrar o espaço entre meu impulso e minha ação; de deixar soprar uma brisa refrescante quando eu responderia com calor; de interromper a ferocidade com a paz gentil; de aceitar o momento que permita que o julgamento se torne discernimento; de preferir o silêncio quando minha língua foi impelida a atacar ou a defender.
Prometo observar toda oportunidade para me voltar para meu Poder Superior como direção. Sei onde está este poder: ele reside dentro de mim, tão claro como um riacho das montanhas, oculto nas colinas – ele é o recurso interior desconhecido.
Agradeço a meu Poder Superior por esta palavra de luz e verdade que vejo quando permito a Ele dirigir minha visão.
Acredito Nele e espero que Ele acredite em mim para fazer todo o esforço para encontrar hoje o pensamento e a ação certa.

21 Jan. 
Poderei ter o dia mais atribulado possível, sem medo. Acredito que Deus está comigo e controla tudo. A confiança será o motivo que permeia o decorrer desse dia atribulado. Não vou ficar preocupado, porque sei que Deus me ajuda. Sob o poder de Deus, estão Seus eternos braços. Nele descansarei, mesmo que o dia seja, para mim, dos mais atribulados.
Peço a Deus para guiar meus pensamentos e as palavras que falo. Que elas possam ser verdadeiras e próprias reflexões de meu aperfeiçoamento espiritual. Focalizar minhas aspirações mais uma vez para procurar Sua direção; para me ajudar a ser realmente agradável e amável, prestativo e curativo, mas sempre cheio de humildade e livre de qualquer traço de arrogância.
Hoje eu posso muito bem ter que tratar com atitudes ou palavras desagradáveis ou ainda, com declarações inoportunas. Se isto vier a acontecer, tomarei um momento para me centrar em Deus, para que seja capaz de responder de uma perspectiva de compostura.

22 Jan. 
Nunca vou me esquecer de agradecer a Deus, mesmo nos dias mais cinzentos. Minha atitude será de humildade e gratidão. Agradecer a Deus é uma prática diária absolutamente necessária. Se porventura um dia não for de agradecimento, a prática tem que ser repetida, até que isso aconteça. A gratidão é uma necessidade para os homens que buscam uma vida melhor.
Quantas vez ouvimos dizer nas reuniões que “Deus faz por nós o que não podemos fazer por nós mesmos?” Às vezes podemos empacar em nossa recuperação, incapazes, temerosos ou com má vontade para tomar as decisões que sabemos dever tomar para ir adiante. Talvez sejamos incapazes de acabar com um relacionamento que simplesmente não está dando certo. Talvez nosso emprego esteja gerando excessivos conflitos. Ou talvez achemos que devemos encontrar um novo padrinho, mas estamos com medo de começar a procurar. Pela Graça de nosso Poder Superior, mudanças inesperadas podem acontecer precisamente na área que nos sentimos incapazes de modificar.
Às vezes nos permitimos empacar num problema em vez de ir adiante no rumo de uma solução. Nestes momentos, seguidamente descobrimos que nosso Poder Superior o faz por nós mesmos. Talvez nossa companheira ou companheiro decida terminar nosso relacionamento. Podemos ser despedidos ou afastados. Ou nosso padrinho nos diz que não poderá trabalhar conosco, obrigando-nos a procurar um novo.
Às vezes, o que acontece em nossas vidas pode ser assustador, como as mudanças costumam ser. Mas também ouvimos que “Deus nunca fecha uma porta sem abrir outra.” Enquanto vamos adiante com fé, a força de nosso Poder Superior nunca está longe de nós. Nossa recuperação fica fortalecida com estas mudanças.




23 Jan. 
Acredito que Deus tem todo o poder. Cabe a Ele dá-lo e negá-lo. Mas Ele não vai negá-lo à pessoa que vive perto Dele, pois o poder é absorvido pela pessoa que vive na presença de Deus. Aprenderei a viver na presença de Deus e então temi as coisas que desejo Dele: força, poder e alegria. O poder de Deus está ao alcance de todos que Dele precisam e que estão dispostos a aceitá-lo.
Todos temos momentos em que nossas vidas parecem estar desmoronando. Existem dias, ou até mesmo semanas, em que tudo que pode dar errado está dando errado. Na perda de um emprego, na morte de uma pessoa querida ou no fim de um relacionamento, duvidamos que iremos sobreviver às mudanças que estão acontecendo em nossas vidas.
É durante os momentos em que o mundo está caindo a nosso redor que encontramos nossa fé maior em um Poder Superior amantíssimo. Nenhum ser humano poderia aliviar nosso sofrimento; sabemos que somente a proteção de Deus pode oferecer o conforto que procuramos. sentimo-nos
quebrados, mas continuamos, sabendo que nossas vidas serão recuperadas.
À medida que progredirmos em recuperação e cresce nossa fé em nosso Poder Superior, temos a certeza de receber os momentos, de dificuldades com esperança, apesar da dor que podemos estar sentindo. Não precisamos nos desesperar, pois sabemos que a proteção de nosso Poder Superior nos guiará quando não pudermos caminhar sozinhos.

24 Jan. 
Quando se trata de coisas espirituais, sei que a visão e a força que recebo de Deus não tem limites. Mas nas coisas temporais e materiais, devo me conformar com as limitações. Sei que não posso ver o caminho daqui para frente. Devo dar apenas um passo de cada vez, porque Deus não me concedeu uma visão mais ampla. Estou navegando em mares antes nunca navegados, limitado por minha vida temporal especial, mas sem limites em minha vida espiritual.
Há uma diferença entre estar sozinho e estar só. Estar só é um estado do coração, um vazio que nos faz sentir tristes e algumas vezes sem esperança. A solidão nem sempre é aliviada quando entramos em relacionamentos ou nos cercamos de outros. Alguns de nós estão sós, mesmo estando em uma sala cheia de pessoas.
Muitos de nós chegaram à Narcóticos Anônimos através da desesperada solidão de nossa adicção ativa. Depois de frequentar as reuniões, começamos a fazer novos amigos e, frequentemente, nossos sentimentos de solidão diminuem. Mas muitos de nós devem lutar com a solidão através de nossa recuperação.
Qual é a cura para solidão? A melhor cura é começar um relacionamento com o Poder Superior, que pode ajudar a preencher o vazio de nossos corações. Achamos que, quando temos uma crença em um Poder Superior, nunca precisamos nos sentir sós. Podemos estar sozinhos mas confortavelmente quando temos um contato consciente com um Deus de nossa compreensão.
Frequentemente encontramos profunda satisfação em nossas interações com os outros, conforme progredimos em nossa recuperação. percebemos também que, quanto mais perto chegamos de nosso Poder Superior, menos precisamos de nos cercar dos outros. Começamos a descobrir dentro de nós um espírito que é nossa companhia constante, ao continuar a explorar e a aprofundar nosso contato com um poder maior do que nós mesmos. Entendemos nossa ligação espiritual com algo maior do que nós somos.

25 Jan. 
Acredito que a base da serenidade é a entrega total de minha vida a Deus. Deus nos preparou muitas moradas. Não vejo essa promessa como se referindo apenas à “outra vida”. Não vejo esta vida como uma batalha a ser vencida, para conseguir as recompensas da vida futura. Acredito que o Reino de Deus está dentro de nós e que podemos desfrutar a “vida eterna” aqui e agora.
O amor de Deus é o poder transformador que impulsiona a nossa recuperação. Com este amor, encontramos a liberdade do ciclo sem esperança e do desespero do uso, ódio de si mesmo e mais uso. Com este amor, nossas vidas, antes sem objetivo, adquirem sentido e propósito. Com este amor, nos são dadas a direção interna e a força que precisamos para iniciar a nossa nova maneira de viver: o caminho de Narcóticos Anônimos. Com este amor, começamos a ver as coisas de modo diferente, como se tivéssemos novos olhos.
Ao examinarmos as nossas vidas com os olhos do amor, fazemos uma descoberta que pode ser surpreendente: o Deus amoroso que viemos recentemente a compreender sempre esteve conosco e sempre nos amou. Lembramos de momentos em que havíamos pedido pela ajuda de um Poder Superior e que esta nos foi dada. Lembramos, inclusive, de momentos em que não havíamos pedido tal ajuda, mas que nos foi dada assim mesmo. Descobrimos que um Poder Superior amoroso tomou conta de nós o tempo todo, preservando as nossas vidas até o dia em que podíamos aceitar este amor por nós mesmos.
O poder do amor sempre esteve conosco. Hoje, sentimos gratidão por ter sobrevivido tempo suficiente para nos tornarmos conscientes da presença deste amor em nosso mundo e em nossas vidas. Sua vitalidade inunda nosso ser, guiando nossa recuperação e nos mostrando como viver.


26 Jan. 
Vou tentar manter a minha vida calma e tranquila. Essa é minha grande tarefa: encontrar paz e adquirir serenidade. Não devo alimentar pensamentos perturbadores. Não importa que eu tenha medos, preocupações e ressentimentos, devo tentar pensar em coisas construtivas até que a calma chegue. Só quando estou calmo, posso atuar como um canal para o espírito de Deus.
a recuperação compõe-se de duas partes: ficar limpo e se manter limpo. Ficar limpo é relativamente fácil, porque só temos de fazer uma vez. Manter-se limpo é difícil, exigindo atenção todos os dias de nossas vidas. Entretanto, ambas extraem seu poder da fé.
Ficamos limpos pela fé. Admitimos que a adicção era mais poderosa do que nós e paramos de tentar lutar contra ela sozinhos. Entregamos a batalha a um poder maior do que nós, e esse Poder Superior fez com que ficássemos limpos.
Ficamos limpos, a cada dia, da mesma maneira: pela fé. Só por hoje, nos rendemos. A vida pode ser grande demais para tentarmos resolver com nosso próprio poder. Quando é assim, buscamos um poder maior do que nós. Oramos, pedindo orientação a nosso Poder Superior e força para segui-la. Exercitando e renovando nossa fé diariamente, nos conectamos com os recursos de que precisamos para viver vida limpa e plenas.
Existe uma força ilimitada disponível para nós, sempre que precisamos dela. Para alcançá-la, tudo o que temos de fazer é manter a fé no Poder Superior que nos fez ficar limpos e nos mantém limpos.

27 Jan. 
Acredito que no mundo espiritual, assim como no material, não há espaços vazios. Da mesma forma que os medos, preocupações e ressentimentos saem de minha vida, as coisas espirituais entram para ocupar seu lugar. Depois de uma tempestade vem a calma. O amor, a paz e a calma de Deus podem entrar em mim, assim que eu me libertar do medo, ódio e egoísmo.
A adicção e a teimosia andam de mãos dadas. A perda de controle que admitimos no primeiro passo era um produto tanto de nossa teimosia quanto de nosso crônico abuso de drogas. E, hoje, viver na teimosia poderá tornar nossas vidas tão incontroláveis quanto eram quando estávamos usando. Quando nossas ideias, nossos desejos e nossas vidas, nos descobrimos em constante conflito com todos e tudo à nossa volta. Não mais nos excluímos do fluxo da vida: nos tornamos uma parte dela e descobrimos a plenitude que a recuperação tem a oferece.

28 Jan. 
Quando você procura seguir o caminho do espírito, isso significa, muitas vezes, uma reversão total do caminho do mundo que seguia anteriormente. Mas é um reverso que leva à felicidade e à paz. Será que os objetivos e ambições pelos quais uma pessoa costuma lutar trazem paz? Será que as recompensas do mundo trazem descanso e felicidade ao coração? Ou será que elas se transformaram em cinzas na boca?
Para muitos adictos, a rebeldia é uma Segunda natureza. Não queríamos depender de ninguém nem de nada e, especialmente, não queríamos depender de Deus. a beleza de usar, pensávamos, era que isso nos dava o poder para ser e sentir qualquer coisa que queríamos, tudo sozinhos. Mas o preço que pagamos por essa liberdade ilusória foi uma dependência além de nossos piores pesadelos. Em vez de nos libertar, usar nos escravizou.
Quando chegamos a Narcóticos Anônimos, aprendemos que depender de Deus não precisava significar o que podíamos ter pensado que significava. Sim, se queríamos ser devolvidos à sanidade, precisávamos entrar em contato com um “poder maior do que nós”. No entanto, podíamos escolher nosso próprio conceito desse Poder Superior – podíamos até mesmo criar um. Descobrir que a dependência de um Poder Superior não nos limitaria; nos libertaria.
O poder que encontramos na recuperação é o poder que faltava em nós mesmos. É o amor dos outros, do qual tanto tínhamos medo de depender. É o sendo de direção pessoal que nunca tivemos, a orientação que nunca pedimos por falta de humildade ou de confiança para receber dos outros. São todas estas coisas e são nossas. Hoje somos gratos por ter um Poder Superior do qual dependemos.

29 Jan. 
Acredito que o futuro está nas mãos de Deus. Ele sabe melhor do que eu o que o futuro me reserva. Não estou à mercê da sorte ou golpeado pela vida. Estou sendo conduzido por um caminho bem definido, à medida que procura reconstruir minha vida. Sou o construtor, minhas Deus é o arquiteto. Cabe a mim construir da melhor forma possível, sob Sua orientação.
Não é sempre fácil tomar uma decisão certa. Isto é verdadeiramente especial para adictos aprendendo a viver através de princípios espirituais pela uma vez. Na adicção, desenvolvemos impulsos autodestrutivos e anti-sociais. Nossa doença não nos preparou para tomar decisões sensatas.
Hoje, para achar a direção de que precisamos, pedimos a nosso Poder Superior. Paramos; oramos; e, em silêncio, ouvimos a orientação interior. Viemos a acreditar que podemos confiar em um Poder Superior maior que nós mesmos. Este poder está acessível sempre que precisamos dele. Tudo que precisamos fazer é orar pedindo o conhecimento da vontade de nosso Deus e forças para realizá-la.
Cada vez que fazemos isto e cada vez que descobrimos direção no meio de nossa confusão, nossa fé cresce. Quanto mais confiamos em nosso Poder Superior, mais fácil se torna pedir esta direção. Descobrimos o poder que faltava em nossa adicção, um poder que está disponível para nós em todos os momentos. Para descobrir a direção de que precisamos plenamente e crescer espiritualmente, tudo o que temos que fazer é manter contato com o Deus de nossa compreensão.

30 Jan. 
Eu me afastarei de vez em quando para um lugar sossegado, de retiro com Deus. Aí encontrarei recuperação, saúde e força. De vez em quando vou programar momentos tranquilos, momentos em que me unirei a Deus e me levantarei descansado e renovado para prosseguir no trabalho que me foi determinado por Ele. Sei que Deus jamais me daria uma carga maior do que aquela que posso aguentar. O verdadeiro sucesso se encontra na serenidade e na paz.
Existe um velho ditado que algumas vezes ouvimos em nossas reuniões: “se você quer que Deus ria, faça planos.” Normalmente, quando ouvimos isto, também rimos, mas com uma ponta de nervosismo em nosso riso. Imaginamos se todos os nossos cuidadosos planos estão condenados ao fracasso. Se estamos planejando um grande evento – um casamento, um retorno aos estudos ou, talvez, uma mudança de carreira –, começamos a imaginar se nossos planos são os mesmos de nosso Poder Superior. Somos capazes de nos preocupar tão objetivamente com esta questão que nos recusamos a fazer mais planos.
Mas o certo é que realmente não sabemos se os planos que o Poder Superior traçou para nós são ou não definitivos. A maior parte de nós tem opiniões sobre fatalidade e destino, mas, acreditando ou não nestas teorias, ainda temos a responsabilidade de viver nossas vidas e fazer planos para o futuro. Se nos recusarmos a aceitar responsabilidade sobre nossas vidas, mesmo assim estaremos fazendo planos – planos para uma existência maçante e superficial.
O que fazemos em recuperação são planos, não resultados. Nunca saberemos quando o casamento, a educação ou o novo emprego irão funcionar, antes de tentar. Simplesmente, usamos toda informação disponível e fazemos os planos mais razoáveis que podemos. No mais, acreditamos no cuidado amoroso do Deus de nossa compreensão, sabendo que agimos responsavelmente.

31 Jan. 
Acredito que todo sacrifício e todo sofrimento têm valor para mim. Quando estou sofrendo, estou sendo testado. Será que posso confiar em Deus, mesmo me sentindo pequeno? Será que posso dizer “seja feita Sua vontade” mesmo que me sinta derrotado? Se eu conseguir, minha fé será verdadeira e eficaz. Ela funciona nos tempos difíceis tão bem como nos bons tempos. A vontade divina está trabalhando de tal maneira que uma mente limitada não é capaz de entender, mas ainda assim posso confiar nela.
Como iniciamos o processo de deixar que nossa Poder Superior oriente nossas vidas? Quando procuramos conselho sobre situações que nos perturbam, frequentemente descobrimos que nosso Poder Superior trabalha através dos outros. Quando aceitamos que não temos todas as respostas, nos abrimos para novas e diferentes opções. A boa vontade para abrir mão de nossas opiniões e ideias preconcebidas abre o canal para que uma orientação espiritual ilumine nosso caminho.
As vezes temos que ser levados até nosso limite, antes de estar prontos para entregar situações difíceis a nosso Poder Superior. Tramar ansiosamente, lutar, planejar, preocupar-se, nada disso basta. Podemos estar certos de que, se entregarmos nossos problemas a nosso Poder Superior, ouvindo os outros partilharem sua experiência ou na quietude da meditação, as respostas virão.
Não há razão em viver uma existência frenética. Lutar com a vida como se a casa estivesse pegando fogo nos exaure e não nos leva a lugar nenhum. A longo prazo, por mais que manipulemos, nossa situação não mudará. Quando abrimos mão disto e nos permitirmos ter acesso a um Poder Superior, descobriremos o melhor caminho a seguir. Com certeza, as respostas vindas de uma base espiritual serão muito superior a qualquer resposta que possamos inventar por nós mesmos.


01 Fev.
 Começarei uma nova vida a cada dia. Deus me oferece sempre um novo começo. Não me sentirei oprimido, nem ansioso. Onde estaria a necessidade do perdão de Deus, se ele servisse apenas para os corretos e os que não pecaram? Acredito que Deus perdoa todos os nossos pecados, se tentamos honestamente viver hoje da maneira que Ele quer. Deus nos perdoa sempre, e deveríamos ser muito gratos.
Quando praticamos o terceiro passo, decidimos permitir que um Poder Superior amoroso nos oriente e cuide de nós em nossa vida diária. Tomamos a decisão de permitir esta orientação e cuidado dentro de nossas vidas. Alguns de nós acreditam que, uma vez tomada a decisão do terceiro passo, Deus nos conduzirá, daí em diante, é só uma questão de prestar atenção para onde somos levados.
A decisão do terceiro passo é um ato de fé, e pedir a ajuda de Deus é uma maneira de renovar este ato de fé. Fazer a fé funcionar em nossa vida diária nos dá toda a coragem e a força de que precisamos, porque sabemos que temos a ajuda de um Poder Superior amoroso. Confiamos que nossas necessidades serão atendidas. Podemos conseguir esta fé e confiança apenas pedindo.

02 Fev. 
Praticarei o amor, porque a falta de amor vai bloquear o caminho. Tentarei ver o bem em todas as pessoas. Tanto Naquelas que gosto como também naquelas que me irritam e que estão contra mim. Todas elas são filhos de Deus. Procurarei dar amor; de outra maneira, como posso morar no espírito de Deus, de onde nenhum desamor pode vir? Procurarei me dar bem com todas as pessoas, porque quanto mais amor eu distribuir, mais terei.
Nosso programa é baseado na ideia de que a aplicação de princípios simples pode produzir profundos efeitos em nossas vidas. Um destes princípios é que, se pedirmos, nosso Poder Superior cuidará de nós. Este princípio é tão básico que podemos tender a ignorá-lo. A não ser que aprendamos conscientemente a aplicar esta verdade espiritual, podemos omitir algo tão essencial para nossa recuperação como respirar é para viver.
O que acontece quando nos descobrimos estressados ou em pânico? Se procurarmos coerentemente melhorar nosso relacionamento com nosso Poder Superior, não teremos problemas. Em vez de agir precipitadamente, vamos parar um momento e recordar as situações no passado em que nosso Poder Superior mostrou ser cuidadoso conosco. Isto irá nos assegurar que nosso Poder Superior ainda está se encarregando de nossas vidas. Então, vamos procurar orientação e força para a situação em questão e vamos prosseguir com calma, confiantes em que nossa vida está nas mãos de Deus.
“Nosso programa é um conjunto de princípios”, diz nosso livreto branco. Quanto mais coerente procurarmos melhorar nossa apreciação consciente destes princípios, mais prontamente estaremos aptos a aplicá-los.

03 Fev. 
Acredito que minha fé e o poder de Deus podem realizar qualquer coisa nos relacionamentos humanos. Não há limite para aquilo que essas duas coisas podem fazer nesse campo. Apenas acredite, e qualquer coisa pode acontecer. São Paulo disse: “posso fazer todas as coisas através Daquele que me fortalece”. Todos os muros que separam você dos outros seres humanos podem cair, por sua fé e pelo poder de Deus. Esses dois são essenciais. Todos podem ser movidos por eles.
Somos pessoas acostumadas a colocar todos os nossos ovos numa só cesta. Muitos de nós tínhamos uma droga de escolha. Confiávamos nela para poder passar cada dia e tornar a vida suportável. Éramos fieis àquela droga; de fato nos submeteríamos a ela sem reservas. E aí ela se virou contra nós. Fomos traídos pela única coisa da qual sempre dependíamos e essa traição nos deixou desamparados.
Agora que encontramos as salas de recuperação, podemos ficar tentados a confiar em outro ser humano para satisfazer nossas necessidades. Podemos esperar isto de nosso padrinho, nossa namorada ou do nosso melhor amigo. Porém, depender de seres humanos é arriscado. Carecem de perfeição. Podem estar de férias, dormindo ou de mau-humor quando precisamos deles.
Nossa dependência deve se apoiar em um poder maior do que nós. Nenhuma força humana pode restaurar nossa sanidade, cuidar de nossa vontade e nossas vidas, ou estar completamente disponível e amorosa sempre que tivermos necessidade. Depositamos nossa confiança no Deus de nossa compreensão, porque apenas esse poder jamais nos faltará.

04 Fev. 
Sei que Deus não pode ensinar ninguém a confiar numa bengala. Jogarei fora a bengala do álcool e caminharei com a força e o espírito de Deus. O poder de Deus me animará de tal modo que eu possa realmente caminhar para a vitória. O poder de Deus não tem limite. Irei passo a passo, um dia de cada vez. À medida que avanço, a vontade de Deus me será revelada.
Em especial, com algum tempo em recuperação, nossos inventários inteiros podem se focalizar em nossos relacionamentos com os outros. Nossas vidas têm sido preenchidas com relacionamentos com amantes, amigos, pais, colaboradores, filhos e outros com quem entramos em contato. Uma olhada nessas associações pode nos dizer muito sobre nosso caráter essencial.
Frequentemente nosso inventários catalogam os ressentimentos que surgem de nossa interação com os outros no dia-a-dia. Esforça-mo-nos para ver nossa parte nesses atritos. Estamos colocando expectativas fantasiosas nessas pessoas? Impomos nossos padrões sobre os outros? Somos às vezes absolutamente intolerantes?
Frequentemente só o fato de escrever nosso inventário vai aliviar parte da pressão que um relacionamento problemático pode produzir. Mas devemos também compartilhar esse inventário com outro ser humano. Dessa maneira, conseguimos alguma perspectiva necessária de nossa participação no problema e da possibilidade de trabalhar em direção a uma solução.
O inventário é uma ferramenta que nos permite começar a sanar, nossos relacionamentos. Aprendemos que hoje, com a ajuda de um inventário, podemos começar a apreciar nossos relacionamentos com os outros.

05 Fev. 
Acredito que a vida é uma espécie de escola, onde devo aprender coisas espirituais. Devo confiar em Deus e Ele me ensinará. Devo ouvir o que Deus tem a dizer e Ele falará através de minha mente. Apesar de toda oposição e obstáculo, devo me unir a Ele. Haverá dias em que não ouvirei nenhuma voz em minha mente e em que não acontecerá nenhuma comunhão de corações. Mas se eu persistir e tornar um hábito me instruir nas coisas espirituais, Deus se revelará a mim de muitas maneiras.
Adictos na ativa são um confuso e desconcertante grupo de pessoas. É difícil dizer de um minuto para o outro o que eles vão fazer ou quem vão ser. Geralmente o adicto fica tão surpreso como qualquer um.
Quando usávamos, nosso comportamento era ditado pelas necessidades de nossa adicção. muitos de nós ainda identificam nossas personalidades muito próximas ao comportamento que tínhamos ao usar, nos levando a sentir vergonha e desespero. Hoje não temos que ser as pessoas que fomos em tempos passados, moldados por nossa adicção; a recuperação tem-nos permitido mudar.
Podemos usar o inventário do quarto passo para ultrapassar as necessidades da antiga vida de ativa e descobrir quem queremos ser hoje. Escrever sobre nosso comportamento e perceber como nos sentimos em relação a ele nos ajudam a compreender quem queremos ser. Nosso inventário nos ajuda a ver além das exigências da adicção ativa, além de nossos desejos de ser amados e aceitos – descobrimos quem somos na origem. Começamos a compreender o que é apropriado para nós e como queremos que sejam nossas vidas. Assim começamos a nos transformar em quem realmente somos.

06 Fev. 
Deus encontra, no meio da multidão, algumas pessoas que O seguem, apenas para ficar perto Dele, apenas para morar em Sua companhia. O desejo do eterno coração pode se satisfazer com essas poucas pessoas. Permitirei que Deus saiba que procuro apenas habitar em Sua presença, estar perto Dele, não tanto por alguma mensagem ou ensinamento, mas apenas por Ele. Pode ser que o desejo humano, de ser amado por si mesmo, seja algo obtido do grande coração divino.
Se Deus está em meu coração e em tudo mais, então sou uma pequena parte de um todo e não sou único. Se Deus está no meu coração e fala para mim através de outras pessoas, então devo ser um canal de Deus para outras pessoas. Deveria procurar fazer Sua vontade vivendo os princípios espirituais e minha recompensa será a sanidade e sobriedade emocional.


07 Fev. 
Só mais alguns passos e o poder de Deus poderá ser visto e sentido em minha vida. Agora, estou caminhando no escuro, cercado de limitações de espaço e tempo. Mas posso Ter fé e ser a luz que guia os pés medrosos, mesmo nessa escuridão. Acredito que o poder de Deus abrirá caminho através da escuridão, e minhas orações chegarão mesmo aos ouvidos do próprio Deus.
Muitos de nós tínhamos problemas em identificar nossos ressentimentos no início da recuperação. lá estávamos sentados com nosso quarto passo diante de nós, pensando e pensando, e finalmente concluindo que nós não tínhamos nenhum ressentimento. Talvez nos manipulássemos para acreditar, afinal, que não estávamos tão doentes assim.
Tal negação inconsciente de nossos ressentimentos vem do condicionamento de nossa adicção. A maioria de nossos sentimentos estavam enterrados, profundamente enterrados. Depois de algum tempo de recuperação, um novo senso de compreensão se desenvolve. Esses sentimentos começam a aparecer e emergem aqueles ressentimentos que achávamos não ter.
Enquanto examinamos esses ressentimentos, podemos nos sentir tentados a nos agarrar a alguns deles, especialmente se achamos que são “justificados”. Mas o que precisamos lembrar é que ressentimentos “justificados” são tão incômodos quanto qualquer outro.
À medida que a conscientização de nossas cargas aumentam, aumenta também o compromisso de soltá-las. Não precisamos mais nos apegar a nossos ressentimentos. Queremos nos livrar do que é indesejável, nos tornando livres para a recuperação.

08 Fev. 
Devo contar com Deus. Devo confiar Nele, ao máximo. Devo contar com a força divina, em todos os relacionamentos. Vou esperar, confiar e ter esperança, até que Deus me mostre o caminho. Esperarei orientação em cada decisão importante. Vou esperar até que uma coisa pareça certa, antes de fazê-la. Para Deus, todo trabalho precisa passar pelo teste do tempo. A orientação virá, se eu esperar por ela.
A maioria de nós fica apavorada de olhar para nós mesmos, de sondar nosso interior. Temos medo de que, se examinarmos nossas ações emotivos, encontraremos um poço escuro e sem fundo, cheio de egoísmo e ódio. Mas, ao praticar o quarto passo, descobrimos que esses medos eram infundados. Somos humanos, como todo mundo – nem mais nem menos.
Todos nós temos traços de personalidade dos quais não somos especialmente orgulhosos. Num dia ruim, podemos pensar que nossas falhas são piores do que as de qualquer um. Teremos momentos em que duvidaremos de nós mesmos. Questionaremos nossos motivos. Podemos até questionar nossa própria existência. Mas, se pudéssemos ler as mentes de nossos companheiros, encontraríamos os mesmos conflitos. Não somos piores nem melhores do que ninguém.
Nós só podemos mudar o que reconhecemos e entendemos. Em vez de continuar a temer o que está enterrado dentro de nós, podemos colocar isto para fora. Não estaremos mais amedrontados e nossa recuperação florescerá à plena luz da autoconsciência.


09 Fev. 
A linha da vida, a linha da salvação, é a linha que vai da alma até Deus. Numa extremidade da linha da vida está nossa fé e na outra está a força de Deus. Ela pode ser uma linha forte e nenhuma alma, por ela ligada a Deus, pode ser esmagada. Confiarei nessa linha da vida e nunca terei medo. Deus me salvará do erro e dos cuidados e preocupações da vida. Contarei com o auxílio de Deus e confiarei em Sua ajuda, quando eu estiver emocionalmente transtornado.
Alguns de nós não se dedicam muito ao escrever o quarto passo; outros o fazem com obsessão extrema. Para crescente desânimo de nosso padrinho, nós nos inventariamos repetidas vezes. Descobrimos tudo que podíamos saber sobre porque éramos como éramos. Temos a ideia de que pensar, escrever e falar sobre nosso passado é suficiente. Não ouvimos nenhuma das sugestões de nosso padrinho para nos prontificar a deixar remover inteiramente nossos defeitos ou fazer reparações pelo mal que causamos. Simplesmente escrevemos mais sobre nossos defeitos de caráter e partilhamos com prazer nossas descobertas mais recentes. Finalmente, nosso exausto padrinho se retira em defesa própria.
Por mais exagerado que este cenário pareça ser, muitos de nós já nos vimos em uma situação como esta. Pensar, escrever e falar sobre o que estava errado conosco nos fez sentir como se tivéssemos tudo sob controle. Mais cedo ou mais tarde, entretanto, percebemos que estávamos afundados em nossos problemas, sem nenhuma solução à vista. Sabíamos que, se quiséssemos viver de uma maneira diferente, teríamos que ir além do quinto passo em nosso programa. Começamos a procurar boa vontade para deixar o Poder Superior remover os defeitos de caráter dos quais nos tornamos tão conscientes.
Fizemos reparações pela destruição que tínhamos causado a outros quando agimos levados por estes defeitos. Só então começamos a experimentar a liberdade de um despertar espiritual. Hoje, não somos mais vítimas; somos livres para ir adiante em nossa recuperação.

10 Fev. 
Como uma árvore, devo ser podado de muitos galhos secos, antes que esteja preparado para carregar os bons frutos. Pense nas pessoas mudadas como em árvores que foram despidas de seus velhos galhos, podadas, cortadas e nuas. Mas através dos galhos escuros, aparentemente secos, a nova seiva flui em silêncio, secretamente, até que surge uma nova vida, com o sol da primavera. Há folhas novas, brotos, flores e frutos, muitas vezes melhores por causa da poda. Estou nas mãos de um mestre jardineiro, que não comete erros em sua poda.
Em nossa adicção ativa, éramos capazes de comprometer tudo em que acreditávamos só para conseguir mais drogas. Quando roubávamos de nossas famílias, nos vendíamos ou mentíamos para nossos patrões, estávamos ignorando valores muito importantes para nós. Cada vez que comprometíamos outra das queridas crenças que conservávamos, mais um pedaço da argamassa que mantinha unido nosso caráter vinha abaixo. Na hora em que muitos de nós chegaram a nossa primeira reunião, nada restava a não ser a ruína do que havíamos sido.
Quando realizamos honestamente um primeiro exame de nós mesmos, localizaremos nossos caracteres, acharemos necessário manter esses valores, não importa quão grande seja a tentação de colocá-los de lado. Necessitaremos ser honestos, mesmo quando pensamos que podemos mentir para enganar todos à nossa volta. Se ignorarmos nossos valores, descobriremos que as maiores mentiras que contamos foram aquelas que contamos para nós mesmos.
Não queremos começar a demolir nossos espíritos novamente, depois de todo trabalho que tivemos em sua restauração. É essencial que tenhamos objetivos, ou correremos o risco de ficar a ver navios. Respeitamos tudo aquilo que achamos importante para nós.

11 Fev. 
Não há nada mais difícil na vida do que esperar. E Deus ainda quer que eu espere. Todo movimento é mais fácil do que a espera calma, e ainda devo esperar até que Deus me mostre Sua vontade. tantas pessoas danificam Seu trabalho e impediram o crescimento de sua vida espiritual, pelo excesso de atividade. Se eu esperar com paciência, me preparando sempre, algum dia estarei no lugar onde deveria estar. E muita labuta e atividade não poderiam ter realizado a jornada tão depressa.
Todos os meus defeitos de caráter me separam da vontade de Deus. quando ignoro minha ligação com Ele encaro o mundo sozinho e preciso depender da autoconfiança.
Nunca achei segurança e felicidade através da teimosia, e o único resultado é uma vida de medo e descontentamento. Deus fornece o caminho de volta para Ele e sua dádiva de serenidade e conforto. Porém, primeiro devo estar disposto a conhecer meus medos e entender suas origens e poder sobre mim. Frequentemente peço a Deus para ajudar-me a entender como me separei Dele.

12 Fev. 
Minha vida espiritual depende de uma consciência interior de Deus. devo ser conduzido, em todas as coisas, por minha consciência de Deus, e devo confiar Nele em todas as coisas. Minha consciência de que Deus sempre me trará paz. Não terei medo, porque, enquanto eu conservar minha consciência de Deus, terei um futuro garantido. Se eu estiver consciente de Deus em cada simples acontecimento, evento ou plano, então não importa o que aconteça, estarei a salvo nas mãos de Deus.
Como surpreende a revelação de que o mundo e tudo que ele contém, pode continuar muito bem com ou sem a minha participação! Que alívio saber que as pessoas, lugares e coisas estarão muito bem sem meu controle e direção. E como é maravilhoso vir a acreditar que existe um Poder Superior a mim, separado e fora de mim mesmo. Acredito que o sentimento de separação que experimento entre eu e Deus um dia desaparecerá. Enquanto isso, a fé deve servir como estrada para o centro de minha vida.

13 Fev. 
Numa corrida, quando o objetivo está à vista e que o coração, nervos, músculos e coragem estão forçados quase a ponto de arrebentar. Acontece o mesmo conosco. O objetivo da vida espiritual está à vista. O esforço final é tudo de que precisamos. Os mais tristes recordes são feitos por pessoas que correm bem, com o coração bravo e destemido, até à vista do objetivo, e então alguma fraqueza ou auto-indulgência os mantém atrás. Eles nunca souberam o quanto estiveram próximos do objetivo ou o quanto estiveram perto da vitória.
O quinto passo nos pede para partilhar a nossa verdadeira natureza com Deus, com nós mesmos e com um outro ser humano. Não nos encoraja a contar para todo mundo cada um dos nossos pequenos segredos sobre nós mesmos. Não nos pode abrir para o mundo inteiro cada pensamento vergonhoso ou amedrontado que já tivemos. O quinto passo simplesmente nos sugere que os nossos segredos nos causam mais mal do que bem quando os mantemos totalmente para nós mesmos.
Se cedemos à nossa relutância de revelar a nossa verdadeira natureza para um só ser humano, o lado secreto de nossas vidas se torna mais poderoso. E quando os segredos estão no controle, encravam uma barreira entre nós, nosso Poder Superior e as coisas a que mais damos valor em nossa recuperação.
Quando partilhamos nosso ser secreto em confidência com pelo menos, um ser humano, talvez nosso padrinho, ou um amigo próximo, esta pessoa geralmente não nos rejeita. Nós nos abrimos para outra pessoa e somos recompensados com a sua aceitação. Quando isto acontece, descobrimos que a partilha honesta não ameaça a vida; os segredos perderam o seu poder sobre nós.

14 Fev. 
Todo dia, devo me recolher durante alguns momentos, com Deus. Aos poucos me transformarei, mental e espiritualmente. Não é só pela oração, mas por estar na presença de Deus. não posso entender Sua força e poder curativo, porque esse conhecimento está além do entendimento humano, mas posso experimentá-los. Esse pobre mundo doente ficaria curado, se todo dia cada alma esperasse, frente a Deus, a inspiração de uma vida correta. Meu maior crescimento espiritual ocorre nesse momento de recolhimento com Deus.
Tratar com as minhas expectativas é um tópico frequente no meu dia-a-dia. Não é errado esperar o meu progresso, boas coisas da vida ou ainda desejar o bem dos outros. Onde eu consigo problemas é quando minhas expectativas se tornam demandas. Eu me sentirei diminuído naquilo que desejo ser, e as situações irão acontecer de uma maneira que eu não gosto, porque as pessoas algumas vezes irão me desapontar. A única questão é: “o que eu vou fazer a respeito?” chafurdar em auto-piedade ou raiva; vingar-se ou tornar uma má situação ainda pior; ou confiar no poder de Deus para trazer bênçãos sobre a confusão na qual me encontro? Rogarei a Ele o que preciso aprender? Continuarei fazendo as coisas certas que sei como fazer, não importa o que aconteça? Terei tempo para compartilhar minha fé e bênçãos com os outros?

15 Fev. 
O mundo não precisa de super-homens, mas de pessoas sobrenaturais. Pessoas que esvaziarão seu ego e deixarão o poder divino trabalhar nelas. Deixe que a inspiração ocupe o lugar da aspiração. Procure crescer espiritualmente, em vez de adquirir fama e riqueza. Sermos usados por Deus deveria ser nossa principal ambição. A força divina é suficiente para todo o trabalho espiritual do mundo. Deus precisa apenas dos instrumentos para Seu uso. Seus instrumentos podem refazer o mundo.
Para que nós o chamamos de “defeitos”? Talvez devessem ser encarados de “efeitos retardados”, em razão do tempo que eles levam para sair de nossas vidas. Alguns de nós acham que nossos defeitos são as mesmas características que salvaram nossas vidas quando usávamos. Se isso é verdade, então não é de surpreender que muitas vezes nos apeguemos a eles como se fossem velhos e queridos amigos.
Se estamos tendo dificuldade com ressentimento, raiva e medo, podemos visualizar o que seriam nossas vidas sem esses defeitos problemáticos. Se nos questionamos por que reagimos de um certo modo, podemos às vezes eliminar o medo na origem de nossa conduta. “porque estou com medo de ir além destes aspectos de minha personalidade?”, nós nos perguntamos. “Será que estou com medo de quem eu serei sem essas características?”
Uma vezes que identificamos nosso medo, podemos ultrapassá-lo. Tentamos imaginar como seriam nossas vidas sem alguns de nossos mais notáveis defeitos. Isto nos dá um sentido do que está do outro lado de nosso medo, nos proporcionando a motivação necessária para superá-lo. Nosso Poder Superior nos oferece uma nova visão para nossas vidas, livre de nossos defeitos. Esta visão é a essência de nossos melhores e mais iluminados sonhos para nós mesmos. Não precisamos ter medo desta visão.

16 Fev. 
Procurarei ficar calmo, aconteça o que acontecer. Manterei minhas emoções sob controle, ainda que outros à minha volta deixem as suas soltas. Ficarei calmo diante do tumulto, mantendo uma profunda calma interior durante todas as experiências do dia. na correria do trabalho e das preocupações, o profundo silêncio interior é necessário para eu me manter equilibrado. Preciso aprender a alcançar a calma, em meio aos dias de maior correria.
Prontificar-se inteiramente a ter nossos defeitos de caráter removidos pode ser um longo processo, muitas vezes acontecendo durante o curso de uma vida inteira. Nosso estado de prontidão cresce em proporção direta a nossa consciência destes defeitos e da destruição que causam.
Poderemos ter dificuldades em ver a devastação que nossos defeitos estão infligindo em nossas vidas e nas vidas daqueles que estão à nossa volta. Se este é o caso, faremos bem em pedir que nosso Poder Superior revele estas falhas que se colocam no caminho de nosso progresso.
Sim, prontificar-se inteiramente significa que vamos mudar. Cada nível novo de prontidão traz novas dádivas. Nosso modo de ser se transforma e logo descobrimos que nossa prontidão não é mais impulsionada somente pela dor, mas também por um desejo de crescer espiritualmente.
Ao abrir mão de nossas imperfeição e perceber a diminuição de sua influência, vamos notar que um Deus amoroso substitui estes defeitos com características positivas. Onde tínhamos medo, encontramos coragem. Onde éramos egoístas, encontramos generosidade. Nossas ilusões a nosso respeito deram lugar à honestidade e auto-aceitação.

17 Fev. 
Preciso de alguma forma, encontrar um meio de ficar mais perto de Deus. isso é o que realmente importa. Devo, de algum modo, buscar o verdadeiro pão da vida, que é a comunhão com Ele. Devo entender que a verdade central é tudo que interessa. Todas as formas de religião têm essa comunhão com Deus, como seu principal objetivo.
Depois do quinto passo, muitos de nós gastam algum tempo considerando “a natureza exata de nossas falhas” e seu papel em nos fazer quem éramos. Por exemplo, como seria nossa vida sem a arrogância?
Certamente a arrogância nos afastou de nossos companheiros, evitando que gostássemos e aprendêssemos com eles. Mas a arrogância também serviu para levantar nosso ego, quando nossa auto-estima estava criticamente baixa. Que vantagem poderíamos obter se nossa arrogância fosse removida e que apoio nos restaria?
Sem a arrogância, estaríamos um passo mais perto de ser devolvidos a nosso devido lugar entre os outros. Seríamos capazes de apreciá-los como iguais, sua companhia, sua sabedoria e seus desafios. Se quiséssemos, o apoio e a orientação poderiam vir do cuidado oferecido a nós por nosso Poder Superior; “a baixa auto-estima” deixaria de ser um problema.
Um a um, examinamos nossos defeitos de caráter e descobrimos que todos eles eram imperfeições – e por isso eram chamados defeitos. Estamos inteiramente prontos a deixar que Deus remova todos eles?

18 Fev. 
Vou ligar minha frágil natureza do infinito poder divino. Vou ligar minha vida à força divina para o bem do mundo. O afeto passional não ganhou a atenção de Deus, mas sim a colocação da dificuldade e da preocupação, em Suas mãos. Assim, confiarei em Deus como uma criança que põe seu novelo de lã embaraçado nas mãos da mãe amorosa, para que ela o desembarace. Agradecemos a Deus, mais com nossa confiança cega do que implorando Sua ajuda.
As vezes nossa presteza em remover nossos defeitos de caráter depende de como os denominamos. Se ao denominarmos nossos defeitos nós os “minimizamos”, talvez não sejamos capazes de perceber o mal que eles causam. E, se parece que eles não causam mal nenhum, por que haveríamos de pedir ao Poder Superior para removê-los de nossas vidas?
Tome por exemplo “o bonzinho”. Não parece que exista algo de errado, não é mesmo? Significa que somos simpáticos com as pessoas , certo? Não muito. Falando sem rodeios, isto quer dizer que somos desonestos e manipuladores. Mentimos sobre nossos sentimentos, nossas crenças e nossas necessidades, bajulando os outros para que eles concordem com nossos desejos.
Ou talvez pensemos que somos pessoas “fáceis de lidar”. Mas “fácil de lidar” significa ignorar nossos trabalhos domésticos, evitar confrontos ou ficar acomodados a uma rotina confortável? Então, o melhor nome para isso seria “preguiça”, ou “procrastinação”, ou “medo”.
Muitos de nós temos dificuldades de identificar nossos defeitos de caráter. Se esse é o nosso caso, podemos falar com nosso padrinho ou companheiro de Narcóticos Anônimos. Descrevemos nosso comportamento a eles clara e honestamente e pedimos ajuda a eles na identificação de nossos defeitos. À medida que o tempo passa, progressivamente nos tornamos mais capazes de identificar nossos próprios defeitos de caráter, chamando pelos seus nomes verdadeiros.

19 Fev. 
Quantas orações no mundo tem ficado sem resposta, porque “aqueles que rezaram não aguentaram até o fim e não serão salvos.” Será que posso aguentar até o fim? Se puder, serei salvo. Tentarei aguentar com coragem. Se eu aguentar, Deus revelará os tesouros espirituais que estão escondidos daqueles que não aguentam até o fim.
Uma vez que estejamos inteiramente prontos para que nossos defeitos de caráter sejam removidos, muitos de nós estaremos inteiramente prontos! Ironicamente é quando a maior parte das confusões realmente começam. Quanto mais lutamos para nos livrar de um defeito específico, mais forte ele se torna. É verdadeiramente uma atitude de humildade perceber que não apenas somos impotentes perante nossa adicção, mas também perante nossos próprios defeitos de caráter.
Finalmente, deslancha. O sétimo passo não sugere que nos livremos de nossos defeitos de caráter e sim que peçamos a nosso Poder Superior que nos livre deles. O foco de nossas orações diárias começa a mudar. Admitindo nossa inabilidade em nos aperfeiçoarmos, rogamos a nosso Poder Superior que faça por nós o que não podemos fazer por nós mesmos. E esperamos.
Por muitos dias, nosso programa pode ficar no sétimo passo. Podemos não experimentar qualquer alívio imediato e total de nossos defeitos, mas muitas vezes experimentamos uma mudança sutil em nossa percepção de nós mesmos. E de outras. Através dos olhos do sétimo passo, começamos a ver quem está à nossa volta de uma maneira menos crítica. Sabemos que, assim como nós, muitos estão lutando com defeitos, dos quais adorariam se livrar. Sabemos , assim como nós, eles são impotentes perante seus próprios defeitos. Pensamos que eles também rezam humildemente para que seus defeitos sejam removidos.
Começamos a avaliar outras pessoas da mesma forma que aprendemos a avaliar a nós mesmos, com uma empatia nascida da humildade. Enquanto observamos os outros e mantemos vigilância sobre nós mesmos, podemos finalmente dizer: “eu compreendo”.

20 Fev. 
Posso depender de Deus para que Ele me forneça toda a força de que preciso, a fim de enfrentar qualquer situação, desde que eu acredite sinceramente nessa força, e peça honestamente por ela, levando ao mesmo tempo toda minha vida, de acordo com aquilo que acredito que Deus quer. Posso ir até Deus, como um gerente vai até o dono da empresa, sabendo que entregar a Ele o problema significa conseguir cooperação imediata, desde que o assunto seja digno de crédito.
Iniciar o sexto e o sétimo passos não é sempre fácil. Podemos nos sentir como se tivéssemos tantos erros que somos totalmente defeituosos. Podemos nos sentir como se nos escondêssemos embaixo de uma pedra. Em nenhuma hipótese iríamos querer que nossos companheiros adictos soubessem de nossas imperfeições.
Provavelmente iremos passar um tempo examinando tudo que dizemos e fazemos para identificar nossos defeitos de caráter e estaremos certos de suprimi-los. Podemos olhar um determinado dia de nosso passado, nos sentimos humilhados por ter a certeza de haver dito ou feito a coisa mais embaraçosa do mundo. Decidimos nos livrar a todo custo destes traços horríveis.
Mas em lugar nenhum do sexto e do sétimo passos eles nos dizem que podemos aprender a controlar nossos defeitos de caráter. De fato, quanto mais atenção dermos a eles, mais firmes enraizados eles se tornarão em nossas vidas. É preciso humildade para reconhecer que não podemos controlar nossos defeitos, assim como não podemos controlar nossa adicção, não podemos remover nossos próprios defeitos; apenas podemos pedir a um Deus amoroso que os remova.
Abrir mão de alguma coisa dolorosa pode ser tão difícil ato abrir mão de algo prazeroso. Mas vamos reconhecer – agarrar-se a ela dá muito trabalho. quando realmente pensamos sobre aquilo a que estamos nos agarrando, vemos que o esforço não vale a pena. É tempo de abrir mão de nossos defeitos de caráter e pedir que Deus aos remova.

21 Fev. 
Terei mais medo da inquietação do espírito da perturbação da alma, de qualquer distúrbio da mente do que de um terremoto ou incêndio. Quando eu sentir que a calma de meu espírito foi quebrada pela perturbação emocional, devo então me retirar e ficar a sós com Deus, até que meu coração cante e tudo fique novamente forte e calmo. Os momentos de inquietação são os únicos momentos em que o mal pode encontrar uma entrada. Vou ficar alerta para os momentos de inquietação são os únicos momentos em que o mal pode encontrar uma entrada. Vou ficar alerta para os momentos de inquietação descuidada. Tentarei ficar calmo, mesmo que eu esteja cercado pelo túmulo.
Remorso era um dos sentimentos que nos mantinha usando. Tropeçamos no caminho durante a adicção ativa, deixando um rastro de desgosto e devastação dolorosa de imaginar. Nosso remorso era frequentemente intensificado por nossa percepção de que não poderíamos fazer nada sobre o prejuízo que causávamos; não tinha jeito.
Removermos parte da força do remorso quando o encaramos de frente. Começamos o oitavo passo fazendo realmente uma lista de todas as pessoas que prejudicamos. Admitimos participação em nosso doloroso passado.
Mas o oitavo passo não nos pede a correção de todos os nossos enganos; meramente pede que nos tornemos dispostos a fazer reparações a todas essas pessoas. À medida que nos dispomos a reparar o prejuízo que causamos, reconhecemos nossa disposição para mudar. Afirmamos o processo da recuperação.
Remorso não é mais instrumento que usamos para torturar-nos. Remorso tornou-se ferramenta que podemos usar para nos perdoar.

22 Fev. 
Devo confiar em Deus, usando toda minha habilidade. Tenho que aprender essa lição. Minhas dúvidas e medos frequentemente me levam de volta ao deserto. As dúvidas me deixam perdido, por não confiar em Deus. devo acreditar no amor de Deus. Ele nunca me faltará, mas devo aprender a não falhar, com minhas dúvidas e medos. Todos nós temos muito que aprender, eliminando o medo através da fé. Todas as nossas dúvidas interrompem a obra de Deus em nós. Não devemos duvidar. Devo acreditar em Deus e trabalhar constantemente para fortalecer minha fé.
Quando comecei a entender minha impotência e minha dependência de Deus, como eu O entendo, comecei a ver que havia uma vida que, se eu pudesse tê-la, teria escolhido para mim muito antes. Através do contínuo trabalho para aperfeiçoar-me na minha espiritualidade, é que aprendi a ver que realmente existe uma maneira melhor pela qual estou sendo guiado. Quando comecei a conhecer mais sobre Deus, fui capaz de confiar em Seu caminho e no Seu plano para o desenvolvimento do Seu caráter em mim. Rapidamente ou não tão rapidamente, cresço em direção à Sua própria imagem e semelhança.

23 Fev. 
Procure Ter uma vida ocupada. É uma vida cheia de alegria. Na primavera, receba seu quinhão de alegria. Viva ao ar livre, sempre que possível. O sol e o ar são as grandes forças curativas da natureza. Essa alegria interior transforma o sangue envenenado em uma corrente pura, saudável e estimulante de vida. Mas não esqueça nunca que a verdadeira cura do espírito vem de dentro, do contato íntimo e amoroso de seu espírito com o espírito de Deus. fique em íntima comunhão com o espírito de Deus, dia após dia.
Que mistérios gloriosos os paradoxos são! Eles não computam, porém quando reconhecidos e aceitos, eles reafirmam alguma coisa no universo além da lógica humana.
Quando encaro o medo, eu ganho coragem, quando apoio um irmão ou irmã, minha capacidade de amar a mim mesmo aumenta; quando aceito a dor como parte da experiência de crescimento da vida, eu me dou conta de uma felicidade maior; quando olho para o meu lado escuro, sou levado para uma nova luz; quando aceito minhas vulnerabilidades e me rendo a um Poder Superior, sou agraciado com uma força nunca vista.

24 Fev. 
Compartilhar alegremente, com todos, seu amor, sua alegria, sua felicidade, seu tempo, sua comida, seu dinheiro. Distribua livremente todo amor que você puder, com o coração e com as mãos. Faça tudo o que você puder pelos outros e receberá de volta inúmeras bênçãos. Compartilhar traz os outros até você. Receba todos os que vierem, como enviados por Deus, e de a eles uma recepção digna de Rei. Talvez você nunca chegue a ver os resultados de seu compartilhar. Talvez hoje eles não precisem de você, mas o amanhã pode trazer resultados de compartilhamento que você fez hoje.
No modo de Deus agir, nada é desperdiçado. Através do fracasso, aprendemos uma lição de humildade que é provavelmente necessária, por mais dolorosa que seja.
Como hoje, eu estou grato em saber que todos os meus fracassos, passados, foram necessários para estar onde estou agora. Através de muita dor veio a experiência e, no sofrimento, tornei-me obediente. Quando procurei Deus, como eu O entendo, Ele compartilhou suas dádivas guardadas.
Através da experiência e obediência começou o crescimento, seguido pela gratidão. Aí sim, então veio a paz de espírito – vivendo e compartilhando a sobriedade.

25 Fev. 
O espiritual e o moral vão, finalmente vencer o material e o imoral. Esse é o objetivo e o destino da raça humana. Aos poucos o espiritual vai vencendo o material em nossa mente. Aos poucos o moral vai vencendo o imoral. A fé, o companheirismo e o serviço são curas para a maioria dos males do mundo. Não há nada que eles não possam fazer, no campo dos relacionamentos pessoais.
Dizer “sinto muito” provavelmente não é uma ideia estranha para a maioria de nós. Em nossa adicção ativa, essa pode ter sido uma frase bastante familiar. Estávamos sempre dizendo às pessoas o quanto estávamos arrependidos, e provavelmente ficamos profundamente surpresos quando alguém, cansado de nossas desculpas sem fundamento, respondeu: “Você com certeza está sentido. De fato é lastimável...” Essa pode ter sido nossa uma pista de que um “sinto muito” não fez realmente nenhuma diferença para aquelas pessoas que machucamos, especialmente quando ambos sabíamos que faríamos a mesma coisa de novo.
Muitos de nós pensaram que fazer reparações seria um outro “sinto muito”. Entretanto, as atitudes que tomamos nesses passos é inteiramente diferentes. Fazer reparações significa fazer mudanças e, sobretudo, corrigir a situação. Se roubamos dinheiro, não dizemos simplesmente: “sinto muito”. Eu não vou fazer isso de novo, agora que estou limpo”. Devolvemos o dinheiro. Se fomos negligentes ou maltratamos nossos familiares, não nos desculpamos. Começamos a tratá-los com respeito.
Reparar nosso comportamento e a forma como tratamos os outros é todo o propósito do trabalho dos doze passos. Não podemos mais, simplesmente dizer “estamos arrependidos”; somos responsáveis.

26 Fev. 
Devo rezar para Ter fé, assim como uma pessoa com sede pede água num deserto. Será que eu sei o que significa Ter a certeza de que Deus nunca vai me faltar? Tenho certeza disso, assim como tenho certeza de que ainda respiro? Devo rezar diariamente, e com mais dedicação para que minha fé possa aumentar. Nada me falta, porque realmente tenho tudo o que preciso, só me falta fé para saber isso. Sou como o filho de um homem rico que se veste de trapos, uma vez que existe à minha volta tudo quanto eu posso desejar.
Todos os seres humanos se debatem com o egocentrismo. O egocentrismo crônico, que reside na essência da adicção, torna esse esforço duplamente difícil para pessoas como nós. Muitos de nós temos vivido como se fôssemos as últimas pessoas na Terra; completamente cegos para o efeito que nosso comportamento tem para aqueles a nosso redor.
O oitavo passo é o processo que nosso programa tem nos dado para examinar honestamente nossas relações passadas. Damos uma olhada no que escrevemos em nosso quarto passo, para identificar os efeitos que nossas ações tiveram nas pessoas em nossas vidas. Quando reconhecemos o prejuízo que causamos a essas pessoas, nos prontificamos anos responsabilizar por nossas ações, fazendo reparações a elas.
A variedade de pessoas que encontramos em nosso dia-a-dia, bem como a qualidade de nossas relações com elas determinam de muitas maneiras a qualidade de nossas vidas. Amor, humor, entusiasmo, interesse – as coisas que fazem a vida valer a pena decorrem do fato de ser partilhadas com os outros. Entendendo isso, queremos descobrir a natureza exata de nossas relações com outras pessoas e corrigir qualquer falha que possamos vir a encontrar nessas relações. Queremos trabalhar o oitavo passo.

27 Fev. 
Essa é a hora em que meu espírito entra em contato com o espírito de Deus. Sei que o sentimento do contato espiritual é mais importante do que todas as sensações das coisas materiais. Devo buscar o silêncio para o contato espiritual com Deus. apenas um momento de contato, e toda a febre da vida se acaba. Aí me sinto bem, saudável, calmo e capaz de me levantar e ensinar os outros. O contato com Deus é uma poderosa terapia. Devo sentir esse contato e sentir a presença de Deus.
Muitos de nós chegamos a Narcóticos Anônimos cheios de arrependimento sobre nossos passados. Os nossos passos nos ajudam a começar a resolver esses arrependimentos. Examinamos nossas vidas, admitimos os nossos erros, fazemos reparações dos mesmos e tentamos sinceramente modificar o nosso comportamento. Fazendo assim, encontramos um alegre sentido de liberdade.
Não precisamos mais negar ou lamentar o nosso passado. Depois que fazemos nossas reparações, o que foi feito realmente acabou e se foi. Feitas as reparações, de onde viemos deixa de Senhor a coisa mais importante para nós. É para onde vamos que conta.
Em Narcóticos Anônimos, começamos a olhar para frente. É verdade, vivemos e nos mantemos limpos só por hoje. Mas descobrimos que podemos começar a estabelecer metas, sonhar sonhos e visualizar as alegrias que a vida em recuperação tem para oferecer, olhar para frente nos mantém centrados em para onde estamos indo, e não cheios de remorso e arrependimento sobre nosso passado. Afinal, é difícil ir para frente se estamos olhando para trás.

28 Fev. 
Sem preparação, nenhum trabalho tem valor. Todo trabalho espiritual deve ter muita preparação espiritual. Corte pequenos momentos de oração e de preparação espiritual e muitas horas de trabalho podem ser inúteis. De acordo com a visão de Deus, uma ferramenta pobre, trabalhando o tempo todo, mas pouco se comparada com o instrumento afiado, forte e perfeito, trabalhando apenas um curto período, mas que produz um trabalho perfeito, devido a longas horas de preparação espiritual.
O oitavo passo nos pede que nos tornemos dispostos a fazer reparações a todas as pessoas que prejudicamos. A medida que nos aproximamos deste passo, podemos ficar imaginando qual será o resultado de nossas reparações. Seremos perdoados? Aliviados de quaisquer sentimentos de culpa pendentes? Ou seremos condenados e repreendidos pelas pessoas que prejudicamos?
Se esperamos receber os benefícios espirituais do oitavo passo e do nono passo, devemos renunciar à nossa tendência de buscar o perdão. Se abordamos estes passos esperando alguma coisa, é provável que fiquemos vem desapontados com os resultados. Devemos perguntar a nós mesmos se estamos depositando nossas esperanças em obter o perdão da pessoa a quem estamos fazendo a reparação. Ou talvez esperemos ser perdoados de nossa dúvida por algum credor simpatizante, levado às lágrimas por nossa história de má sorte.
Precisamos estar dispostos a fazer nossas reparações sem levar em conta a consequência. Podemos planejar as reparações, mas não podemos planejar os resultados. Embora seja possível que todas as pessoas a quem devemos reparações não nos concedam um pleno perdão, aprenderemos a perdoar a nós mesmos. No processo, descobriremos que não temos mais que carregar o peso do passado.

01 Mar. 
Um esforço constante é necessário, se pretendo crescer espiritualmente. Devo observar as regras espirituais com persistência e perseverança, com amor, com paciência e esperança. Observando-as, toda a montanha de dificuldades será removida, os duros momentos de pobreza de espírito se tornarão suaves, e todos os que me conhecem saberão que Deus é o Senhor de todos os meus caminhos. Ficar perto do espírito de Deus é encontrar a vida, a cura e a força.
Em todo relacionamento nem sempre lidamos com as coisas da maneira que esperávamos. Mas as amizades não têm que terminar quando cometemos erros; pelo contrário, podemos fazer reparações. Se estivermos sinceramente dispostos a aceitar as responsabilidades envolvidas na amizade e fizermos as reparações que devemos, estas amizades podem sempre se tornar mais fortes e ricas que nunca.
Fazer reparações é simples. Nos aproximamos da pessoa que prejudicamos e dizemos: “eu estava errado.” Algumas vezes evitamos chegar a este ponto, nos esquivando de admitir nossa própria responsabilidade no assunto. Mas isto frustra a intenção do nono passo. Para fazer reparações efetivas, temos que ser simples; admitimos nossa parte e deixamos acontecer.
Vai haver momentos que nossos amigos não aceitarão nossas reparações. Talvez precisem de tempo para pensar no que ocorreu. Se for este o caso, temos que dar-lhes este tempo. Na realidade, nós é que estávamos no erro, não eles. Fizemos nossa parte; o resto está fora de nosso alcance.

02 Mar. 
A força do espírito vem da comunicação com Deus, na oração e nas horas de tranquila meditação. Devo buscar constantemente a comunicação espiritual com Deus. Aqueles que O buscam, por meio da Igreja, nem sempre conseguem a alegria da comunicação espiritual com Deus. Dessa comunicação vem a vida, a alegria, a paz e a cura. Muitas pessoas não percebem a força que podem receber, através da comunicação espiritual direta.
Poucas experiências são de menor valor para mim do que a sobriedade rápida. Muitas vezes o desânimo foi o bônus para expectativas pouco realistas, sem mencionar a auto-piedade e a fadiga do meu desejo de mudar o mundo num fim-de-semana. Desânimo é um sinal de aviso de que posso estar me desviando da linha de Deus. O segredo de preencher meu potencial é reconhecer quais as minhas limitações e acreditar que o tempo é uma dádiva, não uma ameaça.
Esperança é a chave que abre a porta do desânimo. Que eu possa sempre lembrar que a força dentro de mim é muito maior do que qualquer medo à minha frente. Que eu possa sempre ter paciência, porque estou no caminho certo.

03 Mar. 
Tentarei crescer nessa nova vida. Pensarei frequentemente nas coisas espirituais e vou crescer, inconscientemente. Quanto mais perto eu chegar da nova vida, mais enxergarei minha incapacidade. Minha sensação de fracasso é um sinal certo de que estou crescendo na nova vida. É só a luta que me machuca. Na preguiça – física, mental e espiritual – não há sensação de fracasso ou desconforto. Com luta e esforço, estou consciente, não da força, mas da fraqueza, até que eu esteja realmente vivendo a nova vida. Mas na luta, posso confiar sempre na força de Deus para me ajudar.
Por muitos anos, minha vida girou apenas em volta de mim mesmo. Estava absorto pelo ego em todas as formas – egocentrismo, auto-piedade, egoísmo, tudo que se originava do orgulho. Hoje me foi dada a Graça de ter através de meu Poder Superior, a capacidade de colocar meu orgulho de lado em todas as situações que surgirem em minha vida.

04 Mar. 
A eliminação do egoísmo é a chave da felicidade e só pode ser alcançada com a ajuda de Deus. começamos com uma faísca do espírito de Deus, mas também com grande quantidade de egoísmo. À medida que crescemos e ficamos em contato com outras pessoas, podemos dar um dos dois passos. Ou podemos nos tornar cada vez mais egoístas e praticamente extinguir a faísca divina dentro de nós, ou podemos nos tornar cada vez mais altruístas e desenvolver nossa espiritualidade, até que ela se torne a coisa mais importante de nossa vida.
De vez em quando dou uma pausa para dar uma olhada no meu progresso. Mais e mais o meu jardim fica limpo cada vez que olho, porém toda vez também encontro ervas daninhas crescendo rapidamente, onde eu pensava já ter dado o passe final com a lâmina. Quando volto para tirar as ervas novas que cresceram (é mais fácil quando elas ainda são jovens), paro um momento para admirar como é vigoroso o crescimento dos vegetais e das flores, e meu trabalho é recompensado. Minha sobriedade cresce e produz frutos.

05 Mar. 
O medo é a maldição do mundo. Muitos são os nossos medos. O medo está em todo lugar. Devo lutar contra o medo, como eu lutaria com uma praga. Devo bani-lo de minha vida. Não há lugar para o medo, no coração onde Deus mora. O medo não pode existir, onde há o amor verdadeiro ou onde estiver a fé. Assim, não devo ter medo. O medo é ruim, mas o “perfeito amor expulsa todo o medo”. O medo destrói a esperança, e ela é necessária para toda a humanidade.
Vamos admitir: a maioria de nós deixou um rastro de destruição e prejudicou qualquer um que tenham passado em seu caminho. Algumas das pessoas que mais machucamos em nossa adicção foram as pessoas que mais amamos. Em um esforço para nos livrar da culpa que sentimos pelo que fizemos, podemos ser tentados a partilhar com essas pessoas amadas detalhes horríveis, coisas que seriam melhor não dizermos. Estas revelações podem trazer muitos danos e fazer pouco bem.
O nosso passo não consiste em aliviar nossas consciências culpadas e, sim, em assumir a responsabilidade pelos erros que cometemos. Trabalhando nossos oitavo e nono passos, devemos procurar a orientação de nosso padrinho e reparar nossos erros de modo que isto não nos leve a mais reparações. Não estamos apenas procurando libertações do remorso – estamos procurando libertação de nossos defeitos. Não queremos nunca mais causar danos a nossas pessoas amadas. Uma maneira de nos assegurar que não vamos fazê-lo é trabalhar a responsabilidade do nono passo, verificando nossos motivos e discutindo com nosso padrinho as preparações que planejamos, antes de fazê-las.

06 Mar. 
Preciso trabalhar para Deus, com Deus, e através da ajuda de Deus. ajudando a levar adiante uma verdadeira irmandade de seres humanos, estou trabalhando para Deus. Também estou trabalhando com Deus, porque é deste modo que Deus trabalha, e quando estou fazendo esse trabalho, Ele está comigo. Entretanto, não posso fazer um bom trabalho, sem a ajuda de Deus. em última análise, e através da ajuda de Deus que acontece qualquer verdadeira mudança na personalidade humana. Tenho que confiar na força de Deus, e tudo o que eu realizar será através de Sua ajuda.
A ideia de fé é uma quantidade muito grande para engolir quando medo, dúvida e raiva sobejam dentro e em volta de mim. Algumas vezes, a simples ideia de fazer algo diferente, alguma coisa que não estou acostumado a fazer, pode eventualmente tornar-se um ato de fé se a fizer regularmente, sem discutir se é a coisa certa a fazer. Quando um dia está ruim e tudo está dando errado, uma reunião ou uma palestra com outras pessoas ou com algum amigo, muitas vezes me distrai, o bastante para me persuadir de que nem tudo é tão impossível, tão esmagador como eu tinha pensado. Este com certeza foi um ato de fé para mim.

07 Mar. 
Devo me preparar, fazendo cada dia o possível para crescer espiritualmente e ajudar os outros a fazerem o mesmo. Deus me experimenta, me prepara e me submete à Sua vontade.. se não estou treinado adequadamente, não posso ser aprovado no teste, quando for o momento. Devo querer, acima de tudo, a vontade de Deus. não devo esperar aquilo que não estou preparado para ter. Essa preparação consiste na tranquila comunidade de Deus, todo dia, conseguindo aos poucos a força de que preciso.
A boa vontade para entregar o meu orgulho e minha vontade própria a um Poder Superior, a mim mesmo provou se o único ingrediente necessário para resolver meus problemas hoje. Até mesmo a menor quantidade de boa vontade, se sincera, é suficiente para permitir que Deus entre e tome o controle sobre qualquer problema, dor ou obsessão. Meu nível de conforto está em relação direta com o grau de boa vontade que tenho num determinado momento para abandonar minha vontade própria, e permitir que a vontade de Deus se manifeste em minha vida. Com a chave da boa vontade, minhas preocupações e medos são poderosamente transformados em serenidade.

08 Mar. 
A alegria da verdadeira irmandade será totalmente minha. Vou me regozijar na alegria da verdadeira irmandade. Se eu tomar parte dela, agora, uma maravilhosa alegria virá em troca. A comunhão entre pessoas espiritualmente preparadas é a corporificação do propósito de Deus para este mundo. Perceber isso me trará uma nova alegria de viver. Se eu tomar parte na alegria e no esforço da humanidade, terei uma grande bênção. Posso, aqui e agora, viver verdadeiramente uma vida não terrena, mas celestial.
O nono passo diz para fazer reparações diretas sempre que possível. Nossa experiência nos diz para acompanhar estas reparações diretas com mudanças duradouras em nossas atitudes e nosso comportamento isto é, com reparações indiretas.
Por exemplo, digamos que quebramos a janela de alguém porque estávamos com raiva. Olhar comovedoramente nos olhos da pessoa cuja janela quebramos e nos explicar e nos desculpar não seria o suficiente. Reparamos diretamente o erro que cometemos, admitindo-o e substituindo a janela – consertamos o que estragamos.
Depois, seguimos nossas reparações diretas com reparações indiretas. Se agimos com raiva, quebrando a janela de alguém, examinamos os padrões de nosso comportamento e nossas atitudes descontroladas também – tratamos de “consertar nossos modos”. Modificamos nosso comportamento e fazemos um esforço diário para não agir movido pela raiva.
Fazemos reparações diretas consertando o estrago que causamos. Fazemos reparações indiretas corrigindo as atitudes que nos levam a fazer o estrago, ajudando a assegurar que não faremos mais estragos no futuro.

09 Mar. 
É a qualidade de minha vida que determina seu valor. Para julgar o valor da vida de uma pessoa, devemos estabelecer um padrão. A vida mais valiosa é aquela onde existe honestidade, pureza, altruísmo e amor. A vida de todas as pessoas deveria ser julgada por este padrão, a fim de determinar seu valor para o mundo. Por esse padrão, muitos dos assim chamados heróis da história não foram grandes homens. “o que adianta, a um homem, ganhar o mundo inteiro e perder a sua própria alma?”
Como pôde alguém entregar sua própria vontade e sua própria vida aos cuidados de qualquer que seja o Deus que ele pensa que existe? Na minha procura por uma resposta a esta questão, tornei-me consciente de que muitas vezes eu poderia ter morrido, ou a menos ser machucado, no meu antigo estilo de vida, mas nunca aconteceu. Alguém ou alguma coisa estava olhando por mim. Escolhi acreditar que minha vida sempre esteve sob os cuidados de Deus. somente Ele controla o número de dias que me serão concedidos até a morte física.
O assunto da vontade (vontade própria ou vontade de Deus) é a parte mais difícil que existe para muitos, inclusive para mim. Somente após experimentar emocionalmente uma imensa dor pelas tentativas fracassadas de me firmar, é que me torno disposto a entregar a minha vida à vontade de Deus. rendição é como a calmaria após a tempestade. Quando a minha vontade está junto com a vontade de Deus para mim, existe paz dentro de mim.

10 Mar. 
Meus cinco sentidos são meus meios de comunicação com o mundo material. Eles são os laços entre minha vida física e as manifestações materiais à minha volta. Mas devo cortar todas as ligações com o mundo material, quando desejo manter comunhão com o grande espírito do universo. Tenho que acalmar minha mente e ordenar a todos os meus sentidos que fiquem quietos, a fim de que possa ficar em sintonia para receber a música das esferas celestiais.
Quando usávamos, não deixávamos que nada impedisse o nosso uso. Como resultado, muitos de nós não sabiam precisamente a quem tinham prejudicado, financeira ou emocionalmente. Quando chegou a hora de fazer reparações, através do nosso nono passo, descobrimos que havia tanta gente que tínhamos prejudicado que talvez não conseguiríamos nunca lembrar-nos de todos.
Com a ajuda de nosso padrinho e de outros companheiros de Narcóticos Anônimos em recuperação, descobrimos uma solução para este obstáculo. Prometemos completar estas reparações anônimas fazendo contribuições para a nossa comunidade. Focamos o nosso esforço de serviço para ajudar o adicto que ainda sofre. Dessa forma, fazemos as reparações, achando uma maneira de contribuir com a sociedade.
Hoje, com o amor e a orientação dos membros de Narcóticos Anônimos, estamos contribuindo com o mundo a nosso redor, em vez de o prejudicarmos. Estamos fazendo de nossa comunidade um lugar melhor para viver, ao levar a mensagem de recuperação para aqueles que encontramos em nossa vida cotidiana.

11 Mar. 
Parece que quando Deus quer mostrar aos homens como Ele é, mostra uma imagem muito bonita. Pense numa personalidade, como expressão das qualidades de caráter semelhante a Deus. quando a beleza do caráter de uma pessoa nos impressiona, ela deixa uma imagem, à volta, que reflete em nossas próprias ações. Assim, veja a beleza do caráter daqueles que estão à sua volta.
É quando tentamos adaptar a nossa vontade à de Deus que começamos a usá-la corretamente. Para todos nós esta foi uma revelação maravilhosa. Todo o nosso problema resultou do abuso da vontade. havíamos tentado atacar nossos problemas com ela, ao invés de modificá-la para que estivesse de acordo com a vontade de Deus para conosco.
Tudo que preciso fazer é voltar para o meu passado, para ver para onde minha vontade própria está me levando. Apenas não sei o que é melhor para mim, e acredito que meu Poder Superior sabe. Deus, que defino como uma Direção bem ordenada, nunca me deixou cair, mas eu me deixei cair muitas vezes. Usar minha vontade própria numa situação, normalmente tem o mesmo resultado de colocar a peça errada num quebra-cabeças: cansaço e frustração.
Quando peço a Deus uma direção, sei que o que acontecer é a melhor situação possível, as coisas são exatamente como deveriam ser, mesmo que não sejam como eu esperava que fossem. Se eu deixar, Deus faz por mim o que eu não posso fazer por mim mesmo.

12 Mar. 
A simplicidade é a diretriz para uma vida satisfatória. Escolha sempre as coisas simples. A vida pode vir a ser complicada, se você permitir. Você pode ficar atolado nas dificuldades, se permitir que elas tomem demais seu tempo. Toda dificuldade pode ser, ou resolvida, ou ignorada e substituída por alguma coisa melhor. ame as coisas simples da vida. Respeite as coisas simples. Seu padrão não deve ser nunca o do mundo de riqueza e poder.
Ao acordar, pensaremos nas vinte e quatro horas vindouras. Consideraremos nossos planos para o dia. Antes de começar, pedimos a Deus que dirija nossos pensamento e, especialmente, que eles estejam divorciados da auto-piedade, da desonestidade e do egoísmo.
Todo dia peço a Deus para acender dentro de mim o fogo de Seu amor, para que o amor, queimando brilhante e claro, ilumine meu pensamento e me permita fazer Sua vontade da melhor forma possível. Através do dia, quando permito que circunstâncias exteriores deprimam o meu espírito, peço a Deus para iluminar minha consciência com o conhecimento de que posso começar o meu dia da maneira que escolher, centenas de vezes, se necessário.

13 Mar. 
Respire, com suavidade, no espírito de Deus, aquele espírito que, se lhe for fechada a porta pelo egoísmo, fará você ser capaz de fazer boas obras. Antes de mais nada, isso significa que Deus será capaz de fazer boas obras através de você. Você pode se tornar um canal para que o espírito de Deus corra através de você e na vida dos outros. As obras que você pode fazer serão limitadas, apenas, por seu desenvolvimento espiritual. Deixe seu espirito ficar em harmonia com o espírito de Deus e não haverá limite para o que você possa fazer no campo dos relacionamentos humanos.
Entramos no mundo do espírito. nossa próxima função é crescer em compreensão e valor. Isso não acontece de um dia para o outro. Deverá continuar
durante toda a vida.
A palavra “entramos”... e a frase “entramos no mundo do espírito” são muito significativas. Implicam em ação, um começo, uma entrada, um pré-requisito para manter meu crescimento espiritual. Sendo o “espírito” a minha parte imaterial. Barreiras para meu crescimento espiritual são o egocentrismo e ter um foco materialista das coisas do mundo. Espiritualidade significa devoção para o espiritual ao invés das coisas do mundo, significa obediência à vontade de Deus para mim. Entendo ser coisas espirituais: amor incondicional, alegria, paciência, amabilidade, bondade, sinceridade, autocontrole e humildade. Em qualquer hora que eu permita que o egoísmo, a desonestidade, ressentimentos e medo sejam parte de mim, eu bloqueio as coisas espirituais. quando mantenho minha sobriedade, o crescimento espiritual torna-se um processo para toda a vida. Meu objetivo é o crescimento espiritual, aceitando que nunca terei perfeição espiritual.

14 Mar. 
Seja constante em tudo aquilo que a orientação de Deus leva você a fazer. A firme realização do que parece certo e bom o levará para o lugar onde deveria estar. Se relembrar a orientação de Deus, você verá que Sua direção foi muito certa e que só quando você realizou Seus desejos, à medida que pôde entendê-los, Deus foi capaz de lhe dar uma direção mais clara e definida.
Quando iniciamos o nono passo, chegamos a um estágio emocionante em nossa recuperação. O dano causado em nossas vidas foi o que, antes de tudo, levou muitos de nós a buscar ajuda. Agora, temos uma chance de limpar estes destroços, consertar o passado e retomar nossas vidas.
Gastamos um bom tempo e muito esforço na preparação para este passo. Quando chegamos a Narcóticos Anônimos, encarar os escombros de nosso passado era provavelmente a última coisa que queríamos fazer. Começamos a fazer isso em particular, com um inventário pessoal. Depois, abrimos o nosso passado para um grupo selecionado e confiável: nós mesmos, nosso Poder Superior e uma outra pessoa. Demos uma olhada em nossas imperfeições, a fonte da maior parte do caos em nossas vidas e pedimos para que esses defeitos de caráter fossem removidos. Finalmente, fizemos uma lista de reparações necessárias para acertar nossos erros – todos eles – e nos prontificamos a realizá-las.
Agora, temos a oportunidade de fazer reparações – de alcançar a libertação dos destroços de nosso passado. Tudo que fizemos até agora em Narcóticos Anônimos nos conduziu até aqui. Neste ponto do processo de nossa recuperação, o nono passo é exatamente o que queremos fazer com os doze passos e a ajuda de um Poder Superior, estamos limpando o entulho que por tanto tempo ficou no caminho de nosso progresso; estamos alcançando a liberdade para viver.

15 Mar. 
Devo me lembrar de que, em assuntos espirituais, sou apenas um instrumento. Não cabe a mim decidir como ou quando tenho que agir. Deus planeja todos os assuntos espirituais. Cabe a mim me prepara para fazer a obra de Deus. Tudo o que atrapalha minha atividade espiritual deve ser eliminada. Posso depender de Deus para conseguir toda a força de que preciso para vencer e sanar as faltas que a bloqueiam. Devo ficar preparado, para que Deus possa me usar como um canal para Seu espírito.
Quando vimos os outros resolverem seus problemas através de uma simples confiança no espírito do universo, tivemos que deixar de continuar duvidando do poder de Deus. Nossas ideias eram ineficazes. Porém, a ideia de Deus surtia efeito.
Como um homem cego recuperando gradualmente a visão, lentamente tateei o meu caminho espiritual. Percebendo que somente um poder maior que eu mesmo poderia me socorrer e me devolver a esperança tão necessária, soube que era um poder em que eu tinha que me agarrar e que seria a âncora no meio de um mar de lamentações. Muito embora minha fé naquela hora fosse minúscula, foi grande o bastante para me fazer ver que era hora de me livrar de minha confiança no meu orgulhoso ego, e colocá-la na força firme que somente pode vir de um poder muito maior do que eu.

16 Mar. 
Devo ter um único objetivo, que é fazer minha parte na obra de Deus. Não devo deixar as distrações materiais interferirem em meu trabalho de melhorar relacionamentos pessoais. É fácil me distrair com as coisas materiais, de modo que eu perca meu único objetivo. Não tenho tempo para ficar ocupado com os mais variados assuntos do mundo. Devo me concentrar e me especializar naquilo que posso fazer melhor.
Meu amigo, sugeriu o que me pareceu uma ideia original... “Por que não optar pela tua própria concepção de Deus?” Esta pergunta atingiu-me fortemente. Derreteu a montanha de gelo intelectual, à sombra da qual eu havia vivido durante muitos anos. Enfim, ergueria o rosto para o sol! Era só me dispor a crer em um Poder Superior a mim. Para começar, aquilo bastava.
Lembro-me das vezes que olhava para o céu e refletia sobre o que e como tudo começou. Após ler uma variedade de versões, incluindo a científica, sobre uma grande explosão, fui para a simplicidade e transformei o Deus do meu entendimento. No Grande Poder que tornou a explosão possível. Com a vastidão do universo sob Seu comando. Ele seria, sem dúvida, capaz de guiar meu pensamento e ações se eu estivesse preparado para aceitar a Sua direção. Mas não posso esperar ajuda, e continuar à minha própria maneira. Tornei-me disposto a acreditar e procurar uma sobriedade estável e satisfatória.

17 Mar. 
Recolha-se na calma da comunhão com Deus. descanse nessa calma e nessa paz. Quando a alma encontra sua morada na calma de Deus, é então que começa a verdadeira vida. Apenas quando está calmo e sereno é que você pode fazer um bom trabalho. Os desequilíbrios emocionais tornam você inútil. A vida eterna é calma, e quando você entra nela, vive então como um ser eterno. A calma é baseada na completa confiança em Deus. Nada no mundo pode separar você do amor de Deus.
Nas épocas de sofrimento e dor, quando a mão de Deus parece ser pesada e até injusta, novas lições sobre a vida são aprendidas, novas fontes de coragem afloram e finalmente, de forma iniludível, chegamos a convicção de que Deus, efetivamente, “age de maneira misteriosa na realização de Suas maravilhas.”
Enquanto ainda tivermos reparações a fazer, nossos espíritos estarão tumultuados com coisas das quais não precisamos. Carregamos o peso extra de uma desculpa a fazer, de um ressentimento mantido ou de um remorso não expresso. É como ter uma casa desarrumada. Podíamos sair para que não precisássemos ver a bagunça ou, talvez, simplesmente pular por cima das pilhas de entulho fingindo que não estavam lá. Mas ignorar a desordem não vai fazê-la desaparecer. No final das contas, as louças sujas, o tapete cheio de migalhas e as cestas de lixo transbordantes ainda estão lá, esperando para ser limpos.
É tão difícil de conviver com um espírito tumultuado quanto com uma casa bagunçada. Parece que estamos sempre tropeçando nos restos de ontem. Toda vez que nos viramos e tentamos ir para algum lugar, há alguma coisa bloqueando nossa passagem. Quanto mais negligenciamos nossa responsabilidade de fazer reparações, mais tumultuados ficam nossos espíritos. E não podemos nem mesmo contratar alguém para fazer a limpeza. Temos que fazer o trabalho nós mesmos.
Ganhamos um profundo senso de satisfação quando fazemos nossas próprias reparações. Da mesma maneira que nos sentimos quando acabamos de limpar nossa casa e temos tempo para desfrutar um pouco de sol através de janelas brilhantes, nossos espíritos vão deleitar-se com nossa liberdade de poder desfrutar verdadeiramente nossa recuperação. e, uma vez que a grande bagunça tenha sido limpa, tudo o que precisamos fazer é nos recompor a cada dia que se segue.

18 Mar. 
A persistência é necessária, se você quer progredir nas coisas espirituais. Pela constante oração, firmeza e absoluta confiança, você alcança os tesouros do espírito. Pela prática persistente, você pode finalmente obter alegria, paz, segurança, saúde, felicidade e serenidade. No terreno espiritual, nada é difícil demais para você obter, se se preparar para isso com persistência.
Quanto mais nos dispomos a depender de um Poder Superior, mais independentes nos tornamos.
Começo a confiar em Deus com uma vontade pequena e Ele faz com que essa vontade cresça. Quanto mais boa-vontade eu tenho, mais confiança eu ganho, e quanto mais crença eu ganho, mais boa-vontade eu tenho. Minha dependência de Deus cresce Nele. Antes de tornar-me disposto, dependia de mim mesmo para todas minhas necessidades e estava restrito pela minha imperfeição. Pela minha boa-vontade de depender do meu Poder Superior, a quem eu chamo de Deus, todas as minhas necessidades são satisfeitas por Aquele que me conhece melhor que eu mesmo até mesmo aquelas necessidades que posso não perceber, bem como as que ainda não vieram. Somente Aquele que me conhece tão bem pode levar-me a ser eu mesmo e me ajudar a preencher a necessidade em alguém que somente eu posso preencher. Nunca haverá alguém exatamente como eu. E isto é uma independência real.

19 Mar. 
O espírito de Deus está o dia todo em torno de você. Você não tem pensamentos, nem planos, nem impulsos, nem emoções, que Ele não conheça. Você não pode esconder nada Dele. Não trace sua conduta, só de acordo com a conduta do mundo e não dependa da aprovação ou desaprovação dos outros. Deus vê em segredo, mas Ele recompensa abertamente. Se você estiver em harmonia com o Espírito Santo, fazendo o melhor possível para viver da maneira que você acredita que Deus quer que você viva, estará em paz.
Acertou quem disse que “os que zombam da oração são, quase sempre, aqueles que não a experimentaram devidamente.”
Tendo crescido num ambiente agnóstico, me senti um pouco tolo quando tentei rezar pela primeira vez. Sabia que havia um Poder Superior trabalhando em minha vida – como então eu estava permanecendo sóbrio? – porém, eu certamente não estava convencido de que ele/ela desejava ouvir minhas preces. Pessoas que tinham o que eu desejava diziam que a oração era uma parte importante na vida em busca da sobriedade, assim eu perseverei. Com um compromisso de rezar diariamente, fui surpreendido ao encontrar-me cada vez mais sereno e confortável com o meu lugar no mundo. Em outras palavras, a vida tornou-se mais fácil e deixou de ser uma luta. Ainda não estou certo quem, ou o que, escuta minhas preces, mas nunca pararia de fazê-las, pela simples razão de que elas funcionam.

20 Mar. 
Se eu atuar só no plano material, me afastarei de Deus. devo tentar, também, procurar atuar num plano espiritual. Atuar num plano espiritual, da mesma maneira que no material, vai fazer com que a vida seja aquilo que ela deveria ser. Sozinhas, todas as atividades materiais não têm valor em si mesmas. Mas todas as atividades, as aparentemente comuns ou as aparentemente muito importantes, são parecidas, se forem dirigidas de acordo com a orientação de Deus. Devo procurar obedecer a Deus, do mesmo modo que esperaria que um servo fiel e atento cumprisse ordens.
Descobri que preciso perdoar aos outros em todas as situações, para manter qualquer progresso espiritual real. A importância vital do perdão pode não ter sido óbvia para mim à primeira vista, mas meus estudos me diziam que todo grande professor espiritual tinha insistido fortemente nisso. Devo perdoar as injúrias, não apenas por palavras, ou como uma formalidade, mas dentro do meu coração. Não faço isto por amor às outras pessoas, mas para o meu próprio bem. Ressentimento, raiva ou o desejo de ver alguém punido, são coisas que apodrecem minha alma. Tais coisas me prendem aos meus problemas como cadeias. Eles me amaram a outros problemas que não têm nada a ver com meu problema original.

21 Mar. 
Tudo está bem, fundamentalmente. Isso não significa que tudo está bem apenas nas aparências. Mas significa que Deus está em Seu céu e que Ele tem um propósito para o mundo, que final; dá certo, quando muitos seres humanos desejam seguir Seu caminho. “Usar o mundo como se fosse uma roupa folgada” não significa ficar perturbado pelo erro aparente das coisas, mas se sentir profundamente seguro da bondade e do propósito fundamental do universo.
Ter o medo reduzido ou eliminado, e ter as circunstâncias econômicas melhoradas são duas coisas diferentes. A ideia correta é o bem-estar material, sempre estar atrás do bem-estar espiritual, nunca na frente. De repente, entendi que essa ideia era uma garantia. Via que ela colocava as prioridades na ordem correta, que o progresso espiritual diminuiria este medo terrível de ficar pobre, como diminuiu muitos outros medos. Hoje tento usar os talentos que Deus me deu para beneficiar os outros. Descobri que é a isto que os outros dão valor o tempo todo. Tento lembrar que não trabalho mais para mim. Somente tenho o uso da riqueza que Deus criou, não sou o seu proprietário. O propósito de minha vida é muito mais claro quando apenas trabalho para ajudar, não para possuir.

22 Mar. 
Você não tem nenhuma necessidade espiritual que Deus não possa suprir. Sua necessidade fundamental é a espiritual que você recebe, quando quer, e que deve levá-la a outras pessoas. Você ganha muito mais quando dá. Deus lhe dá força, a medida que você a passa para uma outra pessoa. Essa força significa aumento de saúde, aumento de saúde significa melhor trabalho e melhor trabalho significa mais pessoas sendo ajudadas. E assim continua, uma constante oferta para satisfazer todas as necessidades espirituais.
O inventário diário é uma ferramenta que podemos usar para simplificar nossas vidas. O mais complicado em fazer um inventário regularmente é decidir como começar. Deveríamos escrevê-lo? O que deveríamos examinar? Em que nível de detalhes? E como sabemos quando terminamos? Num instante, transformamos um exercício simples num projeto grandioso.
Aqui está uma simples abordagem para o inventário diário: reservamos alguns minutos no fim de cada dia, sentamos calmamente e examinamos nossos sentimentos. Existe um nó, pequeno ou grande, dentro de nós? Sentimo-nos desconfortáveis com o dia? passou? O que aconteceu? Qual foi nossa participação no que aconteceu? Devemos alguma reparação? Se pudéssemos fazer tudo de novo, o que faríamos diferente?
Também queremos observar os aspectos positivos de nossas vidas em nosso inventário diário? O que nos deu satisfação hoje? Fomos produtivos? Responsáveis? Gentis? Amorosos? Demos de nós desinteressadamente? Experimentamos plenamente o amor e a beleza que o dia nos ofereceu? O que fizemos hoje que gostaríamos de fazer novamente?
Nosso inventário diário não precisa ser complicado para ser eficiente. É uma ferramenta muito simples que usamos para permanecer em contato diário conosco.

23 Mar. 
Deus está com você para abençoá-lo e ajudá-lo. O espírito Dele está sempre com você. Não vacile em sua fé ou em suas orações. Toda a força é do Senhor. Diga isso, até que seu coração cante com alegria pela segurança e força pessoal que isso significa para você. Diga isso, até que a própria força de repetição afaste e reduza a zero todos os males contra você. Use isso como um grito de guerra. Toda a força é do Senhor. Então você chegará a vitória, acima de todos os seus pecados e tentações, e começará a viver uma vida vitoriosa.
Já aconteceu de algum desconhecido comentar que o tempo estava lindo e você retrucar: “está um nojo!”? Quando isto acontece, provavelmente estamos sofrendo de falta de manutenção diária em nossa programação.
Em recuperação, a vida pode se tornar bastante agitada. Talvez não venha frequentando as reuniões há algum tempo. Talvez esteja muito ocupado para meditar ou não esteja se alimentando regularmente nem dormindo bem. Qualquer que seja a razão, sua serenidade está escapulindo.
Quando isto acontece, é crucial que tomemos uma atitude. Não podemos permitir que um “dia ruim” aliado a uma atitude negativa se estenda por dois dias, quatro dias, ou uma semana. Nossa recuperação depende de nosso programa de manutenção diária. Não importa o que esteja acontecendo em nossas vidas, não podemos nos dar ao luxo de negligenciar os princípios que as salvaram.
Existem muitos meios de recuperar nossa serenidade. Podemos ir a uma reunião, telefonar para nosso padrinho, almoçar com outro adicto em recuperação, ou então levar a mensagem a um recém-chegado. Podemos rezar. Poder dar um tempo e nos perguntar quais as coisas simples que não temos feito. Quando nossas atitudes estão nos levando ladeira abaixo, podemos evitar um desastre com soluções simples.

24 Mar. 
Não podemos entender o universo completamente. O fato é que não podemos mesmo definir espaço ou tempo. Ambos não têm fronteiras, apesar de tudo o que fazemos para limitá-los. Vivemos numa caixa de espaço e tempo, que fabricamos por nossa própria mente e do qual todo nosso assim chamado conhecimento do universo depende. O fato é que nunca vamos saber tudo, nem fomos feito para saber. Toda nossa vida deve ser baseada na fé.
Em Narcóticos Anônimos, descobrimos que, quanto mais vivemos em harmonia com a vontade do Poder Superior em relação a nós, maior a harmonia em nossas vidas. Utilizamos o décimo passo, para nos ajudar a manter essa harmonia. Diariamente dedicamos um tempo para observar nosso comportamento. Alguns de nós avaliam cada ação com uma pergunta muito simples: “vontade de Deus ou a minha?”
Em muitos casos, descobrimos que nossas ações têm estado em sintonia com a vontade de nosso Poder Superior em relação a nós, e por nossa vez temos estado em sintonia com o mundo à nossa volta. Em alguns casos, entretanto, vamos descobrir inconsistências entre nosso comportamento com nossos valores. Estivemos agindo de acordo com nossa própria vontade, não com a de Deus, e o resultado tem sido dissonância em nossas vidas.
Quando descobrimos tais inconsistências, admitimos que estávamos errados e tomamos atitudes para corrigi-las. Com maior consistência daquilo que acreditamos ser a vontade de Deus em relação a nós em tais situações, estamos menos propensos a refletir essas ações. E estaremos mais aptos a viver em consonância com a vontade de nosso Poder Superior em relação a nós e em relação ao mundo à nossa volta.

25 Mar. 
O crescimento espiritual é alcançado pela persistência diária, em viver da maneira que você acredita que Deus quer que você viva. Como a corrosão de uma pedra pelos pingos firmes da água, assim sua persistência diária vai corroer todas as dificuldades e obter para você o sucesso espiritual. Nunca deixe de persistir, diária e firmemente. Vá em frente com coragem e sem medo. Deus vai ajudá-lo e fortalecê-lo, enquanto você estiver procurando fazer Sua vontade.
Quando o dia está chegando ao fim, muitos de nós refletimos sobre as 24 horas passadas e consideramos como podemos viver de outra maneira no futuro. É fácil para nossos pensamentos permanecerem ligados no prático: trocar o óleo do carro, limpar a sala ou esvaziar o cesto de lixo. Algumas vezes é preciso um esforço especial para nos libertar dos pensamentos do dia-a-dia e entrar em um pensamento mais elevado.
Uma simples pergunta pode nos colocar neste caminho mais elevado: o que pensamos que nosso Poder Superior quer para nós amanhã? Talvez precisemos melhorar nosso contato consciente com o Deus de nossa compreensão. Talvez estejamos desconfortáveis em nosso trabalho ou relacionamento, permanecendo apenas por medo. Podemos estar escondendo algum defeito de caráter problemático, receosos de partilhá-lo com nosso padrinho. A pergunta é: em que partes de nossas vidas queremos realmente crescer?
No fim de cada dia, descobrimos o benefício de dedicar alguns momentos a nosso Poder Superior. Podemos começar a refletir no que mais irá beneficiar nosso progresso de crescimento espiritual no dia seguinte. Pensamos sobre áreas nas quais recentemente crescemos e sobre áreas que ainda requerem trabalho. existe maneira mais adequada para terminar o dia?

26 Mar. 
A força vem também do trabalho com outros alcoólicos. Quando você está procurando ajudar um novo membro com o programa, está, ao mesmo tempo, desenvolvendo sua própria força. Você vê a outra pessoa na situação em que você mesmo poderia estar e faz com que você resolva, mais do que nunca, continuar sóbrio. Frequentemente, você ajuda mais a si mesmo do que a outra pessoa, mas se é bem sucedido em ajudar o novo membro a ficar sóbrio, fica mais forte com a experiência de ter ajudado uma outra pessoa. A fé é a ponte entre você e Deus. É a ponte que Deus mandou construir. Se tudo fosse visto e conhecido, não haveria nenhum mérito em fazer o certo. Portanto, Deus ordenou que não vejamos nem conheçamos diretamente as coisas. Mas, através de nossa fé, podemos experimentar a força de Seu espírito. Podemos atravessar ou não a ponte entre nós e Ele, como quisermos. Não poderia haver moralidade, se não houvesse livre-arbítrio. Nós mesmos devemos fazer a escolha. Devemos cultivar a fé.

27 Mar. 
O poder do espírito de Deus é a maior força do universo. Nossa conquista de um pelo outro, os grandes Reis e conquistadores, a conquista da riqueza, os líderes do mundo financeiro, no fim, tudo isso vale muito pouco. Mas aquele que conquista a si mesmo é maior do que aquele que conquista uma cidade. As coisas materiais não permanecem. Mas o espírito de Deus é eterno. Tudo o que é realmente valioso no mundo é resultado do poder do espírito de Deus.
Fazer um inventário habitual é um elemento chave em nosso novo padrão de vida. Em nossa adicção ativa, nós nos examinávamos o mínimo possível. Não estávamos contentes com a maneira pela qual vivíamos nossas vidas, mas não sentíamos que podíamos modificar nossa maneira de viver. Sentíamos que o auto-exame seria um exercício doloroso e fútil.
Hoje, tudo isto está mudando. Impotentes perante nossa adicção, encontramos um poder maior do que nós mesmos que nos ajudou a parar de usar. Onde antes nos sentíamos perdidos na confusão da vida, encontramos direção na experiência de nossos companheiros em recuperação e em nosso contato cada vez melhor com nosso Poder Superior. Não precisamos nos sentir presos por nossos antigos padrões destrutivos. Podemos escolher de forma diferente.
Ao estabelecer um padrão regular de fazer um inventário pessoal, nos damos a oportunidade de modificar qualquer coisa em nossas vidas que não esteja funcionando. Se tivermos começado a fazer alguma coisa que nos traz problemas, podemos começar a mudar nosso comportamento antes que ele se torne algo fora de nosso controle. E se estivermos fazendo coisas que evitem problemas, podemos anotar isto também e nos encorajar a continuar fazendo aquilo que funciona.

28 Mar. 
Há duas coisas que devemos ter, se querermos mudar nosso modo de vida. Uma é a fé, a confiança nas coisas que não vemos, a bondade e o propósito fundamental do universo. A outra é a obediência, isto é, viver de acordo com nossa fé, viver cada dia como acreditamos que Deus quer que vivamos, com gratidão, humildade, honestidade, pureza, altruísmo e amor. Fé e obediência essas duas nos darão toda a força de que precisamos para vencer o pecado, a tentação e viver uma vida nova e significativa.
Um décimo passo diário nos mantém em constante base espiritual. Embora cada membro faça perguntas diferentes, descobriu-se que algumas perguntas são úteis para quase todos. Duas pergunta-chave do décimo passo são: Estou em honesto contato comigo mesmo, com minhas ações e meus motivos? E rezei pela vontade de Deus para mim e pelo poder de realizá-la? Estas duas perguntas, respondidas honestamente, nos tornarão mais atentos ao nosso dia.
Quando focalizamos os nossos relacionamentos, podemos perguntar: Machuquei alguém, hoje, direta ou indiretamente? Preciso fazer reparações a alguém como resultado de minhas ações, hoje? Mantemos nosso inventário simples se nos lembrarmos de nos perguntar: Onde foi que eu errei? Como posso agir melhor da próxima vez?
Membros de Narcóticos Anônimos muitas vezes descobrem que seus inventários incluem outras perguntas importantes? Fui bom para mim, hoje? Fiz algo para alguém sem esperar nada em troca? Reafirmei minha fé em um Poder Superior amoroso?
O passo dez é um passo de manutenção do programa de Narcóticos Anônimos. O décimo passo nos ajuda a continuar a viver confortavelmente em recuperação.

29 Mar. 
Devo viver no mundo e ainda viver à parte, com Deus. posso sair de minhas horas de comunhão em segredo com Deus, para o trabalho do mundo. Para conseguir a força espiritual de que preciso, minha vida interior deve ser vivida à parte do mundo. Devo usar o mundo como uma roupa folgada. O mundo não deverá me perturbar seriamente, enquanto minha vida interior for vivida com Deus. toda vida bem sucedida vem dessa vida interior.
Em “Zorba, o grego”, Nikos Kazantzakis descreve um encontro entre seu personagem principal e um velho ocupado no trabalho de plantar uma árvore: “O que você está fazendo?” Zorba pergunta. O velho responde: “Você pode ver muito bem o que eu estou fazendo, meu filho. Estou plantando uma árvore.” “Mas, por que plantar uma árvore?” Zorba pergunta – “Se você não vai poder vê-la carregada de frutos?” – e o velho respondeu: “Meu filho, eu vivo como se nunca fosse morrer.” – A resposta levou Zorba a dar um leve sorriso e, indo embora, ele exclamou com uma ponta de ironia: “Que estranho! Eu vivo como se fosse morrer amanhã!”

30 Mar. 
Fique calmo, seja verdadeiro, esteja tranquilo. Não fique perturbado emocionalmente, por nada que aconteça à sua volta. Sinta uma profunda segurança interior na bondade e no propósito do universo. Seja verdadeiro para com seus ideais mais elevados. Não permita que você caia novamente nas antigas maneiras de reagir. Não abandone suas armas espirituais. Fique sempre calmo. Não responda nem se defenda tanto das acusações, sejam elas falsas ou verdadeiras. Aceite as ofensas da mesma maneira que você aceitar o elogio. Só Deus pode realmente julgar sua pessoa.
A maneira como tratamos os outros, frequentemente, revela o nosso próprio estado. Quando estamos em paz, nos inclinamos mais a tratar os outros com respeito e compaixão. Entretanto, quando nos sentimos fora de equilíbrio, tenderemos a responder aos outros com intolerância e impaciência. Quando fazemos um inventário regular, provavelmente notamos um padrão: tratamos os outros mal quando nos sentimos mal conosco.
O que talvez não seja revelado em um inventário, contudo, é o outro lado da moeda. Quando tratamos os outros bem, nos sentimos bem com nós mesmos. Quando somamos esta verdade positiva aos fatos negativos que encontramos em nosso inventário, começamos anos comportar de modo diferente.
Quando nos sentimos mal, podemos fazer uma pausa para rezar pedindo orientação e força. Tomamos, então, uma decisão de tratar as pessoas à nossa volta com gentileza, com amabilidade e com a mesma consideração que gostaríamos que nos fosse demonstradas. uma decisão de ser gentil pode nutrir e sustentar a felicidade e a paz interior que todos desejamos. E a alegria que inspiramos pode levantar o espírito daqueles à nossa volta, alimentando, em troca, o nosso próprio bem estar espiritual.

31 Mar. 
Todo dia é dia de progresso, progresso firme e avançado, se você assim faz, você pode não ver isso, mas Deus vê. Deus não julga pela aparência exterior. Ele julga pelo coração. Deixe que Ele veja em seu coração um simples desejo de fazer sempre a vontade Dele. Embora você sinta que seu trabalho foi prejudicado ou não tem sentido, Deus vê isso como uma contribuição a Ele. Quando uma pessoa sobe uma ladeira íngreme, ela tem frequentemente mais consciência da fraqueza de seus pés trôpegos, do que da bonita vista, da grandeza, ou mesmo do progresso alcançado.
Muitos de nós vivemos revoltados a vida inteira. Nossa resposta inicial para qualquer tipo de orientação é frequentemente negativa. Rejeição automática à autoridade parece ser um defeitos de caráter problemático para muitos adictos.
Um auto-exame minucioso pode nos mostrar como reagimos ao mundo à nossa volta. Podemos nos perguntar se nossa rebeldia contra pessoas, lugares e instituições é justificada. Se continuamos escrevendo tempo suficiente, geralmente podemos deixar para trás o que os outros fizeram e descobrir nossa própria responsabilidade em nossos assuntos. Descobrimos que o que os outros nos fizeram não é tão importante quanto nossa maneira de reagir às situações nas quais nos envolvemos.
O inventário regular nos permite examinar os padrões em nossas reações à vida e ver se estamos predispostos à rebeldia crônica. Algumas vezes iremos achar que, apesar de geralmente continuar acatando o que nos é sugerido, por medo de rejeição, secretamente abrigamos ressentimentos contra a autoridade. Se deixarmos, estes ressentimentos podem nos desviar de nosso programa de recuperação.
O processo do inventário nos permite descobrir, avaliar e alterar nossos padrões de rebeldia. Não podemos mudar o mundo fazendo o inventário, mas podemos mudar a maneira de reagir a ele.

01 Abr. Deus está sempre à nossa volta. Seu espírito se espalha pelo universo. E muitas vezes ainda não deixamos Seu espírito entrar. Tentamos ser bem sucedidos sem ajuda e fazemos uma confusão em nossa vida. Não podemos fazer nada importante, sem a ajuda de Deus. todos os nossos relacionamentos humanos dependem disso. Quando permitimos que o espírito de Deus governe nossa vida, aprendemos como nos dar bem com os outros e como ajudá-los.

Não existem dias em que tudo parece conspirar contra Você? Você não passa por épocas em que está t ocupado, ouvindo o inventário dos outros, que mal se aguenta em pé? E quando você se pega estourando com seu companheiro de trabalho ou com a pessoa amada sem nenhuma razão? Quando nos encontramos nesse estado de espírito desolador, precisamos agir.
A qualquer momento do dia, podemos reservar alguns minutos e fazer um “inventário localizado”. Examinamos como estamos reagindo às situações exteriores e as outras pessoas. Ao fazer isto, poderemos descobrir que obviamente estamos sofrendo de uma antiga “atitude negativa”. Um ponto de vista negativo pode prejudicar nossa relação com nosso Poder Superior e com as pessoas em nossas vidas. Quando somos honestos conosco, frequentemente descobrimos que o problema se encontra em nós mesmos e em nossas atitudes.
Não temos controle sobre os desafios que a vida nos apresenta. O que podemos controlar é como reagimos a esses desafios. A qualquer momento, podemos mudar nossa atitude. A única coisa que realmente muda em Narcóticos Anônimos somos nós. Os doze passos nos fornecem as ferramentas para sair do problema e encontrar a solução.





02 Abr. O que você é, não o que faz, essa é a força que faz milagres. Você pode ser uma força para o bem, com a ajuda de Deus. Deus está aqui para ajudá-lo e abençoá-lo, está aqui para lhe fazer companhia. Você pode ser, com Deus, um trabalhador. Transformado pela Graça de Deus, você melhorara a aparência do espírito. a tempo, você se desfaz da antiga, mudando para uma melhor.

Logo que chegamos em Narcóticos Anônimos, tínhamos todos os tipos de ideias sobre o que necessitávamos. Alguns de nós tinham em vista acumular bens pessoais. Pensávamos que recuperação equivaleria a sucesso material. Mas a recuperação não equivale ao sucesso. Hoje acreditamos que nossa maior necessidade é de orientação e força espiritual.
O maior dano causado pela nossa adicção foi o dano à nossa espiritualidade. Nossa motivação primordial foi imposta por nossa doença: obter, usar e encontrar maneiras e meios de conseguir mais. escravizados por nossa sufocante necessidade de drogas, faltavam às nossas vidas propósito e integração. Estávamos espiritualmente falidos.
Mais cedo ou mais tarde, percebemos que nossa maior necessidade em recuperação é o “conhecimento da vontade de Deus em relação a nós e a força para realizá-la”. Encontramos aí a direção e o sentido de propósito ocultos por nossa adicção. através da vontade de nosso Deus, nos libertamos da nossa própria teimosia. Não mais guiados somente por nossas próprias necessidades, estamos livres para viver com os outros em pé de igualdade.
Não há nada de errado com sucesso material. Porém, sem a integração espiritual oferecida pelo programa de Narcóticos Anônimos, nossa maior necessidade em recuperação não é satisfeita, independente de quão “bem sucedidos” possam ser.





03 Abr. Lembre-se de que a coisa mais importante é o serviço. Dessa maneira, Deus é o maior servidor de todos, porque Ele está sempre esperando para nos ajudar em toda grande causa. Sua força está sempre ao nosso alcance, mas devemos pedi-la pelo nosso livre-arbítrio. Ela é uma dádiva, mas devemos buscá-la com sinceridade. A vida em serviço é a melhor que podemos ter. estamos aqui na Terra para prestar serviço aos outros. Aí é onde começa e termina nosso verdadeiro valor.

Nosso relacionamento com nosso Poder Superior é uma rua de mão dupla. Ao rezar, falamos e Deus escuta. Quando meditamos, fazemos o melhor que podemos para escutar o desejo de nosso Poder Superior. Sabemos que somos responsáveis por nossa parte deste relacionamento. Se não rezarmos e escutarmos, excluiremos nossa Poder Superior de nossas vidas.
Quando pensamos sobre nosso relacionamento com nosso Poder Superior, é importante lembrar que somos a parte impotente. Podemos pedir orientação; podemos pedir boa vontade ou força; podemos pedir conhecimento do desejo de nosso Poder Superior – mas não podemos fazer exigências. O Deus de nossa compreensão – Aquele com poder – vai preencher a metade desse relacionamento dando-nos exatamente o que precisamos, quando precisamos.
Precisamos agir a cada dia para manter vivo nosso relacionamento com o Poder Superior. Uma maneira de fazer isso é aplicando o décimo passo. Então nos lembramos de nossa própria impotência e aceitamos a vontade de um poder maior do que nós mesmos.







04 Abr. Você não pode ajudar os outros, a não ser que entenda a pessoa a quem está procurando ajudar. Para entender os problemas e tentações dos outros, você precisa ter passado pelo mesmo que eles. Você deve fazer tudo o que puder para entendê-los. Devo estudar seus planos, seus gostos e suas antipatias, suas reações e seus preconceitos. Quando você enxergar as fraquezas dos outros, não afronte a pessoa que as têm. Compartilhe suas próprias fraquezas, pecados e tentações e deixe que os outros encontrem suas próprias convicções.

Trabalhando nossa programação, temos recebido muitas indicações indiretas da presença de um Poder Superior em nossas vidas. O sentimento de limpeza que muitos de nós experimentaram ao praticar o quinto passo; o sentimento de qualquer estamos finalmente no caminho certo, quando fazemos reparações; a satisfação que encontramos de ajudar um outro adicto. A meditação, porém, às vezes nos traz indicações extraordinárias da presença de Deus em nossas vidas. Estas experiências não significam que nos tornamos perfeitos ou que estamos “curados”. São amostras que nos são dadas da própria fonte de nossa recuperação, nos lembrando da verdadeira natureza do que estamos procurando em Narcóticos Anônimos e nos encorajando a continuar em nosso caminho espiritual.
Experiências assim nos demonstram, sem dúvida, que encontramos um poder muito maior que o nosso. Mas como incorporaremos este poder extraordinário em nossas vidas comuns? Nossos amigos de Narcóticos Anônimos, nosso padrinho e outros em nossas comunidades podem ser mais experientes em questões espirituais do que nós. Se pedirmos, eles podem nos ajudar a ajustar nossas experiências espirituais ao padrão normal da recuperação e do crescimento espiritual.




05 Abr. Deus é quem melhor interpreta uma personalidade humana para a outra. Mesmo pessoas muito próximas, que são introvertidas, permanecem como se fossem um livro fechado para a outra. E os mistérios de um só são revelados ao outro, quando Deus entra em suas vidas e as controla. Uma personalidade é muito diferente da outra. Deus, sozinho, entende perfeitamente a linguagem de cada pessoa e pode interpretar uma para a outra. Aqui encontramos os milagres da mudança e a verdadeira interpretação da vida.

Os doze passos são uma passagem para nosso despertar espiritual. Este despertar toma a forma de um relacionamento que se desenvolve com um Poder Superior amoroso. A cada passo, fortalecemos este relacionamento. Ao continuar a trabalhar os passos, o relacionamento cresce, tornando-se cada vez mais importante em nossas vidas.
No decorrer do trabalho dos passos, tomamos a decisão pessoal de deixar que um Poder Superior amoroso nos oriente. Esta orientação está sempre disponível; precisamos apenas de paciência para buscá-la. Frequentemente, esta orientação se manifesta na sabedoria interior que chamamos de nossa consciência.
Quando abrimos nosso coração a tempo de sentir a orientação de nosso Poder Superior, experimentamos uma tranquila serenidade. Esta paz é o farol que nos guia através de nossos sentimentos tumultuados, oferecendo uma direção clara quando nossas mentes estão inquietas e confusas. Ao buscar e seguir a vontade de Deus em nossas vidas, encontramos o contentamento e a alegria que, frequentemente, se afastam de nós quando atuamos só por nossa conta. O medo ou a dúvida pode nos contaminar quando tentamos levar adiante a vontade de nosso Poder Superior, mas aprendemos a confiar no momento de clareza. Nossa maior alegria consiste em seguir a vontade de nosso Deus amoroso.


06 Abr. Deus irradia Sua vida com o calor de Seu espírito. você deve desabrochar como uma flor para essa irradiação divina. Desapegue-se do que é terreno, de seus interesses e suas preocupações. Solte suas mãos das coisas materiais, relaxe seu controle, e a maré de paz e serenidade vai chegar a você. Abandone todas as coisas materiais e receba-as de volta, se vindas de Deus. não se agarre aos tesouros da Terra com tanta firmeza. Afim de que suas mãos não estejam tão ocupadas para apertar as de Deus, quando Ele as estender para você, no amor.

Como achamos difícil ser honesto! Muitos de nós chegam em Narcóticos Anônimos tão confusos sobre o que realmente aconteceu em suas vidas que, às vezes, demoram meses ou anos para pôr tudo em ordem. A verdade sobre nossa história não é sempre como contávamos. Como podemos começar a ser mais verdadeiros?
Muitos de nós acham mais fácil ser honesto nas orações. Com nossos companheiros de adicção, às vezes parece que temos bastante dificuldade em contar toda verdade. Temos a nítida impressão de que seremos aceitos se deixarmos que os outros nos conheçam como realmente somos. É difícil manter as imagens “mascaradas de indiferença e superioridade” que muitos de nós representam. Na oração, encontramos uma aceitação de nosso Poder Superior que nos permite abrir nossos corações com honestidade.
À medida que praticamos esta honestidade com o Deus de nossa compreensão, frequentemente notamos que gera um efeito em cadeia em nossos relacionamentos. Adotamos o hábito de ser honestos. Começamos a exercer a honestidade quando compartilhamos nas reuniões e trabalhamos com outros. Em troca, percebemos nossas vidas enriquecidas por amizade são cada vez mais profundas. Descobrimos até que podemos ser mais honestos com nós mesmos; cada um de nós, é a pessoa mais importante com quem devemos ser honestos.
A honestidade é uma qualidade que se desenvolve através da prática. Nem sempre é fácil ser totalmente honesto, mas quando começamos por nosso Poder Superior, descobrimos que é mais fácil ser honesto com os outros.





































07 Abr. Quando a dificuldade vier, não diga: “porque isso aconteceu comigo?” não se preocupe com você. Pense nos outros e em seus problemas e esquecerá o consolo de prestar serviço, aos outros, com altruísmo. Pouco depois, não vai importar mais o que acontece com você. Isso não tem mais importância, a não ser quando sua experiência pode ser usada para ajudar os outros que tenham o mesmo tipo de problema.

A maioria de nós não dá o devido valor ao contato consciente com um Poder Superior. Quantos de nós dedicam tempo, consistente, para progredir nesse contato consciente? Se ainda não estabelecemos um regime regular de oração e meditação, hoje é o dia para começar.
“um momento de silêncio” não precisa ser longo. Muitos de nós acham que vinte a trinta minutos é o suficiente para nos acalmar, focalizar nossa atenção em uma leitura espiritual, partilhar nossos sentimentos e preocupações, na oração e dedicar algum tempo para ouvir uma resposta na meditação. Nosso (momento de silêncio” não precisa ser prolongado para ser eficiente, desde que seja consistente. Se dedicarmos vinte minutos uma vez por mês para orar, irá adiantar muito pouco, além de nos frustrarmos com a pouca qualidade de nosso contato consciente. Entretanto, se tirarmos vinte minutos todo dia, renovaremos e reforçaremos um contato vivo já existente com nosso Poder Superior.
Com as idas e vindas de um dia de recuperação de um adicto, muitos de nós passam o dia inteiro sem tirar um tempo para melhorar nossa compreensão. Entretanto, se dispusemos de um tempo em particular todavia e fizermos um “momento de silêncio”, poderemos ter certeza de que nosso contato consciente vai melhorar.






08 Abr. Você deve fazer uma parada, em relação a Deus. aqueles que acreditam em Deus são considerados por alguns como pessoas diferentes. Você deve mesmo estar disposto a ser considerado um louco, por causa de sua fé. Você deve estar pronto para se afastar e deixar passarem os usos e costumes do mundo, quando os propósitos de Deus são apresentados dessa maneira. Seja conhecido pelas características que distinguem uma pessoa que crê em Deus. São estas: honestidade, pureza, altruísmo, generosidade, amor, gratidão e a humildade.

Como oramos? Para cada membro de Narcóticos Anônimos, esse é um profundo problema pessoal. Muitos de nós descobrimos que, com o tempo, desenvolvemos uma maneira de orar e meditar baseando-nos no que aprendemos com os outros e no modo como nos sentimos confortáveis.
Alguns de nós chegam ao Narcóticos Anônimos com a mente fechada em relação a um poder maior do que nós mesmos. Mas, quando nos sentamos com nosso padrinho e discutimos as nossas dificuldades, olhando o segundo passo com profundidade, ficamos satisfeitos em descobrir que podemos escolher qualquer conceito que nos atraia de um Poder Superior.
Assim como a definição de um poder maior do que nós difere de adicto para adicto, nossa maneira de alcançar um “contato consciente” também difere. Alguns frequentam religiões; outros celebram cantando; uns se sentam calmamente ou falam qualquer coisa; alguns encontram uma conexão espiritual conversando com a natureza. A “forma certa” de orar é qualquer forma que nos ajude a melhorar o contato consciente com nosso Poder Superior.
Perguntar aos outros como eles encontraram uma orientação espiritual é um bom começo. Ler a literatura antes de entrar em períodos de meditação também pode nos ajudar. Muitos já entraram antes de nós nessa procura. Ao procurar crescimento espiritual, podemos nos beneficiar grandemente da experiência deles.


09 Abr. Tudo aquilo que o deprime, tudo aquilo que você teme, não tem realmente força para lhe magoar. Essas coisas são apenas fantasmas. Assim, desapegue-se dos vínculos terrenos, da depressão, da desconfiança, do medo e de tudo aquilo que atrapalha sua nova vida. Acorde para a beleza, alegria, paz e trabalho inspirado pelo amor. Levante-se da morte para a vida. Você não precisa nem mesmo ter medo da morte. Todos os pecados passados são perdoados, se você vive, ama e trabalha com Deus. não deixe que nada atrapalhe sua nova vida. Procure conhecer mais e mais esse novo modo de vida.

Prece e meditação regulares são dois elementos-chave em nosso padrão de vida. A nossa adicção ativa foi mais do que um mau hábito esperando ser quebrado pela força de vontade. a nossa adicção ativa era uma dependência negativa e exigente que nos roubou toda a energia positiva. Esta dependência era tão completa que nos impedia de desenvolver qualquer tipo de confiança num Poder Superior.
Desde o início de nossa recuperação, nosso Poder Superior tem sido a força que nos trouxe liberdade. Primeiro, nos aliviou da nossa compulsão de continuar usando drogas, mesmo quando sabíamos que elas estavam nos matando. Depois, nos libertou dos aspectos mais arraigados na nossa doença. Nosso Poder Superior nos deu orientação força e coragem de nos inventariar; de admitir em voz alta para uma outra pessoa, talvez pela primeira vez, como eram nossas vidas; de começar a buscar a libertação dos defeitos de caráter. Crônicos que eram a base de nosso problema; e finalmente, de começar a fazer reparações dos erros que cometemos.
Este primeiro contato com um Poder Superior e esta primeira liberdade cresceram, formando uma vida cheia de liberdade. Mantemos esta liberdade ao mantermos e melhorarmos o nosso contato com o nosso Poder Superior através da prece e meditação regulares.


10 Abr. O orgulho fica de sentinela na porta do coração e impede a entrada do amor de Deus. Deus só pode morar com pessoa humilde e obediente. A obediência à vontade de Deus é a chave que abre aporta do Reino de Deus. você não pode obedecer a Deus da melhor maneira possível, sem entender na hora o amor de Deus e responder a esse amor. Os difíceis passos da obediência levam até onde está o soalho que forma um mosaico de amor e alegria. Onde estiver o espirito de Deus, ali é sua casa. Para você, ali é o céu.

Embora cada um de nós tenha uma definição de “equilíbrio emocional” um pouco diferente, todos temos que encontrá-lo. Equilíbrio emocional pode significar achar e manter uma perspectiva positiva na vida, apesar do que possa estar acontecendo a nosso redor. Para alguns, pode significar a compreensão de nossas emoções, o que nos permite responder em lugar de reagir a nossos sentimentos. Isso significa que experimentamos nossos sentimentos tão intensamente quanto podemos, e que suavizamos seu ímpeto.
Equilíbrio emocional vem com a prática da oração e da meditação. Ficamos tranquilos e partilhamos nossos pensamentos, esperanças e preocupações com o Deus de nossa compreensão. Ouvimos isto e esperamos forças para segui-la. Com o tempo, nossa capacidade para manter um certo equilíbrio melhora e os turbulentos altos e baixos emocionais a que estávamos acostumados começam a se estabilizar. Desenvolvemos a capacidade de deixar os outros sentirem seus próprios sentimentos; não precisamos julgá-los. E abraçamos completamente nossa própria variedade de emoções.






11 Abr. Devo aprender a aceitar a auto disciplina. Nunca devo me entregar ao ressentimento, ódio, medo, orgulho, luxúria e fofoca. Mesmo que a disciplina me separe de algumas pessoas indisciplinadas, vou continuar. Posso ter maneiras e padrões de vida diferentes de algumas pessoas. Mas vou procurar viver da maneira que acredito que Deus quer que eu viva. Não importa o que os outros digam.

Muitos de nós entraram em recuperação sem experiência em orar e preocupados por não saber as “palavras certas”. Alguns de nós recordamos as palavras que aprendemos na infância, mas não tínhamos certeza se ainda acreditávamos nelas. Qualquer que seja nossa origem, em recuperação lutamos para achar palavras que expressem verdadeiramente nossos sentimentos.
Frequentemente a primeira prece que tentamos é um simples pedido de ajuda a nosso Poder Superior para ficar limpos a cada dia. Podemos pedir por orientação e coragem ou simplesmente orar pelo conhecimento da vontade de Deus para nós e o poder para realizá-la. Se nos achamos tropeçando em nossas preces, podemos pedir a outros membros para partilhar conosco como eles aprenderam a orar. Não importa se orarmos na necessidade ou na alegria, o importante é continuar nos esforçando.
Nossas preces serão formadas pela nossa experiência com os doze passos e nosso entendimento pessoal de um Poder Superior. À medida que nosso relacionamento com o Poder Superior se desenvolve, nos sentimos mais à vontade ao orar. Com o tempo, orar se torna uma fonte de força e conforto. Procuramos esta fonte frequentemente e com boa vontade.







12 Abr. Nossa necessidade é a oportunidade que Deus tem de nos ajudar. Em primeiro lugar, devemos reconhecer nossa necessidade. Muitas vezes isso significa impotência, mais que fraqueza ou doença e admissão de nossa necessidade de ajuda. Em seguida, vem a fé no poder do espírito de Deus, que está a nosso alcance para satisfazer essa necessidade. Antes que qualquer necessidade apareça, nossa fé precisa se manifestar. Essa manifestação de fé é tudo de que Deus precisa para mostrar Seu poder em nossas vidas. A fé é a chave que abre o depósito, onde estão as riquezas de Deus.

Como oramos? Com nossa pouca experiência muitos de nós não sabem nem como começar. O processo, entretanto não é nem difícil nem complicado.
Chegamos a AA ou NA por causa de nossa adicção às drogas. Mas, por trás disso, muitos de nós sentíamos uma profunda sensação de espanto com a própria vida. Parecíamos perdidos, vagando por um deserto sem rumo, sem ninguém para nos guiar. A oração é um meio para obter uma direção na vida e o poder para seguir essa direção.
Como a oração desempenha um papel tão importante na recuperação,  muitos de nós reservam um tempo específico todos os dias para orar, estabelecendo um padrão. Neste tempo sossegado, “conversamos” com nosso Poder Superior, silenciosamente ou em voz alta. Partilhamos nossos pensamentos, nossos sentimentos, nosso dia. Perguntamos : “o que você quer que eu faça?” ao mesmo tempo, pedimos: “por favor, conceda-me o poder para realizar Sua vontade.”
Aprender a orar é simples. Pedimos o “conhecimento de Sua vontade em relação a nós e o poder para realizar esta vontade.” Fazendo isso, encontramos a direção que nos faltava e a força que precisamos para realizar a vontade de nosso Deus.


13 Abr. Tentarei fazer o mundo melhor e mais feliz, por minha presença nele. Tentarei ajudar outras pessoas a encontrarem o modo pelo qual Deus quer que elas vivam. Tentarei ficar do lado do bem, na correnteza da justiça, onde todas as coisas trabalham para o bem. Farei meu dever com persistência e com fé, não me poupando. Serei gentil com todo mundo. Vou procurar ver as dificuldades dos outros e ajudá-los a superá-las. Pedirei sempre a Deus para que Ele atue como interprete entre mim e a outra pessoa.

Quanto mais tempo limpos, menor é a certeza de “saber” qual é a vontade de nosso Poder Superior para nós – e cada dia isso importa menos. O conhecimento da vontade de nosso Poder Superior se torna uma questão menos de “entender” e mais de “sentir”. Ainda praticamos o décimo-primeiro passo fielmente. Mas em vez de procurar por “sinais” de nosso Poder Superior, começamos a acreditar mais em nossa intuição, confiando em nossos sentimentos sobre o que nos fará sentir bem.
Depois de estar limpo por alguns anos, tudo que parecemos saber é quando estamos agindo contra a vontade de nosso Poder Superior para nós. Quando estamos indo contra a vontade de Deus, encontramos aquele velho e desconfortável sentimento em nossas entranhas. Essa náusea é um aviso de que, se continuarmos nesta direção, muitas noites sem dormir nos aguardam. Precisamos prestar atenção nestes sentimentos que são quase sempre sinais de que estamos agindo contra a vontade de nosso Poder Superior.
Nosso décimo-primeiro passo estabelece claramente o verdadeiro objetivo da oração e da meditação. Melhorar nosso contato consciente com o Deus de nossa compreensão, trazendo o conhecimento mais claro da vontade de nosso Poder Superior para nós e a força para realizá-la. Sabemos mais claramente a vontade de Deus pelo que sentimos, não por “sinais” ou palavras – mas pelo que nos faz sentir bem.


14 Abr. Devo me equilibrar, mantendo as coisas espirituais no centro de minha vida. Deus me dará esse equilíbrio, se eu pedir. Esse equilíbrio me dará força para lidar com a vida dos outros. Esse equilíbrio se manifestará cada vez mais em minha própria vida. Então estarei em paz, em meio às distrações da vida cotidiana.

À medida que nossa recuperação progride, frequentemente refletimos sobre o que nos trouxe para Alcoólicos ou Narcóticos Anônimos, em primeiro lugar, e se estamos prontos para apreciar quanto a qualidade de nossas vidas melhorou. Não precisamos mais temer nossos próprios pensamentos. E quanto mais oramos e meditamos, mais experimentamos uma tranquila sensação de bem-estar. A paz e a tranquilidade que experimentamos durante nossos momentos de quietude confirmam se nossas necessidades mais importantes – nossas necessidades espirituais – estão sendo alcançadas.
Estamos prontos para nos identificar com outros adictos e reforçar nossa conscientização neste processo. Aprendemos a evitar julgar os outros e experimentamos a liberdade de ser nós mesmos, em nossa reflexão espiritual, intuitiva descobrimos “o Deus dentro de nós” e percebemos que estamos em harmonia com um poder maior do que nós.















15 Abr. Devo ficar calmo e impassível nas dificuldades da vida. Devo voltar para o silêncio da comunhão com Deus, para recuperar essa calma quando a tiver perdido, mesmo que seja por um momento. Vou realizar mais através dessa tranquilidade do que durante todas as atividades de um longo dia. vou me manter calmo a todo custo. Não posso resolver nada, quando estou agitado. Preciso ficar longe das coisas que me perturbam emocionalmente. Preciso estar equilibrado e não ficar abatido pelas perturbações emocionais. Devo buscar as coisas calmas, boas e verdadeiras e não abandoná-las.

Imagem o que aconteceria se Deus nos desse tudo o que desejássemos. Um carro novo, notas dez em tudo, um triplo aumento de salário – tudo ganho sem esforço, só por termos pedido.
Agora imaginem os problemas que vêm junto com as fortunas não conquistadas. O que faríamos? Não estaríamos preparados para cuidar e zelar com esmero disso tudo e com certeza perderíamos tudo, e ficaríamos frustrados com o próprio Deus que nos concedeu aquilo que pedimos.
Quando falamos com Deus, precisamos nos lembrar de que vivemos no mundo real. Ganhamos recompensas e vamos aprendendo a lidar com elas à medida que as vivenciamos. Limitando nossas orações a pedir o conhecimento da vontade de Deus, o poder de realizá-la e a habilidade de vivermos com as consequências, estaremos seguros de que não obteremos mais do que podemos dar conta.










16 Abr. Devo procurar amar toda a humanidade. O amor vem quando se acha que todo homem ou mulher é seu irmão ou irmã, porque eles são filhos de Deus. esse modo de pensar faz com que eu me preocupe bastante com eles, a ponto de querer realmente ajudá-los. Devo por em ação essa espécie de amor, servindo aos outros. O amor não significa nenhum julgamento severo, nenhum ressentimento, nenhuma fofoca maliciosa e nenhuma crítica destrutiva. Ele significa paciência, compreensão, compaixão e assistência.

Quando chegamos a Narcóticos Anônimos, nossas vozes interiores tinham se tornado não confiáveis e autodestrutivas. A adicção distorceu nossos desejos, nossos interesses, nosso senso do que era o melhor para nós. Por isso tem sido tão importante, em recuperação, desenvolver nossa crença num poder maior do que nós mesmos, algo que pudesse prover um direcionamento mais confiável e mais são do que o nosso. Começamos a aprender como contar com o cuidado desse poder na direção interior que ele nos provê.
Como em todos os processos de aprendizagem, é preciso prática para “rogarmos apenas o conhecimento da vontade de Deus para conosco e o poder de realizá-la.” As atitudes egoístas e egocêntricas que desenvolvemos em nossa adicção não são rejeitadas por nós da noite para o dia. essas atitudes poderão afetar o modo como oramos. Podemos até nos pegar fazendo uma oração do tipo: “livre-me destes defeitos de caráter para que eu possa parecer melhor,”
Quanto mais objetivos formos sobre nossas próprias ideias e desejos, mais fácil será distinguir entre a nossa vontade e a vontade de nosso Poder Superior. Poderemos orar: “Deus, só para Sua informação, isto é o que eu desejo nesta situação. No entanto, pelo que Sua vontade, e não a minha, seja realizada.” Uma vez que façamos isto, estaremos preparados para reconhecer e aceitar a orientação de nosso Poder Superior.


17 Abr. Adquiro fé, por minha própria experiência, do poder de Deus em minha vida. Reconheço o constante e persistente espírito de Deus, em todos os meus relacionamentos pessoais, e vejo cada vez mais o quanto me ajuda a orientação de Deus, muitas vezes parecendo acaso ou uma maravilhosa coincidência e que pode ser atribuído ao propósito de Deus, em relação a mim. Todas essas coisas, devagar, geram uma sensação de assombro, humildade e gratidão a Deus. em troca, isso é seguido de uma fé mais firme e durável em Deus e em seus propósitos.
O medo é uma ilusão. Eu mesmo crio esta ilusão. Cedo experimentei o medo em minha vida, e erradamente pensava que sua mera presença fazia de mim um covarde.
Não sabia que uma das definições de “coragem” é a “disposição de fazer as coisas certas apesar do medo.” “Coragem”, portanto, não é necessariamente a ausência do medo.
Durante as horas em q eu não tinha amor na minha vida, com certeza eu tinha medo. Ter medo de Deus é ter medo da alegria. Olhando para trás, percebo que durante as horas em que eu mais tinha medo de Deus, não havia alegria em minha vida. Quando aprendi a não ter medo de Deus, também aprendi a experimentar a alegria.
















18 Abr. Devo lutar para fazer amigos e ser útil, a todos aqueles que se aproximarem de mim. Devo procurar ver neles alguma coisa para amar. Devo recebê-los bem, prestar-lhes pequenas cortesias e compreensão, bem como ajudá-los se pedirem ajuda. Não devo mandar ninguém embora sem uma palavra de coragem, um sentimento de que me preocupo com ele de verdade. Deus talvez tenha colocado o impulso em alguma mente desesperada, para chegar até mim. Não devo ficar em falta com Deus, rejeitando essa pessoa. Ela pode não querer se comunicar comigo, a não ser que esteja certa de uma recepção calorosa.
Não devo jamais enganar a mim mesmo, sobre a realidade e reescrevê-la para que ela fique como eu quero. Enganar os outros é um defeito de caráter – mesmo exagerando um pouco a verdade ou retificando os meus motivos para que os outros pensem bem de mim. Meu Poder Superior pode remover este defeito de caráter, mas primeiro tenho que ajudar a tornar-me disposto a receber esta ajuda, não enganando mais ninguém. Preciso lembrar-me todo dia que ao enganar a mim mesmo estou me predispondo ao fracasso ou ao desapontamento na vida e nos meus relacionamentos. Um íntimo e honesto relacionamento com um Poder Superior é a única base sólida que encontrei para ser honesto comigo e com os outros.















19 Abr. O caminho ascendente é um caminho glorioso. Há descobertas maravilhosas no terreno do espírito. há ternas intimidades nos momentos tranquilos de comunhão com Deus. há uma compreensão espantosa, quase incompreensível, da outra pessoa. No caminho ascendente, você pode ter a força de que precisa, que vem do Poder Superior. Você não pode, à força, fazer-Lhe exigências. Ele lhe dá toda a força de que você precisa, enquanto estiver trilhando o caminho ascendente.
Hoje eu sinto que posso ajudar as pessoas e que elas podem me ajudar.
É um sentimento novo e estimulante, para mim, cuidar de alguém; cuidar do que eles estão sentindo, esperando, rezando, conhecer sua tristeza, alegria, horror, pesar, dor; desejar compartilhar estes sentimentos para que alguém possa ter alívio. Nunca soube como fazer isto – ou como tentar fazê-lo. Nunca nem sequer me preocupei. Hoje, peço ao meu Poder Superior que me ensine a cuidar de mim e dos outros.



















20 Abr. Há dois caminhos, um para cima e outro para baixo. Temos o livre-arbítrio para escolher um deles. Somos os capitães de nossas almas, apenas nesse sentido, podemos escolher o bem e o mal. Uma vez escolhido o caminho errado, descemos cada vez mais, às vezes até a morte. Mas, se escolhermos o caminho certo, subimos cada vez mais, até que chegamos ao dia da ressurreição. No caminho errado, não temos força para o bem, porque não quisemos pedir isso. Mas no caminho certo, estamos no lado do bem e temos, por trás de nós, toda a força do espírito de Deus.
Pedimos que mais dirija nossos caminhos e nossos pensamentos, e especialmente que sejam divorciados de auto-piedade, da desonestidade e de motivos de interesse próprio.
Quando dita sinceramente, esta oração me ensina a ser realmente altruísta e humilde, pois, mesmo quando fazia boas, ações, eu costumava muitas vezes procurar aprovação e glória para mim mesmo.
Examinando meus motivos em tudo que faço, posso prestar serviço a mais e aos outros, ajudando-os a fazer o que eles desejam fazer. Quando coloco mais responsável por meu pensamento, muitas preocupações desnecessárias são eliminadas e acredito que Ele me guia através do dia.
Quando elimino pensamentos de auto-piedade, desonestidade e auto-centrismo, logo que eles entram em minha mente, encontro paz com mais, com meu vizinho e comigo mesmo.












21 Abr. Devo-me levantar da morte do pecado e do egoísmo e adquirir uma nova vida de integridade. Todos os pecados e tentações antigos devem ficar no túmulo e uma nova existência deve se levantar das cinzas. O ontem já se foi. Todos os meus pecados são perdoados se estou tentando fazer, hoje, honestamente, a vontade de Deus. o hoje está aqui, o momento da ressurreição e da renovação. Devo começar agora, o hoje, para construir uma nova vida de verdadeira fé e confiança em Deus e uma determinação para fazer Sua vontade em todas as coisas.

Como saberei que tive um despertar espiritual? Para muitos de nós o despertar espiritual vem gradualmente. Talvez nossa primeira consciência espiritual seja tão simples quanto uma nova valorização da vida. Um dia, de repente, podemos perceber o som dos pássaros cantando de manhã cedo. A simples beleza de uma flor pode nos lembrar que há um poder maior que nós trabalhando à nossa volta.
Frequentemente nosso despertar espiritual é algo que se fortalece com o tempo. Podemos procurar obter mais consciência espiritual, simplesmente vivendo nossas vidas. Podemos persistir em esforços para melhorar nosso contato consciente através da oração e meditação diárias. Podemos escutar nosso interior para obtermos a orientação de que precisamos. Podemos perguntar a outros adictos sobre suas experiências com espiritualidade. Podemos nos dar tempo para apreciar o mundo à nossa volta.











22 Abr. O controle divino e uma indiscutível obediência a Deus são as únicas condições necessárias para uma vida espiritual. O controle divino significa absoluta fé e confiança em Deus, uma crença em que Deus é o princípio divino do universo e em que Ele é a inteligência e o amor que controlam o universo. A obediência indiscutível a Deus quer que você viva buscando constantemente Sua orientação em cada situação e desejando fazer sempre o que é certo.

Em recuperação, recebemos muitas dádivas. Talvez uma das maiores dádivas seja o despertar espiritual que começa quando paramos de usar, intensificando-se a cada dia que aplicamos os passos em nossas vidas. A nova centelha de vida interior é o resultado direto de nossa nova relação com um Poder Superior, uma relação começada e desenvolvida com a vivência dos 12 passos. Lentamente, enquanto prosseguimos com nossa programação, a luz da recuperação dissipa a escuridão de nossa doença.
Um dos meios de expressar nossa gratidão pelas dádivas da recuperação é ajudar os outros a descobrirem o que nós achamos. Podemos fazer isso de inúmeras maneiras: partilhando nas reuniões, respondendo a chamadas para o décimo-segundo passo, aceitando o compromisso de um apadrinhamento, ou sendo voluntário para HI ou serviços telefônicos. A vida espiritual que nos é dada em recuperação requer expressão, porque “só doando podemos conservar o que temos.”











23 Abr. A cooperação com Deus é a grande necessidade de nossa vida. O resto vem naturalmente. A cooperação com Deus é o resultado de nossa consciência de Sua presença. A orientação nos chega, à medida que vivemos cada vez mais com Deus, à medida que nossa consciência fica cada vez mais em sintonia com a grande consciência do universo. Devemos ter muitos momentos calmos, quando pedimos para sentir e perceber a presença de Deus, mais do que para que Ele nos mostre e nos guie. O novo crescimento espiritual vem naturalmente da cooperação com Deus.

talvez uma das verdades mais difíceis de encarar em nossa recuperação seja: somos tão importantes perante a adicção de outro, quanto somos em relação à nossa.
Podemos pensar que por termos tido um despertar espiritual em nossas vidas, deveríamos ser capazes de persuadir outro adicto a encontrar recuperação. mas há limites no que podemos fazer para ajudar outro adicto.
Não podemos forçá-lo a parar de usar. Não podemos dar-lhe o resultado dos passos ou crescer por ele. Não podemos tirar-lhe sua solidão nem sua dor. Não há nada que possamos dizer para convencer um adicto amedrontado a trocar a miséria conhecida da adicção pela assustadora incerteza da recuperação. não podemos entrar na pele de outra pessoa, mudar seus objetivos ou decidir o que é melhor para ela.
Entretanto, se nos recusamos a exercer este poder sobre a adicção dos outros, podemos ajudá-los. Eles podem crescer se permitirmos que encarem a realidade, não importa quanto ela possa ser dolorosa. Eles podem se tornar mais produtivos, à sua própria maneira, desde que não tentemos, fazer por eles. Eles podem se tornar autoridades apenas em si próprios. Se aceitarmos tudo isso, poderemos fazer o que se deve – levar a mensagem, não o adicto.





24 Abr. Uma vez que “nascido do espírito”, este é o alimento de minha vida. A vida está dentro de mim, de tal modo que eu nunca possa morrer. A vida que, através dos tempos, tem salvo os filhos de Deus do perigo, da adversidade e do sofrimento. Não devo nunca duvidar nem me preocupar, mas seguir para onde me leva a vida do espírito. quantas vezes, sem eu saber de nada, Deus vai na frente para me preparar o caminho, para suavizar um coração ou destruir um ressentimento. À medida que a vida do espírito cresce, os desejos naturais tornam-se menos importantes.

Embora todos trabalhemos os mesmos passos, cada um de nós vivencia o consequente despertar de uma maneira própria. A forma que o despertar espiritual torna em nossas vidas varia, dependendo de quem nós somos.
Para alguns de nós, o despertar espiritual prometido no décimo-segundo passo resultará em um renovado interesse em religião ou misticismo. Outros irão despertar para um entendimento da vida daqueles à sua volta, experimentando empatia, talvez pela uma vez. Outros ainda irão reconhecer que os passos os têm despertado para seus próprios princípios morais e éticos. Muitos de nós vivenciam o despertar espiritual como uma combinação destas coisas: cada combinação é tão única quanto o indivíduo que a experimenta.
Se há tantas e diferentes variedades de despertar espiritual, como saberemos se realmente tivemos um? Os doze passos nos fornecem dois sinais: encontramos os princípios capazes de nos guiar bem, o tipo de princípios que queremos praticar em todas as nossas questões. E começamos a nos importar suficientemente com outros adictos para partilhar livre com eles nossa experiência. Não importa os detalhes de nosso despertar espiritual: nós todos reconhecemos e recebemos a orientação e o amor de que precisamos para ter vidas plenas, espiritualmente orientadas.


25 Abr. Procure dizer: “Deus o abençoe”, a respeito de alguém que tenha uma desavença com você. Também diga isso, a respeito daqueles que estão em dificuldade, por sua própria falta. Diga isso, desejando que caiam sobre eles chuvas de bênçãos. Deixe que Deus dê Sua bênção. Deixe que Deus corrija ou discipline, se for necessário. Você apenas deve lhes desejar a bênção. Deixe o trabalho de Deus para Ele. Ocupe-se com a tarefa que Ele lhe indicar. A bênção de Deus vai eliminar todas as suas dificuldades e construir todos os seus sucessos.

Nosso grupo de escolha significa muito para nós. Afinal de contas, onde estaríamos sem nossa reunião predileta de Narcóticos Anônimos. Nosso grupo às vezes patrocina piqueniques e outras atividades. Frequentemente, os membros de nosso grupo de escolha se juntam para ver um filme ou jogar boliche. Todos nós fizemos boas amizades através de nosso grupo de escolha e não trocaríamos aquele calor por nada do mundo.
Mas, de vez em quando, temos que fazer um inventário sobre o que nosso grupo está fazendo para realizar seu propósito primordial – levar a mensagem ao adicto que ainda sofre. Às vezes, quando vamos a nossas reuniões, conhecemos quase todo mundo e nos contagiamos pelo riso e divertimento.
Mas e o recém-chegado? Temos nos lembrado de nos aproximar de novas pessoas que podem estar sentadas sozinhas, solitárias e amedrontadas? Lembramos de dar boas-vindas para aqueles que visitam nosso grupo?
O amor encontrado nas salas de Narcóticos Anônimos nos ajuda a nos recuperar da adicção. mas, uma vez que tenhamos ficado limpos, temos que nos lembrar de dar a outros o que nos foi dado livremente. Precisamos nos aproximar do adicto que ainda sofre. Afinal, “o recém-chegado é a pessoa mais importante em qualquer reunião.”



26 Abr. A atividade incessante não está no plano que Deus tem para você. Os momentos de recolhimento são sempre necessários para renovar as forças. Quando você sentir o mais leve tremor de medo, pare todo trabalho, tudo, e descanse junto de Deus até se sentir descansado. Nesse momento você precisa descansar o corpo e renovar a força do espírito. São Paulo disse: “posso fazer todas as coisas através Dele que me fortalece.” Isso não significa que você tem que fazer tudo e então confiar em Deus para encontrar força. Isso significa que você tem que fazer as coisas que acredita que Deus quer que você faça, e só então pode confiar em que Ele forneça a força.

Sabemos como reconhecer a doença da adicção. Seus sintomas são inconfundíveis. Além de um incontestável apetite por drogas, aqueles que sofrem exibem um comportamento egocêntrico e egoísta. Quando nossa adicção estava no auge de sua atividade, obviamente estávamos sofrendo muito, inexoravelmente, nos julgávamos e julgávamos os outros, e gastávamos a maior parte de nosso tempo nos preocupando ou tentando controlar os resultados.
Assim como a doença da adicção se evidencia através de sintomas específicos, também o despertar espiritual se manifesta através de certos sinais óbvios em um adicto em recuperação. podemos observar a tendência para pensar e agir espontaneamente, uma perda de interesse em julgar e interpretar as ações dos outros, uma inconfundível capacidade de aproveitar cada momento, frequentemente sorrindo.
Se virmos alguém exibindo sintomas de um despertar é contagiante. Nossa melhor atitude é ficar perto destas pessoas. Quando começamos a ter episódios frequentes e irresistíveis de gratidão, uma receptividade maior ao amor oferecido por nossos companheiros e um desejo incontrolável de retribuir este amor, iremos perceber que nós, também, tivemos um despertar espiritual.


27 Abr. Conhecemos Deus pela visão espiritual. Sentimos que Ele está ao nosso lado. Sentimos Sua presença. O contato com Deus não é feito pelos sentidos. A consciência do espírito substitui a visão. Já que não podemos ver Deus, temos que senti-Lo pela percepção espiritual. Deus tem que transpor o físico e o espiritual, nos dando a dádiva da visão espiritual. Muitas pessoas, embora não possam ver Deus, tiveram uma clara consciência espiritual Dele. Estamos dentro de uma caixa de espaço e tempo, mas sabemos que deve haver alguma coisa fora dessa caixa, que é o espaço sem limite, a eternidade do tempo de Deus.
Reconhecemos que sabemos pouco. Deus, porém, constantemente nos revelará cada vez mais. Pergunte-Lhe, na sua meditação matinal, o que você poderá fazer cada dia pelo homem ainda doente. As respostas virão se você estiver mesmo preparado.
Mas, evidentemente, você não poderá transmitir algo que não tenha. Procure fazer com que sua relação com Ele seja certa, e grandes eventos acontecerão a você e a inúmeros outros. Esta é a grande realidade que devemos seguir.
Sobriedade é uma jornada de descobertas alegres. Cada dia traz novas experiências, percepção, maiores esperanças, fé mais profunda, tolerância aumentada. Devo manter estes atributos, ou não terei nada para transmitir.
Grandes eventos eu entendo como sendo as alegrias normais de cada dia, encontradas por seu capaz de viver outro dia na Graça de Deus.











28 Abr. A eterna procura de Deus deve ser o encontro de almas. Você deveria se juntar a Ele, em Sua procura, pelos espinheiros, pelas vastidões, pelas clareiras, nas alturas das montanhas. Lá embaixo nos vales. Deus conduz você. Mas Sua liderança vai sempre junto com Sua mão prestativa. É uma glória acompanhar o líder onde Ele vai. Você está procurando a ovelha perdida. Está levando a boa nova para os lugares onde ela ainda não era conhecida. Talvez não saiba que alma vai ajudar, mas você pode entregar a Deus todos os resultados. Simplesmente O acompanhe em sua eterna procura de almas.

Ouvimos dizer que geralmente vemos Deus mais claramente uns nos outros.
Vemos a verdade disso quando praticamos o décimo-segundo passo. Quando levamos a mensagem de recuperação para outro adicto, percebemos a presença de um poder maior do que nós mesmos. À medida que vemos uma mensagem se manifestando, percebemos algo singular: a mensagem é que traz a recuperação e não o mensageiro dela. Um Poder Superior, e nosso próprio poder, é a fonte de mudança que começa quando levamos a mensagem para o adicto que ainda sofre.
Enquanto a mensagem faz seu trabalho, transformando a vida de outro adicto, vemos o Poder Superior em ação. Observamos como aceitação e esperança substituem negação e desespero. Diante de nossos olhos os primeiros traços de honestidade, mente aberta e boa vontade começam a aparecer. Alguma coisa está acontecendo interiormente nesta pessoa, algo maior e mais poderoso que qualquer um de nós. Estamos vendo o Deus que viemos a compreender funcionando na vida de outra pessoa. Vemos o Poder Superior neles. E sabemos mais do que nunca que esse Poder Superior está em nós também, como a força que dirige nossa recuperação.



29 Abr. A regra do Reino de Deus é a perfeita ordem, a perfeita harmonia, o perfeito provimento, o perfeito amor, a perfeita honestidade, a perfeita obediência. Não há discórdia no Reino de Deus, apenas há algumas coisas que ainda não foram conquistadas pelos filhos de Deus. as dificuldades da vida são causadas pela desarmonia no homem ou na mulher, como indivíduos, as pessoas perdem a força, porque lhes falta a harmonia com Deus e com o próximo. Elas acham que Deus falha, porque a força não se manifesta em suas vidas. Deus não falha. As pessoas falham, porque não estão em harmonia com Ele.

Não existe “fracasso” do décimo-segundo passo. Mesmo se a pessoa que abordamos não ficar limpa, já atingimos dois objetivos: plantamos a semente da recuperação na mente do adicto com quem partilhamos nossa experiência, força e esperança; e nós mesmos nos mantivemos limpos por mais um dia. Raramente um adicto em recuperação sai de um décimo-segundo passo sem perceber. Quando nossos colegas de trabalho ou conhecidos conhecem nossa história e veem o tipo de pessoa que somos hoje, saberão por quem procurar quando tiverem um amigo ou pessoa amada precisando de nossa ajuda. Muitos vez, somos a melhor atração que Narcóticos Anônimos tem para oferecer.
Para muitos adictos, o décimo-segundo passo é o alicerce da recuperação. Nós realmente acreditamos que “somente podemos manter o que temos quando partilharmos.” O paradoxo do décimo-segundo passo é evidente: quando damos, recebemos.









30 Abr. Todos nós somos filhos de Deus, e como tal, estamos cheios de promessa do crescimento espiritual. Um jovem é como A primavera. Ainda não chegou a hora do fruto, mas existe a promessa da flor. Há uma centelha de Deus em cada um de nós. Cada um tem um pouco do espírito de Deus, que pode ser desenvolvido pelo exercício espiritual. Saiba que sua vida esta cheia de alegre promessa. Essas bênçãos, alegrias, maravilhas, podem ser suas, desde que você cresça na luz do amor de Deus.

Como reconhecemos quando alguém honesta e sinceramente deseja parar de usar drogas? A verdade é que não sabemos! Já que não podemos ler mentes ou saber os motivos e desejos dos outros, simplesmente temos que esperar pelo melhor.
Podemos conversar com um recém-chegado em uma reunião, achar que nunca mais iremos vê-lo novamente, e encontrá-lo anos depois bem em sua recuperação. talvez fiquemos tentados a desistir de alguém que viva recaindo constantemente ou que não se mantenha limpo desde o início, mas não devemos. Não importa o quão sem vontade essa pessoa possa parecer, mas um simples fato permanece – o adicto está presente na reunião.
Talvez nunca venhamos a saber os resultados da nossa prática dos doze passos; não cabe a nós avaliar a boa vontade de um recém-chegado. A mensagem que levamos é uma parte de nós. Nós a levamos a toda parte e a partilhamos de graça, deixando os resultados entregues a um poder maior do que nós.









01 Mai. Todas as coisas materiais, o universo, o mundo, até nossos corpos, podem ser o pensamento eterno expresso no tempo e no espaço. Quanto mais os físicos e astrônomos reduzem a matéria, mais ela se torna uma fórmula matemática, que é pensamento. Em ultima análise, matéria é pensamento. Quando o pensamento eterno se expressa dentro da estrutura do espaço e do tempo, ele se torna matéria. Nossos pensamentos, dentro da caixa e do tempo, não podem conhecer nada diretamente. A não ser as coisas materiais. Mas podemos deduzir que, fora da caixa do espaço e do tempo, está o pensamento eterno que podemos chamar de Deus.
Desde que é verdade que mais vem para mim através das pessoas, posso ver que mantendo as pessoas à distância, eu também mantenho mais à distância. Mais está muito mais perto de mim do que eu penso, e posso senti-lo amando as pessoas e permitindo que eles me Amém. Mas não posso nem amar e nem ser amado, se permito que meus segredos fiquem no caminho.
O meu lado que recuso olhar é que me governa. Devo ter disposição para olhar o lado negro, a fim de curar minha mente e o meu coração, porque este é o caminho da liberdade. Devo caminhar na escuridão para encontrar a luz, e caminhar no medo para encontrar a paz.
Revelando meus segredos – e assim me livrando da culpa – posso de fato mudar meu pensamento; alterando meu pensamento, posso mudar a mim mesmo. Meus pensamentos criam meu futuro. O que serei amanhã é determinado pelo que penso hoje.









02 Mai. Você deve ser, antes de fazer. Para realizar muito, deve ser muito. Em todos os casos, o fazer deve ser a expressão do ser. É loucura pensar que podemos realizar muito nos relacionamentos pessoais, sem primeiro, nos preparar, sendo honestos, puros, altruístas, e carinhosos. Devemos escolher o bem, e continuar escolhendo-o, antes de ficar prontos para ser usados por Deus, a fim de realizar qualquer coisa proveitosa. Não vamos ter as oportunidades, enquanto não estivermos prontos para elas. Os momentos calmos de comunhão com o Poder Superior constituem um bom preparo para a ação criativa.
Meu passado não é mais uma autobiografia; é um livro de referência para ser tirado da estante, aberto e compartilhado. Hoje quando relato por dever, sai a mais maravilhosa pintura, porque, embora este dia seja negro – como acontece com alguns dias – as estrelas brilharão com mais intensidade mais tarde. Meu testemunho de que elas brilham será chamado num futuro muito próximo. Todo meu passado será neste dia parte de mim, porque ele é a chave não a fechadura.


















03 Mai. Devo vencer a mim mesmo, para que eu possa perdoar de verdade as outras pessoas por terem me ofendido. Meu ego não consegue perdoar as ofensas. Pensar muito nas ofensas significa que meu ego está em primeiro plano. Já que o ego não consegue perdoar, devo vencer meu egoísmo. Devo parar de tentar perdoar aqueles que me atormentaram e me ofenderam. Para mim, até pensar nessas ofensas é erro. Devo primeiro vencer a mim mesmo, em minha vida diária, e em seguida vou descobri que não há nada em mim que lembre a ofensa, porque a única coisa ofendida, meu egoísmo, acabou.
De algum modo, estar sozinho com mais não parece ser tão assombroso quanto enfrentar outra pessoa. Até que resolvamos sentar e falar em voz alta a respeito das coisas que há tempos temos escondido, nossa disposição de limpar as coisas é meramente teórica.
Era até comum para mim falar com mais e comigo mesmo sobre meus defeito de caráter. Mas, sentar-me cara a cara e discutir abertamente estas intimidades com outra pessoa era muito difícil. Nessa experiência eu reconheci, entretanto, um alívio extraordinário e muito benéfico.

















04 Mai. Deus pensou no universo e o trouxe à existência. Depois de Deus, devo pensar da maneira como Deus pensa. Devo ter minha mente ocupada muitas vezes, com pensamentos sobre Deus e meditar sobre o modo como Ele quer que eu viva. Devo, com frequência, treinar minha mente nos momentos calmos de comunhão com Deus. o crescimento espiritual, em toda sua extensão, é trabalho de toda uma vida. É para isso que estou na Terra. Isso dá significado à minha vida.

Todos nós conhecemos pessoas que poderiam se beneficiar de Narcóticos Anônimos. Muitas pessoas que encontramos pela vida afora – membros de nossa família, velhos amigos, colegas de trabalho – poderiam realmente usar o programa de recuperação em suas vidas. Infelizmente, aqueles que precisam de nós nem sempre encontram seu caminho para nossas salas.
Narcóticos Anônimos é um programa de atração, não de promoção. Somente somos membros quando dizemos que somos. Podemos trazer nossos amigos e pessoas queridas a uma reunião se elas desejarem, mas não podemos forçá-las a abraçar o modo de vida que nos libertou da adicção ativa.
Ser membro de Narcóticos Anônimos é uma decisão altamente pessoal. A escolha de tornar-se membro é feita no coração de cada adicto individualmente. Ao longo do tempo, a frequência forçada de reuniões não mantém muitos adictos em nossas salas. Só os adictos que ainda sofrem podem decidir se são impotentes perante sua adicção, se houver oportunidade. Podemos levar a mensagem, mas não podemos levar o adicto.









05 Mai. Não posso me certificar do espiritual com minha inteligência. Só posso fazer isso por minha própria fé e faculdades espirituais. Devo pensarem Deus, mais com o coração do que com a cabeça. Posso respirar no próprio espírito de Deus, na vida a meu redor. Posso manter meus olhos voltados para as boas coisas do mundo. Estou preso numa caixa de espaço e tempo, mas posso, pela fé, abrir uma janela nessa caixa. Posso esvaziar minha mente de todas as limitações das coisas materiais. Posso sentir o eterno.
Aquilo que nos vem, enquanto estamos sós, pode ser deturpado pelos nossos anseios e auto-justificativas. A vantagem em falar com outra pessoa é que podemos, de forma direta, obter seus comentários e conselhos sobre nossa situação.
Não me lembro de quantas vezes me senti raivoso e frustrado e disse para mim mesmo: “Não posso ver a floresta pelas árvores!” Finalmente percebi que o que eu precisava quando sentia esta dor era de alguém que pudesse me guiar em separar a floresta e as árvores; que pudesse me sugerir um caminho melhor para seguir; que pudesse me ajudar a apagar o fogo; e me ajudar a evitar as rochas e armadilhas.
A inteira confiança depositada naquele com quem compartilharemos nossa auto-análise, bem como nossa boa disposição, serão as provas verdadeiras da situação. Desde que você não esconda nada, sua sensação de alívio aumentará de minuto a minuto.
As emoções reprimidas durante anos saem de sua clausura e, milagrosamente, desaparecem ao serem expostas. À medida que a dor diminui, uma tranquilidade benéfica a substitui.






06 Mai. As vezes o caminho parece longo e cansativo. Por isso muitas pessoas, hoje, parecem cansadas. Muitas vezes devo compartilhar o cansaço dos outros. Quando a pessoa cansada e a deprimida vêm até mim, devo ajudá-las a encontrar o descanso que encontrei. Só existe uma forma de se vencer o cansaço do mundo: voltar-se para as coisas espirituais. Para ajudá-las a sair do cansaço do mundo e se voltar para Deus, devo Ter a coragem de sofrer, me atrever a vencer meu próprio egoísmo e me encher da paz espiritual, diante de todo o cansaço do mundo.

O décimo-segundo passo nos lembra de praticarmos esses princípios em todas as nossas atividades. Em Narcóticos Anônimos temos exemplos vivos dessa sugestão à nossa volta. Os membros mais experientes, aqueles que parecem ter uma aura de paz os rodeando, demonstram as recompensas de terem aplicado este pouquinho de conhecimento em suas vidas.
Para perceber as recompensas do décimo-segundo passo é vital que pratiquemos os princípios espirituais de recuperação, mesmo quando ninguém estiver olhando. Se nas reuniões falamos de recuperação, mas continuamos a viver como fazíamos na época da adicção ativa, nossos companheiros pensarão que não estamos fazendo nada mais do que citar frases de pára-choques de caminhão.
O que passamos para membros mais novos procede mais de como vivemos do que daquilo que dizemos. Se aconselhamos alguém a “entregar-se” sem haver experimentado o milagre do terceiro passo, provavelmente a mensagem não atingirá os ouvidos do recém-chegado para quem ela foi dirigida. Por outro lado, se “fazemos o que falamos” e partilhamos nossa experiência genuína de recuperação, a mensagem certamente será evidente a todos.





07 Mai. Deus aceita nossos esforços para o bem e os abençoa. Deus precisa de nossos esforços. Precisamos da bênção de Deus. juntos, eles significam sucesso espiritual. Nos esforços são necessários. Não podemos simplesmente relaxar e ser levados pela correnteza do materialismo que nos rodeia. Quando as dificuldades chegam, nossos esforços são necessários para vencê-los. Mas Deus dirige nossos esforços para os canais certos, e a força de Deus é necessária para nos ajudar a escolher o certo.

É da natureza humana querer as coisas de graça. Ficamos estáticos quando uma caixa de loja nos dá um troco para dez quando pagamos com uma nota de cinco. Tendemos a pensar que, se ninguém souber, uma pequena trapaça não vai fazer nenhuma diferença. Mas alguém sabe – nós sabemos. E isso faz toda diferença.
O que funciona para nós, quando usávamos, frequentemente não funciona mais em recuperação. À medida que progredimos espiritualmente ao trabalhar os doze passos, começamos a nos sentir desconfortáveis se tirarmos vantagem de situações das quais, quando usávamos, teríamos nos vangloriado.
No passado, podemos ter vitimado outros. Entretanto, à medida que nos aproximamos de nosso Poder Superior, nossos valores mudam. A vontade de Deus torna-se mais importante do que a de tirar vantagem.
Quando nossos valores mudam, nossas vidas mudam também. Guiados por um conhecimento interior dado a nós por nosso Poder Superior, queremos viver o resto de nossos dias com os recém-descobertos valores. Temos interiorizado a vontade de nosso Poder Superior para conosco – de fato, a vontade de Deus tem-se tornado nossa verdadeira vontade.







08 Mai. Deus pode agir melhor, por Seu intermédio, quando você não está preocupado. Vá devagar, com muito calma, de uma obrigação para outra, reservando algum tempo para descasar e orar. Não se ocupe demais. Deixe tudo em ordem. Procure sempre desfrutar o repouso de Deus e você vai encontrara paz. Em todo trabalho, peça para Deus a força que opera milagres nas vidas humanas. Saiba que você pode fazer muita coisa, através do Poder Superior. Saibas que você pode fazer boas coisas através de Deus, que lhe dá o descanso e a força. Participe, regularmente, do descanso e da oração.

Em nossa adicção ativa, geralmente não rezávamos pelo conhecimento da vontade de Deus para nós e pelo poder de realizar esta vontade. ao contrário, a maioria de nossas orações era para que Deus nos tirasse da confusão que tínhamos criado para nós mesmos. Esperávamos milagres assim que os exigíssemos. Este tipo de pensamento e oração se modifica quando começamos a praticar o décimo-primeiro passo. A única maneira de sair dos problemas, que criamos para nós mesmos é através da rendição a um poder maior do que nós mesmos.
Em recuperação, aprendemos aceitação. Buscamos em nossas orações e meditação, o conhecimento de como devemos encarar as circunstâncias que aparecem em nossa caminho. Paramos de lutar, abrimos mão de nossas próprias ideias sobre como as coisas deveriam ser, pedimos por sabedoria e ouvimos as respostas. As respostas geralmente não chegam com um lampejo de luz e um rufar de tambor. Geralmente, as respostas virão apenas com uma serena sensação de confiança de que nossas vidas estão fluindo e que um poder maior que nós mesmos está guiando nossos caminhos.
Temos uma escolha. Podemos passar todo o nosso tempo lutando para que as coisas saiam do jeito que queremos, ou podemos nos render à vontade de Deus. A paz pode ser encontrada quando aceitarmos o fluxo e refluxo da vida.

09 Mai. Nas coisas materiais, você deve contar com sua própria sabedoria e com a dos outros. Nas coisas espirituais, você não pode contar tanto com sua sabedoria, como conta a orientação de Deus. ao lidar com as pessoas, é um erro você caminhar depressa demais por sua própria conta. Você deve procurar ser guiado por Deus, em todos os relacionamentos humanos. Não pode realizar nada que tenha muito valor ao lidar com as pessoas, Antigo Testamento Deus saber que você está pronto. Você sozinho não tem o poder ou a sabedoria para consertar as coisas entre as pessoas. Deve contar com Deus para que Ele o ajude nesses assuntos importantes.

Todas as coisas começaram com um sonho. Mas quantos de nós concretizaram seus sonhos quando usavam? Mesmo que tenhamos encontrado meios de completar algo que havíamos começado, nossa adicção normalmente nos roubou qualquer sentimento de prazer por nossa realização. Talvez, quando usávamos, sonhávamos com o dia em que ficaríamos limpos. Este dia chegou. Podemos utilizar esse dia para fazer nossos sonhos se tornarem realidade.
Para realizar nossos sonhos, precisamos entrar em ação, mas nossa falta de autoconfiança pode nos paralisar. Podemos começar por traçar metas realistas. O sucesso que experimentamos ao realizar nossos objetivos nos permite ter sonhos maiores da próxima vez.
Alguns membros partilham que, quando eles comparam as ambições que tinham quando ficaram limpos, com as que eles efetivamente alcançaram em recuperação, ficam assustados. Em recuperação, frequentemente vemos mais sonhos se tornarem realidade do que jamais imaginamos.







10 Mai. A calma constrói o bem. A agitação destrói o bem. Eu não deveria Ter tanta pressa. Deveria, em primeiro lugar, “ficar quieto e saber que Ele é Deus.” Em seguida eu deveria agir, apenas quando Deus me guiasse através de minha consciência. Apenas a confiança, a perfeita confiança em Deus, pode me deixar calmo quando tudo a meu redor está agitado. A calma é a confiança em ação. Eu deveria buscar todas as coisas que me ajudam a cultivar a calma. Para obter coisas espirituais, todo mundo aprende a ser rápido. Para obter coisas espirituais, tenho que aprender a ir com calma.

Recuperação envolve mudança e mudança significa fazer as coisas de outra maneira. O problema é que muitos de nós resistimos a fazer as coisas de outra maneira; o que estamos fazendo pode não estar funcionando, mas pelo menos estamos familiarizados com isto. É preciso coragem para dar um passo em direção ao desconhecido. Como conseguimos esta coragem?
Podemos olhar à nossa volta nas reuniões de Narcóticos Anônimos. Vemos outros que descobriram que precisavam mudar e o fizeram com sucesso. Isso ajuda a aquietar nosso medo de que qualquer mudança seja um desastre. Também temos o benefício da experiência deles com o que funciona, experiência que podemos usar para mudar, e com o que não funciona.
Podemos também olhar para nossa própria experiência de recuperação. se esta experiência, até aqui, está limitada a parar de usar drogas, mesmo assim nós fizemos muitas mudanças em nossas vidas – mudanças para melhor. em qualquer aspecto de nossas vidas em que tenhamos aplicado os passos sempre temos achado a rendição melhor que a negação, a recuperação superior à adicção.
Nossa própria experiência e a experiência de outros em Narcóticos Anônimos nos diz que “mudar as coisas que posso” é uma grande parte do que significa a recuperação . Os passos e a capacidade de praticá-los nos dão a orientação e a coragem de que precisamos para mudar. Não temos nada a temer.
11 Mai. Seja onde for, há verdadeiro companheirismo e amor entre as pessoas. Sempre está presente o espirito de Deus, na formada Terceira Pessoa. Em todos os relacionamentos humanos, é o espírito divino que une as pessoas. Quando se muda uma vida através de uma outra pessoa, é Deus, a Terceira Pessoa, que sempre faz a mudança, usando a pessoa como instrumento. A força móvel que está por trás de todas as coisas espirituais, de todos relacionamentos entre as pessoas, é Deus, a Terceira Pessoa, que sempre está ali. Nenhum relacionamento pessoal pode ser inteiramente correto sem a presença do espírito de Deus.

Algumas vezes, a tarefa mais difícil que temos que aprender em recuperação é a de enfrentar com êxito os menores aborrecimentos e frustrações da vida. Todos os dias deparamos com pequenos inconvenientes. De desamarrar os nós dos cordões dos sapatos de nossos filhos a ficar na fila do supermercado, nossos dias são cheios de pequenas dificuldades, com as quais, temos que lidar.
Se não formos cuidadosos nessas dificuldades, podemos nos encontrar forçando uma barra a cada problema ou rangendo os dentes enquanto discursamos severamente, para nós mesmos, sobre como deveríamos lidar com elas. Esses são exemplos extremos de inabilidade, mas, mesmo que não estejamos tão mal assim, provavelmente existe espaço para melhorarmos.
Cada vez que a vida nos apresentar outro pequeno fundo e falar com o Deus de nossa compreensão. Sabendo que podemos obter paciência, tolerância ou tudo mais que precisamos desse Poder Superior, conseguimos enfrentar melhor a vida e sorrir com mais frequência.







12 Mai. Apague todos os pensamentos de dúvida, de medo e de ressentimento. Não tolere nunca esses pensamentos, se você puder evitá-los. Tranque as janelas e as portas de sua mente contra eles, do mesmo modo que você trancaria sua casa para evitar que um ladrão a roubasse, levando seus tesouros. Que tesouros você pode Ter, maiores que a fé, a coragem e o amor? Todos eles lhe são roubados, pela dúvida, medo e ressentimento. Enfrente cada dia com paz e esperança. Elas são o resultado da verdadeira fé em Deus. a fé dá uma sensação de proteção e segurança que você não pode conseguir de nenhum outro modo.

Fazer tempestade em um copo de água parece ser nossa especialidade. Você já ouviu falar que, para um adicto, um pneu furado é um acontecimento traumático? E aqueles que esquecem todas as regras de conduta quando confrontados com um mau motorista? E o abridor de latas que não funcionava – você sabe, aquele que acabou de jogar pela janela? Podemos nos identificar quando ouvimos outros partilharem: “Deus, dê-me paciência imediatamente!”
Não, não são os maiores contratempos que nos levam à confusão. As grandes coisas – divórcio, morte, doenças graves, a perda de um emprego – nos desequilibram, mas sobrevivemos a elas. Temos aprendido pela experiência que devemos procurar nosso Poder Superior, e os outros, para ultrapassar as maiores crises da vida. Sem as pequenas coisas, os constantes desafios cotidianos de viver a vida sem usar drogas, que parecem afetar fortemente a maioria dos adictos em recuperação.
Quando as pequenas coisas nos atingem, a oração da serenidade pode nos ajudar a vê-las em sua justa medida. Podemos lembrar que “entregar” estes pequenos assuntos aos cuidados de nosso Poder Superior resulta em paz de espírito e uma renovada perspectiva de vida.




13 Mai. Procure nunca julgar. A mente humana é tão delicada e tão complexa que apenas seu Criador pode conhecê-la totalmente. Cada cabeça é tão diferente, movida por tão diferentes motivos, controlada por tão diferentes circunstâncias, influências que contribuíram para formar uma personalidade. Mas Deus conhece totalmente essa pessoa e Ele pode mudá-la. Deixe que Deus resolva os quebra-cabeças da personalidade. E deixe que Deus lhe ensine o atendimento adequado.

É relativamente fácil aceitar as coisas de que gostamos – as coisas de que não gostamos é que são difíceis de aceitar. Mas mudar tudo e a todos para combinar com os nossos gostos não resolveria o problema. Afinal, a ideia de que o mundo é culpado por todos os nossos problemas foi o que nos fez continuar a usar – e esta atitude quase nos matou.
À medida que vamos trabalhando os passos, começamos a nos fazer perguntas difíceis sobre nossa responsabilidade em criar as vidas inaceitáveis que estamos vivendo. Na maioria dos casos, descobrimos que o que precisava mudar era nossa própria atitude e nossas ações, não as pessoas, os lugares e as coisas a nosso redor.
Em recuperação, oramos pela sabedoria de reconhecer a diferença entre o que pode e não pode ser mudado. Então, uma vez que vemos a verdade de nossa situação, oramos pela boa vontade para nos modificarmos.











14 Mai. O Reino de Deus está dentro de você. Deus vê, como ninguém pode ver, o que está dentro de você. Ele vê você crescer cada vez mais, à Sua semelhança. Essa é a razão de você existir, para crescer cada vez mais à semelhança de Deus, para desenvolver cada vez mais o espírito de Deus dentro de você. Muitas vezes você pode ver nos outros aquelas qualidades e aspirações que você mesmo possui. Assim, Deus também pode reconhecer em você o próprio espírito Dele. Os motivos e aspirações, que você tem, apenas podem ser entendidos por aqueles que alcançaram o mesmo nível espiritual que você.

Após um pequeno tempo de permanência no programa, alguns de nós começam a pensar que estão curados. Aprendemos tudo que Narcóticos Anônimos tem a nos ensinar; ficamos entediados com as reuniões; decidimos que é tempo de dar continuidade a nossas vidas, parar com as reuniões e tentar recuperar os anos perdidos com a adicção ativa. Fazemos isto, no entanto, colocando em perigo nossa recuperação.
Aqueles de nós que recaem, depois de tal episódio, quase sempre tentam comparecer ao maior número de reuniões que puderem – alguns de nós vão a uma reunião todos os dias, durante vários anos. Pode levar bastante tempo para compreender que sempre seremos adictos. Podemos nos sentir bem por alguns dias e doentes em outros, mas somos adictos todos os dias. A qualquer hora, estamos sujeitos à ilusão, negação, racionalização, justificação, insanidade – todas as características típicas de maneira de pensar do adicto. Se queremos continuar vivendo e desfrutando a vida sem drogas, temos que praticar um programa ativo de recuperação a cada dia.







15 Mai. “Buscai, pois, primeiro o Reino de Deus e Sua justiça, e todas as coisas lhe serão acrescentadas.” Não deveríamos buscar primeiro as coisas materiais, mas buscar as coisas espirituais, e as coisas materiais virão até nós, se trabalharmos com honestidade por elas. Muitas pessoas buscam primeiro as coisas materiais e acham que podem, então, aumentar seu conhecimento das coisas espirituais. Não podemos servir a Deus e à riqueza ao mesmo tempo. Os primeiros requisitos para uma vida significativa são as coisas espirituais: honestidade, pureza, altruísmo e amor. Quando você tiver essas qualidades, muitas coisas materiais terão pouco valor para você.

A adicção moldou os nossos pensamento de sua própria forma. Qualquer forma que os pensamentos já tenham tido, eles se tornaram disformes quando a nossa doença tomou completamente as rédeas de nossas vidas. Nossa obsessão pelas drogas, e por nós mesmos, moldou o nosso humor, as nossas ações e a própria forma de nossas vidas.
Cada um dos ideais espirituais de nosso programa para endireitar algumas das distorções em nossa maneira de pensar que se formaram durante a adicção ativa. A negação é contrabalançada pela admissão, os segredos pela honestidade, o isolamento pelo companheiro e o desespero pela fé em um Poder Superior amoroso. Os ideais espirituais que encontramos em recuperação, estão devolvendo à sua condição natural a forma de nossa pensamento e a nossa vida.
E qual é esta “condição natural”? É a condição que realmente buscamos para nós, uma imagem de nossos sonhos mais elevados. E como sabemos disto? Por nossos pensamentos estarem sendo reformulados em nossa recuperação, pelos ideais espirituais que encontramos em nosso crescente relacionamento com o Deus que viemos a compreender em Narcóticos Anônimos.
A adicção não molda mais os nossos pensamentos. Hoje, as nossas vidas estão sendo formuladas pela nossa recuperação. e por nosso Poder Superior.

16 Mai. Nunca se canse de orar. Um dia, quando você vê que sua oração, sem esperar, foi respondida, vai lamentar profundamente Ter rezado tão pouco. Faça oração, até que sua confiança em Deus se fortaleça. E então continue rezando, porque isso se tornou um hábito, de tal modo que você precisa dela diariamente. Continue rezando até que a oração se transforme na comunhão com Deus. os momentos da verdadeira oração devem terminar com essa comunhão.

Durante a adicção ativa, o mundo provavelmente parecida um lugar horrível. Usar nos ajuda a tolerar o mundo que víamos. Hoje, entretanto, compreendemos que as condições do mundo não eram realmente o problema. Eram nossas ideias e atitudes sobre o mundo que tornavam impossível, para nós, encontrar nele um lugar confortável.
Nossas atitudes e ideias são as lentes através das quais vemos nossas vidas. Se nossas lentes estão manchadas ou sujas, nossas vidas parecem embaraçadas. Se nossas atitudes não estão bem focalizadas, o mundo todo aparece distorcido. Para ver o mundo claramente, precisamos manter nossas atitudes e ideias limpas, livres de coisas como ressentimentos, negação, autopiedade e mente fechada. Para garantir que nossa visão de vida está em foco, temos de nivelar nossas ideias com a realidade.
Na adicção, nosso melhor raciocínio nos impedia de ver claramente o mundo ou nossa papel nele. A recuperação serve para corrigir a graduação da lente de nossa atitude. Despindo-nos de nossa negação e a substituindo pela fé, honestidade consigo mesmo, humildade e responsabilidade, os passos nos ajudam a ver nossa vida de uma maneira inteiramente nova. Depois os passos nos ajudam a manter limpas as nossas lentes espirituais, nos encorajando a examinar regularmente nossas ideias, atitudes e ações.
Hoje, visto através das lentes limpas da fé e da recuperação, o mundo parece um lugar quente e convidativo para viver.


17 Mai. Devo viver constantemente me preparando para a chegada de algo melhor. tudo na vida é uma preparação para algo melhor. Devo antecipar o amanhã que virá. Devo sentir, uma noite do sofrimento, aquela alegria compreensiva que fala da espera confiante das coisas melhores que virão. “o sofrimento pode durar uma noite, mas a alegria vem de manhã.” Saiba que Deus tem algo melhor guardado para você, desde que esteja se preparando para isso. Toda sua existência neste mundo é um treinamento para a chegada de uma vida melhor.

Construímos nossas vidas sobre alguns alicerces. Quando usávamos, era este o alicerce que afetava tudo que fazíamos. Quando decidimos que a recuperação era importante, começamos a empenhar nossa energia nela. Consequentemente, toda a nossa vida mudou. Para manter esta nova vida, devemos manter o seu alicerce; nosso programa de recuperação.
Quando permanecemos limpos e mudamos nosso estilo de vida, nossas prioridades também mudam. Trabalho e estudo podem se tornar importantes porque melhoram nossa qualidade de vida. E nosso relacionamento, podem trazer estímulo e apoio mútuo. Mas precisamos lembrar que nosso programa de recuperação é o alicerce sobre o qual construímos nossa nova vida. Cada dia devemos renovar nosso compromisso com a recuperação, mantendo-a como nossa principal prioridade.











18 Mai. Olhe com fé, além do espaço ou tempo, para onde Deus habita, de onde você veio e para onde finalmente vai voltar. “Olhe para Ele e será Salvo.” Olhar além das coisas materiais está dentro do poder da imaginação de cada um. Olhar com fé salva você do desespero. Olhar com fé salva você da preocupação e do aborrecimento. Olhar com fé traz paz, além de toda a compreensão. Olhar com fé lhe traz toda força de que você precisa. Olhar com fé lhe dá uma força nova e vital e uma paz e serenidade maravilhosas.

Logo depois que ficamos limpos, alguns de nós começam a colocar outras prioridades à frente de nossa recuperação. trabalho, família, relacionamento – tudo isto é parte da vida que descobrimos quando estabelecemos os alicerces de nossa recuperação. mas não podemos construir uma vida estável, antes de fazer o duro serviço básico de estabelecer os alicerces de nossa recuperação. Assim como uma casa construída na areia, esse tipo de vida seria, na melhor das hipóteses, instável.
Antes de começar a colocar toda a nossa atenção em reconstruir a estrutura de nossas vidas, precisamos estabelecer nossos alicerces. Reconhecemos, primeiro, que ainda não temos alicerce, que nossa adicção tornou nossas vidas completamente incontroláveis. Então, com a ajuda de nosso padrinho e nosso grupo de escolha, encontramos fé em um poder suficientemente forte que nos ajude a preparar o terreno para nossas novas vidas. Limpamos os escombros do lugar sobre o qual iremos reconstruir nosso futuro. Finalmente, desenvolvemos uma profunda familiaridade com os princípios que iremos praticar em todas as atividades: auto-exame honesto, confiança na orientação e na força de nosso Poder Superior, e prestação de serviços aos outros.
Uma vez preparados nossos alicerces, então podemos colocar com plena capacidade nossa vidas em ordem. Mas primeiro temos que perguntar a nós mesmos se nossas alicerces são seguros, pois sem eles nada que construirmos pode durar muito.

19 Mai. “Ele me tirou de um terrível poço, de um charco de lodo, pôs meus pés numa rocha e firmou meus passos.” A primeira parte, “Ele me tirou de um terrível poço”, significa que ao me voltar para Deus e colocar meus problemas em Suas mãos, sou capaz de vencer meus pecados e tentações. “Ele pôs meus pés numa rocha” significa que, quando confiamos todas as coisas de Deus, temos verdadeira segurança. “Ele firmou meus passos” significa que, se eu tentar honestamente viver da maneira que Deus quer que eu viva, terei a orientação de Deus em minha vida diária.

A décima-segunda tradição nos lembra da importância de colocar “princípios acima de personalidades.” Nas rendições de recuperação, isto pode ser parafraseado: “não atire no mensageiro.” Frequentemente confundimos a mensagem com o mensageiro e negamos o que alguém compartilha numa reunião porque temos conflitos pessoais com a pessoa que está falando.
Se estamos tendo problemas com o que determinada pessoa está compartilhando nas reuniões, podemos procurar a orientação de nosso padrinho. Nosso padrinho pode ajudar-nos a falar dos ressentimentos que talvez estejam nos impedindo de conhecer o valor da experiência de recuperação de uma determinada pessoa. É surpreendente o que podemos tirar das reuniões, quando aceitamos o que a décima-segunda tradição sugere, focalizando os princípios da recuperação, não as personalidades.











20 Mai. Sem Deus, nenhuma vitória verdadeira é jamais conseguida. Todas as vitórias militares dos grandes conquistadores passaram para a história. O mundo poderia ser melhor, sem os conquistadores militares. As verdadeiras vitórias sem conseguidas no terreno espiritual. “Aquele que conquista a si mesmo é maior do que aquele que conquista uma cidade”. As verdadeiras vitórias são as vitórias sobre o pecado e as tentações, que levam a uma vida vitoriosa e significativa. Por isso, mantenha um coração corajoso e confiante. Encare todas as suas dificuldades, com o espírito da conquista. Lembre-se de que, onde Deus estiver, está a verdadeira vitória.

A própria palavra anonimato significa falta de nome, mas há um princípio maior sendo praticado no anonimato do programa de Narcóticos Anônimos: o princípio da abnegação. Quando admitimos nossa impotência para controlar nossas próprias vidas, damos o primeiro passo para longe da teimosia e o primeiro passo para nos aproximar da abnegação. Quanto menos tentarmos conduzir nossas vidas de acordo com nossa própria vontade, mais encontraremos o poder e a orientação que um dia tanto fizeram falta em nossas vidas.
Mas o princípio da abnegação nos dá muito mais do que a sensação de melhora... nos ajuda a viver melhor. Nossas ideias de como o mundo deveria ser dirigido começar a ser menos importantes, e paramos de tentar impor nossa vontade a todos e a tudo à nossa volta. E quando abandonamos nossa pretensão de “saber tudo” e começamos a reconhecer o valor da experiência de outras pessoas, passamos a tratá-las com respeito. Os interesses dos outros se tornam tão importantes para nós como os nossos próprios; começamos a pensar sobre o que é melhor para o grupo, mais do que só o que é melhor para nós. Começamos a viver uma vida que é maior do que nós, que é mais do que só nós, nosso nome, nosso ego... começamos a viver o princípio do anonimato.


21 Mai. O caráter é desenvolvido pela disciplina diária das obrigações feitas. Seja obediente à visão celestial e siga o caminho certo. Não caia no erro de chamar “Senhor. Senhor” e não fazer as coisas que deveriam ser feitas. Você precisa de uma vida de oração e meditação, mas deve ainda fazer seu trabalho, próprio de uma vida ocupada. A pessoa ocupada é sábia, quando descansa e espera com paciência a orientação de Deus. Se você é obediente à visão celestial, pode ficar em paz.

O comportamento negativo é a marca registrada da adicção ativa. Tudo que aconteceu em nossa vida foi por causa de alguém ou de alguma coisa. Fizemos de culpar os outros por nossos defeitos uma ciência exata. Em recuperação, uma das primeiras coisas que lutamos para desenvolver é uma nova atitude. Descobrimos que a vida fica bem mais fácil quando substituímos pensamentos negativos por princípios positivos.
A atitude negativa, que nos dominava na adicção ativa, frequentemente pode nos acompanhar nas salas de Narcóticos Anônimos. Como podemos começar a corrigir nossas atitudes? Mudando nossas ações. Não é fácil, mas pode ser feito.
Podemos começar prestando atenção ao modo como falamos. Antes de abrir nossas bocas, fazemos algumas perguntas simples: o que eu vou falar diz respeito ao problema ou a solução? O que eu vou falar está estruturado de forma gentil? O que eu tenho a dizer é importante ou não faria a menor diferença se eu mantivesse minha boca fechada? Eu estou falando só para me ouvir falar ou existe propósitos em minhas palavras?
Nossas atitudes se expressam em nossas ações. Geralmente não é o que dizemos, mas como falamos que realmente importa. Ao aprender a falar positivamente, percebemos uma melhora em nossas atitudes.



22 Mai. Peça sempre a força de Deus. Se você sabe como agir de maneira correta, se está certo da orientação de Deus, peça essa força agora. Você pode pedir toda a força de que precisa para enfrentar qualquer situação. Pode pedir um novo suprimento de força, quando sua própria reserva estiver esgotada. Você tem o direito de pedi-la e deveria fazer isso. Um mendigo suplica, um filho se apossa. Quando você suplica, frequentemente o deixam esperando, mas quando se apossa da força de Deus por uma causa justa, você a consegue na mesma hora.

Depois de algum tempo limpos, alguns de nós têm a tendência de esquecer qual é nossa prioridade mais importante. Uma vez por semana, ou menos dizemos: “eu tenho que ir a uma reunião hoje. Já faz...” Estamos ocupados em outras coisas, importantes com certeza, mas não mais importantes do que nossa participação continua em Narcóticos Anônimos.
Isso acontece gradualmente. Encontramos trabalho. nos reunimos com nossas famílias. Estamos criando crianças, o cachorro está doente ou estamos indo para a escola à noite. A casa precisa ser limpa. A grama precisa ser aparada. Temos que trabalhar até tarde. Estamos cansados. Tem um show hoje à noite. E, de repente, percebemos que não telefonamos para nosso padrinho, não fomos a uma reunião, não falamos com um recém-chegado, ou até mesmo não falamos com Deus há algum tempo.
O que fazemos nesta circunstância? Bem, ou renovamos nosso compromisso com nossa recuperação, ou continuamos ocupados demais para nos recuperar, até que alguma coisa aconteça e nossas vidas se tornem incontroláveis. Que escolha! Nossa melhor opção é colocar mais energia na manutenção dos alicerces sobre os quais nossas vidas estão construídas. Esses alicerces fazem com que todas as outras coisas sejam possíveis e certamente irão ruir, se ficarmos muito ocupados com elas.


23 Mai. Meu fracasso não está tanto no fato de acontecer a tragédia, como já existe antes de seu acontecimento, por mas todas as pequenas coisas que eu poderia Ter feito, mas não fiz. Devo me preparar para o futuro, fazendo agora a coisa certa, na hora certa. Se uma coisa deve ser feita, devo fazê-la já e fazê-la de acordo com Deus, antes que eu resolva fazer qualquer nova tarefa. Devo pensar, quando desempenho as missões de Deus, e depois me voltar para Ele, a fim de Lhe contar , numa comunhão calma, que a mensagem foi dada ou a tarefa foi feita.

Se alguém parasse você hoje na rua e perguntasse se você está feliz, o que você diria? “bom, hummm..., deixe-me ver... tenho um lugar para morar, comida na geladeira, um emprego, carro... bom, sim, acho que estou feliz”, seria sua resposta. Estes são exemplos aparentes das coisas que muitos de nós associam tradicionalmente à felicidade. Contudo, frequentemente, esquecemos que a felicidade é uma escolha; ninguém pode nos fazer felizes.
Felicidade é o que encontramos em nosso envolvimento com Narcóticos Anônimos. A felicidade que recebemos de uma vida centrada em servir ao adicto que ainda sofre é realmente grandiosa. Quando colocamos o serviço a outros acima de nossos próprios desejos, descobrimos que tiramos o foco de nós mesmos. Como resultado, vivemos uma vida mais plena e harmoniosa. Estando a serviço de outros, descobrimos que nossas necessidades estão sendo mais que preenchidas.
Felicidade, o que é isso, realmente? Podemos pensar na felicidade como contentamento e satisfação. Estes estados de espírito parecem chegar a nós quando menos lutamos para obtê-los. Quando vivemos só por hoje, levando a mensagem ao adicto que ainda sofre, encontramos contentamento, felicidade e uma vida profundamente significativa.



24 Mai. Devo ajudar os outros em tudo que posso. Cada alma atormentada, que Deus coloca em meu caminho, é aquela que precisa de minha ajuda. À medida que procuro ajudar sinceramente, uma reserva de força vinda de Deus fluirá em mim. Meu círculo de ajuda vai aumentar cada vez mais. Deus me oferece o alimento espiritual e eu passo aos outros. Nunca devo dizer que apenas tenho força suficiente para minha própria necessidade. Quanto mais dou, mais recebo. Aquilo que guardo para mim, acabo perdendo.
Estamos certos de que mais nos quer felizes, alegres e livres. Não devemos compartilhar a crença de q esta vida é um vale de lágrimas, embora em certa época tenha sido justamente isto para muitos de nós. Porém, é claro, criamos a nossa própria degradação, não foi mais. evite então a fabricação deliberada de miséria. Mas, se vierem problemas, capitalize-os com alegria, para demonstrar Sua onipotência.























25 Mai. Não há limites para aquilo que você pode realizar, quando ajuda os outros. Pense sempre assim. Nunca abandone qualquer trabalho nem desista de nada que pareça estar acima de suas forças. Deus o ajudará em toda boa ação. Só desista, se sentir que essa não é a vontade de Deus em relação a você. Ao ajudar os outros, pense na semente pequenina debaixo da terra escura e dura. Não existe a certeza de que a luz do sol e o calor vão saudá-la, quando ela for forçada a atingir a superfície. Muitas vezes uma tarefa parece estar acima de suas forças, mas não há limites para aquilo que você pode fazer com a ajuda de Deus.

Muitos de nós chegaram a Narcóticos Anônimos com algo menos do que um esmagador desejo de parar de usar. Claro, as drogas estavam nos causando problemas e queríamos nos ver livres dos problemas, mas também queríamos ficar alterados. Finalmente, entretanto, vimos que não poderíamos ter uma coisa sem a outra. Embora quiséssemos realmente ficar com o humor alterado, não usávamos; não estávamos dispostos a pagar este preço nunca mais. quanto mais tempo ficávamos limpos e trabalhávamos o programa, mais liberdade experimentávamos. Mais cedo ou mais tarde, a compulsão de usar foi retirada de nós completamente, e ficamos limpos porque queríamos viver limpos.
Os mesmos princípios aplicam-se para outros impulsos negativos que possam nos contaminar. Podemos sentir vontade de fazer alguma coisa destrutiva, somente porque queremos fazer. Já fizemos isto antes, e algumas vezes pensamos que nos saímos bem, mas nem sempre isso aconteceu. Se não estivermos dispostos a pagar o preço por agir em função destes sentimentos, não temos porque fazê-lo.
Isto pode ser difícil, talvez tão difícil quanto foi ficar limpo no começo. Mas outros sentiram do mesmo jeito e encontraram a liberdade de não agir em função de seus impulsos negativos. Partilhando sobre isto e procurando a ajuda de outras pessoas em recuperação e um poder maior do que nós, podemos achar a direção, o apoio e a força de que precisamos para nos abster de qualquer compulsão destrutiva.





































26 Mai. Sua própria disciplina é absolutamente necessária, para que você receba a força de Deus. Quando você vê a força de Deus se manifestar em outras pessoas, provavelmente não viu a disciplina que houve antes. Elas mesmas ficam prontas. Toda sua vida é uma preparação para fazer cada vez mais o bem, quando Deus sabe que você está pronto para isso. Assim, continue se disciplinando, todo dia, na vida espiritual. Aprenda bastante sobre as leis espirituais, para que sua vida não volte a fracassar. Os outros vão ver a manifestação exterior de disciplina interior, em sua vida.

Chegamos a Narcóticos Anônimos no ponto mais baixo de nossas vidas. Tínhamos quase esgotado nossas ideias. O que mais precisávamos quando chegamos aqui eram nova ideias, novas maneiras de viver, compartilhados pela experiência de pessoas que viram estas ideias funcionarem. Porém, nossas mentes fechadas nos impediam de assimilar aquelas ideias de que precisávamos para viver.
A negação nos impede de avaliar quanto precisamos realmente de novas ideias e uma nova direção. Admitindo nossa impotência e reconhecendo que nossas vidas se tornaram verdadeiramente ingovernáveis, nós permitimos ver quanto precisamos daquilo que Narcóticos Anônimos tem para oferecer.
A auto-suficiência e a teimosia podem nos impedir de admitir até mesmo a possibilidade da existência de um Poder Superior a nós mesmos. Contudo, quando admitimos o estado lamentável ao qual a teimosia nos fez chegar, abrimos nossos olhos e nossas mentes para novas possibilidades. Quando outros nos falam de um poder que trouxe a sanidade a suas vidas, começamos a acreditar que tal poder poderá fazer o mesmo por nós.
Uma árvore podada, morrerá, a menos que novos galhos possam ser enxertados a seu tronco. Da mesma forma, a adicção nos podou de qualquer rumo que pudéssemos ter. para crescer ou até mesmo sobreviver, temos que abrir nossas mentes e permitir que novas ideias sejam enxertadas em nossas vidas.
27 Mai. Toda flor forte e bonita deve ter uma raiz forte no chão. Sua raiz cresce, para que possa se firmar a ser enterrada, embora ao mesmo tempo cresça um broto que vem a ser a flor que vai alegrar o mundo. Os dois crescimentos são necessários. Sem uma raiz forte, ela logo murcharia. Quanto mais ela cresce para o alto, mais profunda deve ser a raiz. Minha vida não pode florescer com o sucesso e a ajuda, a não ser que ela esteja enraizada em uma fé forte, e que ela se sinta profundamente segura na bondade e no objetivo do universo.

Muitos de nós descobrem que nossa antiga maneira de pensar era dominada pelo medo. Tínhamos medo de não conseguir nossas drogas ou de não conseguir o bastante. Tínhamos medo de ser descobertos, presos e encarcerados. Além disto, existiam os medos de problemas financeiros, perda do lar, overdose e doença. E nosso medo controlava nossas ações.
Os primeiros dias de recuperação não foram diferentes para muitos de nós; naqueles dias, o medo também dominava nossos pensamentos. “E se ficar limpo doem demais?” – Nós nos questionávamos. “E se não conseguirmos? E se as pessoas em Narcóticos Anônimos não gostarem de mim? E se Narcóticos Anônimos não funcionar? O medo por trás destes pensamentos pode ainda controlar nosso comportamento, nos impedindo de correr os riscos necessários para ficar limpos e crescer. Pode parecer mais fácil nos resignar a algum fracasso, desistindo antes de começar, em vez de arriscar tudo numa frágil esperança. Mas este tipo de pensamento só nos leva à recaída.
Para ficar limpos, devemos encontrar a boa vontade para mudar nossa antiga maneira de pensar. O que já funcionou para outros adictos pode funcionar para nós – mas devemos estar dispostos a tentar. Devemos trocar nossas antigas dúvidas cínicas pelas novas afirmações de esperança. Quando fizermos isso, veremos que o risco vale a pena.”

28 Mai. Eu deveria tentar praticar a presença de Deus. posso sentir que Ele está comigo e perto de mim, sempre me protegendo e me fortalecendo. Apesar de toda dificuldade, toda provação, todo fracasso, a presença de Deus é suficiente. Só o fato de acreditar que Ele está perto de mim, traz força e paz. devo tentar viver como se Deus estivesse a meu lado. Não posso vê-lo, porque não me foi dada a capacidade de vê-lo, de outra maneira não haveria lugar para a fé. Mas posso sentir seu espírito comigo.

Viver só por hoje alivia a carga do passado e o medo do futuro. Aprendemos a tomar as atitudes necessárias, e a deixar os resultados nas mãos de nosso Poder Superior.
Durante nossa adicção ativa, o medo do futuro e do que podia acontecer era uma realidade para muitos de nós. E se fôssemos presos? Perdêssemos nosso emprego? Nosso cônjuge morresse? Fôssemos a falência? E isso, e aquilo, e aquilo outro. Não era incomum para nós passar horas, até dias inteiros, pensando no que “poderia” acontecer. Encenávamos enredos e conversas inteiras antes que acontecessem e traçávamos nosso curso na base do “e se...”. Ao fazer isso, nos preparávamos para um desapontamento após outro.
De ficar ouvindo nas reuniões, aprendemos que viver no presente, e não no mundo do “e se...”, é a única forma de eliminar nossas profecias auto-realizadoras de escuridão e derrota. Só podemos lidar com o que é verdadeiro hoje e não com nossas temerosas fantasias do futuro.
Vir a acreditar que nosso Poder Superior tem somente o melhor reservado para nós é uma maneira de combater esse medo. Ouvimos nas reuniões que nosso Poder Superior não vai nos dar mais do que podemos suportar em um dia. e sabemos por experiência que, se pedirmos, o Deus que compreendemos vai certamente cuidar de nós. Permanecemos limpos através de situações adversas pela prática da fé nos cuidados de um Poder Superior maior que nós. Cada vez que o fizermos, nos tornaremos menos temerosos do “ e se” e mais confortáveis com o que é.

29 Mai. Vou procurar ajudar os outros. Vou procurar não deixar passar um só dia, sem estender um abraço amoroso para alguém. Todo dia vou procurar fazer alguma coisa, para tirar um outro ser humano do mar de desânimo onde ele ou ela está afundando. Minha mão prestativa é necessária para levantar o desamparado, dando-lhe coragem, força, fé e saúde. Em minha própria gratidão, vou me voltar e ajudar outros alcoólicos, que estão carregando uma carga muito pesada.

“Qualquer distância?” – perguntam os recém-chegados. “O que você quer dizer com qualquer distância?” Olhar para nosso passado de adicção ativa e as distâncias que estávamos dispostos a percorrer para ficar drogados pode ajudar a explicar. Estávamos dispostos a viajar muitos quilômetros para buscar drogas? Sim, geralmente estávamos. Então, faz sentido que, se nós estivermos tão interessados em nos manter limpos quanto estávamos em usar, vamos tentar qualquer coisa para arranjar um transporte para uma reunião.
Em nossa adicção, quantas vezes fizemos loucuras, insanidades ou usamos substâncias que não conhecíamos por sugestão dos outros? Então, por que frequentemente achamos tão difícil aceitar sugestões em recuperação, especialmente quando esta sugestão é indicada para nos ajudar a crescer? E, quando usávamos, não pedíamos em desespero, muitas vezes, a nosso Poder Superior: “Me tira dessa, por favor!” Então, por que achamos tão difícil pedir a ajuda de Deus em nossa recuperação? – Devemos meditar sobre isso, profundamente.









30 Mai, “Louve o Senhor.” O que significa louvar o Senhor? Significa ser grato por todas as coisas maravilhosas do universo e por todas as bênçãos recebidas. Assim, louve o Senhor por ser grato e humilde. Esse tipo de louvor tem mais força para derrotar o mal do que a simples resignação. A pessoa verdadeiramente grata e humilde, que está sempre louvado a Deus, não é tentada a cometer o erro. Você vai sentir segurança porque, fundamentalmente, sabe que tudo está bem. Assim, eleve seu olhar a Deus e louve-O.

quando usávamos, tínhamos, geralmente uma mente aberta quando se tratava de encontrar maneiras e meios de conseguir mais drogas. Se pudermos aplicar este mesmo princípio de mente aberta em nossa recuperação, podemos nos surpreender com a facilidade com que começamos a compreender o programa de Narcóticos Anônimos. Foi nossa melhor maneira de pensar, como se diz, que nos trouxe para as salas de Narcóticos Anônimos. Se estivermos dispostos a percorrer quilômetros ou qualquer distância, aceitar sugestões e manter a mente aberta, podemos ficar limpos.

















31 Mai. A oração pode ser de muitos tipos, mas seja qual for, a oração é a ligação da alma e da mente com Deus. assim, se a oração é apenas um realce de fé, um olhar na bondade e propósito do universo, ainda assim o resultado dessa oração é somado à força para enfrentar todas as tentações e vencê-las. Mesmo que não seja nenhuma súplica, toda a reserva de força necessária é garantida, porque a alma, estando ligada e unida a Deus, recebe Dele toda a ajuda espiritual de que precisa. A alma, quando está em seu corpo humano, ainda precisa das coisas que pertencem à sua morada celestial.

De certo modo, a adicção é uma grande mestra. E, se não ensinar mais nada, ao menos nos ensinará humildade. Dizer que a melhor ideia que já tivemos foi chegar em Narcóticos Anônimos. Agora que chegamos, estamos aqui para aprender.
A irmandade de Narcóticos Anônimos é um ambiente de aprendizagem maravilhoso para o adicto em recuperação. Não precisamos nos sentir idiotas nas reuniões. Em vez disso, encontramos outros que estiveram exatamente onde estivemos e que encontraram uma saída. Tudo que temos que fazer é admitir que não temos todas as respostas e, então, escutar quando outros compartilham o que funcionou para eles.
Como adictos em recuperação e como seres humanos, temos muito o que aprender. Outros adictos – e outros seres humanos – têm muito o que nos sugerir sobre o que funciona e o que não funciona. Enquanto pudermos ser ensinados, tiraremos proveito da experiência de outros.









01 Jun. Você nasceu com uma centelha de Deus dentro de você. Ela só foi totalmente sufocada pela vida que você levava. Essa chama celestial tem que ser cuidada e alimentada, para que finalmente cresça dentro de um verdadeiro desejo de viver da maneira certa. Tentando fazer a vontade de Deus, você cresce cada vez mais nesse novo modo de vida. Pensando em Deus, rogando a Ele, e ficando em comunhão com Ele, aos poucos você vai crescendo à Sua semelhança. O caminho de sua transformação, do material para o espírito, é o caminho da companhia de Deus.

Quando estamos confusos ou com dor, nosso padrinho ou madrinha, às vezes, nos diz para “escrever sobre isso.” Embora possamos resmungar enquanto procuramos o caderno, sabemos que irá ajudar. Ao colocar tudo no papel, nos damos a oportunidade de procurar o que está nos incomodando. Sabemos que podemos chegar ao fundo de nossa confusão e descobrir o que está realmente causando dor quando começamos a escrever.
Escrever pode ser recompensador, especialmente quando trabalhamos através dos passos. Muitos membros mantêm um diário. Apenas pensar sobre os passos, ponderando seu significado e analisando seu efeito, não é suficiente para muitos de nós. Há alguma coisa sobre o ato físico de escrever que ajuda a fixar os princípios da recuperação em nossas mentes e corações.
As recompensas que encontramos através do simples ato de escrever são muitas. Clareza de pensamento, chaves para lugares trancados dentro de nós e foz da consciência são apenas algumas. Escrever nos ajuda a ser mais honestos conosco. Nos sentamos, acalmamos nossos pensamentos e escutamos nossos corações. O que ouvimos na quietude são as verdades que colocamos no papel.





02 Jun. Você não pode acreditar em Deus e continuar sendo egoísta. O velho ego murcha e morre, surgindo uma nova alma, à semelhança de Deus. O desaparecimento lento do egoísmo, no crescimento do amor a Deus e aos seres humanos, é o objetivo da vida. No início, você tem apenas uma fraca semelhança com O divino, mas a imagem aumenta e fica cada vez mais parecida com Deus, até que aqueles que o veem, podem ver em você um pouco do poder da Graça de Deus, trabalhando numa vida humana.

Espalhar fofocas alimenta uma forma obscura dentro de nós. Às vezes pensamos que a única maneira de poder nos sentir bem é fazer alguém parecer pior através de uma comparação. Mas o tipo de auto-estima que pode ser obtido às custas do outro é vazio e não vale a pena.
Como, então, podemos lidar com nossa auto-estima negativa? Simples. Nós a substituímos por um interesse positivo para com outros. Em vez de nos debater com nossa baixa auto-estima, nos voltamos para aqueles a nosso redor e procuramos ser úteis a eles.
Esta pode parecer uma maneira de evitar o assunto, mas não é. Não há nada que possamos fazer nos debatendo com nosso baixo conceito do eu, a não ser nos conduzirmos à aflição da autopiedade. Mas, substituindo nossa autopiedade por um interesse ativo e amoroso pelos outros, nos tornamos o tipo de pessoas que podemos respeitar.
A maneira de fortalecer nossa auto-estima não é destruindo os outros, mas ajudando-os a crescer através do amor e de um interesse positivo. Para nos ajudar, podemos nos perguntar se estamos contribuindo para o problema ou para a solução. Hoje, podemos optar por construir em vez de destruir.







03 Jun. O amor é a força que transforma sua vida. Procure amar sua família e seus amigos e depois procure amar todo mundo que você puder, mesmo os “pecadores e os publicanos” – todos. O amor a Deus é mesmo uma coisa grande. Ele é o resultado da gratidão a Deus e é a confirmação da bênção que Deus lhe enviou. O amor a Deus confirma suas dádivas e abre caminho para que Ele encha seu coração agradecido com mais bênçãos ainda. Diga: “obrigado Deus”, até que isso se torne um hábito.
Certa vez estava fora, rezando por vontade própria, quando levantei meus olhos e vi um grande pássaro subindo para o céu. Eu o observei subitamente entregar-se às poderosas correntes de ar das montanhas. Levado juntos, mergulhando e pairando, o pássaro fazia coisas que pareciam impossíveis para um pássaro mortal. Foi um exemplo inspirador de uma criatura “soltando-se” para um poder maior que ela própria. Percebi que se o pássaro “retomasse sua vontade” e tentasse voar com menos confiança, apenas com sua força, poderia estragar o seu aparente voo livre.
Não é fácil conhecer a vontade de mais em cada circunstância. Devo procurar e estar pronto para as correntes, pois é aí que a oração e a meditação ajudam. Porque por mim mesmo eu não sou nada, peço a mais que me conceda o conhecimento de Sua vontade e força e coragem para transmiti-la hoje e sempre.













04 Jun. Moldar sua vida significa cortar e dar forma às coisas materiais para fazer algo bom, algo que possa expressar o espiritual. Tudo o que é material constitui o barro com o qual moldamos alguma coisa espiritual. Você primeiro deve reconhecer o egoísmo que existe em seus desejos e motivos, ações e palavras e, em seguida, moldar esse egoísmo, até que ele seja trocado por uma arma espiritual para o bem. À medida que continua o trabalho de moldagem, você vê cada vez mais claramente o que deve ser feito para moldar sua vida, a fim de melhorá-la.

Depois de algum tempo em recuperação, deparamos com problemas pessoais, sentimentos de raiva e desamparo que parecem insuportáveis. Quando percebemos o que está acontecendo, podemos nos lamentar: “mas eu estava me esforçando tato. Pensei que estava...” Recuperado, talvez? Dificilmente. Várias vezes ouvimos que a recuperação é um processo contínuo e que jamais nos curamos. Porém, algumas vezes acreditamos que, se trabalharmos os passos e, orarmos suficientemente, ou formos a muitas reuniões, possivelmente estaremos... Bem, talvez não curados, mas estamos alguma coisa!
E nós já estamos “alguma coisa”. Estamos nos recuperando – recuperando da adicção ativa. Não importa com o que lidamos durante o processo dos passos, sempre haverá mais. o que nós não lembrávamos ou o que não achávamos importante em nosso primeiro inventário, certamente virá a tona mais tarde. Repetidas vezes voltaremos para o processo dos passos para lidar com o que está nos incomodando. Quanto mais usarmos este processo, mais confiaremos nele, pois veremos os resultados. Iremos da raiva e do ressentimento ao perdão, da negação à honestidade e à aceitação, e da dor á serenidade.
A recuperação não acontece de um dia para outro, e a nossa jamais estará completa. Mas cada dia nos traz melhoras e a esperança de mais amanhãs.


05 Jun. Deus fala muito baixo, através dos pensamentos e sentimentos que você tem. Preste atenção na voz divina de Sua existência. Escute essa voz e você nunca ficará desapontado com os resultados de sua vida. Escute essa voz baixa e calma e seus nervos cansados descansarão. A voz divina vem até você, tão forte e eterna, como poderosa e tranquila. A força moral, que você tem, vem da força que chega quando você escuta com paciência essa voz baixa e calma.

A maioria de nós teve sonhos quando era jovem. Quer tenhamos sonhado com carreiras dinâmicas, uma enorme e amorosa família, ou viagens ao exterior, nossos sonhos terminaram quando nossa adicção se instalou. Qualquer coisa que quiséssemos para nós foi jogada fora em nossa procura pelas drogas. Nossos sonhos nunca foram além da próxima dose e da euforia que esperávamos que ela trouxesse.
Agora em recuperação, descobrimos uma razão para ter esperança de que nossos sonhos perdidos ainda possam vir a se realizar. Não importa quanto sejamos velhos, quanto nossa adicção tenha nos prejudicado ou quão improvável isso possa parecer: libertar-nos da adicção ativa nos dá a liberdade para buscar nossas ambições. Podemos descobrir que somos muito talentosos para alguma coisa, ou achar um hobby que amamos, ou aprender que a continuação de nossos estudos pode nos trazer extraordinárias recompensas.
Costumávamos usar a maior parte de nossa energia, inventando desculpas e racionalizações para nossas falhas. Hoje em dia, vamos em frente e fazemos uso das muitas oportunidades que a vida nos apresenta. Podemos ficar impressionados com o que somos capazes. O sucesso, a realização e a satisfação estão finalmente ao nosso alcance graças aos alicerces de nossa recuperação.



06 Jun. Cada pessoa pensa em Deus, de acordo com as várias necessidades dela. Não é necessário que você pense em Deus, como os outros pensam, mas é necessário achar que Ele preenche aquilo do que você precisa pessoalmente. O fraco precisa da força de Deus. o forte precisa da ternura de Deus. os que são tentados e os que caem precisam da Graça salvadora de Deus. os justos precisam de piedade de Deus como um amigo. Os que lutam por justiça precisam de Deus como um líder. Você pode pensar em Deus, enquanto não precisamos Dele.

À medida que examinarmos nossas crenças, nossas ações e nossos motivos em recuperação, descobriremos que algumas vezes fazemos coisas pelas razões erradas. No começo de nossa recuperação, podemos ter gasto uma grande quantidade de dinheiro e de tempo com as pessoas, querendo simplesmente que elas gostassem de nós. Mais tarde, podemos descobrir que ainda gastamos dinheiro com as pessoas, mas nossos motivos mudaram. Fazemos isso porque nós gostamos delas. Talvez costumássemos nos envolver romanticamente porque sentíamos um vazio por dentro e procurávamos, preenchê-lo com outra pessoa. Agora, as razões para envolvimentos românticos estão baseadas em um desejo de partilhar nossas vidas, já gratificantes com um companheiro ou companheira de igual para igual. Talvez praticássemos os passos porque tínhamos medo de recair se não o fizéssemos. Hoje em dia praticamos esses mesmos passos porque queremos crescer espiritualmente.









07 Jun. Você não só pode viver uma nova vida, como pode crescer na Graça, na força e na beleza. Procure sempre alcançar as coisas elevadas do espírito. no mundo animal, um animal muda a própria forma para ser capaz de conseguir aquilo que o satisfaça como alimento. Quando você procura alcançar as coisas elevadas do espírito – a beleza, o amor, a honestidade, a pureza e o altruísmo – todo seu caráter muda, para que você possa aceitar melhor e se deliciar com as maravilhas de uma vida significativa.
Visto que a maioria de nós nasceu com abundância de desejos naturais, não é de se admirar que, frequentemente deixemos que excedam bastante o seu limite. Quando nos impedem cegamente ou quando, obstinadamente, exigimos que nos deem mais satisfações e prazeres do que é possível ou do que merecemos, estamos no ponto em que nos afastamos do grau de perfeição que Deus deseja para nós aqui na Terra. Esta é a medida de nossos defeito de caráter ou, se preferirmos, de nossos pecados.





















08 Jun. Sua vida foi dada a você, principalmente com o propósito de educar sua alma. Esta vida que vivemos é mais para a alma do que para o corpo. Escolhemos frequentemente o modo de vida que convém mais ao corpo, não o que convém tanto à alma quanto ao corpo. Aceite essa crença, e o resultado será um maravilhoso modelo de caráter. Se você rejeitá-la, o propósito de Deus para sua vida será frustrado, e seu progresso espiritual será retardado. Sua alma está sendo educada pelo bem que você escolheu. Assim, o propósito de sua vida está sendo cumprido.
A auto-análise é o meio pelo qual trazemos uma nova visão, ação e graça para influir no lado escuro e negativo de nosso ser. Com ela vem o desenvolvimento daquele tipo de humildade, que nos permite receber a ajuda de mais. descobrimos que pouco a pouco vamos nos despojando da vida antiga – a vida que não funcionou – por uma nova vida que pode e funciona sob quaisquer condições.
Foi me dado um indulto diário, que depende de minha condição espiritual, desde que eu procure o progresso e não a perfeição. Para me tornar pronto para mudar, eu pratico a boa vontade, abrindo-me às possibilidades de mudança.
Se percebo que existem defeito de caráter que me atrapalham a mim e aos outros, em me torno pronto, meditando e recebendo orientação.
Para soltar-me e deixar mais agir, preciso somente entregar meus velhos caminhos para Ele; não mais lutar nem tentar controlar, mas simplesmente acreditar que com a ajuda de Deus estou mudando, e afirmando isto eu me torno pronto. Esvazio-me para me encher de percebimento, luz e amor, e estou pronto para encarar cada dia com esperança.








09 Jun. A fé não é ver, mas acreditar. Estou numa caixa de espaço e de tempo e não posso ver o infinito ou a eternidade. Mas Deus não está dentro da concha do tempo e espaço. Ele é eterno e infinito. Ele não pode ser completamente compreendido por nossa mente limitada. Mas devemos tentar unir nossos propósitos aos de Deus. tentar unir nossa mente à mente de Deus, resulta numa igualdade de propósito. Essa igualdade de propósito nos põe em harmonia com Deus e com os outros. O mal vem do fato de estarmos em desarmonia com Deus e o bem vem do fato de estarmos em harmonia com Ele.

Hoje podemos dizer com certeza que temos um novo propósito em nossas vidas e a mudança de nossos motivos reflete isso. Temos muito mais para oferecer do que nossas misérias e inseguranças. Desenvolvemos uma integridade de espírito e uma mente em paz que coloca a nossa recuperação em um novo universo. Oferecemos o nosso amor e partilhamos nossa recuperação com completa generosidade. O que faz a diferença é o legado que deixamos para aqueles que ainda irão se juntar a nós.


















10 Jun. O mundo fica admirado, quando vê uma pessoa poder inesperadamente tirar grande e insuspeita soma de dinheiro do banco, para alguma emergência. Mas o que o mundo não viu foram as incontáveis pequenas quantias depositadas, ganhas com grande trabalho durante muito tempo. E assim é o banco do espírito. o mundo vê a pessoa que tem fé pedir forças a Deus, e o pedido ser atendido. O mundo não vê o que essa pessoa vem depositando, em agradecimento e louvor, em oração e comunhão, em pequenas boas ações feitas com fé, com firmeza, através dos anos.
Impaciência com as outras pessoas é um dos meus maiores defeitos. Seguir um carro que anda devagar numa avenida que não dá ultrapassagem, ou esperar pela conta num restaurante, me levam a loucura. Antes de dar uma chance a mais para me acalmar, eu expludo e isto é o que chamo ser mais rápido do que Deus. Esta experiência repetida várias vezes me deu uma ideia. Eu pensei que se eu pudesse olhar para estes acontecimentos sob o ponto de vista de Deus, eu poderia controlar melhor meu comportamento e meus sentimentos. Eu tentei e quando encontrei outro motorista lento, eu olhei o outro carro e a mim mesmo. Eu vi um casal de velhos dirigindo e conversando alegremente sobre seus netos. Eles eram seguidos por mim olhos esbugalhados e com o rosto vermelho – que não tinha hora marcada para encontrar ninguém. Eu parecia tão bobo que caí na realidade e diminui a marcha. Ver as coisas do ângulo de visão de Deus pode ser muito relaxante.









11 Jun. “Senhor, nós lhe agradecemos pela grande dádiva da paz essa paz, que ultrapassa todo entendimento, essa paz que o mundo não pode dar nem tirar.” Essa é a paz que só Deus pode dar, num mundo atribulado, cercado de preocupações e dificuldade. Conhecer essa paz é receber a consagração do Reino de Deus. quando você adquirir essa paz, estará preparado para receber a diferença entre os valores do Reino de Deus e os valores de tudo aquilo que o mundo tem para oferecer.

A vida na ativa não é uma vida limpa – ninguém conhece isso melhor do que nós. Alguns de nós viveram em completa miséria física, não se importando nem com os que nos cercavam nem tampouco com nós mesmos. Porém, a maneira como nos sentíamos por dentro era pior do que qualquer sujeira externa. As coisas que fazíamos para conseguir drogas, a forma como tratávamos os outros e como tratávamos a nós, faziam-nos sentir sujos. Muitos de nós lembram ter acordado várias manhãs somente desejando que, pelo menos uma vez, pudéssemos nos sentir limpos em relação a nós mesmos e a nossas vidas.


















12 Jun. “Aquele que escuta minhas palavras e as põe em prática, é como um homem que construiu sua casa numa rocha e a chuva caiu, vieram as tormentas, sopraram os ventos, batendo nessa casa e ela não desabou, pois estava alicerçada numa rocha.” Quando a vida é construída com obediência a Deus e aceitação da vontade Dele como você a concebe, você estará firme e inabalável, mesmo no meio da tempestade. A vida serena, firme e inabalável – a casa na rocha – é assentada pedra por pedra – alicerce, paredes e telhado – por atos de obediência à visão celestial. Se você seguir diariamente a orientação de Deus, fazendo Sua vontade, você constrói sua casa numa rocha.

Hoje, temos a chance de nos sentirmos limpos ao vivermos limpos. Para nós, adictos, viver limpo começa por não usar – no final das contas, este é o principal significado para a palavra “limpo” em Narcóticos Anônimos. Mas ao ficarmos e ao trabalharmos os doze passos, descobrimos um outro tipo de limpeza. É a limpeza que vem de admitirmos a verdade sobre nossa adicção em vez de esconder ou negar nossa doença. É a tranquilidade que vem de admitirmos os nossos erros e repará-los. É a vitalidade que vem de novos valores que desenvolvemos quando procuramos a vontade de um Poder Superior para nós. Quando praticamos os princípios de nosso programa em todas as situações, não temos nenhuma razão para nos sentir sujos em relação a nossas vidas – estamos vivendo limpos e gratos por estarmos assim finalmente.
“Viver limpo” costumava ser só para “caretas”. Hoje, viver limpo é a nossa única opção.









13 Jun. Se você está tentando honestamente viver da maneira que acredita que Deus quer que você viva, pode obter a orientação de Deus, nos momentos de calma comunhão com Ele, contanto que seus pensamentos sejam dirigidos para a vontade de Deus e de todas as boas coisas. A atitude de “seja feita a Sua vontade, não a minha”, leva a uma clara orientação. Se você seguir essa orientação, será levado a coisas melhores. Seus impulsos vão parecer que são menos seus e mais da liderança do espírito de Deus, agindo por meio de seus pensamentos. Se você obedecê-los, eles lhe trarão as respostas às suas orações.

Quando começamos a procurar um poder maior do que nós, muitos de nós ficam presos em velhas crenças e ideias, indo desde o medo de um Deus punitivo e vingativo até a descrença total. Alguns de nós pensavam que fizeram coisas tão terríveis que um poder amoroso nunca poderia fazer nada por nós. Outros estavam convencidos de que se um poder amoroso tivesse existido, as coisas “ruins” que aconteceram conosco jamais teriam acontecido. Levou algum tempo, esforço, mente aberta e fé para adquirir uma crença eficiente em um Poder Superior amoroso que poderia nos guiar através dos desafios da vida.
Até mesmo depois de vir a acreditar em um poder maior que nós mesmos, nossas velhas ideias podem voltar a nos perseguir. Grandes contrariedades em nossas vidas e inseguranças que estes eventos podem detonar possibilitam o reaparecimento de nossas velhas e inadequadas ideias sobre Deus. Quando isso acontece, precisamos nos assegurar de que nosso Poder Superior não nos abandonou, mas está esperando para nos ajudar a atravessar os momentos difíceis da nossa recuperação. não importa quão dolorosas tenham sido nossas perdas, sobreviveremos a nossa contrariedade e continuaremos a crescer e a manter a fé que o programa nos deu.




14 Jun. Muito mais do que suas condições, é você mesmo que precisa mudar. Não poupe esforços para vir a ser tudo o que Deus determinou que você seja. Siga toda boa orientação de sua consciência. Com Ele cada dia sem olhar para trás. Encare com Deus os problemas do dia e procure a ajuda e a orientação Dele, para lhe indicar o que fazer em cada situação que surja. Nunca olhe para trás. Nunca deixe para amanhã o que foi determinado para fazer hoje.

As risadas em nossas reuniões geralmente surpreendem o recém-chegado. Em grupo, apreciamos o alívio que o riso saudável traz, mesmo quando estamos com graves problemas. A alegria que está presente nas salas de reunião nos permite, por alguns momentos, nos divertirmos um pouco, em recuperação. através do humor nos livramos temporariamente de nossa auto-obsessão.
A vida em seus próprios termos não é diversão. Mas, se pudermos nos ver com um certo senso de humor, as coisas pequenas podem se tornar suportáveis. Quantas vezes nos permitimos perder a serenidade por incidentes que, se levados com um pouco de humor, não seriam tão intoleráveis? Quando ficamos aborrecidos com pessoas ou acontecimentos, buscar o humor da situação pode colocar as coisas em uma perspectiva mais clara. A habilidade de encontrar humor em situações difíceis é uma dádiva a desenvolver.












15 Jun. Há beleza numa vida guiada por Deus. há milagre na sensação de ser conduzido por Deus. tente entender cada vez mais a generosidade e a bondade de Deus. ele tem um plano para você. Seus caminhos são maravilhosos. Eles estão acima de sua compreensão. Mas a orientação de Deus vai entrar cada vez mais em sua consciência e lhe trazer sempre muita paz e alegria. Deus está planejando e abençoando sua vida. Você pode considerar perdidas todas as coisas materiais, se elas o impede de avançar para a consciência da orientação de Deus.

“Seja paciente quando estiver aprendendo a meditar”, disseram a muitos de nós. “É preciso prática para saber o que ‘ouvir’.”
Felizmente nos disseram isso, senão muitos de nós desistiriam de meditar em uma semana ou duas. Nas primeiras semana, podemos ter parado a cada manhã, aquietado nossos pensamentos e “ouvido”, exatamente como diz o texto básico, mas não “escutamos” nada. Podem ter passado mais algumas semanas até que alguma coisa realmente acontecesse. Até aí, o que acontecia quase não dava para perceber. Levantávamos de nossas meditações matinais, sentindo-nos um pouco melhor quanto a nossas vidas, sentindo um pouco mais de empatia por aqueles que encontrávamos e um pouco mais em contato com nosso Poder Superior.
Para a maioria de nós, não havia nada de dramático nesta consciência – nem relâmpagos nem trovoadas. Ao contrário, era algo suavemente poderoso. Necessitamos de tempo para deixar nosso ego e nossas ideias de lado. Neste espaço vazio, melhoramos nosso contato consciente com a fonte de nossa recuperação cotidiana, o Deus de nossa compreensão. Meditar era novidade e exigiu tempo e prática. Mas como todos os passos, funciona se fizermos funcionar.



16 de Jun. Procurar Deus nas primeiras horas do dia, antes que Ele fique sobrecarregado com os problemas, dificuldades ou prazeres da vida. Adquira uma confiança calma e forte na bondade e no propósito do universo, naqueles momentos tranquilos da manhã. Não procure Deus, somente quando as lutas do mundo foram muitas ou grandes demais para você aguentar ou enfrentar sozinho. Procure Deus mais cedo, no momento em que você pode ter consciência do espírito de Deus no mundo. Muitas vezes as pessoas procuram Deus, só quando suas dificuldades sem muito grandes para ser superado de outro modo, se esquecendo de que se elas procurassem a companhia de Deus antes de precisar, muitas de sus dificuldades nunca surgiriam.

Algumas vezes é difícil aceitar os defeitos de caráter dos outros. Ao nos recuperar juntos, não só ouvimos os outros falarem nas reuniões, como também vemos o seu progresso em recuperação. Quanto mais temos chance de conhecer outros membros mais nos conscientizamos de como eles levam suas vidas. Podemos formar opiniões de como eles levam suas vidas. Podemos formar opiniões de como eles trabalham seus programas. Podemos pensar que certos membros nos incomodam ou podemos até dizer: “Se eu praticasse o programa como eles, com certeza usaria.”
No entanto, a tolerância é um princípio que fortalece nossa própria recuperação e nossos relacionamentos com pessoas irritantes para nós. Torna-se mais fácil aceitar a fragilidade de outros membros quando nos lembramos de que nós mesmos raramente superamos nossos defeitos de caráter, enquanto não ficamos dolorosamente conscientes deles.







17 Jun. Pensar em Deus, com amor e adoração, afasta o mal. É diante desse pensamento que os exércitos do mal fogem. O pensamento num Poder Superior a você mesmo é o pedido de uma corda salva-vidas, para livrá-lo da tentação. O pensamento em Deus afasta a solidão e dispersa a melancolia. Ele é um pedido de ajuda para vencer suas faltas. Pense em Deus, sempre que possível. Use o pensamento com devoção e determinação. Isso vai levar seus pensamentos para longe das coisas materiais e em direção às coisas espirituais, que fazem a vida valer a pena.

“A complacência é o inimigo de membros com substancial tempo limpo. Se permanecemos complacentes por muito tempo, o processo de recuperação cessa.”
Após alguns anos em recuperação, a maioria de nós começa a sentir que não há maiores desafios. Se fomos dedicados no trabalho dos passos, o passado está amplamente resolvido e temos alicerces sólidos para construir nosso futuro. Aprendemos a aceitar a vida quase exatamente como ela é. A familiaridade com os passos nos permite resolver os problemas quase tão rapidamente quanto se apresentam.
Quando descobrimos este grau de conforto, tendemos a tratá-lo como uma “parada para descansar” no caminho da recuperação. Fazendo isso, no entanto, subestimamos a natureza de nossa doença. A adicção é paciente, sutil, progressiva e incurável. É também fatal – podemos morrer desta doença, a não ser que continuemos a tratá-la. O tratamento para a adicção é um programa vital e contínuo de recuperação.









18 Jun. A vida espiritual tem duas partes. Uma é a vida à parte, a vida de oração e a calma comunhão com Deus. você passa essa parte de sua vida com Deus. todo dia sua mente pode ser colocada na direção certa, para que seus pensamentos sejam corretos. A outra é a vida compartilhada – compartilhando com os outros aquilo que você adquiriu com sua própria experiência de meditação. As vitórias que você obteve sobre você mesmo, com a ajuda de Deus, podem ser compartilhadas com os outros. Você pode ajudá-los, dividindo com eles parte da vitória e da segurança que você adquiriu em sua vida à parte.

Os doze passos são um processo, uma maneira de estar um passo à frente de nossa doença. Reuniões, apadrinhamento, serviços e os passos serão sempre essenciais à continuidade da recuperação. Embora, com cinco anos limpos, possamos praticar nosso programa um pouco diferente do que aos cinco meses, isto não significa que o programa mudou ou se tornou menos importante, apenas a nossa compreensão prática mudou e cresceu. Para manter nossa recuperação vigorosa e vital, devemos permanecer alertas para oportunidades de praticar o nosso programa.















19 Jun. Seu verdadeiro trabalho na vida é crescer espiritualmente. Para fazer isso, você deve seguir o caminho que busca o bem, com perseverança. As maravilhas espirituais ocultas são mostradas àqueles que buscam, com perseverança, esse tesouro. De um ponto ao outro, você tem que seguir o caminho da obediência à vontade de Deus, até que finalmente alcance, cada vez mais, a elevação espiritual. O trabalho no plano material deveria ser secundário ao verdadeiro trabalho de sua vida. As coisas materiais, de que você mais precisa, são aquelas que o ajudam a alcançar o espiritual.

Nós, adictos, somos bastante diversos, vimos de diferentes origens, usamos drogas diferentes e lembramos de experiências diferentes. Nossas diferenças não desaparecem na recuperação; para alguns, essas diferenças são ainda mais notadas. A liberdade em face de nossa adicção ativa nos dá liberdade para sermos nós mesmos, como verdadeiramente somos. O fato de estarmos todos em recuperação não quer dizer que tenhamos as mesmas necessidades ou objetivos. Cada um de nós tem suas próprias lições para aprender em recuperação.
Um bom pensamento que nos ajuda bastante para que aceitemos isso pode ser: “viva e deixe viver.”















20 Jun. Ver Deus com os olhos da fé é fazer com que Sua força se manifeste no mundo material. Deus, por causa da descrença, não pode operar um milagre em sua personalidade. Todos os milagres acontecem no campo da personalidade e todos são causados e baseados na crença do poder infalível de Deus. mas o poder de Deus não pode se manifestar nas personalidades, a não ser que elas tenham fé. Podemos ver Deus somente com os olhos da fé, mas esse tipo de visão produz uma grande mudança em nossa maneira de viver.
O problema de acabar com o medo apresenta dois aspectos.
Vamos ter que tentar nos libertar de todo o medo que for possível. Depois vamos precisar encontrar tanto a coragem como a Graça de lidar construtivamente com qualquer espécie de medo que ainda reste.
A conquista da libertação do medo é uma tarefa para toda a vida, é algo que nunca pode ficar completamente concluído.
Ao sermos duramente atacados, estarmos gravemente enfermos ou em qualquer situação de séria insegurança, todos nós vamos reagir a essa emoção de alguma maneira – bem ou mal – conforme o caso se apresente. Somente os que enganam a si mesmos alegam que estão totalmente livres do medo.
O medo causou-me muito sofrimento, quando eu podia ter tido mais fé. Há horas em que o medo, subitamente, arrasa comigo logo quando estou experimentando sentimentos de alegria, felicidade e leveza no coração. A fé – e um sentimento de valor próprio em relação a um Poder Superior – me ajudam a suportar a tragédia e o êxtase. Quando eu optar por entregar ao meu Poder Superior todos os meus medos, então eu serei livre.





21 Jun. Um homem ou mulher realmente espiritualizado gostaria de ter a mente serena. Ter a mente serena é a única maneira de se ficar calmo neste mundo conturbado. A mente calma e sadia vê as coisas espirituais, como realidades verdadeiras, e as coisas materiais apenas como temporárias e passageiras. Esse tipo de mente você nunca pode obter pelo raciocínio, porque seus poderes de raciocínio são limitados pelo espaço e pelo tempo. Esse tipo de mente você nunca pode obter pela leitura, porque as outras mentes são também limitadas da mesma maneira. Você só pode ter essa mente, por um ato de fé, tendo a felicidade da crença.

Com tantas e tantas diferenças de um adicto para outro, como é que nós ajudamos uns aos outros em recuperação e como é que nós usamos nossas experiências mútuas? Nós nos unimos para partilhar nossas vidas à luz dos princípios da recuperação. apesar de nossas vidas serem diferentes, os princípios espirituais que praticamos são os mesmos.
É pela luz desses princípios, brilhando através de nossas diferenças, que nós iluminamos uns aos outros, na direção de nossos caminhos individuais.
















22 Jun. Eu faria bem se não pensasse no mar vermelho de dificuldades que surge à minha frente. Tenho certeza de que, quando eu chegar ao mar vermelho, as águas vão se separar e vou adquirir toda a força de que preciso para encarar e superar muitas dificuldades e enfrentar, com coragem, o que me está reservado. Acredito que vou através do mar vermelho até a terra prometida, a terra do espírito, onde muitas almas se reúnem em perfeita camaradagem. Acredito que quando chegar a hora, vou me libertar de toda impureza das coisas materiais e encontrar a paz.

Todos temos duas coisas em comum; adicção e recuperação. quando escutamos com cuidado, ouvimos outros companheiros falarem de sofrimento da mesma doença que nós sofremos, indiferentemente das origens de cada um. Quando abrimos nossas mentes, ouvimos outros adictos falarem sobre princípios espirituais que prometem esperança para nós, independente de nossos objetivos pessoais.




















23 Jun. Você precisa estar constantemente fortalecido pelo poder do espírito de Deus. Comungue com Deus nos momentos da calma, até que, por esse simples contato, a vida vinda de Deus, a vida divina, passe para dentro de seu ser e reviva seu espírito abatido. Arranje um tempo para descansar. Descanse e Deus lhe dará poder e força e aí você vai estar pronto para dar boas vindas a qualquer chance que surja. Descanso, até que desapareçam todos os aborrecimentos e preocupações, e aí a correnteza de paz e serenidade, de amor e alegria, vai fluir dentro de sua consciência.
A confiança, não exige que sejamos cegos em relação aos motivos dos outros ou até aos nossos. Isso seria loucura. Certamente devemos avaliar tanto a capacidade de fazer o mal como a capacidade de fazer o bem nas pessoas em quem vamos confiar. Com esse pensamento, estaremos menos sujeitos a decepções de qualquer natureza.
Eu não sou vítima dos outros, mas, antes disso, uma vítima de minhas expectativas, escolhas e desonestidade. Quando espero que os outros sejam o que desejo que eles sejam e não o que eles são, quando eles deixam de alcançar minhas expectativas, eu me magoo. Quando minhas escolhas são baseadas no auto-centrismo, eu me encontro sozinho e desconfiado. Adquiro confiança em mim mesmo, contudo, quando pratico a honestidade em todos os meus assuntos. Quando procuro meus motivos e sou honesto e confiante, sou consciente da capacidade para o mal em situações que surgem, e posso evitar aquelas que são prejudiciais.










24 Jun. Quando permitido que as ofensas e ressentimentos pessoais interfiram naquilo que sei que é minha própria conduta, estou no caminho errado e desfazendo tudo o que construí, quando fazia a coisa certa. Eu nunca devo permitir que as ofensas pessoais interfiram na vida que sei que Deus quer que eu viva. Quando não tenho uma orientação clara de Deus, devo seguir adiante em silêncio, no caminho do dever. A atitude de fé tranquila vai receber sua recompensa, com tanta certeza quanto agir sob a orientação direta de Deus. Não devo diminuir minha força espiritual, permitindo que as ofensas pessoais me perturbem.
Estamos apenas pondo em funcionamento um jardim de infância espiritual, no qual as pessoas ficam capacitadas a encontrar a Graça de continuar vivendo bem.
Se pedirmos, Deus certamente perdoará nossas negligências. Porém, em nenhum caso nos torna brancos como a neve e nos mantém assim sem a nossa cooperação.
Quando rezava, costumava omitir muitas coisas que eu precisava que fossem perdoadas. Pensava que se não falasse dessas coisas para Deus, Ele nunca ficaria sabendo sobre elas.
Eu não sabia que se eu tivesse me perdoado por algumas das minhas ações passadas, Deus me perdoaria também. Eu sempre fui instruído a me preparar para a jornada da vida, nunca percebendo que a própria vida, é a jornada. Quando fiquei consciente da importância de perdoar e ser perdoado, aprendi que a jornada da vida é algo muito feliz, desde que eu esteja disposto a aceitar uma mudança de vida e responsabilidade.










25 Jun. Sempre que procuramos veneram a Deus, pensamos no grande universo que Ele governa, na criação, na lei e na ordem poderosa que existe em todo o universo. Então sentimos a admiração que vem antes da veneração. Também devo ter a admiração, sentir o desejo de venerar a Deus, com uma admirável surpresa. Minha mente está numa caixa de espaço e tempo e isso é feito para que eu não possa conceber o que está além do espaço e do tempo, o infinito e o eterno. Mas sei que essa alguma coisa deve ser o poder infinito e eterno, por trás do universo. Sei também que posso experimentar esse poder em minha vida.

O quarto está escuro. Sua testa está banhada em suor frio. Seu coração está acelerado. Você abre os olhos, certo de que acabou de perder seu tempo limpo. Você sonhou “que estava usando” e foi como se realmente tivesse acontecido – as pessoas, os lugares, a rotina, a sensação horrível no estômago, tudo. Leva alguns momentos para perceber que foi apenas um pesadelo, que não aconteceu de verdade. Devagar você se acalma e volta a dormir.
Na manhã seguinte é o momento de examinar o que realmente ocorreu na noite anterior. Você não usou a noite passada – mas quão perto você está de usar hoje? Você tem alguma ilusão sobre sai capacidade de controlar o uso? Você sabe, sem dúvida, o que aconteceria se você tomasse aquela primeira dose? O que o impede de recair? Seu programa está forte? E os relacionamentos com seu padrinho, seu grupo de escolha e seu Poder Superior? Pense em tudo isso, mas não se desespere. Os sonhos lhe fazem bem.









26 Jun. Cada coisa tem seu tempo. Devo aprender a não fazer as coisas na hora errada, isto é, antes de estar pronto ou antes que as condições sejam boas. É sempre uma tentação fazer as coisas na hora, ao invés de esperar o momento adequado. Senso de oportunidade é importante. Nas pequenas situações diárias, devo aprender a não tomar atitude, enquanto não tiver certeza de que estou fazendo a coisa certa, na hora certa. Muitas pessoas não têm equilíbrio, nem sendo de oportunidade. Nos momentos decisivos e de crise essas pessoas podem pedir a orientação de Deus, mas nas pequenas situações de vida, elas logo resolvem sozinhas.

Sonhar que estamos usando não significa necessariamente uma falha em nossa programação; para um adicto, não há nada mais natural do que sonhar em usar drogas. Alguns de nós acreditam que sonhar que estamos usando é um presente de nosso Poder Superior, intensamente nos lembrando o quanto é insana nossa adicção ativa e nos encorajando a fortalecer nossa recuperação. Visto por este ângulo, podemos nos sentir gratos por nossos sonhos em que estamos usando. Aterrorizantes como são, podem provar serem uma grande bênção – se os usarmos para fortalecer nossa recuperação.















27 Jun. Onde for, leve uma bênção com você. Você tem sido abençoado, portanto, abençoe os outros. Essas reservas de bênçãos estão à sua espera nos meses e anos vindouros. Transmita aos outros suas bênçãos. As bênçãos podem e devem se espalhar pelo mundo, passadas de uma pessoa para outra. Derrame um pouco de bênção no coração de uma pessoa. Essa pessoa será encorajada a transmitir essa bênção, e assim, com a ajuda de Deus, a mensagem que traz alegria se espalha. Seja um mensageiro das bênçãos de Deus.

Quando pensamos em desespero, visualizamos um estado indesejável: uma pobre alma em frangalhos, que se agarra freneticamente a algo de que necessita de modo excessivo, com um olhar de desespero. Pensamos em animais sendo caçados, crianças famintas e em nós mesmos antes de encontrar Narcóticos Anônimos.
Foi o desespero que sentimos antes de vir para Narcóticos Anônimos que nos levou a aceitar o primeiro passo. Por haver esgotado nossas ideias, nos tornamos abertos para novas. Nossa insanidade havia crescido mais que as paredes de nossa negação, nos forçando a ser honestos sobre nossa adicção. nossos melhores esforços para estar no controle só nos levou à derrota, foi quando nos prontificamos para nos render. Havíamos recebido a dádiva do desespero e, como resultado, nos tornamos capazes de aceitar os princípios espirituais que tornaram possível nossa recuperação.
Desespero é o que finalmente leva muitos de nós a pedir ajuda. uma vez que alcançamos este estado, podemos dar a volta e começar tudo de novo. Tal como o desespero do animal que está sendo caçado o leva a procurar um refúgio seguro, assim nós o fizemos: em Narcóticos Anônimos.




28 Jun. Você não pode ver o futuro. É uma bênção não poder. Você não aguentaria saber todo o futuro. É por isso que Deus só lhe revela dia por dia. o primeiro passo de cada dia é colocar sua vontade diante de Deus como uma oferta, pronto para que Deus faça o que for melhor para você. Esteja certo de que, se você confia em Deus, o que Ele faz por você será para melhor. O segundo passo é confiar que Deus é bastante poderoso para fazer qualquer coisa que Ele queira, e que nenhum milagre nas vidas humanas é impossível para Ele. Em seguida lhe entregue o futuro.

“Queremos e exigimos que as coisas corram sempre à nossa maneira. Deveríamos saber, pela nossa experiência passada, que a nossa maneira de fazer as coisas não funcionou.”
Todos nós temos ideias, planos e objetivos para nossas vidas. Não há nada no programa de Narcóticos Anônimos que diga que não deveríamos pensar por nós mesmos, tomar iniciativa e colocar planos responsáveis em ação. Mas, quando nossas vidas são movidas pela vontade egocêntrica, nós nos envolvemos em problemas.
Quando estamos vivendo movidos por nossa vontade egocêntrica, vamos além de pensar por nós mesmos, pensamos somente em nós mesmos. Esquecemos que somos apenas uma parte do mundo e que, seja qual for a força pessoal que tivermos, ela provém de um Poder Superior.













29 Jun. A vida é toda uma preparação para algo melhor que virá. Deus tem um plano para sua vida, e isso vai funcionar se você tentar fazer a vontade Dele. Deus lhe planejou coisas, muito além do que agora você possa imaginar. Mas você deve se preparar, para que esteja pronto para as coisas melhores que virão. Agora é o momento da disciplina e da oração. O momento das coisas surgissem será mais tarde. A vida pode ser toda cheia de alegria e satisfação. Assim prepara-se para as coisas melhores que virão.

O egocentrismo pode nos fazer chegar ao ponto de imaginar que as outras pessoas existem somente para cumprir nossas ordens. Rapidamente, nos encontramos disputando tudo e com todos à nossa volta.
Nessa altura, temos duas escolhas: ou continuar escravizados à nossa vontade egocêntrica, fazendo exigências sem sentido e ficando frustrados porque o mundo não gira à nossa volta; ou nos render, relaxar, buscar o conhecimento da vontade de Deus e o poder de realizar esta vontade, encontrando o caminho de volta para uma condição de paz com o mundo.
Pensar, tomar iniciativa, fazer planos responsáveis; não há nada de errado com estas coisas, contanto que elas sirvam à vontade de Deus, não meramente a nossa.















30 Jun. Devo esquecer o passado o mais que posso. O passado acabou e se foi para sempre. Nada pode ser feito a respeito do passado, a não ser restituir aquilo que posso. Não devo carregar o peso de meus erros no passado. Devo continuar com fé. As nuvens vão clarear e o caminho vai ser iluminado. O caminho se tornará menos cheio de pedras, a cada passo que eu der. Deus não condena nada que Ele tenha curado. Posso me tornar íntegro e livre, mesmo que tenha arruinado minha vida no passado. Lembre-se dos dizeres: “Eu não a condeno, vá e não peque mais.”
01 Jul. Aprenda diariamente a lição da confiança e da calma, nomeio das tempestades da vida. Qualquer que seja o sofrimento ou a dificuldade que o dia possa trazer, Deus lhe ordena a mesma coisa. Seja grato, humilde, calmo e amoroso para com todas as pessoas. Deixe em cada alma o melhor, por haver encontrado ou ouvido você. Para todos os tipos de pessoas, esta deveria ser sua atitude: um desejo amoroso de ajudar e um contagiante espírito de calma e confiança em Deus. Para a solidão e o medo, você tem a resposta, que é a fé tranquila na bondade e no propósito do universo.

















02 Jul. “Se você não se tornar uma criança, não pode entrar no Reino do Céu.” Esses dizeres nos advertem de que, todos aqueles que procuram o céu na Terra ou na vida futura deveriam se tornar crianças. Deveríamos tentar nos tornar crianças, procurando as coisas do espírito e com fé. Mesmo depois de adultos, os anos de procura podem nos dar a atitude de criança confiante. Deveríamos Ter espírito infantil, não apenas por sua simples confiança, mas também por alegria na vida, seu riso fácil, sua falta de crítica e seu desejo de compartilhar. Na história de Charles Dickens, O Conto de Natal, até o velho Scrooge mudou, quando adquiriu o espírito de criança.

Hiper-sensibilidade, insegurança e falta de identidade são, frequentemente, associadas à adicção ativa. Muitos de nós levam estas características para a recuperação; nossos medos de inadequação, rejeição e falta de orientação não desaparecem da noite para o dia. muitos de nós têm imagens, personalidades falsas que construímos, seja para nos proteger, seja para agradar a outros. Alguns de nós utilizam máscaras por que não temos certeza de quem somos. Às vezes, pensamos que estas imagens, construídas para nos proteger enquanto usávamos, podem também nos proteger em recuperação.
Devemos pensar bem para nos livrar desse engano de raciocínio. Ele somente pode prejudicar nossos relacionamentos e nossa recuperação.











03 Jul. “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois eles serão saciados.” Só na plenitude da fé, o coração doente, abatido e fraco pode ficar curado, descansado e forte. Pense nas maravilhosas revelações espirituais que ainda não foram descobertas por aqueles que estão tentando viver uma vida espiritual. Muito coisa na vida ainda não foi explorada espiritualmente. Essas grandes descobertas espirituais só podem ser reveladas às pessoas consagradas e amorosas. Continue em frente e crescendo na justiça.
Sendo ainda inexperientes e havendo, só agora, entrado em contato consciente com Deus, não é provável que estejamos inspirados a todo instante.
Alguns dizem que a experiência é o melhor professor, mas eu acredito que a experiência é o único professor. Fui capaz de saber do amor de Deus por mim somente pela experiência de minha dependência desse amor. No início não estava seguro de Sua orientação em minha vida, mas agora vejo que, se estou confiante o bastante para pedir por Sua orientação, devo agir como se Ele a tenha fornecido. Frequentemente peço a Deus para me lembrar que Ele tem um caminho para mim.

















04 Jul. Aquilo que as vezes a religião chama de conversão, frequentemente é apenas a descoberta de Deus, como um amigo na necessidade. Aquilo que às vezes é chamado de santidade, frequentemente é apenas o convite de Deus para ser nosso amigo. À medida que Deus se torna seu amigo, você se torna um amigo dos outros. Experimentamos a verdadeira amizade humana, e a partir dessa experiência, podemos imaginar que tipo de grande amigo Deus pode ser. Acreditamos que Ele é um amigo incansável, altruísta, que tudo conquista e que opera milagres. Podemos estender a mão ao grande amigo e é como se tomássemos sua mão na nossa.
Dentro de cada homem, mulher ou criança, jaz oculta a ideia fundamental de Deus. poderá estar sombreada pela calamidade, pela pompa, pela adoração de outras coisas, porém, de uma forma ou de outra está ali dentro, pois a fé em um Poder Superior a nós e as demonstrações milagrosas desse Poder nas vidas humanas, são fatos tão velhos como a própria humanidade.




















05 Jul. Muitas coisas podem transtorná-lo e você pode facilmente se desencaminhar. Mas lembre-se de que Deus está perto de você o tempo todo, pronto para ajudá-lo, se você pedir Sua ajuda. Você não pode ficar contra a vontade de Deus, em relação a você, para sempre, nem pode derrubar para sempre o plano Dele, em relação à sua vida, mesmo que esse plano seja colocado em segundo lugar, por causa de sua escolha deliberada do mal. O mundo todo não pode mudar as leis de Deus, nem seu propósito para o universo. O mar da vida pode parecer muito bravio para nós, mas podemos acreditar que nosso capitão pilota o barco no rumo certo.

Utilizamos caras falsas para esconder nossa verdadeira personalidade, para disfarçar nossa falta de auto-estima. Estas máscaras nos escondem de outros e, também, de nosso verdadeiro ser. Vivendo uma mentira, estamos dizendo que não podemos conviver com a verdade sobre nós mesmos. Quanto mais escondemos nosso verdadeiro ser, mais danificamos nossa auto-estima.
um dos milagres da recuperação é o reconhecimento de nós mesmos, por inteiro, com nossas qualidades e limitações. A auto-estima começa com este reconhecimento. Apesar de nosso medo de nos tornar vulneráveis, precisamos estar dispostos a abrir mão de nossos disfarces. Precisamos nos libertar de nossas máscaras e nos tornar livres para confiar em nós mesmos.












06 Jul. “Peça e Receberá”. Nunca pense que você não pode fazer algo útil ou que nunca será capaz de realizar uma tarefa útil. O fato é que você pode fazer praticamente qualquer coisa no campo dos relacionamentos humanos, se está disposto a pedir um suprimento de força de Deus. o suprimento pode não estar disponível imediatamente, porque você pode não estar bem preparado para recebê-Lo. Contudo, Ele certamente virá, quando você estiver adequadamente preparado para isso. À medida que você cresce espiritualmente, tem a sensação de estar plenamente abastecido pela força de Deus, e você será capaz de realizar muitas coisas úteis.
Quando me sinto desconfortável, irritado ou deprimido, procuro o medo. Este “mau e corrosivo fio” é a raiz do meu sofrimento. Medo do fracasso, medo da opinião dos outros, medo dos danos e muitos outros medos. Encontrei um Poder Superior que não deseja que eu viva com medo e, como resultado minha vida deve ser de liberdade e alegria.
Não estou mais disposto a viver com a multidão de defeito de caráter que caracterizaram minha vida sem o apoio e confiança no meu Poder Superior. Rezo para ser ajudado a identificar o medo escondido no defeito e então peço a Ele para me libertar do medo. Este método funciona para mim e é um dos grandes milagres de minha vida.
Muitos vivem com um medo inexplicável de que perderão algo que já possuem ou que não vão obter algo que buscam. Vivendo assim, numa base de exigências não atendidas, estão num estado de perturbação e frustração contínuas. Portanto, não há paz a menos que possamos encontrar um meio de reduzir estas exigências. A diferença entre uma exigência e um simples pedido é evidente para qualquer um.
A paz é possível para mim somente quando me livro das expectativas. Quando estou preso em pensamentos sobre o que quero e o que deveria vir para mim, fico num estado de medo ou de antecipação ansiosa e isto não leva à sobriedade emocional. Preciso render-me sempre de novo, à realidade de minha dependência de Deus, pois então encontro paz, gratidão e segurança espiritual.





































07 Jul. Por mais penoso que o presente possa ser, um dia você verá a razão disso. Verá que Ele não era apenas um teste, mas era também uma preparação para o trabalho de vida que você terá que fazer. Tenha fé em que suas orações e aspirações sejam atendidas um dia. atendidas de uma maneira que talvez pareça dolorosa para você, mas é a única maneira certa. O egoísmo e o orgulho frequentemente nos fazem querer coisas que não são boas para nós. Eles precisam ser removidos de nossa natureza. Precisamos nos livrar dos bloqueios, que são empecilhos, para que possamos esperar que nossas orações sejam atendidas.
Quando efetuamos uma mudança em nossa atitude, isso nos permite, com a humildade servindo de guia, sair de dentro de nós mesmos em direção aos outros e a Deus.
Quando finalmente pedi a Deus para remover estas coisas que me separavam Dele e da luz do espírito, embarquei numa viagem mais gloriosa do que podia imaginar. Experimentei libertação destas características que me mantinham escondido em mim mesmo.
Humildade é um dos assuntos mais difíceis. Humildade não é pensar menos do que deveria de mim mesmo; é saber que faço certas coisas bem, é aceitar um cumprimento graciosamente.
Deus pode somente fazer para mim o que Ele pode fazer através de mim. Humildade é o resultado de saber que Deus é quem faz, não eu. Na luz desta percepção, como posso ter orgulho de minhas realizações? Sou um instrumento, e qualquer trabalho que pareça estar fazendo, está sendo feito por Deus através de mim. Peço a Deus todo o dia para remover minhas imperfeições, para que eu possa livremente continuar minha jornada de aperfeiçoamento espiritual.








08 Jul. Há uma força para o bem, no mundo, e quando você coopera com essa força, acontecem coisas boas para você. Você tem livre-arbítrio, a escolha para ficar do lado certo ou do lado errado. Essa força para o bem nós chamamos de vontade de Deus. Deus tem um propósito para o mundo e tem um propósito para sua vida. Ele quer levar todos os seus desejos a uma união com os desejos Dele. Ele só pode trabalhar por intermédio das pessoas. Se você tentar fazer da vontade de Deus a sua vontade, será guiado por Ele. Você estará na corrente de bondade, levado por tudo o que é certo. Você estará do lado de Deus.

Confiar nas pessoas é um risco. Seres humanos são notadamente esquecidos, pouco dignos de confiança e imperfeitos. Muitos de nós vêm de passados onde a traição e a insensibilidade entre amigos eram ocorrências comuns. Quando chegamos às salas de Narcóticos Anônimos muitos de nós tinham centenas de experiências que sustentavam a nossa convicção de que as pessoas não são dignas de confiança. Mas a nossa recuperação requer que confiemos nas pessoas. Encaramos o seguinte dilema: as pessoas nossa são sempre dignas de confiança, mas precisamos cofiar nelas. Como podemos fazer isto, dadas as evidências de nossos passados?
Vamos pensar um pouco como poderemos fazer para nos livrarmos desse paradoxo?













09 Jul. A desilusão e a dúvida destroem a vida. Aqueles que duvidam são os desiludidos. Quando você está em dúvida, está em cima do muro. Você não vai a lugar algum. A dúvida envenena toda a ação. “Bem, não sei.” – assim, você não faz nada. Você deveria enfrentar a vida com um “sim”, com uma atitude afirmativa. Existe o bem número e podemos praticá-lo existe a força a nosso alcance para ajudar a fazer a coisa certa, portanto, vamos aceitar essa força. Existem milagres como prova da força de Deus.

Para confiarmos nas pessoas, em primeiro lugar nos lembramos que as regras da adicção ativa não se aplicam à recuperação. muitos de nossos companheiros estão dando o melhor de si para viver de acordo com os princípios que aprendemos no programa. Em segundo, nos lembramos de que nós também não somos 100% confiáveis. Certamente iremos desapontar alguém em nossas vidas, não importa o quanto tentemos não fazê-lo. Em terceiro, o mais importante, percebemos que precisamos confiar nos nossos companheiros de Narcóticos Anônimos. As nossas vidas estão em jogo e a única maneira de nos manter limpos é confiar neste pessoal bem intencionado que, admitimos, não é perfeito.















10 Jul. Espere milagres de mudanças na vida das pessoas. Não estacione por falta de fé. As pessoas podem mudar e, frequentemente, elas estão preparadas e esperando mudar. Vemos todos os dias pessoas que mudaram. Será que você tem a fé que torna essas mudanças possíveis? Os milagres modernos acontecem todo dia na vida das pessoas. Todos os milagres ocorrem no terreno das personalidades. Pode-se mudar a natureza humana, e ela está sempre sendo mudada. Mas devemos Ter bastante fé, para que possamos ser canais, a fim de que a força de Deus entre na vida dos outros.
Devemos olhar nossos defeitos de frente, discutir com outra pessoa a respeito deles, estarmos dispostos a removê-los. Assim, nossa maneira de pensar a respeito da humildade começa a ter um sentido mais amplo.
Um momento decisivo em nossas vidas chegou quando procuramos a humildade como algo que realmente desejávamos, em vez de algo que precisávamos ter.
Quando surgem situações que destroem minha serenidade, a dor muitas vezes me leva a pedir a Deus a clareza de ver minha parte na situação. Admitindo minha impotência, humildemente peço por aceitação. Tento ver como meus defeitos de caráter contribuíram para a situação. Eu poderia ter sido mais paciente? Fui intolerante? Insisti em fazer da minha maneira? Estava assustado? À medida que meus defeitos são revelados, coloco a autoconfiança de lado e humildemente peço a Deus que remova minhas imperfeições. A situação pode não mudar, mas com a prática de exercitar a humildade, eu gozo de paz e serenidade, que são os benefícios naturais por colocar minha confiança num poder maior que eu mesmo.
A confiança em meu Poder Superior se aprofunda e o fluxo de gratidão se espalha através de mim. Estou convencido de que ser humilde é ser verdadeiro e honesto ao tratar comigo e com Deus. Então, humildade é algo que eu “realmente desejo”, ao invés de ser “uma coisa que eu devo ter.”


11 Jul. Deus vai protegê-lo das forças do mal, se você confiar Nele. Você pode enfrentar tudo, através do poder de Deus, que o fortalece. Uma vez que Deus imprimiu em você Seu timbre e Seu selo de propriedade, toda Sua força será usada para protegê-lo. Lembre-se de que você é filho de Deus. Compreenda que a ajuda de Deus está sempre pronta e disponível para todos os Seus filhos, para que eles possam enfrentar qualquer coisa. Deus fará tudo o que for necessário para seu bem-estar espiritual, caso você permita que Ele aja à Sua maneira.

Para cima ou para baixo.
Esta é nossa estrada para o crescimento espiritual. Mudamos todos os dias. Este crescimento não é o resultado de um desejo, é resultado de ação e oração.
A nossa condição nunca é estática; se não está crescendo, está decaindo. Se ficarmos parados, o nosso progresso espiritual perderá seu impulso para cima. Gradualmente, a velocidade de nosso crescimento irá diminuir, depois parar e então, irá se reverter. A nossa tolerância ficará pequena, nossa boa vontade de servir a outros desaparecerá e as nossas mentes irão se estreitando até fechar. Em pouco tempo, estaremos de volta ao ponto onde começamos: em conflito com tudo e todos ao nosso redor, não aguentando nem a nós mesmos.













12 Jul. Se você acredita que a Graça de Deus o salvou, então deve acreditar que Ele pretende salvá-lo ainda mais e mantê-lo no caminho que você deveria seguir. Mesmo um salva-vidas não o salvaria do afogamento, só para colocá-lo em outras águas profundas e perigosas. Mas sim colocá-lo em terra firme para restabelecê-lo. Deus, que é seu salva-vidas, certamente faria isso e muito mais. Ele completará a tarefa que planou. Se você estiver dependendo Dele, Ele não vai atirá-lo ao mar.
Por que me refreio diante da palavra “humildade”? Eu não estou me humilhando para outras pessoas, mas para Deus, como eu O entendo. Humildade significa “mostrar um respeito submisso” e ao ser humilde eu percebo que não sou o centro do universo. A humildade me dá condições de depender mais de Deus para me ajudar a vencer os obstáculos, para que eu possa crescer espiritualmente. Preciso resolver mais problemas difíceis para aumentar minha competência e, quando encontro os obstáculos da vida, preciso aprender a superá-los com a ajuda de Deus.
Comunhão diária com Deus demonstra minha humildade e, me abastece com a compreensão de que uma entidade mais poderosa do que eu está disposta a me ajudar, se eu parar de tentar representar o papel de Deus.















13 Jul. Saiba esperar. Espere sempre por coisas melhores. Acredite que o que Deus reservou para você é melhor do que qualquer coisa que já teve antes. A maneira de envelhecer feliz é esperar por coisas melhores, até o final de sua vida, e mesmo depois dela. Uma vida correta é uma vida de crescimento e em expansão, com horizontes sempre amplos e com um círculo de amigos e conhecidos cada vez maior, e com uma oportunidade cada vez mais maior de ser útil.
Já que colocávamos a confiança própria em primeiro lugar, permanecerá fora de cogitação uma autêntica fé num Poder Superior. Faltava este ingrediente básico de toda a humildade, o desejo de solicitar e fazer a vontade de Deus.
Quando tomei conhecimento dessa palavra pela primeira vez, desejava encontrar um pouco da ilusória qualidade chamada humildade. Não percebi que procurava por humildade porque pensava que poderia me ajudar a conseguir o que eu queria, e que eu faria qualquer coisa pelos outros se eu pensasse que Deus, de alguma forma, me recompensaria por isto. Agora tento me lembrar que as pessoas que encontro durante o meu dia estão tão próximas de Deus quanto eu poderei estar, enquanto estiver nesta terra. Preciso rezar para saber a vontade de Deus hoje e ver como minha experiência com a esperança e a dor pode ajudar outras pessoas; se posso fazer isto não preciso procurar a humildade, ela me encontrou.














14 Jul. Tente procurar a orientação de Deus em todos os seus relacionamentos pessoais, em todos os seus contatos com os outros. Deus vai ajudá-lo a cuidar de todos os seus relacionamentos, se você estiver disposto a deixar que Ele o oriente. Alegre-se, pois Deus pode protegê-lo e guardá-lo da tentação e do fracasso. Deus pode protegê-lo em todas as situações no decorrer do dia, se você confiar na força Dele e ir em frente. Você deveria sentir que está sendo bem sucedido em viver da maneira certa. Você não deveria duvidar de que as coisas melhores estão à sua frente. Vá em frente, sem medo, porque sob a proteção de Deus, você se sente profundamente seguro.
Apesar de que a humildade houvesse anteriormente representado uma alimentação forçada, agora começa a significar o ingrediente nutritivo que pode nos trazer a serenidade.
Quantas vezes me concentro em meus problemas e frustrações?
Quando estou tendo um “bom dia”, estes mesmos problemas diminuem em importância e minha preocupação com eles se reduz. Não seria melhor se encontrasse a chave para abrir “a mágica” de meus “dias bons” para usar no infortúnio dos meus “dias maus”? Eu já tenho a solução! Ao invés de tentar fugir da dor e desejar que meus problemas desapareçam, posso rezar pedindo a humildade! A humildade curará a dor. A humildade, esta força que me é concedida por este “poder maior que eu mesmo”, é minha, basta que eu a peça! A humildade trará de volta o equilíbrio de minha vida. A humildade permitirá que alegremente me aceite como ser humano.









15 Jul. Você está subindo a escada da vida, que leva à eternidade. Será que Deus plantou seus pés numa escada sem segurança? Os suportes dessa escada podem não ser vistos, escondido sem lugares secretos, mas se Deus lhe pediu para pisar e avançar com firmeza, então Ele, certamente, tem segurado sua escada. A fé lhe dá a força para subir com equilíbrio essa escada da vida. Você deve entregar sua segurança a Deus e confiar que Ele não vai deixar você falhar. Ele está aí para lhe dar toda a força necessária para subir.

Para mantermos sempre nossa recuperação para cima, a nossa única opção é a de participar ativamente de nosso programa de crescimento espiritual. Oramos, buscando uma sabedoria maior do que a nossa, vinda de um poder maior do que nós mesmos. Abrimos as nossas mentes e as mantemos abertas, nos tornando capazes de aprender e aproveitar o que os outros tenham para partilhar conosco. Demonstramos a nossa boa vontade para tentar praticar novas ideias e novas maneiras de fazer as coisas, experimentando a vida de modo totalmente novo. O nosso progresso espiritual ganha velocidade e impulso, guiados por um Poder Superior que estamos compreendendo melhor a cada dia.
No que diz respeito ao crescimento espiritual, é para cima ou para baixo que variamos, sem meio termo. Descobrimos que o combustível da recuperação não são as vontades e os sonhos, mas a oração e a ação.











16 Jul. Como a sombra de uma grande rocha numa terra deserta, Deus é seu refúgio contra os males da vida. Diz o antigo hino: “rocha antiga, aberta para mim, deixe que eu me esconda em você.” Deus pode ser seu abrigo contra a tempestade. A força de Deus pode protegê-lo contra toda tentação e toda derrota. Procure sentir a força divina Dele – invoque-a, aceite-a e use-a. Armado com essa força, você pode enfrentar qualquer coisa. Todo dia procure essa segurança em lugar afastado, em comunhão com Deus. Ali você não pode ser encontrado, nem seriamente prejudicado. Deus pode ser seu refúgio.
Aceitar a vida em seus termos, é o que aprenderei através da humildade que experimento quando coloco minha vontade e minha vida aos cuidados de Deus, como eu O entendo.
Com minha vida aos cuidados de Deus, o medo, a incerteza e a raiva não são mais minhas respostas para aquelas situações da vida que eu preferiria não acontecessem para mim. A dor de viver essas horas será curada pelo conhecimento de que recebi a força espiritual para sobreviver.


















17 Jul. Deus não lhe nega Sua presença. Ele não se recusa a lhe revelar mais sobre a verdade Dele. Não esconde, de você, Seu espírito. não lhe recusa a força de que você precisa. Sua presença, Sua verdade, Seu espírito, Sua força estão sempre disponíveis para você, logo, sempre que você estiver inteiramente disposto a recebê-los. Mas a passagem deles pode ser impedida pelo egoísmo, orgulho intelectual, medo, cobiça e materialismo. Devemos tentar escapar desses bloqueios e deixar que o espírito de Deus entre em nossa vida.
Minha estabilidade proveio de eu tentar dar, não de exigir que eu recebesse.
É assim que eu penso que pode funcionar com a sobriedade emocional. Se olharmos cada distúrbio que temos, grande ou pequeno, encontraremos em sua raiz uma dependência doentia, e, em consequência, exigências doentias. Que possamos, com a ajuda de Deus, entregar continuamente essas exigências aleijantes. Então nos poderá ser dada a liberdade para viver e amar.



















18 Jul. Deveríamos procurar ser gratos por todas as bênçãos que recebemos e que não recebemos. A gratidão a Deus por todas as Suas bênçãos vai nos tornar humildes. Lembre-se de que podíamos fazer pouco por nós mesmos e agora devemos, em grande parte, confiar na Graça de Deus para ajudar a nós mesmos e os outros. As pessoas não se importam muito com os que são presunçosos e convencidos ou com aqueles que fofocam e criticam. Mas as pessoas ficam impressionadas com a verdadeira humildade. Assim, deveríamos procurar sempre ser humildes. A gratidão a Deus e a verdadeira humildade são as coisas que nos tornam forte.
Durante este processo de aprendizagem a respeito de humildade, o resultado mais profundo de todos foi a mudança de nossa atitude sobre Deus.
Hoje minhas preces consistem principalmente em dizer “obrigado” ao meu Poder Superior por minha sobriedade e pela maravilha da abundância de Deus, mas preciso também pedir ajuda e força para colocar em prática a Sua vontade na minha vida. Não preciso mais de Deus a cada minuto para me socorrer de situações em que me coloco por não fazer a Sua vontade. agora minha gratidão parece estar ligada diretamente à humildade. Enquanto tenho humildade para ser grato pelo que tenho, Deus continua me abastecendo.














19 Jul. Para Deus, um milagre de mudança na vida de uma pessoa é apenas um acontecimento natural. Mas é um acontecimento natural o pecado por forças espirituais. Não há milagre tão maravilhoso nas personalidades, que seja um acontecimento rotineiro. Mas os milagres acontecem só para aqueles que são bem orientados e fortalecidos por Deus. as mudanças maravilhosas na natureza das pessoas simplesmente acontecem, e elas ainda são livres de qualquer outra ação que não seja a Graça de Deus. mas esses milagres foram preparados durante dias e meses, por desejar ardentemente alguma coisa melhor. Eles são sempre acompanhados de um verdadeiro desejo de conquista do ego e de rendição da nossa vida a Deus.

A verdade nos conecta com a vida, enquanto o medo, o isolamento e a desonestidade nos alienam. Como adictos na ativa, escondíamos da maior parte do mundo o máximo que podíamos da verdade sobre nós mesmos. O nosso medo impedia de nos abrir para aqueles à nossa volta, nos dando proteção contra o que poderiam fazer se aparentássemos vulnerabilidade. Mas o nosso medo também nos impedia de nos conectar com o nosso mundo. Vivíamos como alienígenas em nosso próprio planeta, sempre sozinhos e ficando, a cada minuto, mais solitários.
Que horrível é não ser sincero e verdadeiro tanto em nossos pensamentos quanto em nossas ações.
Peçamos a nosso Poder Superior para reverter definitivamente esse quadro de nós agora que estamos em recuperação.










20 Jul. Coloque em prática a orientação de Deus, da melhor maneira possível. Entregue os resultados a Deus. faça-o com obediência e com fé, sem duvidar de que, o resultado dessa orientação está nas mãos de Deus, as consequências serão boas. Acredite que a orientação que Deus lhe dá já foi planejada por Ele para produzir os resultados esperados, de acordo com seu caso e com sua situação. Assim, siga a orientação de Deus de acordo com sua consciência. Deus conhece sua vida, seu caráter, sua capacidade e suas fraquezas.

Os doze passos e o companheirismo de adictos em recuperação proporcionam, para pessoas como nós, um espaço onde podemos nos sentir seguros para dizer a verdade sobre nós mesmos. Podemos admitir honestamente a nossa frustrante e humilde impotência perante a adicção porque encontramos muitos outros que já passaram pela mesma situação – estamos a salvo junto com eles. E continuamos a contar mais a verdade sobre nós à medida que continuamos a trabalhar os passos. Quanto mais fazemos, mais nos sentimos verdadeiramente conectados com o mundo à nossa volta.
















21 Jul. “A fé pode remover montanhas.” Essa expressão significa que a fé pode mudar qualquer situação no campo dos relacionamentos pessoais. Se você confia Nele, Deus lhe mostra o caminho para “remover montanhas”. Se você é humilde o suficiente para saber que sozinho pouco pode fazer para mudar a situação, se tem fé o suficiente para pedir a Deus que lhe dê a força de que você precisa e se é agradecido o suficiente para pedir a Deus que lhe dê a força de que você precisa e se é agradecido o suficiente pela Graça que Deus lhe dá, você pode “remover montanhas.” As situações mudarão para melhor, por você estar presente.
A esta altura com toda a probabilidade já teremos adotado, de certo modo, medidas capazes de remover os obstáculos que mais nos prejudicam. Desfrutamos momentos em que sentimos algo parecido à verdadeira paz de espírito. para aqueles de nós que, até então, conheceram somente a excitação, a depressão ou a ansiedade, esta nova paz conquistada é uma dádiva inestimável.
Estou aprendendo a soltar-me e deixar Deus agir, a ter uma mente aberta e um coração disposto a receber a Graça de Deus em todos os meus assuntos; desta maneira posso experimentar a paz e liberdade que vêm como resultado da minha entrega. Tem sido provado que um ato de entrega originado do desespero e da derrota pode crescer num progressivo ato de fé e esta fé significa liberdade e vitória.














22 Jul. “E você fará obras maiores que esta.” Cada indivíduo tem a capacidade de fazer boas obras, por meio da força do espírito de Deus. essa é a maravilha do mundo, o milagre da terra: que a força de Deus vai abençoar a raça humana, por meio da ação de tantas pessoas que são acionadas por Sua Graça. Não precisamos ter dúvida, desânimo e medo, que constituem um empecilho. Um futuro maravilhoso pode se estender diante de qualquer pessoa que depende da força de Deus, um futuro de força infinita, para fazer boas obras.

Devemos agradecer a nosso Poder Superior e aos membros de Narcóticos Anônimos por hoje, não precisarmos nos esconder da realidade de nossos relacionamento com pessoas, lugares e coisas em nossas vidas. Aceitamos estes relacionamentos do jeito que são, sabendo que temos a nossa parte neles. Todos os dias, dedicamos um tempo para nos perguntar: “Tenho dito a verdade sobre mim mesmo?” cada vez que fazemos isto, nos afastamos mais da alienação que caracteriza a nossa adicção e nos aproximamos da liberdade que a recuperação pode nos trazer.
















23 Jul. A paz interior que vem da confiança em Deus está verdadeiramente acima de todo entendimento. Essa paz ninguém pode tirar de você. Ninguém tem o poder de perturbar essa paz interior. Mas você deve ficar atento, para não dar entrada aos medos e ao desânimo. Deve se recusar a abrir a porta às distrações que perturbem sua paz interior. Faça questão de não permitir que nada, hoje, perturbe sua paz interior, e a calma de seu coração.

As reuniões têm sido ótimas! A cada noite que vamos para a reunião, nos encontramos com outros adictos para partilhar experiência, força e esperança. E a cada dia, utilizamos o que aprendemos nas reuniões para continuar nossa recuperação.
No meio tempo, a vida continua. Trabalho, família, amigos, escola, esportes, diversão, atividades comunitárias, obrigações civis – tudo requer o nosso tempo. As exigências da vida diária às vezes nos fazem perguntar: “por quanto tempo será que eu terei que continuar indo às reuniões?”
Vamos pensar sobre isto. Antes de chegar a Narcóticos Anônimos, conseguíamos ficar limpos sozinhos? O que nos faz pensar que conseguiríamos agora? Depois, temos que considerar a doença em si – o egocentrismo crônico, a obsessão e os padrões de comportamento compulsivos que se expressam em tantas áreas de nossas vidas. Podemos viver e apreciar a vida sem um tratamento efetivo para a nossa doença? Pense bem e, com certeza, responderá: Não!












24 Jul. Fique o mais perto possível do Poder Superior. Procure pensar, agir e viver como se você estivesse sempre na presença de Deus. A solução para a maior parte dos problemas da Terra é continuar perto de um Poder Superior a você mesmo. Tente praticar a presença de Deus nas coisas que você pensa e faz. Esse é o segredo da força pessoal. Ela é a coisa que influencia a vida dos outros para sempre. More junto ao Senhor e se alegre com Seu amor. Fique perto do espírito divino do universo. Tenha sempre em mente a presença de Deus.

Pessoas “normais” não precisam se preocupar com tratamentos e coisas deste tipo, mas nós não somos pessoas “normais”. Somos adictos e não podemos fingir que não temos uma doença fatal e progressiva, porque nós temos. Sem nosso programa, podemos não sobreviver para nos preocuparmos com o trabalho, a escola, a família ou qualquer outra coisa. As reuniões de Narcóticos Anônimos nos dão o apoio e o direcionamento que precisamos para nos recuperar de nossa adicção, permitindo-nos viver a vida o mais plenamente possível.

















25 Jul. Se você está vivo é pela Graça de Deus. pense bem no significado disso. Será que é demais esperar isso da vida? Será que você começa a ver como pode ser consagrada uma vida que você vive pela Graça de Deus? Nesse tipo de vida, os milagres podem acontecer. Se você tiver fé, pode acreditar que Deus tem muitas coisas boas guardadas para você. Deus pode ser o Senhor de sua vida, o controlador de seus dias, de seu presente e de seu futuro. Procure agir conforme Deus orienta e entregue a Ele os resultados. Não se esconda, mas o contrario, se aproxime de Deus e de uma vida melhor. faça do bem sua fé.

Dizem que a recuperação é simples – só precisamos mudar tudo! Esta parece ser uma ordem um pouco exagerada, especialmente quando chegamos em Narcóticos Anônimos pela primeira vez. Afinal de contas, poucos chegaram para a sua uma reunião porque suas vidas estavam indo muito bem. Ao contrário, a maioria de nós chegou a Narcóticos Anônimos no meio de uma das piores crises de sua vida. Precisávamos de recuperação, e rápido!
Devemos hoje, pedir a nosso Poder Superior que nos dê a força de realizarmos as mudanças que trarão uma melhora para nossa recuperação.
















26 Jul. “Santificado seja o Seu nome.” O que isso significa para nós? Aqui, “nome” é usado no sentido de “espírito”. As palavras significam louvar a Deus por Seu espírito no mundo, tornando-nos melhores. Devemos ser especialmente gratos pelo espírito de Deus, que nos dá força para superar tudo o que é fundamental em nossa vida. Seu espírito é poderoso. Ele pode nos ajudar a viver uma vida vitoriosa e significativa. Por isso, louvo e agradeço a Ele por Seu espírito em nossa vida e na vida dos outros.

A grandiosidade da mudança necessária em nossas vidas pode ser paralisante. Sabemos que não podemos cuidar de todas as coisas que precisam ser feitas, não de uma só vez. Como começar? Provavelmente já começamos. Fizemos as primeiras coisas, as mais óbvias, que precisavam ser feitas: paramos de usar drogas e começamos a ir às reuniões.
E o que fazemos depois disto? Mais ou menos a mesma coisa, só que um pouco mais: de onde estamos, fazemos o que podemos. Nos movemos no caminho da recuperação levantando um pé e dando o passo que está bem à nossa frente. E só quando isto tiver sido concluído, é que nos preocupamos com o que vem em seguida. Devagar, mas com segurança, nos percebemos progredindo ao longo do caminho, a cada dia, visivelmente nos aproximando do tipo de pessoa que gostaríamos de ser.













27 Jul. “Ande humildemente com o seu Senhor.” Caminhar com Deus significa exercitar a presença Dele em suas atividades diárias. Significa pedir a Deus força para enfrentar cada novo dia. significa recorrer a Ele frequentemente durante o dia, na prece, por você mesmo e pelos outros. Significa Lhe agradecer à noite pelas bênçãos que você recebeu durante o dia. nada pode perturbá-lo seriamente, se você está “caminhando com Deus”. Você pode acreditar que Ele está a seu lado, em espírito, para ajudá-lo e para guiá-lo em seu caminho.

Toda vida tem um início e um fim. Entretanto, quando alguém que amamos muito chega ao final de sua vida, podemos ter dificuldades em aceitar a sua ausência repentina e definitiva. Nossa mágoa pode ser tão poderosa que temos medo que ela possa nos engolir inteiros, mas isso não vai acontecer. Nossa tristeza pode doer mais do que qualquer coisa que possamos nos lembrar, mas vai passar.
Aconteça o que aconteça em nossa recuperação, jamais devemos esquecer: “evitar a primeira dose”.



















28 Jul. Deus pode ser seu escudo. Então, nenhum dos problemas do mundo pode feri-lo. Entre você e todo o desprezo e a indignidade dos outros está sua confiança em Deus, como um brilhante escudo. Não pode, então, ter o poder de destruir sua paz interior. Com esse escudo, você pode conseguir rapidamente essa paz interior, tanto em seu ambiente, quanto em seu coração. Como essa paz interior, você não precisa ficar magoado com a pessoa que o perturba. Ao invés disso, você pode vencer o ressentimento, que pode ter sido provocado por essa pessoa.

Não precisamos fugir das emoções que podem surgir com a morte de um ente querido. Morte e tristeza são partes do todo que é viver “a vida como ela é”. Ao nos permitir a liberdade de experimentar estes sentimentos, vivenciamos mais profundamente nossa recuperação e nossa natureza humana.
Jamais esqueça: “aconteça o que acontecer, não vou tomar a primeira dose.”



















29 Jul. Durante a semana existem dois dias com os quais não deveríamos nos preocupar, dois dias deveriam ser preservados do medo e da apreensão. Um desses dias é o ontem, com suas preocupações e seus erros, faltas e asneiras, dores e sofrimentos. O ontem passou para sempre e está fora do nosso controle. Todo o dinheiro do mundo não pode trazer o ontem de volta. Não podemos desfazer um só ato que realizamos. Não podemos, apagar uma só palavra que dissemos. O ontem se foi, sem possibilidade de volta. “Deus não permitirá que você seja tentado acima de sua força, mas com a tentação para a qual Ele também vai encontrar um jeito de você conseguir resistir.” Se você tem bastante fé e confiança em Deus, Ele lhe dará toda a força de que precisa para enfrentar cada tentação e vencê-la. Nada será difícil demais para você suportar. Você pode enfrentar qualquer situação. “anime-se: Eu venci o mundo.” Você pode vencer qualquer tentação com a ajuda de Deus. por isso, não tenha medo de nada.





















30 Jul. Outro dia com o qual na deveríamos nos preocupar é o amanhã, com suas possíveis adversidades, suas responsabilidades, sua grande promessa e talvez seu pobre desempenho. O amanhã também está além de nosso controle imediato. O sol de amanhã vai se levantar, ou brilhante, ou atrás de uma máscara de nuvens, mas ele vai se levantar. Até que isso aconteça, não temos interesse no amanhã, pois ele ainda não chegou. “A fé é a essência das coisas esperadas, a prova das coisas que não são vistas.” Fé não é ver, mas acreditar. Através dos tempos, sempre houve aqueles que obedeceram à visão celestial, não por ver, mas por acreditar em Deus. e sua fé foi recompensada. Assim será para você. Boas coisas lhe acontecerão. Você não pode ver Deus, mas pode ver os resultados da fé nas vidas humanas, mudando-as da derrota para a vitória. A Graça de Deus está ao alcance de todos aqueles que têm fé – não por ver, mas por acreditar. Com fé, a vida pode ser vitoriosa e feliz.





















31 Jul. Apenas isto sobra de um dia – o hoje. Qualquer um pode combater as batalhas só de um dia. É somente quando você e eu somamos as responsabilidades dessas duas terríveis eternidades, o ontem e o amanhã, que enlouquecemos. Não é a experiência de hoje que nos enlouquece. É o remorso ou a amargura por alguma coisa que aconteceu ontem ou o medo daquilo que o amanhã pode trazer. Portanto, vamos viver da melhor maneira possível, mas um dia de cada vez. Dê a Deus a dádiva de um coração agradecido. Procure ver razões para agradecimentos em sua vida diária. Quando a vida parece difícil e os problemas aumentam, aí procure algumas razões para agradecer. Quase sempre há alguma coisa pela qual você pode ser agradecido. O oferecimento de ação de Graças, é na verdade, um doce incenso que se eleva até Deus durante todo um dia movimentado. Procure, com atenção alguma coisa para se alegrar e ficar agradecido. Você vai adquirir, a tempo, o hábito de ser constantemente grato a Deus por todas as Suas bênçãos. A cada novo dia surgirá em sua mente algum novo motivo de alegria e gratidão, e você agradecerá sinceramente a Deus.
“concedei-me, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar, Coragem para modificar aquelas que posso, e Sabedoria para distinguir umas das outras.”
O poder desta oração é irresistível na sua beleza simples. Há horas que me sinto empacado enquanto a recito, mas se examino o motivo que está me aborrecendo, eu encontro a resposta ao meu problema. A primeira vez que isto aconteceu eu fiquei assustado, mas agora eu a uso como uma ferramenta valiosa. Aceitando a vida como ela é, eu ganho serenidade. Agindo, eu ganho coragem e agradeço a Deus pela capacidade de distinguir dentre situações em que posso decidir e aquelas que devo entregar.
Tudo que tenho agora é dádiva de Deus: minha vida, minha utilidade, meu contentamento e a minha serenidade que me dá condições para continuar caminhando para a frente.

01 Ago. Você deveria lutar por uma união entre seus propósitos na vida e os propósitos do princípio divino que dirige o universo. Não há laço de união na Terra. O fato de unir seu coração e mente, ao coração e a mente do Poder Superior, vai resultar numa unidade de propósito que só aqueles que o experimentam podem compreender apenas levemente. Essa unidade de propósito coloca você em harmonia com Deus e com outros que procuram fazer Sua vontade.

Às vezes, a realidade da morte de uma pessoa faz a nossa própria mortalidade ficar muito mais aparente. Reavaliamos as nossas prioridades e apreciamos ainda mais as pessoas que amamos e que continuam conosco. Nossa vida, e nossa vida com elas, não continuará para sempre. Queremos fazer o máximo do que é mais importante enquanto ela durar.
Podemos descobrir que a morte de alguém que amamos nos ajuda a fortalecer o nosso contato consciente com o nosso Poder Superior. Se nos lembrarmos que podemos sempre retornar a esta fonte de força quando estivermos em dificuldades, poderemos nos manter focalizados nela, não importando o que possa estar acontecendo à nossa volta.















02 Ago. Deus está sempre pronto para derramar Suas bênçãos, em nossos corações, com muita generosidade. Mas assim como a semeadura, o chão deve ser preparado antes que a semente seja lançada à terra. É nosso dever preparar o solo. Cabe a Deus fazer a semente germinar. Essa preparação do solo significa muitos dias de uma vida correta, em que se escolhe o acerto e se evita o erro. Quando você vaiem frente, a cada dia fica melhor preparado para o plantio de Deus, até que você chegue a colheita. Aí você compartilha a colheita de Deus – a colheita de uma vida útil e mais significativa.

A adicção ativa é um desejo de morte latente. Cada um de nós cortejando a morte a cada vez que usávamos. Os nossos estilos de vida também nos colocavam em risco. A cada dia, e a cada dose, a vida de um adicto é vendida barata.






















03 Ago. Cada momento do dia, que você dedica a esse novo modo de vida, é uma dádiva dos momentos. Mesmo quando seu desejo de servir a Deus é sincero, não é fácil dar-lhes muitos desses momentos. As coisas diárias que você planejou fazer são deixadas de lado com satisfação, para que você possa fazer uma boa ação ou dizer uma palavra amiga. Se você pode ver o propósito de Deus em muitas situações, será mais fácil dar-Lhe muitos momentos de seu dia. Procure lidar com cada situação, da maneira que você acredita que Deus lidaria com ela.

Em recuperação, o primeiro padrão que modificamos é o padrão de usar. Manter-se limpo é início de uma jornada para a vida. Mas o nosso comportamento auto-destrutivo geralmente ia muito mais fundo do que só o uso em si. Mesmo em recuperação, podemos ainda nos tratar como se não tivéssemos valor. Quando nos tratamos mal, nos sentimos mal. E quando nos sentimos mal, buscamos alívio, talvez até na nossa velha solução: as drogas.
Escolher a recuperação significa escolher a vida. Decidimos, a cada dia, que queremos viver e ser livres. A cada dia que evitamos o comportamento auto-destrutivo, escolhemos a recuperação.
















04 Ago. “E esta é a vida eterna, para que as pessoas possam conhecê-Lo.” É o fluir da vida eterna, através do espírito, da mente e do corpo, que purifica, cura, restaura e renova. Busque, cada vez mais, o contato consciente com Deus, a cada dia. faça de Deus uma presença duradoura o dia todo. Seja consciente do espírito de Deus, que o ajuda sempre. Tudo o que é feito sem o espírito de Deus é passageiro. Tudo o que é feito com o espirito de Deus é vida eterna.
A fé é necessária certamente, porém a fé isolada pode resultar em nada. Podemos ter fé e mesmo assim, mantermos Deus fora de nossas vida.

Para muitos de nós, Narcóticos Anônimos foi a resposta para um quebra-cabeças pessoal bastante antigo. Por que é que nos sentíamos sempre sós, mesmo no meio de uma multidão? Por que fizemos tantas loucuras e coisas destrutivas a nós e aos outros? Por que nos sentíamos tão mal a respeito de nós mesmo, a maior parte do tempo? E como foi que nossas vidas ficaram tão desordenadas? Pensávamos ser irremediavelmente maus ou, talvez, irremediavelmente insanos.
Sendo assim, foi um grande alívio aprender que sofremos de uma doença. Adicção, era esta a fonte de nossos problemas. Nos demos conta de que por ser uma doença, podia ser tratada. E quando tratamos nossa doença, podemos começar a nos recuperar.
Hoje, quando vemos sintomas de nossa doença reaparecendo em nossas vidas, não precisamos nos desesperar. Afinal, é uma doença tratável, não um dilema moral. Podemos ser gratos por nos recuperar da doença da adicção através da aplicação dos doze passos de Narcóticos Anônimos.







05 Ago. Deus é quem cuida de você e lhe dá força. Não tem que Lhe pedir para vir até você. Ele está sempre com você em espírito. no momento de necessidade Ele está aí para ajudá-lo. Se você pudesse conhecer o amor de Deus e Seu desejo de ajudá-lo, saberia que Ele não precisa de pedidos de ajuda. Você ter necessidade é a oportunidade de Deus. você deve aprender a confiar na força de Deus, sempre que dela precisar. Sempre que você se sentir inútil em qualquer situação, deverá perceber que a sensação de ser inútil é deslealdade para com Deus. Apenas diga para si mesmo: “sei que Deus está comigo e que me ajudará a pensar, a dizer e a fazer a coisa certa.”

“Flexibilidade” não fazia parte do vocabulário quando usávamos em nossos dias de ativa. Nós nos tornamos obcecados com o prazer bruto de nossas drogas e endurecidos a toda suavidade e sutileza dos prazeres infinitamente variados do mundo à nossa volta. Nossa doença tinha transformado nossa própria vida em uma constante ameaça de prisões, instituições e morte, uma ameaça que nos endureceu ainda mais. por fim nos tornamos quebradiços. Com o simples sopro de vida nós finalmente desmoronamos, quebramos, fomos derrotados, sem escolha a não ser a rendição.
Mas a bela ironia da adicção é que, em nossa rendição, achamos a flexibilidade que havíamos perdido em nossa adicção, cuja grande ausência nos derrotou. Recuperamos a capacidade de nos dobrar ante a brisa da vida sem nos quebrar. Quando o vento sopra, sentimos seu toque amoroso contra nossa pele, ao passo que antes havíamos nos endurecido como se estivéssemos contra o vendaval de uma tempestade.
Os ventos da vida sopram novos ares em nosso caminho a cada momento, com suas fragrâncias e prazeres novos, variados, sutilmente diferentes. À medida que dobramos com o vento da vida, sentimos, ouvimos, tocamos, cheiramos e saboreamos tudo que nos é oferecido. E à medida que os novos ventos sopram, nos sentimos renovados.
06 Ago. Os psicólogos estão recorrendo a religião, porque não é suficiente apenas o conhecimento de nós mesmos. Precisamos do crescimento dinâmico da fé num poder fora de nós mesmos, no qual possamos confiar. Os livros sobre psicologia e os tratamentos psiquiátricos não são suficientes, sem a força que vem da fé em Deus. E os clérigos estão recorrendo a psicologia, porque a fé é um ato da mente e da vontade. A religião deve ser apresentada em termos psicológicos, até certo ponto para satisfazer o indivíduo moderno. A fé deve ser, em grande parte, construída sobre nossa própria experiência psicológica. Todo dia você precisa se reabastecer com alguma coisa espiritual. Para esse reabastecimento do espírito, você precisa daqueles momentos de calma comunhão, afastado, sozinho, sem barulho, sem atividade. Precisa se isolar, afastar-se para um lugar secreto e ficar sozinho com Seu Criador. Você sai desses momentos de comunhão com uma nova força. Esse reabastecimento é a melhor preparação para um bom trabalho. quando você está espiritualmente satisfeito, não há trabalho que lhe seja difícil.



















07 Ago. Você não deveria duvidar nunca que o espírito de Deus está sempre com você, onde estiver, para mantê-lo no bom caminho. O poder fortalecedor de Deus nunca erra, só a maneira como você o realiza é que erra. Você deve tentar acreditar na proximidade de Deus e na disponibilidade de Sua Graça. Não é uma questão de Deus poder ou não proporcionar um refúgio contra a tempestade, mas de você procurar ou não a segurança desse refúgio. Todo o medo, preocupação ou dúvida é uma deslealdade para com Deus. Você deve se esforçar para confiar inteiramente em Deus. pratique isso dizendo: “tudo vai ficar bem.” Diga isso a você mesmo, até que você o sinta profundamente.

“Só por hoje” – é um pensamento reconfortante. Se tentamos viver no passado, podemos nos achar despedaçados por recordações dolorosas e inquietantes. As lições de nosso uso não são os professores que buscamos para recuperação. viver no amanhã significa nos mover com medo. Não podemos ver a forma secreta do futuro e a incerteza traz preocupações. Nossas vidas parecem oprimidas quando desfocadas do hoje.


















08 Ago. Tudo na vida é um equilíbrio entre o esforço e o descanso. Você precisa de ambos, todos os dias. Mas o esforço não dá um verdadeiro resultado, sem que você se prepare adequadamente para isso, descansando por um período de tranquila meditação. Esse momento de descanso e meditação diários lhe dá a força necessária para se esforçar ao máximo. Há dias em que se exige de você muito esforço e, em seguida, vem um momento em que precisa de muito descanso. Não é bom descansar demais e não é bom fazer esforço muito grande, sem descanso. A vida bem sucedida é um perfeito equilíbrio entre os dois.

Viver o momento oferece liberdade. Neste momento, sabemos que estamos a salvo. Não estamos usando e temos tudo de que precisamos. Além do mais, a vida está acontecendo no aqui e no agora. O passado se foi e o futuro ainda não chegou; nossas preocupações não irão mudar nada. Hoje, podemos desfrutar de nossa recuperação neste momento.



















09 Ago. Peça a Deus, na oração diária, que lhe dê força para mudar. Quando você pede a Deus que o mude, deve ao mesmo tempo confiar Nele completamente. Se você não confiar Nele inteiramente, Deus pode responder à sua oração como um salva-vidas faz com um afogado que está se debatendo muito. O salva-vidas deve, em primeiro lugar, deixar a pessoa ainda mais indefesa, até que ele ou ela fique inteiramente à mercê do salva-vidas. Assim, devemos ficar inteiramente à mercê de Deus, para que possamos sem ser salvos.

Muitos de nós viveram “a maravilha dos trinta dias.” Estávamos desesperados e morrendo quando chegamos a nossa primeira reunião de Narcóticos Anônimos. Nos identificamos com os adictos que encontramos e com a mensagem que eles partilharam. Com o apoio deles, finalmente fomos capazes de parar de usar e respirar aliviados. Pela primeira vez, depois de muito tempo, nos sentimos em casa. Da noite para o dia, nossas vidas se transformaram: andamos, falamos, comemos, bebemos, dormimos e sonhamos Narcóticos Anônimos.
Devemos pensar que quando essa novidade passar, ainda estaremos em recuperação e o que faremos então?
Temos que ter plena certeza de que sem o apoio de nosso Poder Superior e Narcóticos Anônimos jamais alguém conseguirá se manter limpo.
Jamais abandonar as reuniões, sobre que pretexto for, é uma de nossas metas de recuperação.











10 Ago. Não existe remédio para quem se afasta do bom caminho, a não ser que você fique tão perto do pensamento de Deus que nada, nenhum outro interesse, possa seriamente se colocar entre você e Ele. Tendo certeza disso, você pode ficar do lado de Deus. Conhecendo o caminho certo, nada pode impedi-lo de continuar nele e nada pode fazer com que você se afaste muito dele. Deus tem prometido paz se você ficar junto a Ele, mas não na folga. Você ainda tem que continuar no mundo. Ele prometeu descanso e conforto para o coração, mas não prazer no sentido comum. Paz e conforto trazem a verdadeira felicidade interior.

E Agora? Narcóticos Anônimos deixou de ser novidade. As reuniões que tinham sido uma sensação se tornaram monótonas. Nossos amigos maravilhosos de Narcóticos Anônimos se tornaram chatos; suas palavras construtivas de Narcóticos Anônimos, uma bobagem. Quando nossas antigas companhias ligaram para nos convidar de volta para um pouco de velha diversão, demos adeus nossa recuperação.
Mas a verdade é uma só: se quisermos nos manter sóbrios, temos que tirar essas ideias da cabeça. Se continuarmos com elas, com certeza iremos para o fundo do poço do qual já havíamos saído.
Mais cedo ou mais tarde, retornamos às salas de Narcóticos Anônimos. Descobrimos que nada tinha mudado lá fora – nem nós, nem nossas companhias, nem as drogas, nem coisa alguma. Se algo mudou, foi para pior. É hora de retornarmos e, ainda bem que temos essa chance.








11 Ago. Ele que fez o mundo ordenado, a partir do caos, colocou as estrelas em seu curso e fez cada planta conhecer sua estação, pode trazer paz e pôr ordem em seu caos particular, se você deixá-Lo. Deus está tirando você da escuridão e levando para a luz, da agitação para o descanso, da desordem para a ordem, dos erros e fracassos para o sucesso. Você pertence a Deus e seus interesses são os interesses Dele e podem ser ordenados por Ele, se você desejar.

A verdade é que as reuniões podem não ser um mar de diversões, e nossos amigos de Narcóticos Anônimos podem não ser gigantes espirituais. mas existe um poder nas reuniões, um vínculo comum entre os membros, uma vida no programa, sem a qual não podemos passar. Hoje, nossa recuperação é mais do que apenas uma moda passageira – é uma maneira de viver. Vamos viver o programa como se nossas vidas dependessem disso, porque dependem mesmo.





















12 Ago. No momento em que uma saída lhe parecer errada, ou uma ação de alguém não for aquilo que você acha que deveria ser, nesse momento começa sua obrigação e responsabilidade de orar para que aqueles erros sejam corrigidos ou para que aquela pessoa mude. O que está errado em seu ambiente ou nas pessoas que você conhece? Pense nessas coisas e seja responsável por esses assuntos. Não para interferir ou se intrometer, mas para orar, a fim de que haja uma mudança por meio de sua influência. Você pode ver as vidas alteradas e os males banidos a tempo. Você pode se tornar uma força para o bem, onde quer que esteja.

Nada nos isola mais rapidamente do calor e da camaradagem dos companheiros membros de Narcóticos Anônimos do que ter que estar “certo”. Inseguros fingimos ser uma espécie de figura autoritária. Sofrendo de baixa-estima, tentamos nos erguer colocando os outros para baixo. Na melhor das hipóteses, essas táticas afastam os outros de nós; na pior das hipóteses, provocam ataques. Quanto mais tentamos impressionar os outros mostrando como estamos “certos”, mais errados nos tornamos.
Não precisamos estar “certos” para ser seguros; não precisamos fingir que temos todas as respostas para os outros nos amarem ou respeitarem. De fato, somente o oposto é verdade. Nenhum de nós tem todas as respostas. Dependemos uns dos outros para ajudar a preencher os vazios de nossa compreensão das coisas e dependemos de um poder maior do que o nosso para compensar nossa impotência pessoal. vivemos mais facilmente com os outros quando oferecemos o que sabemos, admitimos o que não sabemos e buscamos aprender com nossos semelhantes. Vivemos seguros de nós mesmos quando deixamos de contar com nosso próprio poder e começamos a contar com o Deus que viemos a compreender em recuperação.
Não precisamos estar “certos” o tempo todo, precisamos apenas estar em recuperação.

13 Ago. Faça o hábito de rever seu caráter, uma prática diária. Compare seu caráter com sua vida diária, seus entes queridos, seus amigos, seus conhecidos e seu trabalho. procure, a cada dia, ver onde Deus quer que você mude. Planeje a melhor maneira de estimular cada falta ou de corrigir cada erro. Nunca fique satisfeito com uma comparação com as pessoas à sua volta. Esforce-se por uma vida melhor como seu objetivo supremo. Deus é aquele que o ajuda a ir da fraqueza para a força, do perigo para a segurança, do medo e preocupação para a paz e serenidade.

Narcóticos Anônimos não é lugar para medrosos! Encarar a vida em seus termos, sem o uso de drogas, nem sempre é fácil. A recuperação requer Deus do que trabalho duro; ela requer uma dose generosa de coragem.
De qualquer modo, o que é coragem? uma rápida olhada no dicionário nos trará a resposta. Temos coragem quando encaramos e lidamos com qualquer coisa que pensamos ser difícil, perigosa ou dolorosa, em vez de fugir dela. Coragem significa ser valente; ter um propósito; ter força interior. Então, o que realmente é coragem? Coragem é uma atitude de perseverança.
















14 Ago. Deveríamos ter vida e tê-la a mais significativa possível – uma significativa vida espiritual, mental, física – uma vida alegre, ativa. Podemos ter essas coisas se seguirmos o caminho certo. Nem todas as pessoas aceitarão de Deus a dádiva de uma vida significativa, uma dádiva oferecida de graça a todos. Nem todas as pessoas se preocupam em estender a mão e aceitá-la. A dádiva de Deus, a mais valiosa que Ele tem para oferecer, é a dádiva preciosa de uma vida significativa. As pessoas frequentemente se afastam dela, rejeitam-na e não conseguirão nada dela. Não permita que isso aconteça com você.

Perseverança, é disso que um adicto em recuperação realmente precisa. Assumimos esse compromisso de permanecer com nosso programa, de evitar usar, não importa o que acontecer. Um adicto corajoso é aquele que não usa, um dia de cada vez, aconteça o que acontecer.
Um relacionamento com um Poder Superior nos dá força e coragem para permanecer limpos e perseverar na nossa recuperação custe o que custar. Sabemos que, contanto que estejamos sob os cuidados de nosso Deus, teremos o poder de que precisamos para lidar com a vida nos seus próprios termos.















15 Ago. “onde dois ou três estiverem reunidos, estarei nomeio deles.” Quando Deus encontra duas ou três pessoas reunidas, que só querem fazer a vontade Dele, que querem apenas servi-Lo, Ele tem um plano que pode ser revelado a essas pessoas. A Graça de Deus pode chegar para as pessoas que estão reunidas em algum lugar, de comum acordo. Uma união como essa opera milagres. Deus é capaz de usar essas pessoas. Só o bem pode vir por intermédio dessas pessoas consagradas, levadas a se reunir em grupos unidos, com um único propósito e um único pensamento.

Para muitos de nós, o medo era um fator constante em nossas vidas, antes de chegar a Narcóticos Anônimos. Nós usávamos porque tínhamos medo de sentir a dor física ou emocional. Nosso medo de pessoas e situações nos deu uma desculpa conveniente para usar drogas. Alguns de nós tínhamos tanto medo de tudo que éramos incapazes mesmo de sair de casa sem antes usar.





















16 Ago. Descanse até que a vida, a vida eterna, correndo em suas veias, coração e mente, lhe ordene que entre em atividade. Então terá um trabalho satisfatório. Trabalhar cansado não é produtivo. A força do espírito de Deus está sempre disponível para a mente e o corpo cansados. Ele é seu médico e aquele que o cura. Conte com esses momentos tranquilos de comunhão com Deus, para ter o descanso, a paz e a cura. Levante-se, então, com o espírito revigorado e parta para o trabalho, sabendo que sua força é capaz de enfrentar qualquer problema, porque ela é aumentada pelo poder de Deus.

ao ficar limpos, substituímos nosso medo pela crença na irmandade, nos passos e no Poder Superior. À medida que esta crença cresce, nossa fé no milagre da recuperação começa a colorir todos os aspectos de nossa vida. Começamos a nos ver com outros olhos, percebemos que somos seres espirituais e nos esforçamos para viver de acordo com os princípios espirituais.



















17 Ago. A luz do sol é a alegria da natureza. Viva sempre à luz do sol. O sol e o ar são bons remédios. A natureza é uma boa enfermeira para corpos cansados. Deixe que ela aja em você à maneira dela. A Graça de Deus é como a luz do sol. Mergulhe todo seu ser no espírito divino. A fé e a alma se alimentando do espírito de Deus. ela torna alegres os corações dos seres humanos. O espírito divino fortalece e equilibra a mente. Deixe-o agir à sua maneira e tudo ficará bem.

A aplicação dos princípios espirituais ajuda a eliminar o medo de nossas vidas. Abstendo-nos de tratar os outros de maneira prejudicial ou fora da lei, descobrimos que não precisamos ter medo de como seremos tratados. À medida que praticamos amor, compaixão, compreensão e paciência em nossos relacionamentos com os outros, somos tratados com respeito e consideração. Percebemos que estas mudanças positivas são o resultado de deixar nosso Poder Superior trabalharem nós. Viemos a acreditar – não a pensar, mas a acreditar – que nosso Poder Superior quer apenas o melhor para nós. Não importa quais as circunstâncias, descobrimos que podemos caminhar com fé e não com medo.















18 Ago. “Nós, de temperamento agnóstico, descobrimos que, assim que fomos capazes de pôr de lado o preconceito e de expressar a disposição de acreditar num Poder Superior a nós mesmos, começamos a obter resultados, mesmo que fosse impossível para alguns de nós definir ou entender completamente esse poder, que chamamos de Deus. assim que você puder dizer que acredita ou que está disposto a acreditar, você está em Seu caminho. Sobre essa simples base pode ser construída uma estrutura espiritual maravilhosamente segura.”
Procuramos a presença de Deus e “quem procura, acha.” Não é uma questão de procurar, mas uma profunda consciência do espírito divino em seu coração. Para perceber a presença de Deus, você deve se render à vontade Dele, tanto nas pequenas quanto nas grandes coisas da vida. Isso torna possível a orientação de Deus. Algumas coisas separam você de Deus – uma palavra falsa, uma falha inspirada no medo, uma crítica severa, um ressentimento obstinado. Essas são as coisas que distanciam sua mente da mente de Deus. uma palavra de amor, uma reconciliação altruísta, um gesto bondoso de ajuda, essas coisas trazem Deus mais perto.
















19 Ago. A veneração é a consciência da majestade de Deus. quando você fizer uma pausa e venerar, Deus vai ajudá-lo a elevar sua humanidade à divindade Dele. A Terra é um templo material, para guardar a divindade de Deus. Deus traz àqueles que o veneram uma força divina, um amor divino e uma cura divina. Você só tem que abrir sua mente para Ele e procurar absorver um pouco de Seu espírito divino. Em silêncio, com espírito de veneração, eleve seus pensamentos e perceba que a força divina Dele pode ser sua força, para que você possa experimentar Seu amor e Sua cura.

“Não temos que usar nunca mais, independentemente de como nos sentimos. Todos os sentimentos acabarão passando.”
Dói como nunca doeu antes. Você sai da cama depois de uma noite de insônia, fala com Deus e, mesmo assim, não se sente melhor. “Vai passar”, uma pequena voz fala. “Quando?” – você se pergunta à medida que anda de um lado para outro resmungando e prossegue com seu dia.
Você chora em seu carro e liga o rádio a todo volume, para nem ouvir seus próprios pensamentos. Mas você vai direto para o trabalho e nem pensa em usar drogas.
O poder superior está com você, suas convicções no programa também. Isso lhe ajuda a superar esses momentos, sem você precisar de seu antigo refúgio. As drogas.












20 Ago. Quando centenas de pessoas são capazes de dizer que a consciência da presença de Deus é hoje o fato mais importante de sua vida, elas apresentam uma razão poderosa pela qual alguém possa Ter fé. Quando vemos os outros resolverem seus problemas, pela simples confiança em algum espirito do universo, temos que parar de duvidar da força de Deus. Nossas ideias não dão resultado, mas a ideia de Deus dá. Bem no íntimo de cada homem, mulher e criança, está a ideia fundamental de Deus. a fé num Poder Superior a nós mesmos e as demonstrações milagrosas desse poder em nossa vida são fatos tão antigos quanto a espécie humana.
Você não deveria insistir demais nos erros, falhas e fracassos do passado. Acabe com a vergonha, o remorso e o desprezo por você mesmo. Com a ajuda de Deus, desenvolva um novo auto-respeito. A não ser que você se respeite, os outros não vão respeitá-lo. Você disputou uma corrida, tropeçou e caiu, você se levantou novamente, e agora avança em direção ao objetivo de uma vida melhor. não pare para examinar o local onde você caiu, apenas lamente o atraso e a falta de visão que o impediam de ver o objetivo mais cedo.

















21 Ago. “Veja, eu torno novas todas as coisas.” Quando você muda para um novo modo de vida, deixa muita coisa para trás. Apenas o espírito terreno não pode se elevar. Solte um pouco os cordões que prenderam você a Terra. Só os desejos terrenos o prendem. Sua nova liberdade vai depender de sua capacidade de se elevar acima das coisas terrenas. Asas cortadas podem crescer novamente. Assas quebradas podem recuperar uma força e beleza antes desconhecidas. Se você quiser, pode ser solto e livre.

Você está queimando por dentro. Justamente quando a dor se torna insuportável. Você fica insensível e entorpecido. Vai a uma reunião e deseja estar tão contente como os outros membros parecem estar. Mas você não recai.
Não recai porque acima de toda a dor, está sua certeza interior – e isso ninguém pode tirar de você –, de que a vontade de Seu Poder Superior é que lhe guia para seu bem-estar espiritual, nesse dia.



















22 Ago. Você pode fazer uso de seus erros, fracassos, perdas e sofrimentos. O que lhe acontece não é tão importante como a maneira como usa isso. Pegue seus sofrimentos, dificuldades e misérias e faça uso deles para ajudar alguma alma infeliz que se depare com os mesmos problemas. Então seu sofrimento vai trazer alguma coisa boa e, por causa disso, o mundo será um lugar melhor. o bem que você faz a cada dia vai continuar, depois que a preocupação e a dor tiverem cessado, depois que a dificuldade e o sofrimento tiverem passado.
Minha estabilidade se originou em tentar dar, não em exigir que eu recebesse algo em troca.
Enquanto eu tento, com todo meu coração e minha alma, transmitir para os outros o que foi transmitido para mim, e não exigir nada em troca, a vida é boa para mim.
Ao desenvolvermos nossa espiritualidade, descobrimos que o próprio Deus, sem dúvida, é a melhor fonte de estabilidade emocional. Descobrimos que a dependência de Sua absoluta justiça, de Seu perdão e amor era saudável, e que funcionaria quando tudo o mais fracassasse. Se realmente dependêssemos de Deus, seria difícil para nós bancarmos o Deus perante nossos semelhantes, e nem sentiríamos a necessidade de nos apoiarmos totalmente na proteção e no cuidado dos outros.
Durante toda minha vida, dependi das pessoas para minhas necessidades emocionais e de segurança, mas hoje não posso mais viver desta maneira. Pela Graça de Deus admiti minha impotência perante pessoas, lugares e coisas. Eu tinha sido realmente “um dependente de pessoas”, onde eu ia precisava haver alguém que prestasse alguma atenção a mim.
Era o tipo da atitude que somente piorava as coisas, porque quanto mais eu dependia dos outros e exigia atenção, menos eu recebia.
Parei de acreditar que qualquer poder humano poderia me libertar desse sentimento vazio. Aceitei plenamente que é somente um Deus amoroso quem pode me dar a paz interior e a estabilidade emocional.

23 Ago. Lembre-se do objetivo pelo qual você está lutando, da vida satisfatória que está tentando conseguir. Não deixe que as pequenas coisas o desviem do caminho. Não seja dominado pelas pequenas provocações e aborrecimentos de cada dia. procure ver o propósito e o plano para o qual tudo conduz. Se, ao escalar uma montanha, você só enxergar pedra ou lugares difíceis, como será cansativa a subida! Mas se achar que a cada passo vai chegar mais perto mais alto da montanha, de onde verá uma maravilhosa paisagem, aí sua subida será suportável e você alcançará seu objetivo.

Você chora um pouco e fala com seu padrinho. Dirige-se para a casa de um amigo e nem percebe a bela paisagem, pois sua paisagem interior está desolada. Você pode não se sentir melhor depois da visita a seu amigo – mas, pelo menos, você não foi procurar um traficante.
Você ouve um quinto passo. Partilha em uma reunião. Você olha o calendário e vê que conseguiu ficar mais um dia limpo.
Então, um dia você acorda, olha para fora e se dá conta de que o dia está lindo. O sol brilha. O céu está azul. Você respira fundo, sorri novamente e sabe que realmente a dor passa.















24 Ago. Agarre-se à crença de que todas as coisas são possíveis com Deus. se essa crença for aceita de verdade, ela será a escada com a qual a alma humana poderá subir do mais fundo abismo do desespero às mais sublimes alturas da paz de espírito. para Deus é possível mudar sua maneira de viver. Quando você vê, numa outra pessoa, a mudança pela Graça de Deus, não pode duvidar de que todas as coisas são possíveis na vida das pessoas, por meio da força que vem da fé Naquele que governa a todos nós.

Em nossa adicção ativa, provavelmente centenas de vezes quisemos nos tornar outra pessoa. Podemos ter desejado trocar de lugar com alguém que tivesse um belo carro ou uma casa maior, um emprego melhor, uma companheira mais atraente – qualquer coisa diferente do que tínhamos. Tão forte era nosso desespero que dificilmente podíamos imaginar alguém em pior situação que nós mesmos.
Em recuperação, podemos descobrir que estamos experimentando um outro tipo de inveja. Podemos continuar a comparar nosso interior com o exterior dos outros e ainda sentir como se não tivéssemos o suficiente. Podemos pensar que cada um, do mais novo ao mais antigo membro, fala melhor do que nós nas reuniões. Podemos pensar que cada um está trabalhando melhor o programa porque tem um carro melhor, uma casa maior, mais dinheiro e assim por diante.
O processo de recuperação experimentado através dos doze passos vai nos tirar da atitude de inveja e baixa estima para um lugar de realização espiritual e profunda gratidão pelo que realmente temos. Percebemos que nunca quisemos trocar de lugar com os outros, pois o que encontramos dentro de nós mesmos não tem preço.





25 Ago. Nunca se entregue ao cansaço do espírito. as vezes as preocupações e distrações do mundo vão se intrometer, e o espírito vai se enfraquecer. Em ocasiões como essa, vá em frente, e logo o espírito ficará forte novamente. O espírito de Deus está sempre com você, para reabastecê-lo e renová-lo. Jamais alguém buscou a Deus sinceramente, em vão. O cansaço físico faz com que seja mais necessário um período de descanso e comunhão com Deus. quando você for vencido, temporariamente, por situações que não pode controlar, tenha calma e espere que a força do espírito volte.

As responsabilidades da vida estão em todo lugar. “Devemos” usar cintos de segurança. “Devemos” limpar nossas casas. “Devemos” fazer algumas coisas para nossa mulher, nossos filhos, as pessoas que apadrinhamos. Acima de tudo isto, “devemos” ir às reuniões e praticar nosso programa de recuperação o melhor que pudermos. Não é de admirar que, algumas vezes, queiramos fugir de todas estas tarefas e ir para uma ilha isolada onde não haja nada que devamos fazer.
Neste momentos, quando nos sentimos esmagados por nossas responsabilidades, é porque esquecemos que a responsabilidade não precisa ser um fardo. Quando temos o desejo de fugir de nossas responsabilidades, precisamos nos acalmar, relembrar por que as escolhemos e prestar atenção nas dádivas que elas nos trazer. Um trabalho que normalmente achamos desafiador e interessante, um parceiro/a cuja personalidade normalmente nos entusiasma, ou uma criança com a qual gostamos de brincar ou cuidar – existe uma alegria para ser descoberta em todas as responsabilidades de nossas vidas.







26 Ago. “Meu Criador, agora estou disposto a Lhe entregar tudo o que tenho, de bom e de ruim. Rogo para que remova de mim agora, todo defeito de caráter que me impede de Lhe prestar serviço, bem como a meus amigos.”
As leis da natureza não podem ser mudadas e vem ser obedecidas, se você desejar continuar forte. Não pode haver exceção para você. Submeta-se às leis da natureza, ou elas finalmente vão quebrar você. E no terreno espiritual, em todos os relacionamentos humanos, submeta-se às leis morais e a vontade de Deus. se você continuar quebrando as leis da honestidade, da pureza, do altruísmo e do amor, você mesmo será quebrado e muito. As leis morais e espirituais de Deus, com as leis da natureza, são inquebráveis, não mudam. Se você for desonesto, impuro, egoísta e desamoroso, não vai viver de acordo com as leis do espírito e vai sofrer as consequências.























27 Ago. A Graça de Deus afasta a desarmonia e a desordem que existem nos relacionamentos humanos. Se você colocar seus problemas diretamente nas mãos de Deus, com sua confusão e dificuldade, Ele começa a afastar toda a desarmonia e desordem. Você pode acreditar que, fazendo isso, Ele não vai lhe trazer mais sofrimento do que um médico, que planeja e sabe que pode efetuar a cura, causaria a seu paciente. Você pode Ter fé em que Deus fará tudo o que for necessário, da maneira mais branda possível. Mas você deve estar disposto a se submeter ao tratamento Dele, mesmo que não possa ver o significado ou propósito disso.
Centrarei meus pensamentos em um Poder Superior. Renderei tudo a esse poder dentro de mim. Eu me tornarei um soldado por esse poder, sentindo a força do exército espiritual tal como existe hoje em minha vida. Permitirei que uma onda de união espiritual, me conecte a esse Poder Superior através de minha gratidão, obediência e disciplina. Que eu permita a esse poder guiar-me através dos regulamentos do dia. Que os meus passos dados hoje, fortaleçam minhas palavras e meus feitos, que eu saiba que a mensagem que tenho é para ser compartilhada, dada livremente por esse poder superior a mim.

















28 Ago. A felicidade não pode ser alcançada diretamente; ela é o resultado do amor e do serviço. O serviço é uma lei de nossa existência. Com amor no coração, existe sempre algum serviço a ser prestado aos outros. Uma vida de força, alegria e satisfação é construída sobre o amor e o serviço. As pessoas que odeiam ou são egoístas estão indo contra a lei de sua própria existência. Elas estão se desligando de Deus e das outras pessoas. Os pequenos atos de amor e de estímulo, de serviço e de ajuda, pagam os momentos difíceis da vida e ajudam a tornar o caminho suave. Se fizermos essas coisas, não podemos deixar de Ter nossa parcela de felicidade.

Alguma vez você já observou duas criancinhas conversando? uma fala sobre dragões coloridos, enquanto a outra fala sobre como é desconfortável ter areia dentro dos sapatos. Às vezes encontramos os mesmos problemas de comunicação, à medida que aprendemos a ouvir os outros. Talvez nas reuniões nos debatamos tentando desesperadamente ouvir a pessoa partilhando, enquanto nossas mentes estão ocupadas pensando no que iremos dizer quando for nossa vez de falar. Quando conversamos, podemos de repente perceber que nossas respostas não têm nada a ver com as perguntas que estão nos fazendo. Elas sem na verdade discursos preparados nas garras da nossa auto-obsessão.













29 Ago. Viva na inspiração da bondade e da verdade. Esse é o espírito da honestidade, da pureza, do altruísmo e do amor. Ele está prontamente a disposição, se nos dispusermos a aceitá-Lo com sinceridade. Deus nos deu duas coisas. Seu espírito e o poder de escolher – para aceitar ou não, de acordo com nossa vontade. temos a dádiva do livre-arbítrio. Quando escolhemos o caminho do amor e do serviço, aceitamos o espírito de Deus e Ele flui em nós, tornando novas todas as coisas.

Aprender a ouvir – realmente ouvir – é tarefa difícil, mas não está além do nosso alcance. Podemos começar identificando em nossas respostas o que nosso companheiro está dizendo. Podemos perguntar se há alguma coisa que possamos fazer para ajudar quando alguém expressa um problema. Com um pouco de prática, nos libertaremos mais da nossa auto-obsessão e faremos um contado mais próximo com as pessoas em nossas vidas.





















30 Ago. O segredo da vida significativa é a arte de dar. O paradoxo da vida é que, quanto mais você dá, mais tem. Se você leva sua vida prestando serviço aos outros, ela será salva. Você pode dar muito e assim Ter muito. Você é rico num aspecto – tem um espírito inesgotável. Não permita que nenhum pensamento medíocre ou egoísta o impeça de compartilhar esse espírito. dê e continue dando amor, ajuda, compreensão e solidariedade. Dê sua própria comodidade e conforto, seu tempo, seu dinheiro e, acima de tudo, você mesmo. E você estará tendo uma vida significativa.

Antes de começar a usar, muitos de nós tinham um estereótipo, uma imagem mental de como os adictos deveriam parecer. Alguns de nós imaginavam um drogado roubando armazéns para comprar droga. Outros imaginavam um recluso paranoico tentando enxergar a vida por detrás de cortinas perpetuamente cerradas e portas trancadas. Como não cabíamos em nenhum desses estereótipos – pensávamos –, não poderíamos ser adictos.
Enquanto nosso uso progredia, descartávamos essas concepções errôneas sobre adicção, para somente virmos com outra: a ideia de adicção era sobre drogas. Podemos ter pensado que adicção significava um hábito físico, acreditando que qualquer droga que não produzisse hábito físico não era “adictiva”. Ou pensávamos que as drogas que consumíamos estavam causando todos os nossos problemas. Pensávamos que apenas nossa libertação das drogas devolveria a sanidade às nossas vidas.
uma das lições mais importantes que aprendemos em Narcóticos Anônimos é que a adicção é muito mais do que as drogas que usávamos. A adicção é uma parte de nós, é uma doença que envolve cada área de nossas vidas, com ou sem drogas. Podemos ver seu efeito em nossos pensamentos, nossos sentimentos, nossos comportamentos, mesmo depois de pararmos de usar. Por causa disso, precisamos de uma solução que funcione para reparar cada área de nossas vidas: os doze passos.

31 Ago. Procure não dar margem à crítica, culpa, desprezo ou julgamento dos outros, quando você estiver tentando ajudá-los. A eficácia na ajuda aos outros depende de seu controle. Você pode ser tomado de um impulso natural para criticar ou culpar os outros, a não ser que você mantenha uma rédea firme e sobre suas emoções. Você deveria ter uma base sólida de vivência espiritual que o torna verdadeiramente humilde, se realmente for ajudar outras pessoas. Aproxime-se delas com calma e seja duro com você. Essa é a maneira pela qual você pode ser usado, principalmente para levantar um espírito desesperado. E não procure reconhecimento pessoal, pelo fato de ter sido usado por Deus para realizar essas coisas.

Em nossa recuperação, reconhecer complacência é como ver fumaça num ambiente. A “fumaça” fica mais espessa quando cai nossa frequência de reunião, decresce nosso contato com recém-chegados, ou relações com nosso padrinho não são mantidas. Com a continuidade da complacência, não seremos capazes de enxergar através da fumaça para encontrar saída. Só uma atitude nossa imediata evitará um inferno.

















01 Set. “Nunca vou abandoná-lo.” No correr dos séculos, milhares de pessoas têm acreditado na constância, na força incansável e no amor infalível de Deus. Deus tem amor. Então, você tem para sempre a certeza de Seu amor. Deus tem poder. Então você tem para sempre, em todas as dificuldades e tentações, a certeza de Sua Graça. Deus tem paciência. Então sempre existe alguém que nunca se cansa. Deus tem compreensão. Então você sempre compreenderá e será compreendido. A não ser que você queira que Ele se vá, Deus nunca vai abandoná-lo. Ele está sempre pronto com seu poder.
Muitas vezes me sinto tão bem, que acredito que meu trabalho já foi feito. Contudo, a alegria não é apenas a ausência de dor; ela é a dádiva de um despertar espiritual continuado. A alegria vem de um estudo ativo e progressivo, bem como da aplicação dos princípios de recuperação em minha vida de todo o dia, e de compartilhar esta experiência com os outros. Meu Poder Superior apresenta muitas oportunidades para um despertar espiritual mais profundo.



















02 Set. Você deveria procurar ficar de lado e deixar que Deus trabalhe por Seu intermédio, não deveria tentar impedi-Lo com seus próprios esforços, nem impedir que o espírito Dele trabalhe por Seu intermédio. Deus deseja seu serviço obediente e sua lealdade aos ideais da nova vida que você está procurando. Se for leal a Deus, Ele não deixará que você cometa erros. O espírito Dele fará planos para você e vai garantir uma quantidade suficiente de todo tipo de ajuda espiritual. Você terá a verdadeira vitória e o sucesso legítimo, se você se colocar em segundo plano e deixar que Deus trabalhe por Seu intermédio.

Precisamos aprender a reconhecer a fumaça da complacência. Em Narcóticos Anônimos temos toda a ajuda necessária para fazer isso. Precisamos despender tempo com outros adictos em recuperação, porque eles podem detectar nossa complacência antes de nós. Recém-chegados nos lembrarão como a adicção ativa pode ser dolorosa. Nossa padrinho nos ajudará a nos manter focados, e a literatura de recuperação mantida ao alcance pode ser usada para extinguir as pequenas fagulhas que acontecem de tempos em tempos. A participação regular em nossa recuperação certamente nos capacitará a enxergar aquele vapor de fumaça muito antes que ele se transforme num inferno maior.













03 Set. A vida espiritual depende do invisível. Para viver a vida espiritual, você deve acreditar no invisível. Procure não perder a consciência do espírito de Deus em você e nos outros. Como uma criança nos braços da mãe, proteja-se na compreensão e no amor de Deus. Deus vai aliviá-lo do peso da preocupação e da ansiedade, da miséria e da depressão, da carência e do desgosto, da fraqueza e da tristeza, se você Lhe permitir. Levante seus olhos dos problemas da terra e veja a glória do Deus invisível. A cada dia, procure ver mais o que há de bom nas pessoas, ver mais o invisível nas coisas visíveis.

Muitos de nós viemos ao programa convencidos de que nossos sentimentos, nossas vontades e necessidades eram da maior importância para todos. A vida toda tínhamos praticado um comportamento de egoísmo e egocentrismo e acreditávamos que essa seria a única maneira de viver.
O egocentrismo não cessa só porque paramos de usar drogas. Talvez, ao assistirmos nossa primeira reunião de Narcóticos Anônimos, fiquemos certos de que todos na sala estão nos observando, nos julgando e nos condenando. Podemos exigir que nosso padrinho esteja à mão para nos ouvir na hora que quisermos... e eles, por sua vez, podem gentilmente sugerir que o mundo não gira em torno de nós. Quanto mais insistirmos em ser o centro do universo, menos satisfeitos estaremos com nossos amigos, nosso padrinho e tudo o mais.












04 Set. Não fique embaraçado pelos pequenos aborrecimentos. Nunca responda a desequilíbrios emocionais com desequilíbrio emocional. Procure ficar calmo em todas as circunstâncias. Procure não revidar. Invoque a Graça de Deus para acalmá-lo, quando você sentir que está revidando. Confie em que Deus lhe dará força interior para eliminar aqueles ressentimentos que o deixam lá embaixo. Se você está sobrecarregado com aborrecimentos, vai perder sua paz interior, e o espírito de Deus ficará de fora. Procure ficar tranquilo interiormente.

A liberdade da auto-obsessão pode ser encontrada através da concentração maior nas necessidades dos outros do que nas nossas. Quando os outros tiverem problemas, podemos oferecer ajuda. Quando recém-chegados necessitarem de carona para as reuniões, podemos levá-los. Quando os amigos estiverem se sentindo sós, podemos passar um tempo com eles. Quando nos sentirmos não amados mas sim ignorados, podemos oferecer o amor e a atenção de que necessitamos a outra pessoa. Doando, nós receberemos muito mais retorno – e essa é uma promessa em que podemos confiar.

















05 Set. O progresso espiritual é a lei de sua existência. Procure ver, à sua volta, cada vez mais beleza e verdade, conhecimento e força. Hoje, procure ser mais forte, mais valente, mais amoroso, como resultado do que você fez ontem. Essa lei do progresso espiritual dá sentido e propósito à sua vida. Espere sempre que coisas voas aconteçam. Você pode realizar muita coisa boa, através da força do espírito de Deus em você. Não desanime nunca. É certo que o mundo vai melhorar, apesar dos reveses da guerra, do ódio e da cobiça. Participe da cura dos males do mundo, em vez de participar da doença.

“Todos nós enfrentamos o mesmo dilema quando chegamos no fim da linha e descobrimos que não conseguimos mais funcionar como ser humano, com ou sem drogas... ou continuar, da melhor maneira possível, até o amargo fim, (prisão, instituição ou morte), ou encontrar uma nova maneira de viver.”





















06 Set. “E essa é a vida eterna, para que possamos conhecê-Lo, o único Deus verdadeiro.” Aprender a conhecer Deus, o melhor possível, traz a vida eterna para mais perto de você. Liberto de algumas limitações da humanidade, você pode crescer nas coisas que são eternas. Você pode lutar por aquilo que é real e de valor eterno. Quanto mais você procurar viver na consciência do mundo invisível, mais suave será sua passagem, quando chegar a hora de você morrer. Esta vida na terra deveria ser principalmente uma preocupações para a vida eterna que virá.

Qual foi o pior aspecto de nossa adicção ativa? Para muitos de nós não era a possibilidade de que poderíamos morrer algum dia de nossa doença. A pior parte era a morte em vida que experimentávamos todo dia, a interminável falta de sentido da vida. Nós nos sentíamos fantasmas ambulantes, e não partes vivas e amorosas do mundo à nossa volta .
Em recuperação, viemos a acreditar que estamos aqui por uma razão: nos amamos e amamos aos outros.



















07 Set. “O Deus eterno é seu refúgio, com Seus eternos braços.” Os braços protetores expressam a proteção amorosa do espírito de Deus. Os seres humanos, com seus problemas e dificuldades, não precisam de nada mais que um refúgio, um lugar para relaxar, onde possam depositar suas cargas e conseguir alívio das preocupações. Diga para si mesmo: “Deus é meu refúgio.” Diga isso até que você o decore e acredite no que decorou. Nada pode perturbá-lo ou fazer com que tenha medo, se Deus for verdadeiramente seu refúgio.

Trabalhando os doze passos, aprendemos a nos aceitar. Com esta auto-aceitação vem o respeito próprio. Vimos que tudo que fazemos tem um efeito nos outros, somos parte das vidas daqueles à nossa volta, e eles da nossa. Começamos a confiar em outras pessoas e tomar conhecimento de nossas responsabilidades para com elas.





















08 Set. A consciência da presença de Deus, como alguém que O ama, muda toda sua vida. A consciência do amor de Deus faz com que toda sua vida seja voltada para Deus. isso traz um alívio maravilhoso para as preocupações e aborrecimentos de nossa vida diária. O alívio traz a paz, e a paz a alegria. Procure caminhar no amor de Deus. você terá aquela paz que transmite toda a compreensão a uma alegria que ninguém pode tirar de você. Esteja certo do amor e do cuidado infalíveis de Deus, para com você e para com todos os seus filhos, existe liberdade e serenidade naqueles que caminham no amor de Deus, seguros de Seu cuidado amoroso.
Eu não podia administrar minha vida sozinho. Tinha tentado este caminho e falhado. Meu “último pecado” me arrastou para baixo, para o nível mais baixo que jamais eu tinha alcançado e, incapaz mesmo de funcionar, aceitei o fato de que eu precisava de ajuda, desesperadamente. Parei de lutar e me rendi totalmente a Deus.
Somente então eu comecei a crescer! Deus me perdoou. Foi um Poder Superior que me salvou. Perdoei a mim agora e aprecio uma liberdade que nunca experimentei antes. Abri meu coração em mente para Ele.
Quanto mais eu aprendo menos eu sei – um fato humilhante – mas eu desejo sinceramente manter-me crescendo. Eu gozo de serenidade, mas somente quando entrego minha vida totalmente a Deus. Enquanto sou honesto comigo mesmo e peço a Sua ajuda, posso manter esta existência compensadora.
Apenas por hoje, luto para viver Sua vontade para mim com sobriedade.









09 St. Na força de Deus você conquista a vida. Seu poder conquistador é a Graça de Deus. com Ele não pode haver completo fracasso. Você quer fazer o melhor da vida? Então viva o mais perto possível de Deus, o Mestre e Doador de toda a vida. Sua recompensa por depender da força de Deus será assegurada. Às vezes a recompensa será a força renovada para encarar a vida, às vezes a vitória sobre o pensamento errado, às vezes as pessoas levadas a uma nova maneira de viver. Sempre que houver sucesso, não será somente por sua própria ação, mas em grande parte pela Graça de Deus.

Em recuperação voltamos à vida. Mantemos nossas vidas contribuindo para o bem-estar dos outros e buscando cada dia fazer isso melhor... é aí que o décimo, décimo-primeiro e décimo-segundo passos entram. Os dias de viver como um fantasma passaram, mas só enquanto desejamos ativamente ser saudáveis, amorosos, partes contribuintes em nossas próprias vidas e nas vidas dos outros à nossa volta.



















10 Set. Você quer a inteira e completa satisfação que encontra em servir a Deus e também todas as satisfações do mundo? Não é fácil servir a Deus e ao mundo. É difícil pretender as recompensas de ambos. Se você trabalha para Deus, ainda terá grandes recompensas no mundo. Mas você deve estar preparado para as vezes se afastar do mundo. Você não pode se voltar sempre para o mundo e esperar todas as recompensas que a vida tem para oferecer. Se está tentando sinceramente servir a Deus, suas recompensas serão outras e maiores do que o mundo tem para oferecer.

Somos pessoas acostumadas a colocar todos os nossos avos numa só cesta. Muitos de nós tínhamos uma droga de escolha. Confiávamos nela para poder passar cada dia e tornar a vida suportável. Éramos fieis a droga e àquela droga; de fato nos submetíamos a ela sem reservas. E aí ela se virou contra nós. Fomos traídos pela única coisa da qual sempre dependíamos, e essa traição nos deixou desamparados.
Agora que encontramos as salas de recuperação, podemos ficar tentados a confiar em outro ser humano para satisfazer nossas necessidades. Podemos esperar isto de nossos padrinho, nossa namorada ou nosso melhor amigo. Porém, depender de seres humanos é arriscado. Carecem de perfeição. Podem estar de férias, dormindo ou de mau humor quando precisamos deles.
Nossa dependência deve se apoiar em um poder maior do que nós. Nenhuma força humana pode restaurar nossa sanidade, cuidar de nossa vontade e nossas vidas, ou estar completamente disponível e amorosa sempre que tivermos necessidade. Depositamos nossa confiança no Deus de nossa compreensão, porque apenas esse Poder jamais nos faltará.





11 Set. Deus se manifesta nas vidas humanas, em forma de força, para vencer o mal, e de poder, para resistir à tentação. A Graça de Deus é aquele poder que possibilita a um ser humano mudar, de um indivíduo inútil, desesperado, para uma pessoa útil e normal. Deus também se manifesta em forma de amor – amor pelas outras pessoas, compaixão pelos problemas delas e uma verdadeira disposição para ajudá-las. A Graça de Deus também se manifesta sob a forma de paz de espírito e serenidade de caráter. Podemos ter a plenitude da força, do amor e da serenidade em nossa vida.

Fazendo uma retrospectiva, muitos de nós percebemos que, quando usávamos, nossas ideias de diversão eram bastantes extravagantes. Alguns de nós podiam se vestir, ir para um clube local beber, usar drogas até o dia amanhecer. Em mais de uma ocasião, ocorreram tiroteios, brigas e um sem fim de coisas desagradáveis. O que então chamávamos de diversão agora chamamos de insanidade.
Hoje nossa noção de diversão mudou. Diversão para nós hoje é caminhar à beira mar, observando a brincadeira dos golfinhos enquanto o sol se põe atrás deles. Diversão é ir a algum piquenique do Narcóticos Anônimos ou assistir a uma comédia em uma convenção do Narcóticos Anônimos. Diversão é se vestir bem para ir a uma festa e não se preocupar com nenhum tiroteio, nem com quem fez o que para quem.
Hoje quando estamos acordados para ver o nascer do sol é frequentemente porque fomos mais cedo para a cama na noite anterior, não porque saímos do baile às seis da manhã, com os olhos turvos e uma noite de uso de drogas. E se isso fosse tudo que recebemos de Narcóticos Anônimos, já seria o suficiente.





12 Set. “Se seu olho for puro, todo seu corpo será luminoso.” O olho da alma é a vontade. Se seu desejo for fazer a vontade de Deus, servi-Lo com sua vida, servi-Lo ajudando-os, então, verdadeiramente todo seu corpo será luminoso. O importante é se esforçar para que sua vontade esteja de acordo com a vontade de Deus, um olho para o propósito de Deus, nada desejando a não ser que seus propósitos sejam cumpridos. Procure buscar em todas as coisas o progresso de seu Reino, busque os valores espirituais da honestidade e da pureza, da generosidade e do amor e deseje seriamente o crescimento espiritual. Então sua vida vai se erguer da escuridão da futilidade para a luz da vitória.

“Muitas vezes, em nossa recuperação, os velhos fantasmas ainda nos perseguem. A vida pode voltar a ser monótona, aborrecida e sem sentido.”
Às vezes parece que nada muda. Levantamo-nos e vamos para o mesmo emprego todos os dias. Jantamos à mesma hora todas as noites. Assistimos às mesmas reuniões toda semana. Os rituais da manhã são idênticos aos que desempenhamos ontem, na véspera e na antevéspera. Depois do inferno de nossa adicção e da loucura da montanha russa do princípio da recuperação, a vida estável pode ser atraente – por um tempo. Mas, eventualmente, compreendemos que queremos algo mais. Mais cedo ou mais tarde, nos deixamos abater pelo tédio e pela monotonia progressiva em nossas vidas.
É hora de refletirmos na situação e tentarmos buscar ajuda junto ao nosso Poder Superior.
O principal a pensar é que se tudo é igual, pelo menos uma coisa mudou: não somos mais os trapos humanos em que havíamos nos transformado por causa da nossa adicção ativa.





13 Set. Quando você pede a Deus, na oração, para ajudá-lo a superar a fraqueza, a tristeza, o sofrimento, a discórdia e o conflito, Deus não deixa de responder a seu apelo, de alguma maneira. Quando você tem necessidade de força, para si mesmo ou para ajudar alguma outra pessoa, peça a Deus na oração. A força de que você precisa virá simples, natural e vigorosamente. Peça a Deus, não só quando precisar de ajuda, mas também quando entra em comunhão com Ele. O espírito de ação pode transformar um ambiente de discórdia, num ambiente de reconciliação. Ele vai elevar a qualidade de pensamento e da palavra e vai trazer ordem ao caos.

Há tempos em que nos sentimos vagamente insatisfeitos com nossa recuperação. Nos sentimos como se estivéssemos, por alguma razão, perdendo alguma coisa, mas não sabemos o que ou o porquê. Escrevemos nossas listas de gratidão e achamos literalmente centenas de coisas pelas quais somos gratos. Todas as nossas necessidades têm sido atendidas; nossas vidas estão mais preenchidas do que mais esperamos que pudessem estar. Então, o que está acontecendo?
Talvez seja a hora de desenvolver nosso potencial até sua plenitude. Nossas possibilidades são somente determinadas pelo que podemos sonhar. Podemos aprender algo novo, traçar uma nova meta, ajudar outro recém-chegado ou fazer um novo amigo. Com certeza, encontraremos estímulo se procurarmos atentamente, e a vida novamente se tornará cheia de significado, variada e plena.









14 Set. “Senhor, nós acreditamos. Ajude nossa incredulidade.” Esse grito do coração humano é uma expressão da fragilidade humana. Ele significa o desejo sincero da alma para o progresso. À medida que uma pessoa sente a existência de Deus e Seu poder, essa pessoa acredita Nele cada vez mais. Ao mesmo tempo, uma pessoa é mais consciente de sua falta de absoluta confiança em Deus. o progresso da alma é uma fé crescente, depois um grito pedindo mais fé, um apelo para vencer toda a incredulidade, toda a falta de confiança. Podemos acreditar que esse grito é duvidoso por Deus e que essa oração é atendida em seu devido tempo. E assim nossa fé cresce, pouco a pouco, dia após dia.

Antes de chegar a Narcóticos Anônimos, muitos de nós pensavam que eram valentes simplesmente porque nunca tinham experimentado o medo. Tínhamos drogado todos os nossos sentimentos, entre eles o medo, até nos convencermos de que éramos forte, pessoas corajosas que não se abateriam em nenhuma circunstância.
Mas encontrar coragem nas drogas não tem nada a ver com a maneira como vivemos hoje. Limpos e em recuperação, estamos sujeitos a nos sentir, às vezes, amedrontados. Quando, pela primeira vez, compreendemos que estamos nos sentindo amedrontados, podemos pensar que somos covardes. Temos medo de pegar o telefone, porque a pessoa do outro lado poderia não compreender. Temos medo de pedir a alguém para nos apadrinhar porque poderíamos receber um não. Temos medo de procurar um emprego. Temos medo de ser honestos com nossos amigos. Mas todos esses medos são naturais, até mesmo saudáveis. O que não é saudável é permitir que o medo nos paralise.
Quando permitirmos que o medo impeça nosso crescimento, seremos derrotados. A verdadeira coragem não é a ausência de medo, mas, pelo contrário, a boa vontade para caminhar apesar dele.


15 Set. “Na calma e na confiança estará sua força.” Confiança significa ter fé em alguma coisa. Não poderíamos viver sem confiança nos outros. Quando você tem confiança na Graça de Deus, pode enfrentar qualquer coisa que aconteça. Quando você tem confiança no amor de Deus, até que sua força vital flua através de você, fica calmo, e nessa calma a voz tranquila e baixa será ouvida. Ela fala com calma para a mente humana que está em harmonia com sua influência.

“A mensagem simples e honesta de recuperação soa verdadeira.”
Você está numa reunião. A partilha está sendo feita há algum tempo. Um ou dois membros descreveram suas experiências espirituais de uma maneira especialmente significativa. Outro membro nos envolveu a todos com suas histórias divertidas. E então o coordenador chama você... ai! Você timidamente se apresenta, em tom de desculpa balbucia algumas frases, agradece a todos por ouvirem, e fica sentado o resto da reunião em silêncio, embaraçado. Soa familiar? Bem, você não está sozinho.
Nós todos tivemos momentos em que sentimos que nossa partilha não era suficientemente espiritual, não era suficientemente divertida, não era algo suficiente. Mas compartilhar não é um esporte competitivo. O alimento de nossas reuniões é a identificação e a experiência, algo que todos temos em abundância. Quando compartilhamos o que tem sido eficaz em nossas vidas, podemos estar certos de que nossa mensagem será de grande auxílio para os outros. Quando compartilhamos com nossos corações a verdade de nossas experiências, outros adictos sentem que podem confiar em nós, porque eles sabem que somos como eles.
Nossa partilha não tem que ser elegante ou engraçada para soar verdadeira. Cada adicto trabalhando um programa honesto que traz recuperação significativa, tem alguma coisa de imenso valor para compartilhar, algo que ninguém mais pode dar: sua própria experiência.


16 Set. Parece que não vivemos apenas no tempo, mas também na eternidade. Se continuarmos com Deus e Ele continuar conosco, podemos produzir o fruto espiritual – amor e serviço – brotem e produzam com abundância. O trabalho espiritual pode ser feito para a eternidade, não só para hoje. Mesmo aqui na Terra podemos viver, como se nossa verdadeira vida fosse eterna.

“Na nossa adicção, éramos dependentes de pessoas, lugares e coisas. Procurávamos neles um apoio e achávamos que poderíamos fornecer aquilo que não encontrávamos em nós mesmos.”
No reino animal há uma criatura que suga as outras. Ela é chamada de sanguessuga. Quando uma vítima se livra da sanguessuga, esta simplesmente vai para a próxima vítima.
Em nossa adicção ativa, nos comportamos similarmente. Exaurimos nossas famílias, nossos amigos e nossas comunidades. Conscientes ou inconsciente/, procurávamos conseguir alguma coisa de graça de todos que encontrássemos.
Quando vimos a sacola passada em nossa primeira reunião, podemos ter pensado: “auto-sustento! Que ideia esquisita é essa agora?” À medida que assistimos à reunião, notamos alguma coisa. Estes adictos, auto-sustentados, estavam livres. Sustentando-se por seus próprios meios, eles tinham adquirido o privilégio de tomar suas próprias decisões.
Pela aplicação do princípio do auto-sustento em nossas vidas pessoais, ganhamos para nós a mesma espécie de liberdade. Ninguém mais tem o direito de nos dizer onde morar, porque pagamos nosso próprio aluguel. Podemos comer, vestir ou dirigir tudo o que escolhemos, porque nós mesmos nos suprimos.
Ao contrário da sanguessuga, não temos que depender dos outros para nossa manutenção. Quanto mais responsabilidade assumirmos, maior liberdade ganharemos.


17 Set. “Mostre-me a maneira, Oh! Senhor, e deixe-me trilhar Seus caminhos.” Parece que há uma maneira certa e uma maneira errada de se viver. Você pode fazer um teste. Quando você vive da maneira certa, as coisas parecem ir bem. Quando você vive de maneira errada, as coisas parecem não ir bem. Parece que você ganha da vida mais ou menos aquilo que dá para ela. Se você desobedece às leis da natureza, há chance de não ter saúde. Se desobedece às leis espirituais e morais, há chance de ser infeliz. Seguindo as leis da natureza e as leis espirituais da honestidade, da pureza, do altruísmo e do amor, você pode esperar ser saudável e feliz.

Muitos de nós irão deparar com escolhas que desafiam nossa recuperação. Se nos encontramos em extrema dor física, por exemplo, teremos que decidir se tomaremos ou não medicamentos. Teremos que ser muito honestos com nós mesmos sobre a gravidade de nossa dor, honestos com nosso médico sobre nossa adicção e nossa recuperação, e honestos com nosso padrinho. No final, entretanto, a decisão é nossa, pois somos nós que devemos viver as consequências.

















18 Set. “Ele que refugiou no Altíssimo, vai continuar sob Sua proteção.” Fique por alguns momentos do dia, em recolhimento, num lugar de comunhão com Deus, separado do mundo, e receba dali força para enfrentar o mundo. As coisas materiais não podem se intrometer nesse refúgio, elas não podem nem mesmo descobri-Lo, porque Ele está fora do terreno das coisas materiais. Quando você fica em recolhimento, está sob a proteção de Deus. Deus está junto de você nesse lugar tranquilo de comunhão. Cada dia, fique por alguns instantes nesse refúgio.

Um desafio comum que encontramos é a escolha de ir a uma festa na qual o álcool será servido. Novamente, devemos considerar nosso próprio estado espiritual. Se alguém que apoia nossa recuperação pode ir ao evento conosco, melhor ainda. Entretanto, se não nos sentimos preparados para tamanho desafio, devemos provavelmente recusar o convite. Hoje, sabemos que manter nossa recuperação é mais importante do que preservar a imagem.



















19 Set. “Essas coisas lhe foram ditas, para que sua alegria pudesse ser completa.” Até mesmo uma realização parcial da vida espiritual traz muita alegria. Você se sente em casa no mundo, quando está em contato com o espírito divino do universo. A experiência espiritual traz uma eterna satisfação. Busque o significado verdadeiro da vida, seguindo as leis espirituais. Deus quer que você tenha sucesso espiritual, e Ele pretende que você o tenha. Se você viver sua vida o mais possível, de acordo com as leis espirituais, pode esperar sua parcela de alegria e paz, satisfação e sucesso.

Quando estamos em frente a decisões duras, devemos humildemente reconhecer que apenas nossa consideração cuidadosa não basta, temos que buscar a orientação de nossa padrinho e fazermos uma entrega completa ao Poder Superior. Usando todos esses recursos, tomamos a melhor decisão que podemos. No final, entretanto, a decisão é nossa. Hoje, somos responsáveis por nossa própria recuperação.



















20 Set. Deus é bom. Você pode, muitas vezes, dizer se uma coisa é de Deus ou não, se ela for de Deus, deve ser boa. A honestidade, a pureza, o altruísmo e o amor são todos bons, a ajuda altruísta é boa, e essas coisas todas levam a uma vida significativa. Deixe o presente e o futuro nas mãos de Deus, sabendo apenas que Ele é bom. A mão que esconde o futuro é a mão de Deus. ele pode trazer ordem ao caos, substituir o bem pelo mal, a paz pelo tumulto. Podemos acreditar que tudo o que é realmente bom vem de Deus e que Ele compartilha Sua bondade conosco.

Em que podemos acreditar? Narcóticos Anônimos ou Alcoólicos Anônimos não exigem crença; os doze passos são apenas sugestões. A importância de ter a mente aberta. A variedade de caminhos em direção à fé. Substituição por Narcóticos Anônimos ou Alcoólicos Anônimos como Poder Superior. A má situação dos desiludidos. As barreiras da indiferença e do preconceito. A fé perdida é reencontrada em Alcoólicos Anônimos. Problemas do intelectualismo e da auto-suficiência. Pensamentos negativos e positivos. A honestidade. O desdém é uma característica saliente dos alcoólicos. O segundo passo é um ponto de reagrupamento em direção à sanidade. É a relação certa com Deus.















21 Set. Ao melhorar nossa vida, temos ajuda do invisível. Não fomos feitos para poder ver Deus. isso seria muito fácil para nós e não haveria mérito em obedecê-Lo. Perceber o poder invisível requer um ato de fé, uma ventura de crença. Contudo, já temos bastante evidência da existência de Deus na força que muitas pessoas têm recebido do ato de fé, da ventura da crença. Estamos numa caixa de espaço e tempo e não podemos ver, nem nossa alma, nem Deus. tanto Deus quanto o espirito humano estão fora dos limites de espaço e tempo. Contudo, nossa alma invisível é eficiente aqui e agora. Isso foi provado em milhares de vida que mudaram.
De repente, reconhecemos que Deus está fazendo por nós o que não podíamos fazer sozinhos.
Estou cada vez mais próximo da sobriedade, a medida que permito que o Poder Superior dirija minha vida. Ele me dá força, coragem, e orientação para enfrentar minhas responsabilidades na vida, a fim de que eu seja capaz de alcançar a sobriedade e ajudar outros a crescer espiritualmente. Ele se manifesta dentro de mim, tornando-me um canal de Sua palavra, de Seu pensamento e de Sua ação. Ele funciona com o meu eu interior, enquanto eu produzo no mundo exterior porque Ele não faz por mim o que posso fazer por mim mesmo. Devo estar disposto a fazer Seu trabalho, para que Ele possa funcionar através de mim com sucesso.













22 Set. Deveria haver alegria em viver a vida espiritual. Uma fé sem alegria não é inteiramente autêntica. Se você não está mais feliz, por causa de sua fé, provavelmente há alguma coisa errada nisso. A fé em Deus deveria lhe trazer um profundo sentimento de felicidade e segurança, não importa o que aconteça a primeira vista em sua vida. Cada novo dia é uma outra oportunidade de servir a Deus e de melhorar nosso relacionamento com os outros. Isso deveria trazer alegria. A vida deveria ser significativa e abrangente. Ela deveria ser brilhante e se expandir, em círculos cada vez mais amplos.
Como garimpeiros famintos com os cinturões apertados, encontramos ouro. A alegria que sentimos ao sermos libertos de uma vida de frustração é ilimitada. Por algum tempo, poderemos querer guardar o tesouro para nós mesmos. Poderemos não ver, de início, que apenas tocamos a superfície de uma mina infinita, que só pagará dividendos se a explorarmos para o resto da vida e insistir em doar aos outros toda a produção.



















23 Set. “Aproxime-se de Deus e Ele se aproximará de você.” Quando você se depara com um problema, que está além de sua força, deve se voltar para Deus por um ato de fé. É essa volta para Deus, em cada situação difícil, que você deve cultivar. A volta pode ser aquela de alegre agradecimento pela Graça de Deus em sua vida. Ou seu apelo a Deus pode ser um pedido piedoso da força Dele para enfrentar uma situação e descobrir que você vai conseguir isso, quando chegar o momento. Não só a força para enfrentar as provações, mas também o conforto e a alegria da proximidade e da companhia de Deus existem para que você peça.

No primeiro passo, convenceram-nos de que somos alcoólicos e que nossas vidas são ingovernáveis. Havendo nos reduzido a um estado de desespero absoluto, agora nos informam que somente um Poder Superior poderá resolver nossa obsessão. Alguns de nós se recusam a acreditar em Deus, outros não conseguem acreditar e ainda outros acreditam na existência de Deus, mas de forma alguma confiam que Ele levará a cabo este milagre. Pois é, nos meteram num buraco sem saída, tudo bem, mas e agora, para onde vamos?
Alguns abrigam a ideia de que o homem, elevado tão majestosamente de uma simples e primitiva célula, é hoje a ponta de lança da evolução e, portanto, o único Deus que ele conhece.
É preciso renunciar a isto para se salvar. Sem isso não haverá recuperação.










24 Set. “Senhor, a quem iríamos, senão a Você? Você tem palavras de vida eterna.” As palavras de vida eterna são as palavras de Deus, que controlam seu ser verdadeiro, que controlam seu ser espiritual verdadeiro. Elas são as palavras de Deus que são ouvidas por você, em seu coração e mente, quando estes estiverem abertos a seu estilo. Essas são as palavras de vida eterna que expressam o verdadeiro modo, segundo o qual você deve viver. Elas lhe falam da tranquilidade de seu coração, de sua mente e de sua alma. “Faça isso e viva.”

Temos que pensar que em primeiro lugar, Alcoólicos Anônimos não exige que você acredite em coisa alguma. Todos os doze passos são sugeridos. Em segundo lugar, para alcançar a sobriedade e para manter-se sóbrio, não é preciso aceitar todo o segundo passo de uma vez. Em terceiro lugar, a única coisa que você realmente precisa é ter a mente aberta.
Quando deparar com Alcoólicos Anônimos pela primeira vez, você pode pensar que este negócio de Alcoólicos Anônimos, é totalmente anticientífico. Simplesmente recusar-se a aceitar por considerar uma bobagem.
Os membros de Alcoólicos Anônimos , seguem inúmeros caminhos a procura de fé. Se não interessar àquele que lhe sugere, certamente descobrirá outro que lhe convirá, se ficar atento. Você pode começar a resolver o problema pelo método da substituição. Poderá, se quiser, considerar Alcoólicos Anônimos em si como seu Poder Superior. Muitas pessoas, nele, resolveram seus problemas, com álcool e portanto, representam um poder superior a você, que nem sequer chegou perto da solução. Esse mínimo de fé bastará. Muitos libertados da obsessão pelo álcool, com suas vidas inexplicavelmente transformadas, chegaram a acreditar no Poder Superior, e a maioria a falar em Deus.


25 Set. “Cheguem a Mim todos os que trabalham e estão cansados, e lhe darei descanso.” Para descansar das atribulações da vida, você pode se voltar para Deus a cada dia, na oração e na comunhão. O relaxamento e a serenidade verdadeiros vêm de um profundo sentido de bondade fundamental do universo. Os braços eternos de Deus estão amparando a todos e vão apoiar você. Fique em comunhão com Deus, não tanto para fazer pedidos a serem concedidos, mas pelo descanso que resulta de confiar na vontade Dele e em Seus propósitos para sua vida. Esteja certo da força de Deus que está à sua disposição. Seja consciente de Seu apoio e espere com calma, até que seu ser seja preenchido pelo verdadeiro descanso que vem de Deus.

Às vezes, Alcoólicos Anônimos é aceito com maior dificuldade pelos que perderam ou rejeitaram a fé, do que pelos que nunca a tiveram, pois acham que já experimentaram a fé e não lhes serviu. Experimentaram viver com fé e sem fé e ambas formas os decepcionaram.
A religião afirma que a existência de Deus pode ser comprovada; o agnóstico diz que não pode ser comprovada; e o ateu afirma que tem provas da inexistência de Deus. afastado da fé, o problema é uma confusão profunda: sem qualquer crença, nem alcança a convicção do crente, do agnóstico ou do ateu. Fica-se desnorteado. Ao começarmos a obter êxito material, estávamos felizes. Então, por que nos preocupar com abstrações teológicas e deveres religiosos, ou com o estado de nossas almas na Terra e no além? Bastava-nos o aqui e agora. A vontade de ganhar nos levaria para frente. Então, o álcool começou a nos dominar. Finalmente, sem outra saída, tivemos que sair a procura de nossa fé perdida. Em Alcoólicos Anônimos a descobrimos de novo.





26 Set. Olhe para o mundo, como se ele fosse a casa de seu Pai. Pense em todas as pessoas que você encontra, como hóspedes na casa de seu Pai, a ser tratadas com amor e consideração. Olhe para você mesmo, como um servo na casa de seu Pai, como um servidor de todos. Não pense em nenhum trabalho, como se fosse inferior ao seu. Esteja sempre pronto para fazer tudo o que você puder por outros que precisarem de sua ajuda. Existe alegria no serviço de Deus. existe muita satisfação em prestar serviço à pessoa mais importante que você conhece. Mostre seu amor a Deus, servindo a todos que vivem com você na casa do Pai.

Há quem se julgue intelectualmente auto-suficiente. Adora ouvir as pessoas o chamar de “gênios”; acha que pode flutuar acima dos outros utilizando apenas o poder de seu cérebro; a sabedoria é onipotente; o intelecto é capaz de conquistar a natureza. O Deus do intelecto substitui o Deus de seus pais. Porém, mais uma vez, a bebida alcoólica tem outras ideias. Eles, que tão brilhantemente haviam vencido sem esforços, converteram-se nos maiores derrotados de todos os tempos. Viram que seria necessário reconsiderar, senão morreriam. A humildade e o intelecto podem ser compatíveis, conquanto que a humildade esteja em primeiro plano. Quando começaram a entender isso, receberam a dádiva da fé, uma fé que funciona.
Outros se sentem desenganados com a religião e suas obras. A Bíblia, dizem, está cheia de bobagens. Criticando as pessoas religiosas, sentem-se superiores a elas e não olham para si, para seus próprios defeitos. Esta falsa forma de respeitabilidade é uma desgraça, no tocante a fé. Contudo, compelidos ao Alcoólicos Anônimos , acabam por aprender melhor.







27 Set. O poder de Deus aumenta em nossa vida, à medida que aumenta nossa capacidade de entender Sua Graça. O poder da Graça de Deus só é limitado pelo entendimento e pela vontade de cada pessoa. O poder de Deus, que opera milagres, só é limitado em cada alma, individualmente, pela falta de visão espiritual dessa alma. Deus respeita o livre-arbítrio, o direito que cada pessoa tem de aceitar ou rejeitar Seu poder que opera milagres. Só o desejo sincero da alma dá a Deus a oportunidade de concedê-lo.

O desafio é a característica predominante de muitos alcoólicos, inclusive o desafio a Deus. pedem para que Deus lhes dê tudo de bom, inclusive coisas utópicas, caso Ele exista e, quando não conseguem, culpam ao próprio Deus por abandoná-los. Então, se convertem em bêbados e rezam a Deus para que os salve. E nada acontece. Essa é a falha mais impiedosa de todas. “Para o diabo com este negócio de fé.”, dizem.
Em Alcoólicos Anônimos conhecem o erro de sua rebeldia. A crença significa a confiança e não o desafio. Logo conhecem que a humildade é essencial para sua recuperação.
Vários, são cheios de fé, embora cheirem a álcool. Eles se sentem devotos inveterados mas se esquecem de que o mais importante, é a qualidade da fé e não o volume da prática religiosa. Esse é o ponto cego. Consideram praticar a sério suas religiões, mas são superficiais. Acreditam ser humildes quando não o são. Confundem emocionalismo com sentimentos religiosos. Querem sempre receber sem dar. Sempre dizem: “concedei-me as coisas que eu desejo”; em vez de: “seja feita a Sua vontade.”








28 Set. Precisamos aceitar as dificuldades e disciplinas da vida, a fim de compartilhar completamente a vida normal dos outros. Muitas coisas que devemos aceitar na vida não devem ser entendidas como se fossem necessárias para nós, pessoalmente, mas para serem experimentadas, a fim de que possamos compartilhar de muitas experiências da vida para compreender e nos tornar solidários com os outros. A não ser que tenhamos passado pelas mesmas experiências, não podemos compreender os outros ou a maneira de ser, o suficiente para ser capazes de ajudá-los.

Alguns estão dispostos a se classificarem de “bebedores problema”, mas não aceitarão a simples insinuação de que estão mentalmente doentes. São amparados nesta cegueira por um mundo que não compreende a diferença entre o beber racional e o alcoolismo. A “sanidade” se define como “saúde mental.” Contudo, nenhum alcoólico, analisando sobriamente seu comportamento destrutivo, poderia se considerar possuidor de “saúde mental”, caísse a destruição sobre um objeto ou sobre sua estrutura moral. Sejamos agnósticos, ateus ou ex-crentes podemos nos agrupar. A verdadeira humildade e a mente aberta poderão nos conduzir à fé, e toda reunião de Alcoólicos Anônimos é uma segurança de que Deus nos levará de volta à serenidade, se soubermos nos relacionar corretamente com Ele.













29 Set. Como fazer para eu conseguir força, a fim de ser eficiente e aceitar responsabilidade? Vou pedir a força de que preciso ao Poder Superior, a cada dia. foi provado, em inúmeras vidas que, para cada dia que vivo, a força necessária me será dada. Devo enfrentar cada desafio que me surge, no decorrer do dia, na certeza de que Deus me dará força para enfrentá-lo. Para cada tarefa que me for dada, me é dada também toda a força necessária para a realização da tarefa. Não preciso ficar parado.

Os dois primeiros passos, nos levam a reflexão. Vimos que éramos impotentes perante o álcool, mais também percebemos que alguma espécie de fé, mesmo que fosse somente em Alcoólicos Anônimos, estava ao alcance de qualquer um. Essas conclusões não requereriam ação; requereriam apenas aceitação.
Através de ação conseguimos interromper a vontade própria que sempre impediu a entrada de Deus – ou se preferir, de um Poder Superior – em nossas vidas. Podemos ter fé, mas manter o Poder Superior fora de nossas vidas. Como deixa-Lo entrar? Como entregar a vontade e a própria vida aos cuidados do Poder Superior que se pensa possa existir?
O passo inicial é a boa-vontade, e se libertar do egoísmo. Saber que quanto mais nos dispomos a depender de um Poder Superior, mais independentes nos tornamos. A dependência ao Poder Superior, como se pratica em Alcoólicos Anônimos, realmente é um meio de ganhar a verdadeira independência do espírito.










30 Set. Quando você confia em que Deus lhe dê força para enfrentar a responsabilidade e se cala diante Dele, seu contato fortalecedor faz com que o sossego divino flua dentro de seu próprio ser. Quando você, na fraqueza, grita por Deus, Seu contato traz a força, a renovação de sua coragem e o poder de enfrentar toda situação e sair vitorioso. Quando você fraqueja no caminho ou é perturbado por sentimentos de inferioridade, então confie no contato do espírito de Deus para apoiá-lo em seu caminho. Levante-se então e saia com confiança.

Na vida cotidiana, é alarmante descobrir o quanto somos realmente dependentes e quão inconscientes somos dessa dependência. Toda casa moderna tem fios elétricos para levar força e luz ao seu interior. Ficamos encantados com essa dependência, nossa maior esperança é que nada possa a vir a interromper o suprimento da corrente. Aceitando nossa dependência dessa maravilha da ciência, descobrimos que somos mais independentes pessoalmente. E não somente somos independentes como também nos sentimos mais confortáveis e seguros. A força corre justamente para onde ela é necessária. Silenciosa e confortavelmente, a eletricidade – essa estranha energia que tão poucas pessoas compreendem – supre nossas necessidades mais simples, e as mais desesperadas também.
Porém, no momento em que entra em jogo nossa independência mental e emocional, como nos comportamos diferentemente! Mantemos uma filosofia valente, na qual cada um de nós faz o papel de Deus, para nós soa muito bem, mas será que funciona mesmo? Uma boa olhada no espelho servirá de resposta para qualquer alcoólico.








01 Out. Confie em que Deus lhe dê a verdadeira força que vai fazer com que você seja eficiente. Não busque nenhuma outra reserva de força inteiramente digna de confiança. Esse é o segredo de uma vida verdadeiramente eficiente. E você, por sua vez, será usado para ajudar muitos outros a encontrarem a eficiência. Qualquer que seja a ajuda espiritual de que você precise, ou deseje para os outros, confie em Deus. procure fazer a vontade de z em sua vida e procure ajustar sua vontade à Dele. O fracasso decorrer de você defender demais de sua própria força.

A auto-suficiência é uma filosofia que não está dando certo e o final é a ruína. Já sofremos o bastante e é hora de procurar o Alcoólicos Anônimos. Alguns alcoólicos rebeldes concluem que qualquer tipo de dependência é intoleravelmente prejudicial. Mas a dependência de um grupo de Alcoólicos Anônimos ou de um Poder Superior jamais produziu qualquer efeito pernicioso.
Portanto, como faria um indivíduo de boa disposição para seguir entregando sua vontade e sua vida aos cuidados do Poder Superior?
Não é só livrar-se da dependência do álcool, mas também arrumar toda a bagunça moral, espiritual, física e psíquica que o álcool causou. Nada poderá ser feito apenas com a sua coragem e a vontade desassistida. Certamente, chegou a hora de depender de alguém ou alguma coisa.
Ao início, esse “alguém” provavelmente será seu amigo mais próximo em Alcoólicos Anônimos.











02 Out. “Seja feita Sua vontade” deve ser sua oração mais frequente. E no desejo da vontade de Deus deveria haver a alegria. Você deveria se alegrar em fazer essa vontade, porque quando você a faz, toda sua vida vai bem e no fim tudo tende a dar certo. Quando você está tentando com honestidade, fazer a vontade de z e aceitar, humildemente os resultados, nada vai poder magoá-lo. Aqueles que aceitam a vontade de Deus, podem não herdar a Terra, mas herdarão a verdadeira paz de espírito.

A vontade humana de nada serve. Além do álcool existem muitos outros problemas que também não se vencem apenas com a força de vontade. É preciso haver boa disposição e um ato de vontade própria, um esforço pessoal contínuo para se adaptar aos princípios dos doze passos e, assim se espera, à vontade de Deus.























03 Out. “A justiça produzirá a paz e o direito assegurará a tranquilidade para sempre.” Somente quando a alma alcança essa tranquilidade, pode haver verdadeiro trabalho espiritual, e a mente, a alma e o corpo estarem fortes para vencer e suportar todas as coisas. A paz é o resultado da justiça. Não há paz quando se procede o mal, mas se vivermos da maneira que Deus quer que vivamos, a tranquilidade e a segurança vêm em seguida. A segurança é aquela calma que nasce de uma profunda certeza na força de Deus que está disponível para nós, e em Seu poder de nos amar e nos proteger de todo o mal e o procedimento inconveniente.

É quando tentamos adaptar a nossa vontade à de Deus que começamos a usá-la corretamente. Para todos nós esta foi uma revelação maravilhosa. Todo nosso problema resultou do abuso da vontade. havíamos tentado atacar nossos problemas com ela, ao invés de modificá-la, para que estivesse de acordo com a vontade de Deus para conosco. O terceiro passo abre as portas para todos os doze passos. Cada vez que aparecer um momento de indecisão ou de distúrbio emocional, podemos fazer uma pausa, pedir silêncio, e dizer simplesmente: “Concedei-me Senhor, a Serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar. Coragem para modificar aquelas que posso e Sabedoria para distinguir uma das outras.”













04 Out. Para ser atraído na direção de Deus e de ma vida melhor, você deve ser guiado espiritualmente. Há uma iluminação maravilhosa do pensamento, dada àqueles que são guiados espiritualmente. Para aqueles que são guiados materialmente, não existe nada com Deus ou nenhuma vida melhor a que possam apelar ou que os atraia. Mas para aqueles que são guiados espiritualmente há força, paz e calma a serem encontradas na comunhão com o Senhor invisível. Para aqueles que acreditam nesse Deus que não podem ver, mas cuja força podem sentir, a vida tem um significado e propósito. Eles são filhos do Senhor invisível, e todos os seres humanos são seus irmãos.

Uma pessoa cheia de disposição e honestidade suficientes para, repetidamente, experimentar o sexto passo com respeito a todos seus defeitos de caráter, sem qualquer reserva, tem realmente andado um bom pedaço no campo espiritual e, portanto, merece ser chamado de um homem que está sinceramente empenhado em crescer à imagem e semelhança do criador.
A cada membro sóbrio de Alcoólicos Anônimos foi concedida a libertação da obstinada e potencialmente fatal obsessão para o beber. Portanto, de forma literal e completa, todos Alcoólicos Anônimos “se prontificaram inteiramente” a deixar que o Poder Superior removesse de suas vidas a mania pelo álcool. E o Poder Superior passou a fazer justamente isso.











05 Out. O Senhor guardará seus passos, agora e sempre. “todos os seus movimentos, seus passos podem ser guiados pelo espírito invisível. Cada abordagem para ajudar uma outra pessoa, cada esforço altruísta para dar assistência podem ser abençoados por esse espírito invisível. Pode haver uma bênção em tudo o que você faz, em cada conversa com alguém que está sofrendo. Cada encontro com uma pessoa necessitada pode não ser um encontro por acaso, ele pode Ter sido planejado pelo espírito invisível. Guiado pelo espírito de Senhor, você pode ser tolerante, solidário e compreensivo, para com os outros, e assim realizar muito.

Quando homens e mulheres derramam tanto álcool para dentro de si, destroem suas vidas e cometem um ato antinatural. Contrariando seu desejo instintivo de auto preservação, parecem estar resolvidos à autodestruição. Atuam contra seu instinto mais profundo. Por estarem humilhados pela terrível surra administrada pelo álcool, a Graça de Deus pode neles penetrar e expelir sua obsessão. Aqui, então, seu poderoso instinto de viver pode cooperar plenamente com a decisão do criador de lhes dar nova vida. Pois tanto a natureza quanto Deus abominam o suicídio.
Se pedirmos, Deus certamente perdoará nossas negligências. Porém, nunca irá nos tornar brancos como a neve e nos manterá assim, sem a nossas cooperação. Não podemos esperar que todos nossos defeitos de caráter sejam eliminados como foi nossa compulsão de beber. Alguns deles podem ser eliminados, mas com a maioria teremos de nos contentar com uma melhora que requer paciência.









06 Out. O Deus invisível que pode ajudar a nos fazer verdadeiramente agradecidos e humildes. Já que não podemos ver Deus, devemos acreditar Nele, mesmo assim. O que posso ver claramente é a mudança que ocorre num ser humano, quando ele sinceramente pede a Deus para mudar. Devíamos nos apegar a fé em Deus e em Seu poder, para mudar nossos caminhos. Nossa fé num Deus invisível será compensada por uma vida útil e proveitosa. Deus não vai deixar de nos mostrar a maneira como deveríamos viver, quando, com verdadeira gratidão e verdadeira humildade, nós nos voltamos para Ele.

Se quisermos obter algum resultado concreto na prática deste passo para a solução de problemas fora do álcool, precisaremos fazer uma nova tentativa no sentido de limparmos a Deus dos preconceitos. Teremos de enfrentar alguns de nossos piores defeitos de caráter e tomar medidas para removê-los o mais rápido possível.
No momento em que dizemos: “nunca, jamais”, fechamos nossa mente à Graça de Deus. a demora é perigosa e a rebeldia pode significar a morte. Esse é o ponto exato em que teremos de abandonar os nossos objetivos limitados e avançarmos em direção à vontade de Deus para conosco.














07 Out. Você deve se lembrar sempre de que é fraco, mas Deus é forte. Deus sabe tudo sobre sua fraqueza, todo apelo pedindo ajuda, toda tristeza pelo fracasso, toda fraqueza que sentimos e expressamos. Só fracassamos, quando confiamos de mais em nossa própria força. Não se sinta mal com sua fraqueza. Quando você estiver fraco, Deus estará forte para ajudá-lo. Confie bastante em, Deus, e sua fraqueza não vai Ter importância. Deus é sempre forte para salvá-lo.

Conseguir maior humildade é o princípio fundamental de cada um dos doze passos de Alcoólicos Anônimos, pois sem um certo grau de humildade, nenhum alcoólico poderá permanecer sóbrio. Além disso, quase todos os Alcoólicos Anônimos descobriram que sem desenvolver esta preciosa virtude além de estritamente necessário à sociedade, não terão muitas probabilidades de se manterem sóbrios e felizes. Muitas pessoas não praticam, mesmo ligeiramente, a humildade como um modo de vida. uma boa parte da conversa cotidiana que ouvimos, e muito do que lemos, salienta o orgulho que o homem tem de suas próprias realizações.
Certamente nenhum alcoólico e, sem dúvida, nenhum membro de Alcoólicos Anônimos quer condenar os avanços e os bens materiais. Porém, vivendo segundo tal pensamento, o alcoólico mais que ninguém se atrapalhou. Quando estávamos obtendo êxito, bebíamos para viver sonhos ainda maiores e quando estávamos frustrados, mesmo um pouco, bebíamos até o esquecimento. Ao invés de considerar a satisfação de nossos desejos materiais como meios pelos quais podíamos viver e funcionar como humanos, entendemos que estas satisfações constituíam a única finalidade e objetivo da vida. Nunca nos ocorreu fazer da honestidade, da tolerância e do verdadeiro amor ao próximo e a Deus, a base do viver cotidiano.




08 Out. Ore e continue orando, até que isso lhe traga paz e serenidade bem como um sentimento de comunhão com aquele que está perto e pronto para ajudar. Pensar em Deus, encontramos força para vencer os sentimentos e os ressentimentos feridos. Ao pensar em Deus, as dúvidas e o medo acabam. Ao invés dessas dúvidas e medo, vão fluir dentro de nosso coração essa fé e amor que estão fora do poder das coisas materiais, bem como essa paz que o mundo não pode dar nem tirar. E junto com Deus, podemos ter a tolerância de viver e deixar viver.

Enquanto estávamos convencidos que podíamos viver exclusivamente pela nossa força e inteligência, tornava-se impossível a fé num Poder Superior que funcionasse. Faltava esse ingrediente básico de toda humildade, o desejo de solicitar e fazer a vontade de Deus.
Só ao fim de uma longa estrada, marcada por sucessivas derrotas, humilhações e esmagamento definitivo de nossa auto-suficiência, começamos a sentir a humildade como algo mais do que uma condição de desespero rastejante.
Somos obrigados a escolher entre os sacrifícios da tentativa e as penalidades inapeláveis de não tentar. Poderemos ainda não dar à humildade um valor alto como virtude pessoal desejável, porém reconhecemos que é uma ajuda necessária á nossa sobrevivência.
Desfrutamos momentos em que sentimos algo parecido à verdadeira paz de espírito. para aqueles de nós que, até então, conheceram somente a excitação, a depressão ou a ansiedade esta nova paz conquistada é uma dádiva inestimável. Realmente, foi acrescentado algo novo. Anteriormente, a humildade foi uma alimentação forçada, mas, agora começa a significar o ingrediente nutritivo que nos pode trazer a serenidade.





09 Out. Deus nos aproximaria Dele, pelos laços do espírito. ele teria todas as pessoas mais próximas, uma das outras, pelos laços do espírito. Deus, o grande espírito do universo, do qual cada um de nossos espíritos é uma pequena parte, deve querer a unidade entre Ele e todos os Seus filhos. “unidade do espírito nos laços da paz.” cada experiência de nossa vida, de alegria, de tristeza, de perigo, de segurança, de felicidade, de dificuldade, de sucesso, de miséria, de bem-estar, cada uma deveria ser aceita como parte de nossa sorte comum, nos laços do espírito.

em Alcoólicos Anônimos observamos e escutamos. Por todo lado percebemos o fracasso e a miséria transformados, pela humildade, em valores inestimáveis. Ouvimos histórias após histórias de como a humildade havia convertido a fraqueza em força. Em todos os casos, o sofrimento havia sido o preço de ingresso para uma nova vida. A humildade é um remédio para a dor. Começamos a ter menos medo da dor e desejar a humildade mais do que nunca.
Percebemos que não era necessário sermos levados à humildade por cacetadas e pancadas. Podíamos procurá-la voluntariamente. Ela não era mais algo que precisávamos ter e sim algo que queríamos ter.
Toda ênfase do sétimo passo é sobre a humildade. Na realidade, está nos dizendo que agora devemos estar dispostos a tentar a humildade na procura da remoção de nossas falhas, da mesma forma como fizemos quando admitimos que éramos impotentes perante o álcool e chegamos a acreditar que um Poder Superior a nós poderia nos devolver à sanidade. Se esse grau de humildade nos tornou capazes de descobrir a graça pela qual uma obsessão assim fatal pôde ser banida, então deve existir esperança de obter o mesmo resultado em relação a qualquer outro problema que possamos ter.





10 Out. Você é um servidor de Deus. sirva-O de boa vontade e prontamente. Ninguém gosta de um servidor que evita o trabalho extra, que se queixa quando é tirado de uma tarefa para fazer outra menos agradável. Um patrão sentiria estar sendo mal servido por esse tipo de servidor. Mas não é assim que você serve a Deus tantas vezes? Olhe para seu trabalho diário sob essa luz. Procure fazer seu trabalho diário, da maneira que você acredita que Deus quer que você faça, nunca fugindo das responsabilidades e saindo algumas vezes de seu caminho para ser útil.

A oração e a meditação são nossos meios principais de contato consciente com Deus.
Muitas vez pensamos que auxiliar outro alcoólico já é o bastante e ao esquecermos da prática da oração, e meditação ou só a praticando nos momentos de emergência, estamos recusando um suporte essencial ao bem estar das nossas mentes, emoções e instituições.
A prática do auto-exame, da meditação e da oração estão diretamente interligadas. Usados separadamente, elas podem trazer muito alívio e benefício, mas quando sem relacionadas e interligadas logicamente, resultam em uma base inabalável para toda a vida.
Como nos foi dado perceber, é pelo exame de nossos próprios pensamentos e sentimentos que conseguimos que uma nova visão, ação e graça venham a influir no lado escuro e negativo de nosso ser.
Vamos querer que o bem que está dentro de todos nós, cresça e floresça. Sabemos que poucas coisas podem crescer na escuridão. A meditação é um passo em direção ao sol.









11 Out. Procure ser grato por qualquer visão que você tenha. Procure realizar, nas pequenas coisas, um serviço fiel a Deus e aos outros. Faça sua pequena parte, todos os dias, com espírito de servir a Deus. seja um agente da palavra de Deus, não apenas um ouvinte. Procure, em sua vida diária, manter a fé em Deus. todos os dias ela traz a nova oportunidade de ser útil, de alguma maneira. Mesmo quando você é tentado a descansar, ou a se soltar, ou a escapar do problema, tenha o hábito de enfrentar o problema, de maneira correta, como um desafio, e não ficando parado.
Minha viagem para o trabalho me dá oportunidade para fazer um auto-exame.
Um dia, quando fazia essa viagem, comecei a rever o meu progresso na sobriedade e não fiquei feliz com o que vi. Esperei com o passar do dia, trabalhando, esquecer esses pensamentos incômodos. Porém, como ia aparecendo um desapontamento após outro, meu descontentamento somente aumentou e as pressões dentro de mim continuaram subindo.
Eu me recolhi para uma mesa isolada na sala da firma e me perguntei como poderia melhorar o restante do dia. antigamente, quando as coisas iam mal, instintivamente eu desejava lutar contra. Mas, durante minha trajetória ao meu aperfeiçoamento espiritual, aprendi a voltar atrás e dar uma olhada em mim mesmo. Eu reconheci que, embora não sendo a pessoa que eu deseja ser, eu tinha aprendido a não reagir da minha velha maneira. Aquelas velhas estruturas de comportamento só trouxeram tristeza e dor para mim e para os outros. Voltei para minha seção de trabalho, determinado a ter um dia produtivo, agradecendo a Deus pela chance de fazer progresso aquele dia.







12 Out. Ser justo e tolerante é um objetivo para o qual preciso trabalhar diariamente. Peço a Deus, como eu O entendo, para me ajudar a ser amoroso e tolerante com as pessoas que amo e com aqueles que estão em maior contato comigo. Peço orientação para reprimir minha língua quando estou agitado, e paro um momento para refletir sobre o cataclisma emocional que minhas palavras podem causar, não somente nos outros mas também em mim. Oração e meditação são a chave para um pensamento firme e ação positiva para mim.
Quando falamos ou agimos precipitada ou imprudentemente, nossa capacidade de fazer justiça e ser tolerante se evapora imediatamente.
Ser justo e tolerante é um objetivo para o qual preciso trabalhar diariamente. Peço a Deus, como eu O entendo, para me ajudar a ser amoroso e tolerante com as pessoas que amo e com aqueles que estão em maior contato comigo.
Peço orientação para redimir minha língua quando estou agitado, e paro um momento para refletir sobre o cataclisma emocional que minhas palavras podem causar, não somente nos outros mas também em mim. Oração, meditação e revisão imediata dos meus sentimentos, são a chave para um pensamento firme e ação positiva para mim.















13 Out. O Reino de Deus na terra está crescendo aos poucos, como uma semente no solo. No crescimento de seu reinado, sempre existe progresso entre aos poucos que estão a frente da multidão. Continue se esforçando por alguma coisa melhor e não poderá haver estagnação em sua vida. A vida eterna, ainda significativa é para que você a busque. Não desperdice o tempo com os fracassos passados. Conte as lições aprendidas com os fracassos, como se fossem degraus na escada do progresso. Vá em frente, em direção ao objetivo.
Devemos continuar cuidando do egoísmo, da desonestidade, dos ressentimentos e do medo. Quando estes surgirem, pediremos imediatamente a Deus que os remova. Iremos discuti-los logo com alguma pessoa e, se causamos algum dano, vamos repará-lo na hora. Então, firmemente, voltamos nossos pensamentos para alguém a quem possamos ajudar.
A aceitação imediata de pensamentos ou ações erradas é uma tarefa difícil para a maioria dos seres humanos, mas para alcoólicos em recuperação como eu, é difícil devido à minha propensão para o egoísmo, o medo e o orgulho. A liberdade que tenho ao passo que progrido espiritualmente, me deixa admitir, reconhecer e aceitar minha responsabilidade por fazer coisas erradas. É possível então para mim crescer num mais profundo e melhor entendimento da humildade. Minha disposição em admitir quando a falta é minha facilita o progresso de meu crescimento, e me ajuda a tornar-me mais compreensivo e prestativo para os outros.










14 Out. Entregue seus fracassos, erros e imperfeições aos cuidados de Deus. não fale tanto de seus fracassos, pelo fato de que, no passado, você estava mais perto de ser uma fera do que um anjo. Você tem um mediador entre você e Deus – sua crescente fé – a qual pode tirá-lo da lama e lhe apontar a direção do céu. Você ainda pode se reconciliar com o espírito de Deus. Ainda pode reconquistar sua harmonia com o princípio divino do universo.
Quando nos deitamos à noite, revisamos construtivamente o nosso dia... Ao acordar, pensaremos nas vinte e quatro horas vindouras... Antes de começar, pedimos que Deus dirija nossos pensamentos e especialmente que eles sejam divorciados da auto-piedade, da desonestidade e de motivos de interesse próprio.
A mim faltava serenidade. Com mais coisas para fazer do que era possível, eu ficava sempre mais para trás, não importando quão duro eu tentasse. Preocupações sobre coisas não feitas ontem e medo pelos prazos de entrega de amanhã, negavam-me a calma de que eu precisava para ser efetivo a cada dia.
Tento a toda hora, focalizar a vontade de Deus, não meus problemas, e confiar que Ele poderia administrar o meu dia.















15 Out. Há somente uma maneira de você conseguir satisfação completa: é viver da maneira que você acredita que Deus quer que você viva. Viva com Deus nesse recolhimento espiritual e sentirá que está no caminho certo. Você terá um lugar Nele, um trabalho a fazer, que é importante na ordem eterna das coisas. Muitas coisas vão dar certo para você e com você, enquanto sentir que está ao lado de Deus.
A “fofoca” acrescida de nossa ira, uma forma gentil de homicídio por meio da morte do caráter, também traz suas satisfações para nós. Nestes casos, não estamos tentando ajudar àqueles que criticamos; estamos tentando proclamar nossa própria retidão.
Às vezes não percebo que fiz fofoca de alguém, até o fim do dia, quando faço uma revisão de minhas atividades do dia, e então minha fofoca aparece como uma mancha num dia maravilhoso. Como pude ter dito uma coisa como essa?
A fofoca mostra a sua feia cabeça durante um café ou um lanche com ao sócios de negócios, ou posso fazer fofocas à tarde, quando estou cansado das atividades do dia eme sinto justificado em reforçar meu ego às custas de alguém.
Defeitos de caráter como fofoca se introduzem em minha vida quando não estou fazendo um esforço constante de aperfeiçoamento espiritual. Preciso lembrar a mim mesmo que minha unicidade é a bênção de meu ser, e que isso se aplica igualmente a qualquer um que cruze meu caminho na estrada da vida. Hoje o único julgamento que preciso fazer é o meu. Deixo o julgamento dos outros para o Juízo Final – a Divina Providência.







16 Out. Se seu coração está certo, seu mundo está certo. Toda reforma deve começar dentro de você. Essa mudança não é o que lhe acontece, mas como você a recebe. Por mais que você esteja preso as circunstâncias, por menos que seja capaz de remediar os assuntos financeiros, você pode se voltar sempre para seu eu interior e, vendo aí alguma coisa em desordem, procurar colocá-la em ordem. E, como toda reforma vem de dentro para fora, você vai achar sempre que a aparência exterior melhorou, quando a parte interior ficou melhor. À medida que você fica melhor, suas circunstâncias exteriores mudarão para melhor; suas circunstâncias exteriores mudarão para melhor. a força que se desprende de dentro de você vai mudar sua vida exterior.

Parar um momento e meditar. Deixar nossa imaginação se expandir por caminhos que vão surgindo a cada momento e sentir quanto bem isso nos faz.
Quando pensamos em quanto valor dávamos, em outro tempo, à imaginação que tentava criar a realidade de dentro das garrafas, vemos que nada há de errado ou, de mal na imaginação construtiva. Afinal de contas, ninguém pode construir uma casa sem antes arquitetar um plano. A meditação nos ajuda a ter uma noção de nosso objetivo espiritual.
Ela é uma aventura individual que cada um realiza a sua maneira e o objetivo é o mesmo: melhorar nosso contato consciente com Deus, com Sua Graça, sabedoria e amor. É sumariamente prática e o primeiro fruto que nos dá, é o equilíbrio emocional.










17 Out. Hoje, eleve seu olhar para Deus e não o abaixe para si mesmo. Olhe de longe para ambientes desagradáveis, falta de beleza, imperfeições que estão dentro de você e à sua volta. Em seu cansaço, observe a calma de Deus; em sua impaciência, a paciência de Deus; em suas limitações, a perfeição de Deus. Elevando seu olhar para Deus, seu espírito começará a crescer. Então, os outros verão em você alguma coisa que eles também querem. À medida que você crescer na vida espiritual, será capaz de fazer muitas coisas que antes lhe pareciam muito difíceis.

A oração é a elevação do coração e da mente para Deus. o estimulo comum de oração é uma petição a Deus. mas seja ela qual for, faz-se necessário a extensão: “nos dê o conhecimento de Sua vontade em relação a nós e forças para realizá-la.” Um pedido como este pode ser feito a qualquer hora do dia.
Nos momentos de fortes perturbações emocionais, manteremos nosso equilíbrio se nos lembrarmos de uma oração qualquer ou frase que, particularmente, nos tenha agradado durante a leitura ou meditação. Dizendo essa frase ou oração por algumas vezes, podemos em geral restabelecer uma ligação interrompida pelo rancor, pelo medo, pela frustração ou pelo desentendimento, e poderemos em geral voltar à mais segura de todas as ajudas: a procurar a vontade de Deus, não a nossa, no momento de tensão. Assim se nestes momentos críticos nos lembrarmos de que “é melhor consolar que ser consolado, compreender que ser compreendido, amar que ser amado”, estaremos seguindo a intenção do décimo-primeiro passo.









18 Out. Enquanto você não fracassar, não pode aprender a verdadeira humildade. A humildade vem de um profundo sentimento de gratidão a Deus, por lhe dar força para se levantar dos fracassos do passado. A humildade não está em desacordo com o auto-respeito. A pessoa correta tem auto-respeito e o respeito dos outros, e ainda é humilde. A pessoa humilde é tolerante com as falhas dos outros e não tem uma atitude crítica, em relação às fraquezas dos outros. As pessoas humildes são severas com elas mesmas e dóceis com os outros.

Pode-se perguntar: “por que não podemos submeter diretamente a Deus um dilema específico e perturbador e, através da oração, receber respostas Dele, certas e definidas a nossos pedidos?” É um indivíduo muito desconcertante o Alcoólico Anônimo, ou qualquer homem, que tenta implantar rigorosamente em sua vida este modo de rezar, com esta necessidade egoística de respostas divinas. O que ocorre, isto sim, são bem intencionadas racionalizações inconscientes. A qualquer pergunta ou crítica a suas ações, ele vem logo com sua inabalável confiança na oração como guia para todos os seus feitos. Ignora a possibilidade de que seus desejos e a tendência humana de auto-justificar, tenha distorcido sua decantada orientação. Com a melhor das intenções, ele tende a impor sua própria vontade em qualquer situação ou problema, confortavelmente seguro de que está agindo diretamente dirigido por Deus, iludido dessa maneira, é claro que pode sem querer causar grandes estragos.











19 Out. Podemos acreditar, de alguma forma, que o grito da alma humana nunca passa despercebido por Deus. pode ser que Deus escute o grito, mesmo que não percebamos sua resposta. O grito do socorro do ser humano deve sempre invocar uma resposta de Deus, de algum tipo. Pode ser que nossa falha em discernir adequadamente nos impede de sabermos a resposta. Mas podemos acreditar uma coisa: que a Graça de Deus está sempre disponível para todo ser humano que pede ajuda sinceramente. Muitas vidas que mudaram são provas vivas desse fato.

Devemos orar unicamente para que se faça a vontade de Deus, seja qual for, tanto para nós como para outras pessoas. Todos que nela persistem, encontram uma reserva de forças além das suas próprias. Ostentam sabedoria muito superior à sua capacidade normal e desenvolvem cada vez mais a paz de espírito inquebrantável, mesmo nas mais difíceis circunstâncias.
Recebemos orientação para nossas vidas em proporção à medida em que paramos de exigir de Deus que nos dê o que queremos e como queremos. Devemos nos convencer de que Deus, efetivamente, “age de maneira misteriosa na realização de Suas maravilhas.”
















20 Out. “Nosso Senhor e nosso Deus, que tudo se faça de acordo com Sua vontade.” A simples aceitação da vontade de Deus, em qualquer coisa que aconteça, é a chave de uma vida significativa. Devemos continuar a orar. “que não seja feita minha vontade, mas a Sua.” Pode ser que não haja a mudança que você queira, mas no fim será o melhor caminho, porque é o caminho de Deus. se você decidir aceitar qualquer coisa que aconteça como sendo a vontade de Deus, em relação a você, seja ela qual for, suas cargas serão mais leves. Procure ver em todas as coisas alguma realização do plano divino.

Talvez, uma das maiores recompensas que conseguimos obter com a meditação e a oração seja a íntima convicção de que passamos a “fazer parte.” Não mais vivemos num mundo inteiramente hostil. Já não nos sentimos abandonados, amedrontados e sem objetivo na vida. Começamos a ver a verdade, a justiça e o amor como os valores reais e eternos na vida, não mais ficamos profundamente abalados com a aparente evidência do contrário que nos rodeia em assuntos apenas humanos. Sabemos que o amor de Deus vela sobre nós. Sabemos que quando nos voltamos para ele, tudo estará bem conosco, aqui e no que vier após.















21 Out. “Veja, eu me coloco diante da porta e bato. Se alguém ouvir minha voz e abrir a porta, irei ter com Ele e ficarei com Ele e Ele comigo.” A chamada do espírito de Deus, pedindo para entrar em sua vida, não é devida a seu mérito, embora seja em resposta ao anseio de seu coração. Tenha um ouvido atento, um ouvido inclinado a perceber o som da batida gentil do espírito de Deus à porta de seu coração. Abra, então, a porta de seu coração e deixe entrar o espírito de Deus.

Devemos nos doar aos que ainda sofrem, sem pedir nada em troca, pois aquilo que recebemos de graça, também o devemos dar de graça.
O despertar espiritual é diferente para cada pessoa, mas existem coisas em comum entre si. A pessoa se torna capaz de fazer, sentir e acreditar em coisas como antes não podia. É uma nova maneira de ser e um novo estado de consciência. A vida não é mais um beco sem saída, nem algo a ser suportado ou dominado. Agora há um grau de honestidade, tolerância, dedicação, paz de espírito e amor, dos quais se supunha totalmente incapaz.
Em Alcoólicos Anônimos, até o último dos recém-chegados descobre recompensas nunca sonhadas quando procura ajudar seu irmão alcoólico. Isto de fato, é dar, nada pedindo em troca. Não se espera de seu companheiro qualquer paga ou mesmo amor. E então, descobre que, pelo paradoxo divino contido nessa maneira de dar, já recebeu a sua própria recompensa, não importando se seu irmão foi ajudado ou não.










22 Out. Dia após dia, deveríamos construir, aos poucos, uma fé. Inabalável num Poder Superior e na capacidade desse poder em nos dar toda a ajuda de que precisamos. Tendo esses momentos tranquilos, toda manhã, começamos cada dia com uma fé renovada, até que ela se torne quase uma parte de nós e um hábito muito forte. Deveríamos continuar mobilizando os lugares tranquilos de nossa alma com todos os móveis da fé. Deveríamos procurar preencher nossos pensamentos, todo dia, com tudo o que é harmonioso e bom, bonito e duradouro.

Contemplar os olhos de homens e mulheres se abrirem maravilhados à medida em que passam das trevas para a luz, suas vidas se tornando rapidamente cheias de propósito e sentido, famílias inteiras se reintegrando, o alcoólico marginalizado sendo recebido alegremente em sua comunidade como cidadão respeitável, e acima de tudo, ver estas pessoas despertados para a presença de um Deus amantíssimo em suas vidas, são fatos que constituem a essência do bem que nos invade, quando levamos a mensagem de Alcoólicos Anônimos ao irmão sofredor.
Descobrimos que somos capazes de suportar nossos reveses e que os maiores desafios nos vêm das pequenas e crônicos problemas da vida. Nossa resposta está em aumentar nosso desenvolvimento espiritual. E, ao crescermos espiritualmente, ficamos sabendo que as velhas atitudes precisam sofrer drástica revisão. A satisfação de nossos instintos não pode ser o objeto exclusivo, a única finalidade da nossa vida. Se pusermos os instintos em primeiro lugar, estaremos colocando a carroça diante dos bois e seremos arrastados para a desilusão. Ao contrário, se nos dispusermos a elevar ao primeiro plano o nosso crescimento espiritual, então, e apenas então, teremos chance.





23 Out. Embora possa parecer um paradoxo, devemos acreditar mais nas forças espirituais, que não podemos ver, do que nas coisas materiais, que podemos ver, se quisermos viver verdadeiramente. Em última análise, o universo consiste mais no pensamento ou nas fórmulas matemáticas do que na matéria como nós a entendemos. Entre um ser humano e outro, somente as forças espirituais vão ser suficientes para mantê-los em harmonia. Essas forças espirituais nós conhecemos, porque podemos ver seus resultados, embora não possamos vê-las. Uma vida mudada – uma nova personalidade – resulta do poder de forças espirituais invisíveis, agindo em nós e através de nós.

Querendo ter e fazer as coisas à nossa maneira, fomos lançados em situações intratáveis com outras pessoas. Ou as dominávamos ou dependíamos delas, e isso invariavelmente as levava a nos repelir ou abandonar por completo. O alcoolismo para nós, representou a solidão, apesar de que estivéramos cercados por pessoas que nos amavam. E quando a nossa prepotência havia espantado a todos e nosso isolamento se tornara total, fomos bancar os importantes em botequins de quinta categoria e, então sozinhos, perambular sem rumo pelas ruas. Para aqueles de nós que era assim, Alcoólicos Anônimos teve um sentido muito especial. Através dele começamos aprendendo a manter boas relações com as pessoas que nos compreendem; não há mais necessidade de ficarmos sós.
Já não nos esforçamos mais para dominar ou controlar os que nos cercam com o sentido de tornarmos importantes. Não mais perseguimos a fama e a glória a fim de sermos elogiados. Quando, devido aos bons serviços que prestamos a parentes, amigos, patrões e à comunidade, atraímos a simpatia geral e, às vezes, somos escolhidos para funções de maior responsabilidade e confiança, tentamos ser humildes no agradecimento e nos esforçamos mais ainda com o ânimo de amar e servir. A liderança autêntica é aquela que tem por base o exemplo construtivo e não as efêmeras exibições de poder e glória.

24 Out. A Graça de Deus é uma segurança contra todo mal. Ela oferece segurança para a alma que acredita. A graça de Deus significa segurança para a alma que acredita. A Graça de z significa segurança no meio do mal. Você pode se libertar das maldades do mundo, através da força e da Graça Dele. Você pode ter uma nova vida de força. Mas somente em contato íntimo com a Graça de Deus é que essa força é percebida. Para realizá-la e se beneficiar dela, você deve ter diariamente uma comunhão tranquila com Deus, para que a força de Sua Graça possa vir, sem dificuldade, para dentro de sua alma.

O serviço prestado com prazer, as obrigações cabalmente cumpridas, os reveses calmamente aceitos ou resolvidos com ajuda de Deus, o reconhecimento de que, tanto no lar como fora dele, somos confrades num esforço comum, o bem compreendido fato de que, perante Deus, todos os seres humanos são importantes, a prova de que o amor, livre oferecido, na certa traz retorno total, a certeza de que não mais estamos isolados e sozinhos em prisões erigidas pela mente. A segurança de que não somos mais desadaptados, senão que nos integramos e fazemos parte do esquema de coisas criadas por Deus – estas são as satisfações permanentes e legítimas de que fruímos, de uma vida correta que nenhuma pompa ou ostentação de riquezas materiais jamais poderá suplantar. Estávamos enganados com a verdadeira ambição; ela é o profundo e sadio desejo de viver uma vida útil e caminhar humildemente, por mercê de Deus.









25 Out. Deveríamos trabalhar para vencer a nós mesmos, nossos desejos egoístas e nossa egocentrismo. Pode ser que isso nunca seja realizado. Não podemos nunca ser inteiramente altruístas. Mas podemos vira perceber que não giram em torno de nós. Sou apenas uma célula numa vasta rede de células humanas. Posso, pelo menos, me esforçar para conquistar minha própria vida e procurar obter, diariamente, cada vez mais a conquista sobre mim mesmo. “Aquele que vence a si mesmo é superior àquele que conquista uma cidade.”

A experiência com a religião pode ajudar? Geralmente a resposta é negativa. O dependente químico não sente que a religião em geral, ou sua experiência em particular com religião, possa ajudá-lo. Para muitos, a prática da religião não parece relevante. Isso é conhecido em Alcoólicos Anônimos como o “problema de Deus”, e o novato é aconselhado a não enfrentar esse problema naquele momento, e a usar qualquer coisa com um Poder Superior.
Hoje entendemos que todas as coisas não são de tal forma simples e separadas que possam ser explicadas por histórias consideradas totalmente verdadeira, porque tudo é interligado. E isto levanta o seguinte problema: se tudo é interligado, como posso saber qualquer coisa sem saber tudo? A resposta é: não pode. Nós não sabemos as coisas perfeitamente, e assim utilizamos estórias, metáforas, alegorias, exemplos, parábolas, poemas e mitos.
Hoje sabemos que os evangelhos que tiveram maior influência, nunca foram elaborados como livros de história. Os evangelhos foram elaborados, duas ou três gerações depois do tempo de Jesus, de diversas tradições, estórias e grandes mitos.







26 Out. Faça todo o caminho com outra pessoa e com Deus. Não ande uma parte do caminho e depois pare. Não deixe que Deus fique em segundo plano, porque Ele não terá nenhuma influência em sua vida. Faça todo o caminho com Ele. Seja uma boa companhia para Deus, pedindo a Ele muitas vezes, no decorrer do dia. não interrompa seu contato com Ele durante muito tempo. Trabalhe sempre com Deus e com outras pessoas, ao longo do caminho da vida, sempre que isso possa orientar você.

Se não aceitamos a Bíblia e a cristandade como a verdade incontestável, podemos colocar de lado seus erros e excessos, os conceitos que funcionaram bem em outras épocas mas não são relevantes hoje. Nem por isso devemos rejeitar tudo, jogar o bebê fora com a água do banho.
Ao entendermos que essa coleção de estórias e mitos poderosos, que têm exercido uma grande influência na história do mundo ocidental, são constantemente adaptados para cada momento e cultura de história, ficamos mais a vontade para adaptá-los à nossa realidade.
Nos primeiros séculos, não houve a ideia de uma Igreja e não se conhecia a palavra cristão. Era uma comunidade de judeus à espera de que o Reino de Deus surgisse a qualquer momento. Como o reino demorasse, o povo começou a elaborar o conceito do Reino de Deus como já existente nessa comunidade; e foram escritos os evangelhos.













27 Out. Todos nós temos que ganhar nossa própria batalha, entre a visão material da vida e a visão espiritual. Alguma coisa deve guiar nossa vida. Será a riqueza, o orgulho, o egoísmo, a cobiça, ou será a fé, a honestidade, a pureza, o altruísmo, o amor e o serviço? Cada um faz sua escolha. Podemos escolher o bem ou o mal. Não podemos escolher os dois. Será que vamos ficar lutando até ganhar a batalha? Se conseguimos a vitória, podemos acreditar que até mesmo Deus no céu vai ficar contente.

Espiritual e espiritualidade são palavras muito ouvidas em Alcoólicos Anônimos. “Não é um programa religioso, é um programa espiritual.” Os recém-chegados e não membros da irmandade, sentem a diferença sem serem capazes de defini-la.
Estamos buscando espiritualidade, que pode ser definida “como a qualidade de nosso relacionamento com qualquer coisa ou qualquer pessoa que seja mais importante em nossa vida.”
Para alguns, um jantar agradável com os amigos é muito mais espiritual do que meditar sozinho. Para outros, utilizar o rico ritual da Igreja, seus mitos, sem interpretá-los literalmente preserva o passado e une as pessoas. O importante porém, é estarmos à vontade com nossa expressão de valores espirituais. que ela seja autêntica.














28 Out. Podemos nos curvar à vontade de Deus, antecipando o acontecimento que no fim será o melhor para todas as pessoas envolvidas. Pode ser que não pareça sempre a melhor coisa no momento presente, mas não podemos ver o futuro tanto quanto Deus. não sabemos como Ele traça Seus planos, apenas precisamos acreditar que, confiando Nele e aceitando o que quer que aconteça como sendo a vontade Dele, com um espírito de fé, no fim tudo vai se resolver da melhor maneira possível.

“Deus na forma em que O concebíamos” é diferente para cada um. É como a estória do vento. Perguntaram a um velho marinheiro o que é o vento, e ele respondeu: não sei, mas sei como usá-lo, e o faço do meu jeito.
O vento sopra para todos, mas como o espírito, é percebido e utilizado diferentemente pelas pessoas.
Tudo pode ser muito prático: minha vida encalhou e eu precisava de um Poder Superior a mim para me ajudar a sair do buraco. Pode ser algo tão simples quanto reconhecer que às vezes, preciso da ajuda do joalheiro, do médico ou do mecânico na minha vida. Precisava da ajuda de alguma coisa ou pessoa para me tirar da dependência química, especialmente pelos problemas físicos e emocionais que surgiram como o resultado do uso abusivo do álcool.















29 Out. A verdadeira medida de nosso sucesso na vida é a medida do progresso espiritual que revelamos em nossa vida. Os outros deveriam ser capazes de ver a demonstração da vontade de Deus em nossa vida. A medida da vontade Dele, que as pessoas à nossa volta viram se realizar em nossa vida diária, é a medida de nosso verdadeiro sucesso. Podemos fazer o melhor possível para ser, cada dia, uma demonstração da força de Deus nas vidas humanas, um exemplo do resultado da Graça de Deus nos corações dos seres humanos.

Achei uma grande ajuda na minha família e nos grupos que encontrei no centro de tratamento. Esses grupos eram meu Poder Superior, superior poder, porque estavam me ajudando a resolver problemas que não consegui resolver sozinho. Não pensava em nada disso como algo espiritual ou relacionado com o segundo e terceiro passos.
Com o tempo, vi que precisava melhorar meu relacionamento com Deus. mas como?
Separar o material do espiritual é o que há de mais simples.
Aqui acendeu uma luz para mim. Sabia que o estilo de vida que eu desenvolvera ajudou a perpetuar a doença de dependência química, e agora fui confrontado com o desafio de modificar esse estilo de vida. Era essencialmente um problema de relacionamento, um problema espiritual. Ao mesmo tempo, comecei a entender meu problema e entender espiritualidade de uma forma bem simples.
Começou a ficar claro para mim que o problema não era beber, mas como viver, e os outros passos me mostraram exatamente o caminho para voltar a viver. Passos espirituais.







30 Out. Há um momento para tudo. Deveríamos aprender a esperar com paciência até que chegue o momento certo. “Vá com calma.” Desperdiçamos nossa energia tentando conseguir coisas antes de estar prontos para possuí-las, antes que tenhamos o direito de recebê-las. Uma grande lição que temos que aprender é esperar com paciência. Podemos acreditar que toda nossa vida é uma preparação para uma coisa melhor que virá, quando tivermos direito a ela. Podemos acreditar que Deus tem um plano para nossa vida e que esse plano vai se realizar na plenitude do tempo.
Será que eu lembro que tenho direito à minha opinião, mas que os outros nossa precisam compartilhá-la? Este é o espírito de “Viva e deixe viver”. A oração da serenidade me lembra, com a ajuda de Deus, de “Aceitar as coisas que não posso modificar”. Estou ainda tentando mudar os outros? Quando chego em “Coragem para mudar as coisas que posso”, será que lembro que minhas opiniões são minhas e as suas são suas? Ainda tenho medo de ser eu? Quando chego em “Sabedoria para saber a diferença”, eu me lembro que minhas opiniões vêm de minha experiência? Se eu tenho uma atitude de “sabe-tudo”, eu não estou sendo deliberadamente controverso?
















31 Out. Em todos nós existe uma consciência interior que nos fala de Deus, uma voz interior que fala a nossos corações. É uma voz que nos fala íntima e pessoalmente, num momento de calma meditação. É como uma lâmpada que ilumina nossos pés e uma luz que ilumina nosso caminho. Podemos estender as mãos na escuridão e, de maneira figurada, tocar a mão de Deus. como diz o Livro Grande: “bem no íntimo de cada homem, mulher ou criança, está a ideia fundamental de Deus. podemos encontrar a grande realidade bem dentro de nós. E quando a encontramos, muda toda nossa atitude em relação à vida.”

O programa de doze passos não procura os porquês da dependência química no passado, porém ensina a manter uma ligação com o passado, ou como fala uma das promessas do programa: “não nos arrependamos do passado, nem queiramos esquecê-lo por completo... pois poderemos ver quanto nossa experiência beneficiará a outros.”

Não vejo a criação como algo que aconteceu no passado e não num futuro ou eternidade separados desse processo de Criação. A Criação é algo que está acontecendo aqui e agora; tecnicamente somos co-criadores.

Meu contato com um Poder Superior, um Deus, é extremamente prático. É segunda-feira, às oito horas da manhã, no trânsito, a caminho do trabalho, e não necessariamente no Domingo às dez horas, na igreja. Espiritualidade é a maneira de viver neste mundo; ela não pode ser separada do atual processo de viver.







01 Nov. A fé é o mensageiro que leva suas orações a Deus. A oração pode ser como o incenso, que vai subindo cada vez mais. A oração feita com fé é a oração da confiança, que sente a presença de Deus, a qual sobe para ir de encontro a Ele. Pode-se ter a certeza de que alguma resposta vem de Deus. Podemos fazer uma oração de agradecimento a Deus, todo dia, por Sua Graça, a qual nos colocou no bom caminho e nos permitiu iniciar uma vida correta. Assim, deveríamos rogar a Deus com fé, confiança e gratidão.
Hoje sou grato por uma nova vida, uma ação na qual minhas orações são de ação de graças. Meu tempo de oração é mais para ouvir do que para falar. Hoje eu sei que se não posso mudar o vento, posso ajustar minha vela. Sei a diferença entre superstição e espiritualidade. Sei que existe uma maneira cheia de Graça de ser correto, e muitas maneiras de estar errado.























02 Nov. Continue como se fosse um vaso vazio, a ser enchido por Deus. continue doando para ajudar os outros, a fim de que Deus possa continuar preenchendo você com o espírito Dele. Quanto mais você dá, mais terá. Deus sabe que você fica satisfeito, desde que continue dando para os outros. Mas se você tentar, com egoísmo, ficar com tudo para si mesmo, será logo impedido de chegar a Deus, sua fonte de fornecimento, e você vai estacionar. Um lago, para ser claro, deve ter uma entrada e um escoamento.

Umas imperfeições classificadas por Alcoólicos Anônimos como os maiores inimigos, “os principais culpados”, são o ressentimento, ira, raiva, rancor, fúria, ódio, irritação, agitação, inveja, ciúmes; tudo que leva uma pessoa a ser agressiva, a ficar excitada, lívida, contenciosa, furiosa; enfim, todas aquelas emoções que geram aversão. Todos esses sentimentos têm em comum a habilidade de criar uma reação interna perante um evento externo.




















03 Nov. “peça o que você deseja e isso lhe será dado.” O poder de Deus é ilimitado. Não há limite para o que o poder Dele pode fazer nos corações humanos. Mas devemos desejar o poder de Deus e devemos Lhe pedir. Somos impedidos de ter o poder de Deus, devido nossa indiferença por Ele. Podemos continuar nosso próprio caminho egoísta, sem invocar a ajuda de Deus, e não conseguimos nenhum poder. Mas quando confiamos em Deus, podemos desejar o poder de que precisamos. Quando pedimos esse poder a Deus, com sinceridade, nós o conseguimos com fartura.
A prática da auto-análise, da meditação e da oração estão diretamente interligadas. Usadas separadamente, elas podem trazer muito alívio e benefício.
Se faço meu auto-exame em primeiro lugar, tenho certeza de que terei bastante humildade para orar e meditar – porque verei e sentirei minha necessidade disso. Alguns desejam começar o auto-exame e a meditação entre os dois, enquanto outros começam com a meditação escutando os conselhos de Deus sobre seus defeitos ainda escondidos ou não reconhecidos. Outros ainda empenham num trabalho escrito e verbal de seus defeitos de caráter, terminando com uma oração de louvor e de ação de graças. Estes três – auto-exame, ação de graças e oração – formam um círculo sem começo nem fim. Não importa onde ou como eu começo, aos poucos eu chego ao meu destino: uma vida melhor.













04 Nov. “Sua presença é cheia de alegria. A felicidade eterna está a Sua direita.” Não podemos encontrar a verdadeira felicidade, procurando por ela. Afinal de contas, a busca do prazer não traz felicidade, apenas desilusão. Não procure obter toda essa alegria pela busca do prazer. Isso não pode ser feito dessa maneira. A felicidade vem de se viver da maneira certa. Sem verdadeira felicidade acontece, pelo fato de você viver sob todos os aspectos, da maneira que você acredita que Deus quer que você viva, em relação a você a aos outros.
Quando (auto-exame, meditação e oração) são postos em ação harmônica e lógica, resultam em uma base inabalável para toda a vida.
Meu autoconhecimento, me leva a invocar a disciplina amorosa de Deus sobre a minha natureza obstinada. Se dedico apenas alguns momentos toda a noite para uma revisão dos pontos mais importantes do meu dia, junto com o reconhecimento daqueles aspectos que não me agradam muito, eu ganho uma história que é essencial à minha caminhada para o autoconhecimento.
Fui capaz de perceber meu crescimento, ou a falta dele, e pedir numa prece para ser aliviado desses defeitos de caráter contínuos que me causam sofrimento. Meditação e oração também me ensinam a arte de focalizar e estudar.
Verifico que a confusão do dia se acalma quando rezo por Sua orientação e Sua vontade. a prática de pedir a Ele que me ajude em meus esforços para a perfeição coloca uma nova atitude no tédio de qualquer dia, porque sei que disciplina diária de oração e meditação me manterá em boa condição espiritual, capaz de encarar qualquer coisa que o dia me traga, sem pensar em coisas que possam me atrapalhar.







05 Nov. O mundo teria se aproximado mais cedo de Deus, e a vontade Dele seria feita mais cedo na Terra, se todos aqueles que O reconhecem se entregassem sem reservas para que Ele os usasse. Deus pode usar todo ser humano, como um canal para o amor e para o poder vindos Dele. O que impede que o mundo se aproxime logo de Deus é a relutância de Seus seguidores. Se cada um vivesse, todo dia, para Deus e permitisse a Ele agir por si mesmo, então o mundo estaria logo muito mais perto de Deus, seu criador e preservador.
Devemos pensar ainda, na pureza da fé. Jamais havíamos nos examinado no sentido mais profundo e significativo... Nem sequer havíamos aprendido a rezar da maneira certa. Sempre havíamos dito: “Concedei-me as coisas que desejo” ao invés de: “Seja feita a Sua vontade.”
Deus não me dá posses materiais, me tira meu sofrimento ou me poupa dos desastres, mas Ele me dá uma boa vida, a habilidade para estar a altura, e a paz de espírito. minhas orações são simples: primeiro, elas expressam minha gratidão pelas boas coisas em minha vida, independente de como foi duro para mim encontrá-las, e segundo, peço somente a força e a sabedoria para fazer a Sua vontade. Ele responde com soluções para os meus problemas, sustentando minha habilidade para viver através das frustrações do dia, com uma serenidade que eu não acreditava que existisse, e com força para praticar minha espiritualidade em todos os meus assuntos diários.












06 Nov. O poder espiritual é Deus em ação. Deus só pode agir, por intermédio seres humanos. Sempre que você, ainda que possa estar fraco, permite que Deus atue por Seu intermédio, então tudo o que você pensa, diz e faz é espiritualmente poderoso. Você sozinho não é que produz uma mudança na vida dos outros. É também o espírito divino que existe em você e que trabalha por Seu intermédio. O poder é de Deus em ação. Deus pode usá-lo, como instrumento para realizar milagres na vida das pessoas.
Procuramos, através da prece e da meditação, melhorar nosso contato consciente com Deus, na forma em que O concebíamos.
As primeiras palavras que falo, quando levanto de manhã são: “Eu levanto, oh! Deus, para fazer a Tua vontade!”
Esta é a oração mais curta que conheço e ela está profundamente enraizada em mim. A oração não muda a atitude de Deus para comigo: ela muda minha atitude para com Deus.
Distinta da oração, a meditação é um tempo calmo, sem palavras. Estar centrado é estar fisicamente relaxado, emocionalmente calmo, mentalmente focalizado e espiritualmente consciente.
Uma maneira de manter o canal aberto e melhorar meu contato consciente de com Deus, é manter uma atitude de gratidão.
Nos dias em que sou grato, coisas boas parecem acontecer em minha volta. No momento que começo a xingar as coisas na minha vida, o fluxo do bem pára. Deus não interrompeu o fluxo: minha própria negatividade é que o interrompeu.







07 Nov. Não é tanto você que ajuda aqueles que estão à sua volta, mas a Graça de Deus que está em você. Se você ajudasse mesmo aqueles de quem não gosta, veria que não há nada em você que bloqueio o caminho, para impedir que você seja usado pela Graça de Deus. Seu próprio orgulho e egoísmo são os maiores bloqueios. Afaste-os de seu caminho, e a Graça de Deus fluirá por seu intermédio na vida dos outros. Então todos aqueles que entrarem em contato com você vão poder ser ajudados, de alguma maneira. Mantenha o canal aberto, livre daquelas coisas que fazem com que a vida seja fútil e ineficiente.
Quando eu “me solto e me entrego a Deus”, penso mais claramente e sabiamente. Sem ter que pensar a respeito, eu rapidamente me livro das coisas que me causam dor e desconforto. Como acho difícil me livrar da espécie de pensamento que me preocupa e de atitudes que me causam uma imensa angústia, tudo que preciso fazer nestas horas é permitir que Deus, como eu O entendo, me liberte delas e no mesmo instante me solto de pensamentos, memórias e atitudes que estão me incomodando.
Quando recebo ajuda de Deus, como eu O entendo, posso viver minha vida um dia de cada vez e lidar com os desafios que apareçam no meu caminho. Somente então posso viver uma vida de vitória sobre o álcool, numa sobriedade confortável.














08 Nov. “Faço o seguinte: esquecendo as coisas do passado e atirando-me às que estão à frente, procuro alcançar o objetivo.” Deveríamos esquecer as coisas que ficaram para trás e procurar alcançar algo melhor. Podemos acreditar que Deus nos tem perdoado por todos os nossos pecados do passado, desde que estejamos tentando honestamente viver hoje da maneira que acreditamos que Ele quer que vivamos. Podemos começar vida nova. Podemos começar hoje, com uma ficha limpa, e ir com confiança em direção ao objetivo que nos foi determinado.
A meditação é algo que sempre pode ser desenvolvido. Ela não tem limites tanto na extensão como na altura. Embora passamos ser auxiliados por qualquer instrução ou exemplo que encontrarmos, ela é essencialmente uma aventura individual que cada um de nós realiza à sua maneira.
Meu crescimento espiritual é com Deus, como eu O entendo.
Com Ele eu acho meu verdadeiro eu interior. Meditação e oração diárias renovam e reforçam minha fonte de bem-estar. Recebo então a abertura para aceitar tudo que Ele me oferece. Com Deus eu tenho a afirmação reiterada de que minha jornada será como Ele deseja para mim e, por isto, eu sou grato por ter Deus na minha vida.















09 Nov. Pense em Deus, como um grande amigo, e tente compreender como essa amizade é admirável. Quando você, não apenas rende louvor a Deus, presta-Lhe obediência e fidelidade, mas também Lhe faz íntima companhia, Ele então se torna seu amigo, da mesma maneira que você é Dele. Você pode sentir que Ele e você estão trabalhando juntos. Ele pode fazer coisas para você e você para Ele. Suas orações Lhe parecem mais verdadeiras, quando você sente que Deus conta com sua amizade e você conta com a Dele.
Às vezes penso que não tenho tempo para a oração e a meditação, esquecendo que eu sempre tenho tempo para outras coisas, talvez até mesmo, fúteis.
É possível conseguir tempo para qualquer coisa que eu deseje fazer, se eu desejar realmente. Quando início a rotina de oração e meditação, é uma boa ideia planejar devotar uma pequena quantidade de tempo para ela.
Quando a oração torna-se hábito, eu aumento o tempo que gasto com ela, sem mesmo notar o espaço que ela toma no meu dia ocupado. Se tenho dificuldades para rezar, apenas repito a Oração do Pai Nosso, porque ela realmente cobre tudo. Então penso em tudo por que posso ser grato e digo uma palavra de agradecimento.
Não preciso me fechar num gabinete para rezar. A oração pode ser feita até numa sala cheia de gente. À medida que a prática da oração continua, eu percebo que não preciso de palavras, pois Deus pode ouvir e ouve meus pensamentos através do silêncio.












10 Nov. Quando acontece alguma coisa que o atormenta e deixa você desanimado, tente sentir que as dificuldades e preocupações da vida não são feitas para impedir seu progresso na vida espiritual, mas para testar sua força e aumentar sua determinação de ir em frente. Qualquer coisa que deva ser enfrentada, você vai ter de vencê-la ou usá-la. Nada deveria desanimá-lo tanto, nem deveria qualquer dificuldade derrotá-lo ou vencê-lo completamente. A força de Deus vai estar sempre presente, esperando que você a use. Nada pode ser difícil demais para ser superado, ou se não for superado, então usado.
Talvez uma das maiores recompensas que conseguimos obter com a meditação e a oração, seja a íntima convicção de que passamos a fazer parte.
Após uma sessão de meditação, eu sabia que o sentimento que eu experimentava era um senso de fazer parte, porque me sentia tão à vontade. eu sentia muita quietude interna, com mais disposição para deixar de lado pequenas irritações.
Apreciava meu senso de humor. O que eu também experimento na minha prática diária é o puro prazer de pertencer ao fluxo criativo do mundo de Deus. como é favorável para nós, que a oração e a meditação estejam escritas diretamente em nossa maneira de vida.















11 Nov. Olhando sua vida passada, não é muito difícil acreditar que aquilo que você sofreu tinha um propósito: preparar-se para algum trabalho valioso na vida. Tudo com sua vida pode muito bem ter sido planejado por Deus, para que você tivesse alguma utilidade no mundo. A vida de cada pessoa é como o modelo de um mosaico e cada pedrinha cabe direitinho no modelo completo do mosaico de sua vida, que foi planejada por Deus.
Sabemos que o amor de Deus vela sobre nós. Enfim, sabemos que quando nos voltarmos para Ele, tudo estará bem conosco, agora e para sempre.
Eu rezo pela disposição de lembrar que sou filho de Deus, uma alma divina numa forma humana, e que a minha tarefa mais urgente e básica na vida é aceitar, conhecer, amar e cuidar de mim mesmo. Quando me aceito, estou aceitando a vontade de Deus. quando me conheço eme amo, estou conhecendo e amando a Deus. quando cuido de mim, estou agindo sob a orientação de Deus. rezo para ter disposição para me libertar do meu arrogante auto-criticismo, e para louvar a Deus quando me aceito e cuido de mim mesmo.


















12 Nov. Você deve admitir sua importância, para que Deus ouça sua oração. Você deve reconhecer sua própria necessidade, a fim de pedir a Deus que lhe dê força para enfrentar essa necessidade. Mas uma vez que reconheceu a necessidade, sua oração é mais ouvida do que toda a música celestial. Não são os argumentos teológicos que resolvem os problemas da alma que procura uma resposta, mas a súplica sincera dessa alma, pedindo força a Deus e a certeza de que essa súplica será ouvida e atendida.

Há duas formas de raiva, excepcionalmente perniciosas, às quais parece que a pessoa com dependência química em recuperação está especialmente sujeita: ressentimento e ciúmes, ou inveja.
Ressentimento é uma forma de raiva que persiste por muito tempo; seu foca está numa outra pessoa. É forte e difícil de erradicar. O curioso é que, quando temos um ressentimento de uma outra pessoa, grupo, evento ou coisa, entregamos o poder sobre nossa própria pessoa para aquela pessoa ou evento. Nós nos transformamos em marionetes. Se aquela pessoa comenta ou age, nós reagimos, saltamos. Somos totalmente controlados por ela. Em contra partida, nossa vida fica simples. Com um ressentimento, temos uma explicação e justificativa para tudo que tá errado. Somos vítimas sofredoras com vida, mas uma vida vazia.
O ciúme, ou a inveja, tem todas as qualidades do ressentimento mas adiciona a maldade. É o câncer da alma.











13 Nov. Em nossos momento de meditação, parece que ouvimos novamente: “Venham a Mim todos que estão cansados e sobrecarregados, e Eu os aliviarei.” Muitas vezes parece que ouvimos Deus dizendo isso. “Venham a Mim” para a solução de todo problema, para vencer toda tentação, para acalmar todo medo. Para todas as nossas necessidades, físicas, mentais e espirituais, mas principalmente “Venham a Mim” para obter a força de que precisamos, a fim de viver em paz e poder ser úteis e eficientes.

A essência da auto-estima é sentir-se completo. Não é adquirir algo, nem conseguir... mas descobrir com o que nos sentimos completos, para que possamos prosseguir e nos identificar com isso. Tenho ainda, que reconhecer que preciso me aperfeiçoar, que sou incompleto e preciso de outras pessoas para me completar. Assim fica mais fácil restabelecer nosso relacionamento com os outros.
O maior problema do dependente químico é o isolamento. Isolado, ele vai começara pensar que sua auto-estima depende totalmente de si mesmo, de seu auto-aperfeiçoamento, numa busca de perfeição inútil e frustrante. Assim o dependente químico vai começar a pensar que é essencialmente imperfeito, que é um erro vivo. A finalidade do tratamento, portanto, é mostrar ao dependente que ele não é um erro, mas que pode errar.













14 Nov. Deve existir na mente de Deus um projeto para o mundo. Acreditamos que esse projeto para o mundo seja uma irmandade universal de homens e mulheres, sob a paternidade de Deus. o plano para sua vida deve estar também na mente de Deus. em momentos de calma meditação, você pode buscar a orientação de Deus, a revelação do projeto para seu dia. você pode, então, viver esse dia de acordo com essa orientação. Muitas pessoas não fazem de sua vida aquilo que Deus pretendia que fizessem, e por isso são infelizes. Elas não aproveitam o projeto que foi feito para sua vida.

Nós nos definimos a nós mesmos, nos comparando a outras pessoas. Imagine uma criança que nasceu e ficou abandonada numa floresta, onde sobreviveu e cresceu até se tornar um adulto sem ter contato com outro ser humano. Essa pessoa não vai saber se é alta ou baixa, homem ou mulher, inteligente ou criativa, inglesa ou brasileira.
O ponto-chave volta a ser não só a aceitação de si mesmo, mas a aceitação das pessoas ao seu redor e seu relacionamento com elas. Falo de quatro níveis de relacionamentos. Primeiro, a raiva, inaceitável por ser algo que isola. Segundo a cordialidade. Terceiro, goste de si mesmo, mas tenha uma lista de como você pode se melhorar. Quarto, goste de si mesmo com todos os seus defeitos, porque você se aceita totalmente.












15 Nov. O poder milagroso de Deus e, hoje, tão manifestado quanto no passado. Ele ainda opera milagres de mudança nas vidas e o milagre do equilíbrio nas mentes confusas. Quando uma pessoa confia inteiramente em Deus e deixa que Ele escolha o da e a hora, o poder milagroso de Deus está se manifestando na vida dessa pessoa. Desse modo, podemos confiar em Deus e ter muita fé em Seu poder. Para nos fortalecer novamente, sempre que Ele decidir.
Aqueles de nós que estão se utilizando regularmente da oração seriam tão incapazes de dispensá-la como ao ar, ao alimento ou à luz do sol, tudo pela mesma razão. Quando ficamos sem ar, luz ou alimento, o corpo sofre. Se virarmos as costas à meditação e à oração, também estamos negando às nossas mentes, emoções e intuições, um apoio imprescindível.
Hoje posso me aproximar um pouco mais do meu Poder Superior. Quanto mais procuro a beleza do trabalho de Deus nas outras pessoas, mais certo de Sua presença eu me torno.




















16 Nov. “Quando duas ou três pessoas estão reunidas em meu nome, ali estou Eu no meio delas.” O espírito de Deus chega até Seus seguidores, quando estão de comum acordo num dado momento, em algum lugar. Quando qualquer grupo de pessoas sinceras está reunido, buscando com reverência a ajuda de Deus, Seu poder e Seu espírito ali estão para inspirá-las.
O que temos na realidade é uma prorrogação diária que depende da manutenção de nossa condição espiritual.
Manter minha condição espiritual é como fazer exercícios todo dia, planejando a maratona, nadando, correndo. É permanecer em boa forma espiritualmente, e isto requer prece e meditação. A mais simples e mais importante maneira de melhorar meu contato consciente com o Poder Superior é rezar e meditar. Sou impotente perante certas coisas, assim como o sou para fazer voltar as ondas do mar; nenhuma força humana teve o poder de me fazer chegar a um grau tão elevado de espiritualidade e bem-estar. Agora sou capaz de respirar o ar da alegria, da felicidade e da sabedoria. tenho o poder para amar e reagir aos eventos à minha volta com os olhos de uma fé em coisas que não são prontamente evidentes. Minha prorrogação diária significa que não importa o quanto as coisas pareçam ser difíceis e dolorosas hoje eu sempre posso recorrer à força do meu Poder Superior para permanecer sempre firme rumo a minha sobriedade.













17 Nov. “Bem servo bom e fiel. Vem desfrutar a alegria de seu Senhor.” Essas palavras são de muitas, pessoas comuns, de quem o mundo não toma o conhecimento, por não reconhecê-las. Essas palavras são faladas, não para o mundo da fama, do orgulho e da riqueza, mas para os seguidores silenciosos que servem a Deus discretamente, no entanto com fé, que carregam com bravura suas cruzes e mostram ao mundo um rosto sorridente.” “Vem desfrutar a alegria de seu Senhor.” Transforme sua vida numa vida espiritual mais completa, ou seja, numa vida de alegria e paz.
As agonias e o vazio que muitas vezes senti por dentro, ocorrem cada vez menos na minha vida hoje. Aprendi a enfrentar a solidão. Somente quando estou sozinho e calmo é que sou capaz de me comunicar com Deus, pois Ele não me pode alcançar quando estou perturbado. É bom manter contato com Deus à toda hora, mas é absolutamente essencial que, quando parece que tudo vai mal, eu mantenha este contato através da prece e da meditação.





















18 Nov. “Não esconda suas boas qualidades. Levante-se e brilhe com sua luz, e a glória do Senhor aparecerá em você.” A glória do Senhor bilha na beleza de seu caráter. Ela aparece em você mesmo que você possa percebê-la apenas um pouco. “Agora você vê de forma confusa, como se fosse através de um espelho, mas depois verá de maneira clara.” A glória do Senhor é tão brilhante, que os mortais não a podem ver inteiramente na Terra. Mas um pouco dessa glória aparece em você, quando. Você procura refletir essa luz em sua vida.
Às vezes somos acometidos por uma rebelião tão mórbida que simplesmente não rezamos. Quando estas coisas acontecem, não devemos ser demasiadamente rigorosos conosco. Devemos apenas voltar à prática da oração tão logo pudermos, fazendo o que sabemos ser bom para nós.
Algumas vezes eu grito, bato o pé e dou as costas ao meu Poder Superior. Nestes momentos de obstinação é como se eu estivesse escorregando de um penhasco e uma mão me apanhasse. A mensagem acima é a minha rede de segurança, no sentido de que me instiga a tentar algum novo comportamento, como o de ser amável e paciente comigo mesmo. Ela me garante que meu Poder Superior esperará até eu estar disposto mais uma vez a arriscar ame entregar, cair na rede e rezar.














19 Nov. “Vou levantar os olhos para o alto, de onde vem minha ajuda.” Procure não pensar nas coisas sórdidas, inferiores e impuras da Terra, mas sim na bondade, na decência e na beleza. Exercite sua percepção interior, tentando ter uma visão superior. Exercite isso cada vez mais, até que as coisas elevadas, tornem mais familiares. O Reino do Senhor, de onde vem a ajuda que você recebe ficará mais próximo e mais desejado, e os falsos valores da Terra vão parecer mais distantes.

A questão em “amai teu próximo como a ti mesmo” não tem a ver com o próximo, mas com você mesmo. Quando você se aceita, é possível aceitar o outro; e assim fecha-se o círculo de auto-estima. Eu preciso de outros e outros precisam de mim.
Nós oscilamos entre um mundo ideal, nossas expectativas, sonhos e metas, e um mundo real, nossas vitórias e fracassos no dia-a-dia. Uma pessoa com equilíbrio, sabe manter os pés nos dois mundos. A característica dessa pessoa é o humor, um bom senso de humor e maturidade. Ela vive bem e dentro da realidade com muito entusiasmo. É uma pessoa que pode dizer que é amável. Pode amar e ser amado.
















20 Nov. Em seus momentos tranquilos de meditação, tente cada vez mais depositar suas esperanças na Graça de Deus. Saiba que, seja o que for que o futuro traga, Ele vai trazer cada vez mais o bem. Não coloque todas as suas esperanças e desejos nas coisas materiais. O excesso leva ao cansaço. Coloque suas esperanças nas coisas espirituais, para que você possa crescer espiritualmente. Aprenda a confiar cada vez mais no poder de Deus e, nessa confiança, você terá uma percepção do quanto as coisas do espírito têm mais valor.
Sempre que tivéssemos de fazer determinados pedidos, faríamos bem em acrescentar esta ressalva: “... se for de Sua vontade.”
Eu peço simplesmente que durante o dia Deus coloque em mim o melhor entendimento de Sua vontade que eu possa ter, e que me seja dada a Graça de poder executá-la.
À medida que o dia continua, posso parar quando diante de situações que precisam ser enfrentadas e de decisões que precisam ser tomadas, e renovar o pedido simples: “Seja feita e Sua vontade, não a minha.”
Eu devo ter sempre em mente que em toda situação eu sou responsável pelo esforço e Deus é responsável pelo resultado. Eu posso “Soltar-me e entregar-me à Deus.” repetindo humildemente: “Seja feita a Sua vontade e não a minha.” Paciência e persistência na procura de Sua vontade me libertarão da dor de expectativas egoístas.













21 Nov. Você foi destinado a se sentir em casa e a se sentir bem, no mundo. Entretanto algumas pessoas vivem, em silêncio, uma vida de desespero. Isso é o oposto de se sentir em casa e em paz com o mundo. Deixe que sua paz de espírito seja visível para aqueles que o cercam. Deixe que os outros vejam que você se sente bem e saiam que isso brota de sua confiança num Poder Superior. O obscuro e difícil caminho da resignação não é o caminho de Deus. com fé, a adversidade seria mais fácil e conseguiríamos a paz mesmo no meio da guerra.

Um homem com coragem exterior arrisca morrer.
Um homem com coragem interior arrisca viver.
Quem sou eu?
Por acaso se você estiver com os documentos de outra pessoa você não será mais você mesmo?
Temos de abandonar a ideia de que somos este corpo, esta mente ou este sentimento. Quando observamos um cadáver, é exatamente o que está faltando no cadáver que nós estamos usando para observar o defunto.
Temos que reconhecer que não somos “isso” ou “aquilo”, simplesmente somos.

















22 Nov. “Se eu tiver caridade, sou como bronze que soa ou címbalo que retine.” Caridade significa se preocupar com os outros o suficiente, para querer realmente fazer algo por eles. Um sorriso, uma palavra encorajadora e uma palavra de amor conseguem um bom resultado, ainda que isso possa parecer simples, enquanto as palavras vigorosas de um orador caem em seus ouvidos surdos. utilize os momentos extras do dia, procurando fazer alguma coisa, por pequena que seja, para animar outra pessoa. O tédio vem do fato de você pensar muito em si mesmo.
Existem somente dois pecados; um é interferir no crescimento de outro ser humano e o segundo é interferir no nosso próprio crescimento.
Felicidade é um estado ilusório. Quantas vezes minhas “preces” para os outros envolvem orações “escondidas” para minha própria agenda? Quantas vezes a minha procura pela felicidade é uma pedra no caminho do crescimento do outro ou até do meu próprio? Procurar crescer através da humildade e da aceitação traz coisas que aparentam ser nada de bom, de saudável e vital. Porém, olhando para trás, posso ver que a dor, as lutas e os reveses todos contribuíram, eventualmente, para a serenidade, através do crescimento espiritual.
Peço ao meu Poder Superior que minha ajude a não causar ao outro uma falta de crescimento, ou a mim próprio.












23 Nov. “No mundo você terá aflições. Mas tenha coragem! Venci o mundo.” Mantenha forte seu espírito. mantenha seu espirito livre e invencível. Se você permitir que Seu espírito vença o mundo, não podemos ser derrotado e atingido pelo fracasso e por todo o poder que Ele tem; eleve-se acima do tumulto da Terra e entre no refúgio da paz e confiança perfeitas. Quando você tiver um desafio, lembre-se de que tem a ajuda de Deus e nada pode derrotá-lo completamente.
Acredite mais profundamente: Levante a cabeça para a luz, ainda que no momento você não possa ver.
Num Domingo de outubro, durante minha meditação matinal, olhei para fora da janela para a árvore de freixo do nossa pátio da frente. Uma vez mais fui vencido pela sua magnífica cor dourada! Enquanto olhava com admiração a obra de arte de Deus, as folhas começaram a cair e, dentro de minutos, os galhos estavam nus. A tristeza me assaltou quando pensei nos meses de inverno à frente, mas enquanto estava refletindo no processo anual do outono, a mensagem de Deus apareceu. Como as árvores, despidas de suas folhas no outono, germinam novas flores na primavera, eu tive meus modos compulsivos e egoístas removidos por Deus, para que eu pudesse florescer como um sóbrio e feliz membro da minha comunidade.
Obrigado, Deus, pela mudança das estações e pela minha vida sempre mudando.














24 Nov. Cada novo dia traz a oportunidade de se fazer alguma coisa, por pequena que seja, que vai ajudar a fazer um mundo melhor, que vai aproximar um pouco mais o Reino de Deus, para que seja entendido na Terra. Considere cada acontecimento do dia como sendo uma oportunidade para que você possa fazer alguma coisa para Deus. Nesse espírito, uma bênção virá junto com tudo que você fizer. Oferecendo o serviço desse dia a Deus, você está participando do trabalho Dele.
Seja ágil em perceber onde as pessoas religiosas estão certas. Faça uso do que elas lhe oferecem.

Coragem. O programa dos doze passos, especialmente o quinto e o nono, sempre acaba apontando para a necessidade de coragem, mas pouco falamos sobre isso – apesar de a oração da serenidade, falar em coragem para modificar aquilo que podemos.
Entre tantas definições, podemos simplesmente dizer que coragem é a resposta a uma situação difícil ou perigosa; porém e mais do que a ausência de medo. Estamos interessados na coragem de viver, vencer os defeitos de caráter, não na coragem de morrer perante o medo. Frequentemente o altruísmo está envolvido, mas não necessariamente. Quem mostra coragem não é necessariamente um herói. Também, coragem não é sempre o oposto de covardia. Não arriscar salvar outra pessoa não é necessariamente covardia, mas arriscar é coragem.
Uma coisa que sabemos é que a coragem pode ser cultivada. Isso observamos todos os dias em pessoas que se recuperam de dependência química. Aos poucos elas saem do isolamento e enfrentam a realidade, se relacionam com outras pessoas e começam a viver a vida. Mas isso é realizado aos poucos, no dia-a-dia.






25 Nov. “Minha alma fica inquieta, até encontrar seu descanso em Deus.” Um rio corre, até desaparecer no mar. Nosso espírito deseja ardentemente descansar no espírito de Deus. Almejamos conseguir alguma paz ,algum descanso, alguma satisfação que jamais vamos encontrar no mundo ou em suas atividades. Algumas pessoas não têm consciência de suas necessidades e fecham as portas de seu espírito para o espírito de Deus. Elas são incapazes de ter a verdadeira paz.

Não tenha medo de que sua vida vá terminar, mas sim de que ela nunca tenha começado.
Deveríamos falar em passo “décimo-terceiro”.
O passo “décimo-terceiro” é que vale a pena viver neste mundo. Não temos uma resposta para a pessoa que fala: eu me drogo porque o mundo é uma droga. Estamos neste mundo, o único que temos; assim, nossa caminhada espiritual é aqui. Não há nenhum outro mundo ou realidade, que possa nos deixar escapar da vida neste mundo. A melhor maneira de se preparar para a morte ou para o que vier depois desta vida, se vier, é viver bem neste mundo. Se me preocupo demais com o que há depois da morte, não consigo viver bem neste mundo. Seja lá o que vier, vivendo bem agora, preparo-me para esse desconhecido.















26 Nov. “Aquele que tem olhos para ver, verá.” Para quem vê, o mundo é bom. Rogue para ter os olhos abertos, para ver o propósito de Deus, em todas as coisas boas. Rogue para ter fé suficiente, a fim de ver a proteção de Deus em seus procedimentos em relação a você. Procure ver como Ele o tem conduzido com segurança, através de sua vida passada, para, que, agora, você possa ser útil no mundo. Com os olhos da fé, você pode ver a proteção e o propósito de Deus em todos os lugares.

As pessoas precisam de pessoas. E onde encontramos pessoas? Em comunidades. E existem inúmeras oportunidades de se pertencer a uma comunidade. Se restringirmos as possibilidades pensando somente na família, amigos e colegas de trabalho ou escola, estaremos nos limitando muito. Existem muitas comunidades na área pública, como envolvimento na economia, na mídia, entidades religiosas, educação, serviço social e de saúde, vida civil, política ou cultural; recreação, clubes ou organizações recreativas. Podemos participar como membros,estudantes,educadores,voluntários,consumidores, funcionários, etc.
A vida particular de uma pessoa depende muito da vida pública dessa mesma pessoa. Ao evitar envolver-se nos grupos, comunidades ou vida pública, você está limitando sua vida particular. Você está limitando as possibilidades de crescimento espiritual.











27 Nov. É desejando verdadeiramente fazer a vontade de Deus que um ser humano é feliz. Começamos querendo nosso próprio caminho. Queremos satisfazer nossa vontade. ganhamos e não damos nada. Aos poucos descobrimos que não somos felizes, quando somos egoístas, por isso começamos a fazer concessões à de à vontade de outras pessoas. Mas isso também não nos dá felicidade completa, e começamos a ver que o único modo de se ser verdadeiramente feliz é procurando fazer a vontade de Deus. Nesses momentos de meditação, procuramos obter orientação para que possamos descobrir a vontade de Deus em relação a nós.

É imediatamente aparente que prece e meditação nossa são práticas que nos isolam. Ao contrário, fechando a porta do mundo a fim de “rezar” ou “meditar”, estamos excluindo a possibilidade de qualquer contato consciente com um Poder Superior.
Estamos procurando meios para lidar com as situações neste mundo, em todas as nossas atitudes, e não procurando uma força sobrenatural, irreal, para enfrentar a realidade. Espiritualidade é a maneira de viver neste mundo e não pode ser separada do atual processo de viver.
A vontade do Poder Superior para mim é a próxima pequena coisa que tenho de fazer.














28 Nov. A gratidão a Deus é o tema do dia de ação de graças. Os peregrinos se reuniam para agradecer a Deus por sua colheita, que era lamentavelmente pequena. Quando olhamos ao redor, para todas as coisas que temos hoje, como podemos deixar de ser gratos a Deus? Nossa família, nosso lar, nossos amigos, nossa irmandade, comunidade. Todas essas coisas são presentes que Deus nos deu espontaneamente. Não os teríamos “a não ser pela Graça de Deus.”

Orar não é pedir coisas – nem para melhorar as situações -, orar é ir até onde elas estão. A palavra oração com seu sentido inevitável, de súplica, é melhor abandonar.
A oração é qualquer prática que cria ou expressa relacionamento com o Poder Superior como nos O entendemos.
Quanto a repetição contínua de uma oração, temos que ter em conta que a prática externa da oração, acrescenta pouca ou nenhuma virtude à ela em si, pois se trata de um relacionamento íntimo de nós com o Poder Superior. A oração, é nossa mais autêntica e honesta expressão emocional sobre o que nos é importante no momento.
















29 Nov. “Estamos reunidos em Seu nome.” Em primeiro lugar, estamos reunidos, ligados por uma lealdade comum a Deus e de uns para com os outros. Então, quando isso acontece, Deus está conosco. Então, quando Deus aí estiver, faremos juntos uma oração. Então, vai acontecer que nossa oração será atendida de acordo com a vontade de Deus. então, quando nossa oração for atendida, nós nos uniremos numa permanente irmandade espiritual.

Oração é algo extremamente simples e pode-se dividi-la em quatro partes:
01 – Confissão. Habilidade de confessar, reconhecer minha situação atual neste mundo, neste momento, em vez de fugir da realidade. A coragem de enfrentar.
02 – Gratidão. Reconhecer que o princípio de criação, de vida, está me guiando e eu estou permitindo que isso aconteça.
03 – Pedido. Reconhecer minha habilidade de conseguir coisas nesta vida.
04 – Intercessão. Habilidade de ajudar os outros a alcançarem suas metas.

















30 Nov. “O Deus eterno é seu refúgio.” Ele é um santuário, um refúgio longe das preocupações da vida. Você pode se afastar da incompreensão dos outros, retirando-se para seu próprio local de meditação. Mas de você mesmo, de sua sensação de fracasso, de sua fraqueza, de suas imperfeições, até quando você pode fugir? Apenas fuja para o Deus eterno, Seu refúgio, até que a imensidão do espírito Dele envolva seu espírito e ele perca sua pequena luz e fraqueza e entre novamente em harmonia com o espírito Dele.

Meditação não é treinamento do poder da mente, um louvável empreendimento. Meditar é concentrar-se no mundo, na realidade, para melhor compreendê-la ou para se engajar. Pode ser feita em silêncio, mas não necessariamente.
A meditação é uma prática antiga, pode variar muito e envolver práticas diversas como correr, pescar, fazer arranjos florais ou preparar uma refeição. Pode ser ativa, passiva, reflexiva, receptiva e criativa.
Uma grande forma de oração e meditação é a leitura de livros, às vezes chamada de biblioterapia.
Alcoólicos Anônimos estimula uma das formas mais poderosas de biblioterapia, a discussão de um livro em grupo.















01 Dez. Tendo solidariedade e compaixão por todos aqueles que estão em tentação, condição em que às vezes nos encontramos, temos uma responsabilidade em relação a eles. A solidariedade sempre inclui responsabilidade. A piedade é inútil, porque ela não é o remédio para a necessidade. Mas onde quer que esteja nossa solidariedade, também está nossa responsabilidade. quando sentimos compaixão, deveríamos procurar aquele que está precisando e cuidar dele da melhor maneira possível.

Os livros têm muito mais profundidade do que a televisão, filmes ou estórias em quadrinhos. Ler um livro e depois assistir ao filme que nele se baseou é geralmente uma decepção. Os livros são muito mais flexíveis e podem ser lidos em qualquer lugar.
Eliminam o tédio de esperar na fila ou dentro de um ônibus parado. É um fato que geralmente pratica-se sozinho, porém a pessoa não está solitária ou sente solidão. Ao contrário. Um grande aspecto dos livros é sua flexibilidade. Você é ativo, não passivo como na frente de uma tela de TV ou um filme, e controla a velocidade do desenrolar da estória, podendo voltar quando quiser, marcar as páginas para lembrar uma passagem interessante ou parar para pensar, refletir, meditar. Sua vida fica muito mais rica quando você tem um livro como companheiro.
Orar, é se comunicar com o Poder Superior; meditar, é uma forma de se saber qual a sua vontade para conosco.












02 Dez. Muitos de nós temos uma espécie de visão sobre o tipo de pessoa que Deus quer que sejamos. Devemos ser fiéis a essa visão, seja ela qual for, e devemos tentar viver de acordo com ela, vivendo da maneira que deveríamos viver. Todos podemos acreditar que Deus imagina como Ele gostaria que fôssemos. Existe, em todas as pessoas, aquela pessoa boa que Deus vê em nós, a pessoa que poderíamos e que Deus gostaria que fôssemos. Mas muitas pessoas não conseguem cumprir essa promessa, e Deus deve ficar muito desapontado.

O “despertar espiritual” só pode ser mantido se compartilharmos o que sentimos com os outros e praticarmos esses princípios em todas as nossas atividades.
Que os doze passos servem para qualquer dependência, é evidente. Vemos isso pela proliferação de diversos tipos de grupos de ajuda mútua, que os utilizam. O que menos se percebe é como programa está ajudando a responder a um problema crítico na saúde pública.
Pode-se dizer que o sistema de saúde existente hoje está voltado para as doenças agudas, enquanto as doenças crônicas estão sendo tratadas por grupos de ajuda mútua que funcionam, basicamente oferecendo grupos de alcoolismo, dependência de drogas, anorexia nervosa, bulimia, sexo, esquizofrenia, asma, dor crônica. Os métodos incluem:
auto cuidados: utiliza orientações da medicina, mas não cuida sozinho.
- Todos os participantes reconhecem as próprias limitações e habilidades, compartilhando recursos e reconhecendo seus benefícios mútuos.
- Aplica ainda a ideia de conjunto: estamos todos remando no mesmo barco.






03 Dez. Não fique atormentado com quebra-cabeças que você não pode resolver. Você pode não chegar às soluções, enquanto viver. A perda de um ente querido, a desigualdade devida, as coisas deformadas e mutiladas e muitas outras coisas difíceis de decifrar não podem ser conhecidas por você, enquanto não chegar à outra vida: “Tenho ainda muitas coisas a lhe dizer, mas agora você não pode entender.”. somente passo a passo, estágio por estágio, você pode continuar em sua jornada com um maior conhecimento e entendimento.

Há a estória de um homem que era a maior autoridade em pára-quedas mas nunca saltara. Um dia ele resolveu tentar, mas ficou com medo de pular. Pensou em levar uma dúzia de pára-quedas antes de saltar, mas isto era peso demais. Pensou em abrir o pára-quedas antes de saltar, mas havia perigo de as cordas se embaraçarem. Finalmente, depois de tanta hesitação e medo, pulou, mas deixou uma parte do pára-quedas no avião e morreu.
Nosso pára-quedas são os doze passos. Não o passo um ou dez ou cinco. São os doze passos em conjunto um por um.
Se for pular, pule. Mas leve todo o pára-quedas. Não esqueça nenhuma parte.















04 Dez. Procure colocar sempre de lado as opiniões do mundo, que parecem erradas, e procure julgar só por aquelas opiniões que lhe parecem certas. Não procure o elogio e a atenção do mundo. Seja um daqueles que, apesar de algumas vezes ter sofrido zombarias, têm uma serenidade e paz de espírito que os zombeteiros não conhecem. Seja um daqueles que sente o principio divino do universo, apesar Dele ser rejeitado muitas vezes pelo fato de não poder ser visto.

Todas as famílias que sem felizes são iguais, mas cada família que é infeliz o é à sua maneira. A verdade é que todas as famílias não são completamente felizes ou infelizes.
Não há dúvida de que a presença de um dependente químico na família causa uma distorção. Muitas famílias se adaptam a qualquer situação, outras não. É mais difícil caracterizar ou categorizar o impacto do alcoolismo ou dependência de outras drogas na família do que no dependente.



















05 Dez. Dê alguma coisa àqueles que estão vivendo em dificuldade, aqueles cujos pensamentos estão confusos; dê um pouco de sua solidariedade, suas orações, seu tempo, seu amor, suas ideias, você mesmo. Dê, então, sua própria confiança, da mesma maneira que você conseguiu pela Graça de Deus. Dê de si mesmo, de sua solidariedade amorosa. Dê o melhor de si àqueles que têm necessidade e que vão aceitá-lo. Dê de acordo com a necessidade, nunca de acordo com os méritos. Lembre-se de que dar conselhos nunca pode substituir o ato de você mesmo se dar.

Há a estória do homem do Texas, que deu a maior festa do mundo. No final da festa, o anfitrião desafiou seus hóspedes a atravessarem a nado a enorme piscina da mansão, cheia de jacarés, piranhas e cobras. Quem conseguisse chegar vivo do outro lado poderia escolher um dos prêmios oferecidos: uma grande quantia em dinheiro, sua fazenda ou o direito de se casar com sua filha.
Enquanto estava explicando o jogo, um rapaz entrou na água e atravessou a piscina numa velocidade espantosa, chegando ileso ao outro lado. Ao sair da água, o dono da festa perguntou-lhe o que queria como recompensa, e ele respondeu que não queria nenhuma das ofertas; queria simplesmente saber o nome do fdp que o empurrara na água.
Esta estória nos permite lembrar que não importa quem nos empurrou na piscina; todos estamos dentro dela e precisamos aprender a nadar e, rápido. De fato, cada um está na piscina em condições diferentes. Alguns se afogam e outros conseguem nadar e se livrar do problema.









06 Dez. Ninguém se livra completamente da tentação. Você deve esperar e estar pronto para quando ela vier. Nenhum de nós está inteiramente seguro. Você deve tentar manter sua defesa, através do pensamento e da oração diários. É por isso que temos essas meditações diárias. Deve ser capaz de reconhecer a tentação, quando ela vier. O primeiro passo, no sentido de dominar sempre a tentação, é ver claramente que ela é uma tentação e não alimentá-la em sua mente. Fique longe dela, expulse-a de sua mente logo que ela aparecer. Não pense em dar desculpas para se entregar a ela. Procure logo a ajuda do Poder Superior.
Ao desenvolver-mo-nos mais ainda, descobrimos que o próprio Deus, sem dúvida, é a melhor fonte de estabilidade emocional. descobrimos que a dependência de Sua absoluta justiça, perdão e amor era algo saudável e que funcionaria quando tudo o mais fracassasse. Se realmente dependêssemos de Deus, nos seria difícil bancar Deus perante nossos semelhantes e nem sentiríamos a necessidade de nos apoiar totalmente na proteção e no cuidado humano.
A minha experiência tem sido que, quando todos os recursos humanos parecem ter fracassado, há sempre um que nunca me desampara. Além disso, Ele está sempre ali para compartilhar minha alegria, guiar-me para o caminho certo, e para confiar quando ninguém mais resta. Enquanto que meu bem-estar e felicidade podem ser aumentados ou diminuídos pelos esforços humanos, somente Deus pode fornecer a alimentação amorosa da qual eu dependo para minha saúde espiritual diária.









07 Dez. É na união de uma alma com Deus que chegam a força, a nova vida e o poder espiritual. O pão sustenta o corpo, mas não podemos viver só de pão. Procurar fazer a vontade de Deus é o alimento e o apoio da vida verdadeira. Comemos esse alimento espiritual. A pobreza da alma vem do fracasso em fazer isso. O mundo fala dos corpos que estão desnutridos. E das almas que estão desnutridas? A força e a paz vêm da divisão do alimento espiritual.

Podemos fazer algumas generalizações sobre a família com um sistema fechado devido a presença de um dependente:
As pessoas são sobreviventes, não aventureiras.
Os regulamentos dessa família exigem que não se fale, sinta, toque ou confie, pois não se sabe o estado emocional da pessoa.
É como um caminhão atolado na lama: faz barulho e fumaça, mas não sai do lugar.
Há um balde imaginário de ansiedade nomeio da sala dessa família, que tem de mantê-lo cheio, pois sentem que a família não é normal.
Quando levantam de manha, todos têm de consultar-se para saber se estão de bom ou de mau humor.
As pessoas não têm seu próprio espaço emocional para crescer.
Uma família sadia mostra as características opostas; porém, nenhuma família é um sistema perfeitamente aberto ou fechado.
Assim como o dependente precisa de um grupo de mútua ajuda, a família também precisa e há grupos voltados especificamente para os familiares (exemplo: Alanon)
A família frequentemente reflete as característica do dependente – daí a palavra codependente –, o dependente também pode refletir as características de uma família sadia.




08 Dez. “E você fará obras melhores do que essa.” Podemos fazer obras melhores, quando temos mais experiência do novo modo devida. Podemos obter, do Deus invisível, toda a força de que precisamos. Podemos obter Sua Graça, Seu espírito, para que nos tornemos eficientes, à medida que prosseguimos a cada dia. As oportunidades para fazer um mundo melhor estão à nossa volta. Podemos fazer obras melhores, mas não trabalhamos sozinhos. O poder de Deus está por trás de todas as boas obras.

Uma grande verdade sobre a recuperação do uso de drogas é que o dependente químico só se recuperará se ele quiser; podemos amarrá-lo, prendê-lo, interná-lo, substituir uma droga por outra, enfim se ele não quiser parar de usar drogas, na primeira oportunidade que aparecer ele fará uso delas novamente.
Muitos pensam que a recuperação do uso de drogas, implica apenas parar de usar substâncias entorpecentes e não entendem que precisam mudar sua antiga maneira de pensar, agir e se comportar.
As doenças do alcoolismo e da adicção são difíceis de ser tratadas porque envolvem prazer. Se o álcool e as drogas não fornecessem nenhum prazer, ninguém os usaria.
Os dependentes químicos tornam-se escravos de sensações, pessoas, lugares e hábitos. Parar de usar não é tão difícil, o mais difícil é continuar parado.
O dependente químico precisa ter consciência de que parar de usar drogas é apenas o começo de sua recuperação e não o fim.










09 Dez. Todos nós procuramos alguma coisa, mas muitos não sabem o que querem na vida. Eles procuram alguma coisa, porque estão impacientes e insatisfeitos, sem perceber que a fé em Deus pode dar um objetivo e um propósito à sua vida. Muitos de nós, pelo menos a nível subconsciente, buscam um Poder Superior a nós mesmos, porque isso daria um significado à nossa existência. Se você encontrou esse Poder Superior, pode ser o instrumento que leva os outros a agirem corretamente, mostrando-lhes que a procura de uma vida significativa, por parte deles, vai terminar quando descobrirem que a resposta é a fé e a confiança em Deus.

O primeiro passo é a admissão da nossa “derrota” perante nós mesmos. Temos uma doença progressiva, incurável e de determinação fatal e, se continuarmos orgulhosos, poderemos ficar completamente insanos ou perder nossas próprias vidas.
Se analisarmos tudo que perdemos, as pessoas que magoamos, as justificativas e as racionalizações, veremos que, se não tomarmos alguma decisão em relação a nossas vidas, elas tomarão uma decisão em relação a nós. Todos ou quase todos que queremos bem estão profundamente magoados com nossas atitudes e manipulações. Muitos de nós chegam a um estado de desespero, em que não conseguem mais usar drogas e ao mesmo tempo não conseguem viver sem elas. O fundo do poço é diferente para cada um mas, se não perdermos o emprego, a namorada, os estudos, ou não fomos para a cadeia não significa que temos qualidade de vida ou que podemos nos controlar. Aceitação social, não significa recuperação.








10 Dez. Determine para você mesmo a tarefa de aumentar diariamente, cada vez mais, a consciência de um Poder Superior. Devemos continuar tentando melhorar nosso contato consciente com Deus. Isso é feito através da oração, dos momentos de calma e da comunhão com Deus. muitas vezes, o que você precisa fazer é se sentar em silêncio, diante de Deus, e deixar que Ele lhe fale através de seu pensamento. Procure pensar como Deus pensa. Quando vem a orientação, você não deve hesitar, mas seguir essa orientação em seu trabalho diário, fazendo aquilo que você acredita ser o certo.

Tudo na vida se relaciona com as drogas e ainda assim insistimos em negar os fatos. Não somos impotentes, perante as drogas apenas, mas também nos tornamos impotentes perante nossos defeitos de caráter. Coisas horríveis no ser humano como soberba, avareza, luxúria, inveja, ira, gula (compulsão), preguiça, manipulação emocional, negação, justificativas, autopiedade e racionalizações tornaram-se para nós como o ar que respiramos.
A doença da adicção, é composta por três partes distintas, porém unidas entre si: física, uma vez ingerida a primeira dose, a compulsão se desencadeia e não paramos mais de consumir drogas. Mental, é a obsessão de consumir drogas, só conseguimos pensar nisso e na forma de obtê-la não importando se tivermos que roubar ou matar. O que vale é consegui-la. Espiritual, é o total egocentrismo, passamos por cima de amigos, responsabilidades, pai, mãe, esposa, enfim qualquer um que tente impedir nosso desejo incontrolável de usar mais drogas.








11 Dez. A maioria de nós teve que atravessar aparte negra de nossa vida, a época do fracasso, o tempo de escuridão, quando estávamos numa luta e preocupação tremendas, com ansiedade e remorso, quando sentíamos profundamente a tragédia da vida. Mas com nossa entrega diária, ao Poder Superior, vêm uma paz e uma alegria que muda completamente nossa vida. Podemos agora considerar cada dia, como um alegre presente de Deus, para ser usado em Sua honra e de outras pessoas. A noite passada se foi, esse dia é nosso.

Desenvolvemos tanto nossos defeitos de caráter que nos tornamos pessoas super egocêntricas. Se não trabalhar nossos defeitos de caráter por meio dos princípios contidos nos doze passos, voltaremos a usar drogas. A recaída é sempre pior, não importa quanto tempo demore, sempre voltamos ao fundo do poço. Alguns, depois de terem experimentado uma recaída, ainda conseguem voltar para o programa, outros, a maioria, acabam presos ou morrem.
Muitas vezes fazemos o que não queremos, o que sugere que algo em nós possui um poder que nos desvia de nossas melhores intenções. São os defeitos de caráter.
Após admitirmos nossa impotência perante as drogas, nossos defeitos de caráter e o descontrole de nossas vidas, nos é apresentado o princípio espiritual do primeiro passo, a rendição.
Render-nos não significa ser covarde, pelo contrário é preciso muita coragem, humildade e a mente aberta para aceitar que nossas melhores ideias e atitudes quase nos mataram.









12 Dez. O amor e o medo não podem morar juntos. Por suas próprias naturezas, elas não podem existir lado a lado. O medo é uma força muito poderosa. E, portanto, um amor fraco e vacilante pode ser logo derrotado pelo medo. Mas um amor poderoso, um amor que confia em Deus, com certeza vai finalmente vencer o medo. A única maneira de afastar o medo é ter cada vez mais o amor de Deus em seu coração.

Ao render-nos, a liberdade de podermos honestamente reavaliar nossos conceitos nos proporciona a sensação de que pela primeira vez na vida somos livres de verdade. Quando chegamos a esse ponto, parece que começamos a enxergar quem realmente somos, quem realmente são nossos amigos e que talvez nossos familiares só queiram nos ajudar.
Felizmente, chegamos até aqui. E agora? Como viveremos daqui para frente?
Precisamos nos lembrar de viver um dia de cada vez. Não resolveremos todos os problemas que causamos em nossas vidas em um dia.

















13 dez. O Poder Superior pode nos guiar em direção às decisões certas, se pedirmos isso. Podemos acreditar que muitos detalhes de nossa vida são planejados por Deus, e são planejados com uma grande dose de amor complacente pelos erros que cometemos. Hoje podemos pedir que nos seja mostrado o caminho certo. Podemos escolher o bem e, quando o escolhemos, podemos sentir o apoio de todo o poder do universo. Podemos ficar em verdadeira harmonia com o propósito que Deus traçou para nossa vida.

Para levantar uma nova casa é preciso demolir a antiga; para nascer uma nova maneira de viver, é preciso que a antiga morra.
Não podemos nos enganar, precisamos mudar nossos hábitos, deixar de frequentar certos lugares e nos desligar de muitas pessoas, sob pena de não o fazendo, voltarmos a usar drogas.
Se não mudarmos nossa antiga maneira de ser, pensar e agir, não teremos sucesso em nossa recuperação. É preciso que antigas ideias desapareçam para que novas possam florescer. Em copo cheio não cabe mais água, é preciso esvaziá-lo primeiro.

















14 Dez. Tente ver a vida espiritual como um lugar tranquilo, fora do turbilhão do mundo. Pense em sua morada espiritual como um lugar cheio de paz, serenidade e alegria. Vá a esse lugar silencioso, próprio para a meditação, buscar força para dar conta de suas obrigações e problemas de hoje. Continue voltando a esse lugar para seu repouso, quando você estiver cansado do tumulto do mundo lá fora. Nossa força vem dessa tranquilidade e comunhão com Deus.

Temos grande facilidade de nos esquecer dos “maus momentos” relacionados ao uso de drogas. Nossa tendência é lembrar apenas das sensações de prazer que tivemos, a isso chamamos memória eufórica.
Os dependentes químicos temem o desconhecido e agarram-se ao que já conhecem. Infelizmente o que conhecemos até aqui não nos fez muito bem.
Tememos procurar emprego, relacionar com novas pessoas, conhecer outros lugares e abrirmos a mente para novas ideias. Por outro lado, não tememos usar drogas, andar em locais de risco, roubar, mentir, manipular e andar com pessoas perigosas.
Essa insanidade é uma característica dos adictos. Muda um pouquinho de um para outro porém, as histórias sem bem parecidas no final.
A rendição total, sem reservas, ou meias ideias, é a chave para abrirmos a porta da recuperação.













15 Dez. Hoje você pode viver na consciência do contato com Deus, que lhe apoia em todos os bons pensamentos, palavras e ações. Se as vezes parece haver uma sombra em sua vida e você se sente mal, lembre-se de que isso não é o afastamento da presença de Deus, mas apenas sua própria má vontade de percebê-la. Os sossegados dias cinzentos são os dias apropriados para se fazer o que deve ser feito, mas saiba que a consciência da proximidade de Deus voltará e você a terá de novo, quando os dias cinzentos tiverem passado.

Quando admitimos nossa impotência perante as drogas, nossos defeitos de caráter e que nossas vidas tornaram-se incontroláveis, sentimo-nos desamparados e o vazio dentro de nós dá-nos a impressão de solidão. Esse espaço precisa ser preenchido por algo maior do que nós, e este é Deus ou o Poder Superior na forma que você O concebe.
Qualquer pessoa pode dar o segundo passo. Não precisamos ser filiados a nenhuma religião. Geralmente, com o desenvolvimento da fé cada um encontra seu caminho na busca pessoal do Poder Superior.
Existem momentos em nossa recuperação em que apenas a força de Deus pode nos livrar de uma recaída. É Ele quem nos dá um caminho a seguir, um caminho que nos livra de todos os defeitos de caráter que nos levaram a usar drogas. A cura que Deus nos oferece é por meio da mudança interior, da rendição, da fé, da humildade, da honestidade, da boa vontade, do perdão da oração e da fraternidade.









16 Dez. A vida não é uma busca de felicidade. A felicidade é o resultado de vivermos de maneira certa, de fazermos a coisa certa. Não busque a felicidade, busque viver corretamente e a felicidade será sua recompensa. A vida é as vezes mera obrigação, durante os dias nublados e escuros. Mas a felicidade virá novamente, assim como o sorriso de Deus, de reconhecimento por sua fidelidade. A verdadeira felicidade é sempre a consequência de uma vida bem vivida.

Muitos procuram grupos de auto-ajuda, clínicas, comunidades e religiões apenas para de alguma forma voltarem a usar drogas. Quando descobrem que a doença não tem cura e que o caminho da recuperação exige abstinência completa, revoltam-se e voltam a usar drogas, porque na verdade nunca quiseram parar. Precisamos lembrar a todo instante que nossa sanidade está em jogo. Quando perguntamos intimamente se realmente queremos parar de usar drogas e mudar de vida, vacilamos em silêncio em nosso interior. Alguns sentem saudades de seu mundinho. Uma pessoa em sã consciência se afastaria sem o menor problema de qualquer coisa que pudesse destruir sua vida, mas nós não, choramos ter nos afastado daquele mundo de destruição. É uma insanidade completa e digna de dó.












17 Dez. “Ele faz nascer o sol, tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos.”
Deus não interfere no trabalho das leis naturais. As leis da natureza são imutáveis, caso contrário, não poderíamos depender delas.
No que diz respeito às leis naturais, Deus não faz distinção entre pessoas boas e más. A doença e a morte pode bater em qualquer lugar. Mas as leis espirituais também são feitas para ser obedecidas. Alcançarmos o verdadeiro sucesso e vitória na vida ou cairmos no prejuízo e na derrota, depende de escolhermos o bem ou o mal.

A bíblia nos mostra a importância da fé para todas as coisas.
Fé não se compra em um supermercado ou em uma Igreja. Acreditar é um processo, talvez o começo da fé venha de um esforço de boa vontade e mente aberta.
Deus não quer que você sofra, é você quem escolheu esse caminho de destruição. A fé não é uma coisa rebuscada; é algo simples e não requer nem que a pessoa saiba ler ou escrever para tê-la. A fé é a ponte de ligação do homem com Deus. Sem ela perdemos o contato com Ele, ficamos vulneráveis demais e com certeza recairemos.















18 Dez. Este vasto universo à nossa volta, inclusive esta terra maravilhosa onde vivemos, foi um dia, talvez, apenas um pensamento na mente de Deus. quanto mais os astrônomos e os físicos se aproximam da composição última das coisas, mais o universo se aproxima de uma fórmula matemática, que é o pensamento.
O universo pode ser o pensamento do Grande Pensador. Devemos procurar pensar como Deus pensa. Devemos tentar obter orientação em relação ao mundo e qual a participação que devemos ter na execução desse propósito.

Pensar que podemos nos libertar sozinhos é uma ilusão que muitas vezes tende a retornar. É preciso unirmos espiritualmente, ajudar e sermos ajudados. Assim a frequência a grupos de auto-ajuda é indispensável.
Quando buscamos a união de propósitos, colocamos os princípios acima da personalidade, e então Deus se manifesta.
Se continuarmos apáticos diante da realidade de nossa recuperação, estaremos dando brecha para uma recaída.
A fé precisa ser seguida de obras. Fé sem obras é morta.
Não pense que tudo isso é demais para você fazer, ou se propor a fazer. Lembre-se, você que pegou esse trabalho e está agora lendo de que você já tem muita sorte por isso, pois muitos não tiveram sequer tempo suficiente para chegar até aqui.









19 Dez. Podemos considerar o mundo material como se fosse o barro com que o artista trabalha, para fazer dele alguma coisa bonita ou feia.
Não precisamos ter medo das coisas materiais, que não são boas nem ruins no sentido moral. Parece que não existe nenhuma força ativa para o mal – fora dos próprios seres humanos.
Os seres humanos podem apenas ter, ou más intenções – sentimento, malevolência, ódio e vingança – ou boas intenções – amor e boa vontade. Eles podem fazer do barro de sua vida, alguma coisa feia ou alguma coisa bonita.

A recuperação é de certa forma a arte de se contrariar. Muitas vezes sentimos vontade de usar drogas novamente, rever pessoas e lugares antigos, retomar hábitos, mas “nos contrariamos” acatando as sugestões do programa. Precisamos alimentar a fé conseguida no segundo passo, para enfrentar um dos obstáculos mais difíceis da nossa nova maneira de viver: nossas vontades.
É fácil entregar as coisas na mão de Deus quando não gostamos dela, o difícil é quando gostamos como por exemplo: um relacionamento, dinheiro, vontade de usar drogas, sexo, a morte de um ente querido... mas é preciso abrir mão dos nossos desejos, para crescermos no programa.














20 Dez. Evite o mundo, da mesma maneira que você evitaria uma praga. O medo, mesmo que seja o menor de todos, é um corte nas cordas da fé que ligam você a Deus. por menor que seja a altura, um dia aquelas cordas vão ficar fracas, e aí um desapontamento ou um desgosto vai fazê-las se romper. Mas para os pequenos medos, as cordas da fé teriam que se manter firmes. Evite a depressão, que é uma aliada do medo. Lembre-se de que todo medo é deslealdade para com Deus. o medo é uma negação de Seu cuidado e proteção.

A entrega exige prática e podemos começar pelas pequenas coisas. A rendição é a parte prática do terceiro passo, pois sem ela entregamos só da boca para fora e logo, logo, pegamos nossas vontades e nossas vidas de volta. Para realmente entregar nossas vontades a Deus, precisamos confiar Nele, de forma incondicional. Ele sabe o que é melhor para nossa vida e a dará no momento oportuno, ou seja, no tempo Dele e não no nosso. Portanto nada adianta entregarmos e ficar no controle dos resultados. Existe uma tendência de nos revoltar quando as coisas não saem do nosso jeito. Muitas recaídas acontecem nessas situações.
Todos nós criamos grandes problemas para nossas vidas por cedermos aos nossos desejos. O abuso de nossas vontades quase nos matou.
O que fizemos ontem para nossa recuperação não garante nosso dia de hoje. Este programa é de vinte e quatro horas, o que entregamos ontem não garante que o tomemos de volta no dia de hoje. Todos os princípios precisam ser vividos a cada dia.









21 Dez. Nesse momento tranquilo de meditação, obedeça à pressão da orientação de Deus. em todas as decisões a serem tomadas, hoje, entregue-se à suave pressão de sua consciência. Fique ou vá, conforme essa pressão indique. Considere os acontecimentos de hoje, como parte do plano e da disposição de Deus. Ele pode levá-lo a uma decisão acertada. Espere com calma, até que você tenha um desejo interior, uma orientação, uma sensação de que as coisas estão certas, uma pressão do espírito de Deus sobre sua verdade.

Não podemos dar ouvidos às nossas reclamações, pois, se prestarmos atenção, elas na maioria das vezes são de natureza egoísta.
A satisfação de muitos de nossos desejos nos traria a total destruição. A dor de fazermos as coisas certas é menor que a dor das consequências de atitudes erradas e destrutivas.
A entrega precisa ser diária. As vezes nos traz dor, as vezes nos traz alívio mas o importante é a fé de que tudo se resolverá não por nossa vontade, mas sim, por vontade de um Poder Superior a nós.
Ninguém age em cima daquilo que não acredita. O programa apresenta Deus por meio de Jesus sem nenhum vínculo religioso. Muitos de nós acreditam realmente em Deus e em Nosso Senhor Jesus Cristo, tentam viver Seus princípios mas não pertencem a nenhum grupo religioso. O que salva uma pessoa não é sua religião, mas a palavra de Deus, a fé e a tentativa diária de viver Seus princípios. Deus não é religião, mas as religiões podem nos indicar os caminhos para chegar até Ele, embora não obrigatoriamente isso aconteça. O importante é que seja qual for a forma, busquemos a Deus com coração sincero pois só assim, os caminhos se abrem para nós.




22 Dez. Não tenha medo do mal, porque o poder de Deus pode vencer o mal. O mal só tem o poder de ofender seriamente aqueles que não se colocam sob a proteção do Poder Superior. Isso não é uma questão de sentimento, é um fato garantido por nossa experiência. Diga para você mesmo, com segurança, que seja ele qual for, nenhum mal pode atingi-lo seriamente, enquanto você contar com o Poder Superior. Esteja certo da proteção da Graça de Deus.

Buscar ao Poder Superior na forma em que O concebemos é uma decisão só nossa, não é de um padre, ou um pastor ou outros. Tem que ser de forma como realmente acreditamos. Deus é independente das religiões, mas precisamos realmente de um guia. Nosso Senhor Jesus Cristo é o Senhor de todos os princípios contidos nestes passos. Este poder é espiritual, mas seguimos diretrizes cristãs, acreditamos que os princípios espirituais nunca estão em conflito, eles se complementam.
Não podemos nos esquecer de onde vem nossa verdadeira força. Sabemos que se conquistamos coisas materiais e espirituais foi graças aos princípios que nos foram dados por Deus, por meio do programa de recuperação.
A fonte de toda sabedoria e verdade provém de Deus, não de nós. Nossas melhores ideias, quase nos mataram.














23 Dez. Irradie paz, não discórdia, onde quer que você vá. Procure fortalecer cada situação, não aumentar o problema. Procure ignorar o mal, ao invés de combatê-lo ativamente. Procure sempre construir, nunca destruir. Mostre aos outros, por seu exemplo, que a felicidade resulta de uma maneira de viver correta. O poder de seu exemplo é maior do que aquilo que você diz.

É importante para nós, dialogar com Deus, orar e meditar, falar com Deus e escutar Sua resposta.
Se prestarmos atenção, perceberemos que uma pessoa espiritual saudável, não busca sua destruição como nós na adicção ativa. Um dependente químico espiritualmente saudável evita com certeza pessoas, lugares e hábitos que possam levá-lo de volta a vida desgraçada das drogas.
Meditar não é apenas escrutar a voz de Deus em resposta as nossas orações, mais também buscar a sabedoria em Seus ensinamentos.
Outra coisa importante é buscar a vontade de Deus em relação a nós e forças para realizar essa vontade. a maioria das vezes que buscamos aprece e a meditação, a vontade de Deus em relação a nós parece claro, e o Deus impressionante é que os meios para alcançarmos essa força são revelados a nós por essa prática. O difícil está em abrir mão de nossas próprias vontades para realizar a vontade de Deus. sem dúvida, esta será uma luta para o resto de nossas vidas.












24 Dez. Temos uma profunda gratidão ao Poder Superior, por todas as bênçãos, que recebemos e que não as merecemos. Agradecemos a Deus e levamos isso a sério. Agora, chegou a vez de prestar serviço a outras pessoas, por gratidão pelas coisas que temos recebido. Isso inclui algum sacrifício de nossa parte e de nossas próprias ocupações. Mas estamos felizes, por prestar serviço. Gratidão, serviço e depois sacrifício são os passos que levam a um bom trabalho. Eles nos abrem a porta para uma nova vida.
Chegamos a acreditar que ele gostaria que guardássemos nossas cabeças nas nuvens junto a Ele, mas que ficássemos com os pés firmes plantados na terra. É aí que se encontram nossos companheiros e é aí que devemos fazer nosso trabalho. estas são as realidades para nós. Não achamos nenhuma incompatibilidade entre uma experiência espiritual poderosa e uma vida de utilidade sã e feliz.
Toda oração e meditação do mundo não me ajudam a não ser que sejam acompanhadas de ação. Praticando minha espiritualidade em todas as minhas atividades, percebo o cuidado que Deus toma em todas as partes de minha vida. Deus aparece no meu mundo quando me coloco de lado, e permito que Ele entre.
















25 Dez. O Reino do Céu é também para os humildes, os pecadores e os arrependidos. “E eles Lhe ofereceram como presente – ouro, incenso e mirra.” Leve seus presentes de outro – seu dinheiro e bens materiais. Leve seu incenso – a dedicação de sua vida a uma causa digna. Leve sua mirra – sua solidariedade, compreensão e ajuda. Deposite todos eles aos pés de Deus e deixe que Ele faça total uso deles.
Cada dia é um dia em que devemos levar a visão da vontade de Deus a todas as nossas atividades. “Como posso servi-lo melhor? Sua vontade (não a minha) seja feita.”
Quando conservo a vontade de Deus em minha mente, sou capaz de fazer o que devo fazer, e isto me coloca em paz com a vida, comigo e com Deus.
Precisamos destruir nosso egoísmo, “sairmos de nós” para ajudar os outros. Levar a mensagem de recuperação e a experiência de nossas vidas a todo aquele que esteja pedindo ajuda.
Não pregaremos nossa nova maneira de ser e viver, na “boca” ou dentro do bar. A mensagem não funciona por promoção e sim por atração. Colocamo-nos à disposição daqueles que nos procuram para pedir ajuda.
Para nossa própria segurança, não devemos jamais ir a certos lugares para levar a mensagem. Corremos o risco de acabar ficando lá, e voltar toda nossa desgraça novamente. Sabemos que muitos precisam de ajuda, mas poucos a querem.
Só podemos ajudar aqueles que querem ajuda. Se tentamos ajudar os que não estão a fim de mudar, podemos ter sérios problemas. É preciso que a pessoa sinta o desejo de se recuperar, de mudar de vida, ou seja, é preciso que ela esteja prontamente para a recuperação.
Se lembrarmos de nós mesmos, perceberemos quantas pessoas tentaram nos ajudar e nós a rechaçamos. Portanto, mesmo desejando que adictos se recuperem, precisamos esperar que eles manifestem o desejo de recuperação. só então estenderemos a mão amiga.



26 Dez. Essas meditações podem nos ensinar a relaxar. Podemos ser úteis para outras pessoas, pelo mesmos em parte. E podemos ser felizes, fazendo isso. Não deveríamos nos preocupar demais com as pessoas que não podemos ajudar. Podemos fazer disso o hábito de entregar ao Poder Superior a consequência das coisas que fazemos. Podemos continuar pela vida afora, fazendo o melhor possível, mas sem um sentido de urgência ou tensão. Podemos desfrutar todas as boas coisas e as beleza da vida mas, ao mesmo tempo, depender profundamente de Deus.

Deus nos deu a Graça de poder ajudar pessoas que outras não conseguiram de forma alguma. Ele nos deu um despertar do espírito que a inteligência pode receber mas não compreender.
Ajudando um companheiro, estamos na verdade ajudando a nós mesmos. Ganhamos um renovo de fé nos princípios espirituais e em Deus. ao lembrar de onde viemos, ficamos gratos por tudo o que aconteceu em nossas vidas. Não podemos nos sentir cheios de orgulho por ajudar aos outros afinal, nós não somos a Fonte de Luz, somos apenas um reflexo de Sua grandeza. Mas, para continuarmos a refletir essa luz, precisamos estar limpos, não apenas de substâncias químicas, mas também dos nossos antigos traços destrutivos. Precisamos ajudar a quem quer, mas jamais abandonarmos os princípios do programa de recuperação e praticá-los diariamente. Aprendemos que quando chegamos ao décimo-segundo passo, isso não é o fim é apenas o começo de um novo aprendizado.










27 Dez. Construa sua vida sobre a base firme da verdadeira gratidão a Deus, por Suas bênçãos, e da verdadeira humildade porque você não é digno dessas bênçãos. Construa a estrutura de sua vida, feita de autodisciplina. Jamais se torne egoísta, preguiçoso ou presunçoso. Construa as paredes de sua vida com o serviço prestado aos outros, Ajudando-os a encontrarem o modo de vida correto. Construa o teto de sua vida com orações e momentos de calma, esperando que chegue, do alto, a orientação de Deus. construa, em torno de sua vida, um jardim cheio de paz de espirito, serenidade e uma fé segura.

Acima de tudo, não beber é a prioridade máxima e absoluta em qualquer lugar, a qualquer tempo e sob qualquer circunstância que for.
Essa é uma estrita questão de sobrevivência para nós. O alcoolismo é uma doença que mata e o primeiro gole aperta o gatilho contra nossa cabeça.
A sobriedade está a frente da família, do emprego e da opinião de quem quer que seja. Sem salvarmos nossa vida, certamente não teremos família, nem emprego, nem amigos, nem nada.
A sobriedade está em primeiro lugar sobre todas as tarefas que surjam ou possam surgir. Sabemos que ficar muito cansados ou deixar de se alimentar corretamente é perigoso. Em primeiro lugar nós, nossa saúde e para obter isso, devemos dar todos os passos necessários, contra todas as circunstâncias, para não beber. Afinal, se negligenciarmos e tomarmos o primeiro gole, pronto! Acabo tudo. E tudo mesmo! Então, em primeiro lugar, nós.









28 Dez. Embora seja invisível, o Senhor está sempre perto daqueles que acreditam e confiam Nele, bem como dependem Dele, no sentido de Ter força para enfrentar os desafios da vida.
Embora oculto da visão dos mortais, o Poder Superior está sempre à nossa disposição, todas as vezes que Lhe pedimos força, com humildade.
O sentimento de que Deus está conosco não deveria depender de qualquer humor passageiro, de nossa parte; deveríamos procurar ter sempre consciência de Sua força e de Seu amor em nossas experiências de vida.

A convalescença da doença do alcoolismo leva algum tempo, e qualquer pessoa que nela se encontre merece consideração e certa dose daquilo que as boas enfermeiras chamam de: ATC (Atenção Terna e Carinhosa).
Os outros podem não entender assim mas Nós precisamos. Precisamos ser bons – pelo menos justos- conosco mesmos.
Ajuda muito lembrar que o excesso de bebida é altamente prejudicial para o organismo, produzindo estados que podem requerer meses ou anos para superar. Ninguém se torna alcoólico em poucas semanas. Da mesma forma, não nos recuperamos num passe de mágica.
Façamos um levantamento. Abstivemo-nos de tomar um gole nestas 24 horas? Isso merece uma auto-aprovação honesta. Tivemos o cuidado de nos alimentarmos bem hoje? Tentamos cumprir nossas obrigações hoje? Fizemos o que pudemos da melhor maneira possível, hoje? Nesse caso, isso é tudo que podemos, com justiça, esperar.
Uma vez que o próprio organismo procura se normalizar, talvez o seu lhe agradeça um belo repouso. Goze ao máximo de reconfortantes sonecas ou de longas noites de sono tranquilo. A menos que tratemos carinhosamente da nossa sobriedade, não podemos sobreviver para virmos a ser pessoas altruístas, dignas e socialmente responsáveis.


29 Dez. O trabalho e a oração são as forças que estão, aos poucos, formando um mundo melhor. Devemos trabalhar por nossa melhoria e pela melhoria dos outros. A fé sem as obras é morta. Mas todo trabalho feito com pessoas deveria se basear na oração.
Antes de falar ou de procurar ajudar, nós nos tornaremos mais eficientes, se fizermos uma pequena oração. Ela é a força por trás do trabalho. a oração se baseia na fé que Deus está trabalhando conosco e por nosso intermédio. Podemos acreditar que nada é impossível nos relacionamentos humanos, se contarmos com a ajuda de Deus.

A oração da serenidade tem sido usada através dos séculos por várias crenças, e essa é de uso corrente hoje em dia tanto fora quanto dentro de Alcoólicos Anônimos . ela é um guia maravilhoso para alcançar a sobriedade, continuar sóbrio e desfrutar de uma vivência sóbria.
Não podemos modificar é o nosso alcoolismo. Sabemos que amanhã não deixaremos, de repente de ser alcoólicos, como não teremos menos dez anos de idade ou mais quinze centímetros de altura.
Mas há alguma coisa que podemos mudar. Não precisamos ser bêbados. Podemos vir a ser sóbrios. Com certeza isso exige coragem. E foi preciso sabedoria para saber que isso era possível, que podíamos ser outros.
Podemos aplicá-la em todas situações que antes nos levavam à garrafa. A serenidade é um giroscópio que nos permite conservar o equilíbrio, a despeito da turbulência que nos assalta.







30 Dez. As pessoas são verdadeiros fracassos, quando procuram viver sem o poder de sustentação que vem de Deus.
Muitas pessoas tentam ser auto suficientes, buscam o prazer egoísta e descobrem que isso não dá bom resultado. Não importa se elas conseguem uma grande riqueza material, não importa quanta fama e poder material tenham, geralmente chega o dia de desilusão e da futilidade. A morte as espera e quando morrem, não podem levar com elas nenhuma coisa material. O que importa se ganhei o mundo inteiro, mas perdi minha própria alma?
“Ó Senhor! Faze de mim um instrumento de Tua paz; onde há ódio, faze que eu leve o amor; onde há ofensa que eu leve o perdão; onde há discórdia que eu leve a união; onde há dúvidas que eu leve a fé; onde há erro que eu leve a verdade; onde há desespero que eu leve a esperança; onde há tristeza que eu leve a alegria; onde há trevas que eu leve a luz!
Oh! Mestre! Faze com que eu procure mais consolar do que ser consolado; compreender que ser compreendido; amar que ser amado. Porque é dando que se recebe; é perdoando que se é perdoado; e é morrendo que se vive para a Vida Eterna!”
Não importa onde eu esteja no meu crescimento espiritual, a oração de São Francisco me ajuda a melhorar meu contato consciente com o Deus do meu entendimento. Penso que uma das grandes vantagens de minha fé em Deus é que não O entendo. pode ser que meu relacionamento com meu Poder Superior seja tão proveitoso, que eu não precise entender. Tudo que sei é que se eu trabalhar no benefício do meu próximo e de mim mesmo, regularmente, da melhor forma que posso, continuarei a melhorar meu contato consciente, conhecerei a Sua vontade para mim e terei força para executá-la.




31 Dez. Ao olhar para trás, para o ano que terminou, vemos que foi um bom ano, na medida em que procuramos colocar nele bons pensamentos, boas palavras e boas ações. Nada do que foi pensado, dito ou feito precisa ser desperdiçado. Tanto as boas quanto as más experiências podem ser aproveitadas.
Num certo sentido, o passado não foi embora completamente. No presente momento, temos o resultado dele, para o bem ou para o mal. Somente podemos aprender através da experiência e nenhuma experiência nossa é completamente perdida. Podemos agradecer a Deus, humildemente, por todas as coisas pelas quais passamos no ano que terminou. Todas elas nos acrescentou alguma experiência para nos desenvolvermos, mais ainda, no ano que se inicia.
A ideia de viver um “plano de vinte e quatro horas” aplica-se primeiramente à vida emocional do indivíduo. Emocionalmente falando, não devemos viver no ontem nem no amanhã.
Um ano novo: 12 meses, 52 semanas, 365 dias, 8.760 horas, 525.600 minutos – um momento para considerar caminhos, objetivos e ações. Eu devo fazer alguns planos para viver uma vida normal, mas também devo viver emocionalmente dentro de uma estrutura de vinte e quatro horas pois, se eu faço isto, não preciso fazer resoluções de ano novo!
Posso fazer cada dia um dia de ano novo! Posso decidir:
“Hoje farei isto... Hoje farei aquilo...” Cada dia eu posso medir a minha vida tentando fazer um pouco melhor, decidindo seguir a vontade de Deus e fazendo um esforço para colocar os princípios espirituais, que tanto me mantêm na sobriedade, em ação.
SUBSCREVA-SE ABAIXO, RECEBA DIARIAMENTE NOVOS ARTIGOS PUBLICADOS:
http://www.38.kmitd1.com/w/1e1eZfpe5YIUsNhBl8te3388f9c2
VOLTAR AO TOPO

Nenhum comentário: